sexta-feira, março 5, 2021

Saab Naval

Esquadrão VF-1 realiza voo com primeiro protótipo de A-4 Skyhawk modernizado

Destaques

IMAGENS: Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais – A11

Algumas das melhores fotos do NAeL Minas Gerais (A11) com seu grupo aéreo embarcado de aviões P-16 Tracker da...

TOPEX 1-87: USS Nimitz e cruzador nuclear USS California no Brasil, em 1987

Em 1987 eu era tripulante da fragata Niterói - F40 e quando estava em operação no mar, fazia parte...

SIMULAÇÃO: ‘Operação Pólvora’ – FAB e MB enfrentam o USS Nimitz

No início de novembro, o presidente Jair Bolsonaro em discurso com tom bélico ameaçou usar pólvora quando acabar a...
Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

vf1proto01

No período de 31 de março a 2 de abril, a aeronave N-1011 – primeiro protótipo do programa de modernização das aeronaves AF-1/A – realizou pela primeira vez o deslocamento até a Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia, em cumprimento ao cronograma de testes e certificações da aeronave modernizada. Foram realizados testes com o perfil de pouso à bordo utilizando o sistema ótico de pouso da BAeNSPA, com a finalidade de se verificar a compatibilidade no novo layout da cabine com as operações embarcadas.

A proximidade com a aeronave modernizada e o contato próximo com o piloto de teste foram de grande valia para o esquadrão. Pilotos e mecânicos puderam observar os novos equipamentos embarcados, além de atentarem para as futuras demandas de manutenção. Em breve, os novos equipamentos aviônicos incorporados, além de incrementar significativamente o nível de segurança operacional dessas aeronaves, elevarão a sua capacidade de detecção e interceptação, bem como a precisão em seus ataques.


AF-1M (1)

Painelmodernizacao_af-1

 

FONTE: Comando da Força Aeronaval

- Advertisement -

15 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
15 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
felipe augusto batista

O NAE São Paulo irá passar por um Período de Modernização de Meios a partir de 2015, haverá tempo para testar o avião modernizado no NAE antes da parada ou os testes ficarão para depois(se houver um depois) do concerto?

MO

Em tempo =

santosshiplovers.blogspot.com.br/2014/05/mt-bow-victor-lahc2-descarga-de-pdq-na.html

10 photos

klesson

Só tem este?
E os outros?
Nunca entendi, o porque após a MB operar aeronaves de asa fixa, não ter alguns T27 e mesmo AT29A/B para manter o adestramento dos pilotos aeronavais, uma vez que forma-los tem um custo muito alto de tempo e dinheiro.
Esta pequena atitude, poderia desenvolver uma versão naval do AT29, não só para treinamento, como para ataque naval. Desenvolvimento de doutrina de uso e emprego.

Com a palavra, os mais informados!!!!

Abraços.

juarezmartinez

Poder a MB pode te na momento que quiser, agora manter é outra história. Klesson ao longo dos anos nós nunca conseguimos ver mais do que dois ou três A 4 em condições operacionais, então para que aumentar o tamanho do problema, se com um eles já estão atrapalhados.

Grande abraço

klesson

Juarez, Concordo com você, e sempre em meus comentários minha posição é antes de comprar, produzir, nem que tenha que inventar a roda, até porque seria a nossa roda. Fazer parcerias, ter uma direção concreta, e não um faz de conta. Quanto aos A4, foram plataformas formidáveis, não só em beleza como em eficácia. Mas, foram, tiveram o seu tempo. Quando de sua aquisição na época, fui contra a compra, mesmo sendo a melhor versão produzida, já prevendo na manutenção, atualização, pois tempo exige novas tecnologias e isto custam dinheiro. Da mesma forma foi com “PAfem” (porta aviões para festas,… Read more »

Blind Man's Bluff

Por outro lado podemos nos orgulhar de ter algo que poucas marinhas no mundo tem: Um Nae dos anos 50, em quase funcionamento e um esquadrao completo de chevettes ’64, modernizados e voando! É de botar inveja em qualquer grande museu de primeiro mundo!

Iväny Junior

Sem tanques subalares, dá pra levar 2 mísseis IR ar-ar, 2 BVR (derby, deve pegar), e 2 Harpoon ou exocet?

Não vi a capacidade de carga do A-4M, mas o radar suportaria essa variação.

juarezmartinez

Ivany! Estas configurações, em geral dependem e muito de qual é a missão? A que distância está alvo? Qual o o perfil de voo a ser aplicado? Bom, em fim uma centena de variaveis, mas cá entre nós eu te diria com pouco medo de errar que duas configurações possíveis serão com, uma com um Harpon e dois tanques sub alares ou dois a quatro misseis IR e um tanque ventral. Não acredito na incorporação de um missil BVR no A 4 por dois motivos: 1 Tempo que aeronave deve ficar na ativa 2 degradaçã do desempenho aerodinãmico provocado pelas… Read more »

Colombelli

Ivany, Harpoon vai um só e talvez dois misseis curto alcance. Exocet não tem integração e no máximo se poderia por um também e olhe lá, sempre no cabide central. O Harpoon ja vi instalado em um A-4.

Klesson, ja vi cogitação em artigos de a MB operar o Tucano, o qual poderia,. inclusive, ser usado para patrulha marítima e SAR. Teria bom custo e grande autonomia de vôo. Com uma torreta flir seria bem melhor que por um avião bem maior na base do binóculo.

Fernando "Nunão" De Martini

“Iväny Junior 13 de maio de 2014 at 1:33 Sem tanques subalares, dá pra levar 2 mísseis IR ar-ar, 2 BVR (derby, deve pegar), e 2 Harpoon ou exocet?” Não. Basta olhar a parte inferior da aeronave (na foto de baixo) e contar: são cinco pilones, então não dá para instalar seis itens. A não ser que se pense em pilones duplos, mas aí o peso disso tudo vai lá pro alto. Ao mesmo tempo, com tanta carga nas estações, gerando arrasto, e nenhum tanque externo, o raio de combate cai tanto que fica difícil pensar numa situação para se… Read more »

joseboscojr

Um míssil antinavio que deve ser compatível (ou de fácil integração) com o A-4 é o Maverick F. https://content.stockpr.com/tadsusa/files/pages/aircraft/a-4-skyhawk/a4skyhawk001.jpg?1282237996 Pesa quase a metade de um Harpoon e tem bom alcance, embora não seja OTH. Mas é melhor que nada. Claro que haveria o problema de ter mais um tipo de míssil antinavio, somando-se aos Exocets, Penguins e Sea Skuas, já usados pela MB. Mas quem mandou comprar um caça bombardeiro que não é compatível com nenhum desses mísseis anteriores? Quem tá na chuva, é pra ficar resfriado. rsrsrsss Sem falar que não acredito que o Harpoon esteja integrado no A-4… Read more »

MO

em Tempo = Navio novíssimo (PSV) brasileiro com bandeira das Ilhas Marshall

http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2014/05/psv-bravante-v-v7yv5-historico-dados-e.html

15 photos

wsmdal

@Bosco, os Harpoon indianos estão integrados aos Jaguar que por sua vez estão equipados com o mesmo radar dos A-4BR.

Alex Oliveira

Sem canhões?

- Advertisement -

Guerra Antissubmarino

A foto que irritou os almirantes da Marinha dos EUA

Durante uma manobra no Caribe em 2007, um submarino alemão diesel-elétrico (U24) rompeu o anel defensivo em torno do...
- Advertisement -
- Advertisement -