sábado, outubro 16, 2021

Saab Naval

Array

Super Hornet da USN cai em aproximação para o USS Carl Vinson

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Super Hornet do VFA 81 Sunliners operando no USS Carl Vinson - foto USN

Piloto conseguiu se ejetar e caça caiu no mar, ao largo do sul da Califórnia

A Marinha dos EUA (USN) informou nesta quinta-feira, 5 de junho, que um caça F/A-18E Super Hornet do esquadrão VFA 81 caiu no mar durante aproximação para o navio-aeródromo de propulsão nuclear USS Carl Vinson (CVN 70). O acidente ocorreu em 4 de junho, aproximadamente às 22h (horário do Pacífico).

O piloto ejetou-se da aeronave e foi recolhido com segurança, permanecendo no Carl Vinson em condição estável. A aeronave, porém, não foi recuperada. As operações aéreas no navio foram interrompidas até futuro aviso e outros aviões que permaneciam em voo na ocasião alternaram o pouso para a Estação Naval de North Island, em Coronado (Califórnia), pousando por volta das 23h. Uma investigação foi estabelecida para apurar as causas do acidente.

O navio e seu grupo aéreo embarcado realizavam o exercício JTFEX (Joint Task Force Exercise), com objetivo de testar a capacidade de um grupo de ataque operar em ambientes hostis e complexos, juntamente com outras forças dos Estados Unidos e de coalizão.

USS Carl Vinson - CVN 70 - foto USN

FONTE / FOTOS (meramente ilustrativas): Marinha dos EUA (tradução e edição do Poder Naval a partir de original em inglês)

- Advertisement -

3 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
daltonl

Já há uma falta cronica de super hornets que ficará ainda pior com o encerramento da produção então cada aeronave
conta e essa perda será muito sentida, assim como foram
todos os demais perdidos em acidentes desde 2002.

Guilherme Poggio

Caro Daltonl

Foram poucos os acidentes com SH. De cabeça eu só lembro de dois.

Na verdade a falta não é tão crônica assim. Os convoos já andam mais vazios e o número de CVW deve cair com a redução do número de PA em operação.

Na verdade ela será crônica se o F-35C demorar muito para entrar no lugar dos legacy Hornet. Aí sim a coisa fica ruim.

daltonl

Poggio… o número de acidentes é maior do que uma duzia, fora os que foram recuperados, acidentes menos sérios, mas, não vejo esse número com assombro pois “eles” voam muito e há um grande número em serviço então está dentro da normalidade. Devido ao atraso na entrega do F-35C o F/A-18E principalmente terá que substituir a maioria dos esquadrões de F/A-18C que ainda restam e para tanto os VFAs 106 e 122 que vc bem conhece já estão contribuindo com mais aeronaves para os esquadrões de linha de frente o que não é uma boa coisa e alguns esquadrões com… Read more »

- Publicidade -

Últimas Notícias

Japão lança o ‘Hakugei’, segundo submarino classe Taigei

O Japão lançou ao mar o segundo de uma nova classe de submarinos diesel-elétricos. O novo submarino, que foi batizado...
- Advertisement -