Home Noticiário Nacional Amazul e FDTE assinam acordo para participar do programa do submarino nuclear...

Amazul e FDTE assinam acordo para participar do programa do submarino nuclear brasileiro

251
14

Submarino com propulsão nuclear Álvaro Alberto

A Amazul – Amazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A. e a FDTE – Fundação para o Desenvolvimento Tecnológico da Engenharia assinaram, na sexta-feira (5/9), acordo de parceria para a realização de pesquisa, desenvolvimento e implantação do Projeto Conceitual do Complexo Radiológico do Estaleiro e Base Naval (EBN) da Marinha do Brasil, que está sendo projetado pelo Centro Tecnológico da Marinha (CTMSP).

A Marinha do Brasil tem investido na expansão e desenvolvimento da tecnologia brasileira com objetivo de proteger e garantir a soberania brasileira no mar. Com esse propósito, Brasil e França firmaram acordo que deu início ao programa de desenvolvimento de submarinos. O programa viabilizará a produção do primeiro submarino brasileiro de propulsão nuclear e mais quatro submarinos convencionais. A primeira fase de implantação do programa prevê a construção de um Estaleiro e de uma Base Naval (EBN) em Itaguaí, no Rio de Janeiro. O Complexo Radiológico são áreas em que serão aplicadas normas nacionais e internacionais de segurança nuclear, daí a necessidade de um rigoroso projeto conceitual, anterior às fases seguintes do projeto e de construção do complexo. Essas áreas compreendem a manutenção de reatores nucleares, instalações marítimas, suporte e instalações do SN-BR (submarino de propulsão nuclear), instalação de proteção física e gestão de emergência, entre outras.

Neste complexo, que a Marinha constrói em parceria com a Odebrecht, serão realizadas as etapas de construção, montagem, integração, lançamento, operação e manutenção dos novos submarinos. O complexo integra o Programa de Desenvolvimento de Submarinos (ProSub), que está sendo conduzindo pela Cogesn – Coordenadoria Geral do Programa de Desenvolvimento de Submarino com Propulsão Nuclear, com apoio do CTMSP e da Amazul.

O acordo, assinado pelo diretor-presidente da Amazul, vice-almirante Ney Zanella dos Santos, e pelo diretor-superintendente da FDTE, André Steagall Gertsenchtein, estabelece que a fundação fará em conjunto com a Amazul a pesquisa, desenvolvimento e implantação do Projeto Conceitual, e também a elaboração de documentos, incluindo estudos, relatórios técnicos, pareceres, especificações técnicas e de compras, referentes à parte de concepção do projeto, sob a responsabilidade do CTMSP. A duração total do projeto está prevista para 20 meses.

Nova Base de Submarinos em Itaguaí no Rio de Janeiro

Amazul – A missão da Amazul, estatal constituída em agosto de 2013, é viabilizar o desenvolvimento do submarino de propulsão nuclear, tecnologia imprescindível para que o País exerça a soberania plena sobre as águas jurisdicionais brasileiras. Para executar seus projetos e oferecer serviços tecnológicos, a Amazul retém, atrai e capacita recursos humanos de alto nível, e busca se associar com organizações públicas e privadas de alto nível tecnológico.

Ney Zanella dos Santos lembrou que esta não é a primeira vez que a Marinha do Brasil – agora por intermédio da Amazul – se une à Universidade de São Paulo, apoiada pela FDTE, para gerar inovação e progresso para a ciência e a engenharia nacionais, agregando valor a projetos de grande interesse para a sociedade brasileira, em prol do desenvolvimento nacional. André Steagall Gertsenchtein afirmou que a Marinha é, de certa forma, a razão pela qual a FDTE foi instituída, uma vez que foi a Força a contratante do primeiro projeto da fundação o Computador G10.

FDTE – A FDTE, fundação de notória especialização na área de pesquisa e desenvolvimento, com mais de 40 anos de experiência nas mais diversas áreas da engenharia, foi criada por um grupo de professores da Escola Politécnica da USP com o objetivo de promover o desenvolvimento tecnológico da engenharia brasileira. A instituição é reconhecida pela importante contribuição que tem dado ao país nas questões ligadas ao seu desenvolvimento. Grandes feitos contribuíram para esse reconhecimento. Nasceu do Laboratório de Sistemas Digitais o histórico “Patinho Feio”, como foi chamado o primeiro computador brasileiro, construído em 1972. Com o patrocínio da Marinha foi desenvolvido o G10, que se tornou o segundo computador genuinamente brasileiro, também criado pela FDTE. Entre os resultados do projeto, surgiram profissionais capacitados, diversas ramificações na difusão do conhecimento e empresas nacionais para atuarem no setor.

FONTE: R7

NOTA DO PODER NAVAL: Saiba mais sobre o Programa de Submarinos (Prosub) lendo as matérias da revista Forças de Defesa número 11, clicando aqui.

14
Deixe um comentário

avatar
13 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
8 Comment authors
LywMOFernando "Nunão" De MartiniCarlos Soaresernani Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Corsario137
Visitante
Member
Corsario137

E segue em frente o programa nuclear da MB. Passado o tempo, e com uma bagagem de informações infinitamrnte maior, sou plenamente favorável a esse projeto. E se por ora as escoltas sofrem, todo sacrifício será válido em prol da obtenção de algo maior que, nem todas juntas, podem oferecer. Este programa marca o início da era de defesa estratégica no Brasil. Aproveitando o post, já que tenho andado sumido por falta de tempo, sei que aqui não é espaço para política – sou o maior defensor disso – porém não tenho notícias do que os presidenciáveis têm de proposta… Read more »

juarezmartinez
Visitante
Member
juarezmartinez

Desculpe Corsário 137, não há necessidade de encaminhar nada a ninguém, porque esta pergunta já está repondida. Se na eleição ganhar qualquer um dos três, ou então o meu cachorro, o Billy, não vai mudar absolutamente nada, ou seja, com o tamanho da crise que se avizinha, as contas públicas se deteriorando, a dívida pública crescendo exponencialmente, só tem uma saída, botar o pé no freio e com vontade, se não meu amigo a casa vai cair. Hoje,o programa que [tu tão enaltece e eu repudio da forma como foi feito, mas respeito a tua opinião, está paradin, paradin, na… Read more »

Corsario137
Visitante
Member
Corsario137

Caríssimo Juarez, Até concordo em parte com você porém não aceito viver nessa do tanto faz porque no fim vai dar tudo errado. O progresso chega, em passos mais lentos ou mais rápidos, mas sempre chega. Basta olhar o passado. Acho que temos que ter uma atitude mais ativa nesse processo. Se os políticos não vão cumprir suas promessas é com eles, nós ao menos teremos registradas por escrito suas propostas para cobrá-los e até atestarmos concretamente que não passam de mentirosos. Qual a postura deles quanto a defesa? Irão cumprir os contratos ora em curso? Darão continuidade ao FX2,… Read more »

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

OFF TOPIC…

…mas nem tanto!!!

1, 2, 3, testando, submarino nuclear indiano, testando!!!

(http://www.livefistdefence.com/2014/08/first-photo-of-indias-n-sub-arihant.html)

ernani
Visitante
Member
ernani

“Corsario137 11 de setembro de 2014 at 12:07 #”

Caro forista:

Concordo com o seu ponto de vista.
Enquanto alguns setores da sociedade se mobilizam em busca daqueles que possam representá-los, outros param no tempo a chorar pelo que foi feito de errado ou pelo que não foi feito.
Devemos conscientemente votar no candidato “A”, no candidato “B” ou simplesmente não votar em nenhum deles, se acharmos que com o nosso gesto estaremos contribuindo para um país melhor.
“… quem sabe faz a hora, não espera acontecer…”

Carlos Soares
Visitante
Carlos Soares

Juarez Martinez, Corsário 137 e Ernani, RESOLVIDO:

vou votar no candidato “B” …..

o Billy do Juárez !

Pelo menos nelle sabemos que a m#[email protected] sai do epicentro da b#[email protected], não por todos orifícios e pela boca como muitos fazem.

Carlos Soares
Visitante
Carlos Soares

kkkk rsrsrsrs

juarezmartinez
Visitante
Member
juarezmartinez

Caro Cosrsário 137, infelizmente eu não posso comentar na fonia aberta ainda, mas prepare-se para ler aqui mesmo na trilogia noticias muiiiito ruins sobre defesa, e como diz o gaúcho:

O tempo de armou de fato la para os lados do Uruguai, vai chover barbaridade e sem poncho ninguém sai…..

Grande abraço

Corsario137
Visitante
Member
Corsario137

Caríssimos,

Só para deixar claro que o questionamento feito aos candidatos tem mais o objetivo de entender quais as propostas dele/dela para a defesa do que para nos ajudar a fazer uma escolha pessoal. É só saber o que eles pensam sobre o assunto e como vão abordar o tema caso ganhem as eleições. Mas pelo visto os editores não viram lá muita utilidade na proposta.

Corsario137
Visitante
Member
Corsario137

Juarez,

Disso não tenho dúvidas. Porém os programas em andamento serão cancelados/modificados. O arrocho será grande em 2015 porém esse governo irá até 2018, e até lá muita água vai rolar. Temos muitos programas em andamento e o empresariado do setor se pergunta o que acontecerá?

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Caro Corsario137, A pauta sugerida é muito interessante, pertinente, útil e oportuna. Porém, sendo honesto contigo, não estamos em condições de levá-la a cabo decentemente, por já estarmos assoberbados com outras bem trabalhosas. O problema seria conseguirmos, no momento, fazer uma pauta dessas de forma decente (leia-se, de forma a conseguir extrair respostas em profundidade e não as esperadas respostas genéricas) no momento de reta final eleitoral. Acredito que as probabilidades de um resultado pífio seriam grandes, mesmo que pudéssemos dar a essa pauta o esforço que não estamos, no momento, em condições de dar. A esse respeito, saiu matéria… Read more »

MO
Membro
Corsario137
Visitante
Member
Corsario137

Nunão,

Entendo perfeitamente. Muito bom o link, obrigado.

Sds.

Lyw
Visitante
Lyw

Off topic (mas nem tanto)…

NUCLEP entrega à ICN seção de qualificação dos submarinos:

http://www.nuclep.gov.br/nuclepentregaicnsedequalificadossubmarinos