sábado, novembro 27, 2021

Saab Naval

Com atraso no Prosuper, Marinha pode adquirir fragatas de segunda-mão novamente

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

The Oliver Hazard Perry-class guided-missile frigate USS Underwood (FFG 36), foreground, conducts tactical maneuvers with the Brazilian frigate BNS Greenhalgh (F-46). Underwood and Greenhalgh are group sailing to Key West, Fla. for UNITAS Atlantic 53-2012.
A Marinha do Brasil pode ter que adquirir fragatas de segunda-mão para substituir navios que também foram adquiridos já usados: na foto, a fragata americana USS Underwood (FFG 36) da classe Oliver H. Perry e a fragata brasileira Greenhalgh (F46), da classe Type 22

Patricia Samfelt (Correspondente da JDW)
de Montevideo

vinheta-clipping-navalA Marinha do Brasil, enfrentando incertezas na substituição de velhas fragatas através do Programa PROSUPER (Programa de Obtenção de Meios de Superfície), está começando a considerar a compra de fragatas de segunda-mão, disseram fontes do Rio de Janeiro ao IHS  Jane’s.

A Marinha dedicou recursos em 2008 ao PROSUB (Programa de Submarinos) para a construção de quatro submarinos diesel-elétricos, mas ela ainda tem cinco submarinos relativamente modernos, enquanto suas fragatas estão entre as mais antigas em serviço na América do Sul, por isso as fontes dizem que a Marinha está preocupada com o programa das fragatas ao mesmo tempo em que o governo restringe os gastos.

Essencialmente, oficiais temem que o governo esteja cada vez menos disposto a financiar as fragatas do Programa PROSUPER, que também contempla cinco navios-patrulha de 1.800t, um navio de apoio logístico e cinco fragatas de 6.000t construídas num estaleiro local com especificações de projeto estrangeiro.

Até agora, do PROSUPER, somente três navios-patrulha foram adquiridos.

Agora a Marinha está pensando na aquisição de fragatas de segunda-mão como uma solução “tampão” e considerando a aquisição de navios da classe “Maestrale” que estão sendo desativados pela Itália ou navios da classe “Oliver H. Perry” excedentes da Marinha dos EUA.

maestrale
Navios da classe “Maestrale” desativados pela Marina Militare Italiana são candidatos para uma solução tampão na Marinha do Brasil

FONTE: Jane’s Defense Weekly (tradução e edição do Poder Naval a partir de original em inglês)

- Advertisement -

146 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
146 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Colombelli

Era mais uma engambelação deste governo lixo para calar a boa dos militares. Vai virar um FX da vida e terão de adquirir usadas. Tomara que consigam algo bom.

Joker

Que esse prosuper não ia pra frente, todo mundo sabia inclusive a MB.

Mas deixar vazar agora essa descrença e ter deixado oportunidades melhores de vasos de guerra passarem, isso ai é burrice mesmo!!!

Que venham as Maestrales então…

Augusto

Repetindo o que eu acabo de dizer no Aéreo: não é que foram adquiridos muitos helicópteros. É que outros equipamentos militares simplesmente não são adquiridos…

Eita Brasil que come sardinha e arrota caviar!

Mauricio R.

Os “tampões” serão tão antigos, qnto os navios que pretendem substituir.
A MB fez por onde, merecer isto!!!!

Blind Man's Bluff

Era soh o que faltava….ou de fiat, ou de chevette…

Ozawa

A Marinha do Brasil é reflexo de líderes militares medíocres e megalomaníacos à altura dos líderes políticos civis que os vem indicando nos últimos 25 anos… Chega de palhaçada de construir um NAe, quando se tem um usado nas docas há 6 anos…, de ter uma 2ª Esquadra, quando mal se tem a 1ª…, de isso e de aquilo, quando não se tem nada, hoje… Medíocres e hipócritas ! Reduzam seus gastos perdulários ! Reduzam a Marinha, mas tenha uma Marinha que possa ostentar esse nome ! Cortem essa idéia de Porta-Aviões ! Desativem os A4 ou os doem à… Read more »

Oganza

E o Fiat é o Uno Mille e o Chevette é o Junior.

Aumenta esse acordo com BAE que foi feita com as Amazonas, e faz aquelas Barrosos projetadas aqui no Naval, quem foi que fez aqueles desenhos bem bacanas? E temos que dar por satisfeitos.

Agora se vier alguma das Oliver H. Perry, devem estar usadas até o osso, mas se fecharmos com o SH, é capaz de vir de graça e o Tio San bancar até o diesel da viagem.

Oganza

Perfeito Ozawa, lembro-me de um vídeo de uma palestra que foi postado aqui no Naval. Era o Comandante da MB falando sobre PROSUB… MEU DEUS, o homem na sabia falar, era só i i i , tá tá, to to, ma mais, gaa garantido, afff tive que me esforçar para aguentar até o fim, sem falar que o Sr. Comandante não articulava uma frase sequer de forma coerente… teve momentos que eu pensei: Coitado, ele dislexo.

Não, é despreparado mesmo.

Augusto

Ozawa disse:
28 de agosto de 2013 às 23:45

Meu caro, você teve o brilhantismo de sintetizar os pensamentos de todas as pessoas sensatas que observam nossa Marinha hoje. Assino em baixo! Meus parabéns.

P.S.: será que esses IMBE*#* não irão desistir nunca dessa megalomania de porta-aviões e investir direito em escoltas e submarinos?

Observador

Joker disse: 28 de agosto de 2013 às 22:20 Tem razão. De minha parte, ainda no tempo do oba-oba, do “brafil-putênfia”, eu já tinha apelidado as FREEM de FREIEM, pois também entendia que o Prosuper era uma fantasia. Igualzinho a você, torci que as escoltas inglesas que foram descomissionadas fossem adquiridas pela MB, que serviriam aí pelo menos mais uns quinze anos como escoltas da nossa marinha. Infelizmente, quem decide a questão – civil e militar – gosta de comer feijão e arrotar caviar. Como resultado, as fragatas inglesas foram parar no Chile. Agora, o Brasil vai ter que comprar… Read more »

joseboscojr

Ozawa,
Só esqueceu de falar do submarino nuclear…
Infelizmente não temos culhões para operar um decentemente e se o fizermos será só um, que não servirá pra nada e que será o rei da doca seca.

Augusto

Opa, eu estava fechando o notebook depressa para sair do escritório, de modo que não reparei que escrevi “em baixo”, querendo dizer “embaixo”. Acontece…

eduardo.pereira1

Aguém sabe quantos navios da classe Maestrale a Itália tem disponíveis e seus armamentos ??
Sds.

Blind Man's Bluff

E ainda por cima, o submarino nuclear!
Consegue ser pior que a Copa do Mundo!

Guilherme Poggio

Bom, nada que não tenha sido dito aqui três ou quatro anos atrás.

Tem gente que demora par acordar.

Fazer o que? Mandar contingente para o Haiti e patrulhar a costa do Líbano com submarino não dá.

Guizmo

Sei que não é a melhor decisão, mas……..eu curtia demais essas 2 classes de navios quando era moleque…….OH Perry, lutou contra Marko Ramius (Red October), rsrsrs.

Mas se vierem, que venham pelo menos umas 10 unidades e equipadas com defesa aérea de área.

Ozawa

O Almirantado da MB lendo o PAEMB parece um adolescente trancado no banheiro com uma “Playboy”…

O PAEMB não passa de uma “Masturbação Naval” para satisfação de um Almirantado patético e solitário olhando o que nunca poderá tocar…

Guizmo

Bom Galante, então eu desisto……..Não compreendo a ausência desse tipo de SAM nos navios da MB. Imagino que vc, assim como eu, defende um Nae na Marinha, mas como fazê-lo operar em missões reais (caso ele esteja 100% operacional) sem um corpo aéreo para PAC e navios com anel de proteção externa?

daltonl

Guizmo…

todas as OHP da US Navy tiveram seus lançadores MK 13 removidos há dez anos atrás e como as Maestrales nunca possuíram capacidade de
defesa de área não há opção para nós nesse sentido.

As OHP e as Maestrales tem a mesma idade, é preciso verificar quais estão em melhores condições para outros 10 anos de serviço pelo menos.

As Maestrales são melhor armadas, mas até por causa disso devem ser de manutenção mais cara, enquanto as OHP apresentam uma vantagem de poderem operar o seahawk que já adquirimos.

abs

João Filho

“Era soh o que faltava….ou de fiat, ou de chevette…” Quem dera, como vao as coisas vamos de Ford Pinto, e olhe la. “E NOS ENCHEM DE VERGONHA QUANDO VESTEM AQUELES UNIFORMES BRANCOS EM CERIMÔNIAS E FESTAS COM AQUELAS BARRIGAS IMENSAS INDECENTES !” Realmente, Ozawa. Enquanto a MB envelhece e apodrece e ja virou foco de piada internacional ha muito tempo, eu sempre noto que quase toda semana tem uma “grande cerimonia” de apresentacao de medalhas ou promocoes, seguido de parada, banquete ao estilo de dar inveja ao rei Louis XVI, e por ai vai. Os barrigudos do Almirantado sempre… Read more »

daltonl

Pois é Galante…mas os diesel exigem manutenção e pessoal para opera-los o que significa uma tripulação ligeiramente maior e mais cara também…maior tripulação, maior folha de pagamento, mais víveres etc. Espero que essas fragatas de segunda-mão, se de fato vierem, venham apenas para substituir as T-22s que a propósito nem possuem um canhão principal, enquanto as OHP possuem um de 76mm em que pese numa posição não muito adequada. Um “remendo” seria colocar um de 25 mm como várias OHP possuem hoje na posição antes ocupada pelo MK 13 se é que não serão vendidas já com os mesmos. Minha… Read more »

Luiz Monteiro

Prezados, Conforme informado anteriormente aqui no Poder Naval, segundo o planejamento da Marinha do Brasil, o PROSUPER precisaria ser decidido até dezembro deste ano e o contrato assinado em 2014. Caso isso não ocorra, a partir de 2020, quando a primeira das fragatas da classe “Greenhalgh” for desativada, o número atual de escoltas (14) será reduzido ainda mais. O PROSUPER não foi criado para aumentar o número de escoltas e sim para substituir os meios mais antigos que se aproximam, inexoravelmente, do final de suas vidas úteis. Quanto às duas classes citadas na matéria, desconheço a analise pela Marinha do… Read more »

Luiz Monteiro

Prezado Galante,

Segundo o planejamento atual:

As 3 fragatas da classe “Greenghalgh” serão desincorporadas entre os anos de 2020 e 2022.

As 6 fragatas da classe “Niterói” entre 2021 e 2025.

A 4 corvetas da classe “Inhauma” entre 2030 e 2032.

A “Barroso” será retirada do serviço ativo em 2035.

Abraços

MO

Vamos ver no que isso tudo dara .. temo pelo repeteco de sempre= nada

Em tempo um supramax de uma classee que gosto muito em carregamento de açúcar para o Egito =
http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2013/08/mv-amber-beverly-vrhk5-embarque-de.html

Vader

Ozawa disse: 28 de agosto de 2013 às 23:45 Comentário perfeito. Assino embaixo. Infelizmente, a Marinha do Brasil e principalmente o seu almirantado barrigudo e megalomaníaco merece! Não era a Força queridinha do PT? Não tinha a Marinha “feito a coisa certa” enquanto que a FAB tinha “se rebelado” por conta da escolha do pingaiada pelo Rafale? Cadê agora os áulicos do Bravphil-PuTânphia para vir dizer que a Marinha é que era certa por haver se dobrado aos desígnios PeTralhas, enquanto que FAB e EB amargavam o ostracismo de verbas? Cadê vocês seus CA-NA-LHAS?! Contra qualquer país mediano do mundo… Read more »

costamarques

O Brasil precisa ser invadido ou sofre um ataque terrorista URGENTE somente assim teremos mais seriedade em defesa, seria como na 2 grande guerra que precisou os americanos afundarem um navio nosso dizendo que tinha sido a Alemanha para agente declarar guerra!!!

Blind Man's Bluff

@costamarques

Que explodam Brasilia!

Porém, pior PODE ficar. Imaginem o Brasil governado por uma quadrilha de ___________…

EDITADO

joseboscojr

Blind,
Me avisa pra eu sair antes. rsrssss
Ah! Eu sou ateu!!rsrsss

Vader

Blind Man’s Bluff disse:
29 de agosto de 2013 às 14:14

“Porém, pior PODE ficar. Imaginem o Brasil governado por uma quadrilha de ev_____”

Com efeito. Imagina uma quadrilha de e_______________? 😉 Um cenário nada impossível…

Nada é tão ruim que não possa piorar.

O destino do Brasil na mão das esquerdas é desaparecer como Estado-Nação em algumas (poucas) décadas.

EDITADO

Guilherme Poggio

não é só a MB que irá ao “saldão do Tio Sam”.

A FAB também está de malas prontas para o deserto do Arizona

http://www.aereo.jor.br/2013/08/29/f-x2-sem-perspectivas-de-definicao-fab-pode-comprar-cacas-f-16-usados/

Não tem jeito. Os projetos estão aí e o governo não decide nada. Os equipamentos não podem esperar para sempre. Eles possuem limite.

thomas_dw

“costamarques disse:
29 de agosto de 2013 às 13:31

O Brasil precisa ser invadido ou sofre um ataque terrorista URGENTE somente assim teremos mais seriedade em defesa, seria como na 2 grande guerra que precisou os americanos afundarem um navio nosso dizendo que tinha sido a Alemanha para agente declarar guerra!!!”

UAU !!! FANTASTICO ! o besteirol dos simpatizantes do Nazismo dos anos 40 ainda vive ! PARABENS ! finalmente posso ler as palavras de um verdadeiro energumeno que acredita nas mentiras propagadas pela turma da Ação Integralista Brasileira.

costamarques

@Galante meu falecido avo foi ex combatente da segunda grande guerra e era sargento maquinista no navio Bahia, e ele me dizia que existia muita desconfiança sobre o ataque na época, com base nisso eu acredito que foi um ataque simulado! tenho materiais dele da época, farda, fotos etc, se os editores quiserem mando fotos para constar como registros!

costamarques

@thomas_dw dei apenas um desabafo em relação as nossas forças, claro que não torço por uma agressão externa ao meu pais, mas parece que só acordaremos quando for tarde d+ teorias existem aos montes na internet, basta seguirmos as mesmas ou não, no caso da espoleta usada para aderirmos a guerra eu me baseio em contos e conversas que tinha com meu falecido avo , nem ele mesmo tinha uma opinião formada a respeito disso! bom em se tratando do artigo em si é incrível um pais rico como o nosso ser tão desorganizado ao ponto da usar sucatas em… Read more »

thomas_dw

costamarques. eu ja li até que diziam por aqui na epoca da entrada do Brasil no conflito de que o Churchill mandou afundar os nossos navios … tudo menos creditar ao Nazistas aquilo que eles faziam sem escrupulos, afundar navios civis sem aviso e sem piedade.

Augusto

Só para deixar consignado: ao contrário de muitos, entendo que a aquisição dos subs foi uma excelente ideia, sobretudo ao modo em que foi feita. Faltam as fragatas. E que a Marinha esqueça essa PALHAÇADA de porta-aviões e aviação naval.

thomas_dw

Se a Marinha resolver comprar Fragatas usadas, os candidatos mais provaveis sao da Marinha Alema, as ultimas 2 unidades da classe Bremen

http://en.wikipedia.org/wiki/Bremen-class_frigate

ou se a Marinha da Italia realmente precisar de dinheiro as duas Durand de la Penne

http://en.wikipedia.org/wiki/De_la_Penne_class_destroyer

seriam uma otima escolha, 2 Maestrale estao indo para as Filipinas e outras dever ir tambem.

MO

os durand de la penne estao a venda ? aqui seriam cruzadores tbm …

GUPPY

Vader disse: “Com todo o respeito aos marinheiros, mas se eu tivesse servido à Marinha hoje eu teria vergonha de dizer…” Prezado, quando eu servi, a Marinha não era tão vergonhosa assim. Claro que nunca foi de primeiro mundo mas só submarinos tínhamos 9, tres dos quais relativamente modernos. As fragatas zero balas, uma força de Minagem e Varredura com seis navios novos fabricados na Alemanha, o Marajó ainda era considerado novo, a maior força de contratorpedeiros da América do Sul, velhos é verdade, mas eficientes por estas bandas, etc. Éramos relativamente orgulhosos com o material que operávamos, mesmo o… Read more »

MO

oi Guppy, apenas um detalhe a bem da veracidaade historica, o SC nao foi fita Azul com 45 ou perto disto não .. isso nao desmereçe a performance dele, mas nao foi isso não …

em tempo = muitas fotos das manobras entre 16 e 18/08
http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2013/08/manobras-entre-16-e-1808.html

thomas_dw

“os durand de la penne estao a venda ? aqui seriam cruzadores tbm …”

quem sabe o Governo Italiano libera eles em troca de comprar mais duas FREMM para a Marinha deles … sonhar todo mundo pode … 😉

João Filho

Os alemaes e italianos afundaram navios brasileiros sim, e muitos. Quem tiver duvida pode conferir no site http://www.uboat.net, que publica uma quantidade espantosa de dados sobre a guerra dos submarinos alemães tendo como uma de suas bases os arquivos do Deutsches U-Boot Museum em Cuxhaven, acessível em http://www.dubm.de. Os registros italianos podem ser conferidos no excelente http://www.regiamarina.net.

MO

afundaram até navio de Marinha, o NA Vital de Oliveira …

GUPPY

Tudo bem MO, estou fazendo confusão com alguns números. Acho que estou ficando velho, hehe. Mais, você lembra qual a veloc alcançada pelo D32 que o consagrou como “Fita Azul” e que de tanto se orgulhava a guarnição deste Fletcher?

daltonl

Guppy, adiantando-me ao MO !

No NGB a informação é que ele alcançou 34,6 nós em 1976, marca mantida até sua baixa se bem que provavelmente ele mesmo não fosse mais capaz de alcança-la em 1988 quando deu baixa.

Um amigo, já falecido, serviu no D 32 como taifeiro e foi ele que contou-me sobre a fita azul lá nos anos 80 !!

Os Fletchers atingiram 38 nós quando leves, nos testes de pré-comissionamento mas a velocidade máxima real ficou em torno de 35 nós.

abraços

MO

Tks Dalton, estava lendo ontem a noite o The Sumer-Gearing Class Destroyers, Thei DEsign, Wepons and Equipaments do Sunmral e nenhum deles fez mais que 38,5 kn nas provas de mar. a unica excessão foi oa classe Dunlap, que atingiu 39,2 kn

Aliais EXCELENTE livro que tive oportunidade de fotocopiar utilizando a fotocopiadora do hospital no andar dos quartos, durantes as madrugadas e fiz ums versão Improved do original do Bozoh, a fonte, emprestado, com os planos todos fotocpiados em paple A3 (Copydeixaright Enf Danilo and Romana), sugiro estel ivro para qqr um que goste de navio não UQTR !!!

Baschera

Oliver Hazard Perry ??

Fala sério….. foram construídas na mesma época das Niteroi !!

Achei que iam todas para a sucata.. menos aquela meia dúzia que estão doando para o México de graça…. faltava só o congresso americano aprovar.

Vão ter que vacinar todos os marinheiros com anti-tetânica….

Quanto ao PROSUPER, dois NAe’s, SUBNUC, segunda frota, Barroso Improved… e outras sandices mais….. nada de novo !

Eu sempre disse que era só papel…. discurso de politico vale menos que os meus butiás no bolso !

Sds.

MO

Basque, vc faz uma ideia de qtos paises no mundo utilizam OHP ? não eh so supostamente os mexiquenses nao ….

daltonl

“Caso seja necessário recorrer às compras de oportunidade de navios de escolta, os mesmos deverão possuir idade de no máximo 20 anos.” LM… não me vem à mente nenhuma nação disposta a livrar-se de navios com 20 anos no momento. A US Navy irá descomissionar 7 cruzadores em 2015 com menos de 25 anos. Não que eles estejam à venda ou atendam nossas necessidades, mas é a única marinha, que lembre, que está retirando navios relativamente novos já que não querem gastar com modernizações ainda mais quando novos Arleigh Burkes já foram encomendados. Sei que não pode comentar a respeito,… Read more »

daltonl

MO…

isso que chamo de uma madrugada produtiva em um hospital 🙂

MO

foi sim Dalton, na verdade foram 4, 2 plantoes de cada um dos Enfermeiros encarregados citados cada 🙂 Sacume ne madruga no hospital entternado, sem o que fazer e truta dos cara .. .rsss ta aqui em casa so nao foi encadernado la pq quem faz isso eh outro setor e nao conheço os cara .. .rsss

Baschera

MO,

Vamos ver se, de cabeça, eu lembro certo, além da USNavy:

(Os momes no típico estilo “by Ostra):

-Egipsilicos;
-Taiwanerenses;
-Turquilicos;
-Portugálicos (Será que ainda usam ??)
-Australécos…..

Sds.

MO

Nein, mai ou menos Portuguelicos nunca tiveram, ouve intenção de transferencia US, mas pegaram as Meko 200

Turco locos
Australopitecos
Egipicianos
Espanholenses
Bahreniaianos
Tawiandicos
Polonicos

nunes neto

Já havia cantado essa bola, não tem como a MB, substituir todos os navios que derem baixa por navios novos e principalmente por navios construídos nos estaleiros brasileiros, não tem como.

juarezmartinez

Estou chegando agora em casa, o Basca me passou um e mail sobre “a setuação do poblema”, bem parece que Jesuizzzzzz, aquela home bom, que ´senhor de todas as verdades, mais uma vez, para a infelicidade dos psicóticos esquerdopatas by” Brasilizan defecation”, estava certo…..
Hummm OHP(credo coisa grande Satã, Maestrale, os |Italianos aqueles europeus Inferiores segundo um certo CMG Brasiliano, hummmmm
vou fazer um chimarrão e me sentar para assistir de cadeira, a seção “calcinhas rasgadas 2”, o sonho acabou….

Grande abraço e voltaram a realidade

Oganza

Já disse uma vez aqui, mas não custa dizer de novo: Nós. EU, VOCÊ E TODOS os brasileiros que vieram antes, NUNCA tivemos que lutar por NADA, absolutamente NADA. Tudo na história das ditas “CONQUISTAS” brasileiras SÃO MENTIRA, TODAS ELAS. TODAS AS BOLSAS – MENTIRA (populismo para perpetuação no PUDER) Caras Pintadas – MENTIRA (massa de manobra) Constituinte – MENTIRA (ata de formação do CARTEL) Nova República – MENTIRA (COROAÇÃO do bem sucedido plano do GM) Diretas JÁ – MENTIRA (ULTIMA fase do plano de devolução do GM) Estado Novo – MENTIRA (primeira tentativa de perpetuação no PODER) CLT, CUT,… Read more »

Oganza

Eis que o PA caiu… o mundo todo está acessando.

MO

ih derrubaram o aviaozinhum … kkkkk

Oganza

Acabou de voltar… será que teremos um novo recorde? Parabéns a Trilogia e todos os colaboradores que fazem “isso” aqui…

GUPPY

Sim, Dalton, como sempre, você é preciso nas informações. Eu não sei onde tirei os 45 nós para o D32. Preciso consultar mais o NGB, sem dúvida, um excelente trabalho. Tiro o chapéu para o José da Silva e colaboradores. Outro dia fiquei surpreso quando visitando no NGB a página do Gastão Moutinho-K10 e do Rio Grande do Sul-S11, vi a informação do acidente em que os dois navios se envolveram na BACS e que havia sido contada por mim pouco tempo antes em um comentário aqui no PN. Show de bola.

Abraços

MO

outro colbaboradores / co alguma coisa la do NGB tipo = eu

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

Forças navais dinamarquesas matam 4 piratas no Golfo da Guiné

Pelo Comando de Defesa Dinamarquês "Na quarta-feira, 24 de novembro, a tripulação da fragata HDMS Esbern Snare (F342) da classe...
- Advertisement -