quinta-feira, maio 13, 2021

Saab Naval

Novidades na Marinha Portuguesa

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Fragata Álvares Cabral classe Vasco da Gama
Fragata Álvares Cabral classe Vasco da Gama

 

Por Pedro Monteiro

O responsável da pasta de Defesa português já discutiu com o seu homônimo francês a aquisição do navio anfíbio “Siroco”. Uma vez que as verbas para esta aquisição não foram previstas na chamada Lei de Programação Militar, a Marinha decidiu, como contrapartida, e de forma a manter o investimento no valor aprovado, limitar a modernização da frota de escoltas oceânicos às três fragatas da classe “Vasco da Gama” (Meko 200PN). Isto significa que fica, por agora, adiada a modernização das duas fragatas da classe “Bartolomeu Dias” (Modelo M) compradas à Holanda. A compra do “Siroco” por cerca de 80 milhões irá dotar a Armada de novas capacidades, sobretudo na área de resposta a situações de crise, operações humanitárias e desastres naturais.

Portugal atribuiu às NATO Response Force (NRF), em 2015, uma fragata, uma bateria de artilharia de campanha e avião de luta anti-submarino e patrulha marítima P-3C Orion, indicaram fontes oficiais do Estado-Maior General das Forças Armadas. A bateria de artilharia pertence à Brigada de Reação Rápida e está equipada com obuses L119 Light Gun de 105mm e fabrico britânico.

A Marinha encontra-se a adaptar os primeiro mísseis anti-navio Harpoon para uso nos dois submarinos da classe “Arpão” (U-209PN, idênticos aos U-214). Os trabalhos de adaptação dos RGM-84 Block I para Block II estão a decorrer na base militar holandesa de Den Helder e deve envolver até oito mísseis. Portugal, recorde-se, tinha assinado em 2009 um acordo com os Estados Unidos para o fornecimento de oito cápsulas e sistemas de apoio e em 2012 o submarino “Tridente” testou o sistema de lançamento num exercício naval na América do Norte. Os submarinos portugueses estão também armados com torpedos Black Shark de fabrico italiano.

Submarino U-209PN classe Arpão
Submarino U-209PN classe Arpão

 

- Advertisement -

3 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
rommelqe

Quer dizer, pelo visto o “Siroco” vai para os lusos.
Considero uma boa notícia para a MB.

Isso também significa, contudo, que deve ser mantido o foco em agregar belonaves similares ao “Siroco” em nosso inventário.
Abs

Kojak

“Quer dizer, pelo visto o “Siroco” vai para os lusos.
Considero uma boa notícia para a MB.”

Meu bom Deus obrigado, que se confirme, seja verdade.

Ó Senhor ouvistes minhas preces.

Ou foi mesmo:

“Nem a pau Juvenal”.

Escrito pela Tia Eny, assinado pelo JL e transmitido pelo JW. (rs).

Mas vou continuar orando né, mais garantido.

Portugas peguem logo é um bom negócio pois.

rommelqe

Caro Kojak,
Ora pois pois….KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

- Publicidade -

Reportagens especiais

A transformação do navio-aeródromo russo ‘Varyag’ no chinês ‘Liaoning’

Os chineses compraram o casco inacabado do porta-aviões Varyag (ex-Marinha Soviética)  da Ucrânia em 1998 e o navio foi entregue...
- Advertisement -