quinta-feira, janeiro 27, 2022

Saab Naval

Array

Sea Gripen da Marinha do Brasil na LAAD 2015

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Sea Gripen da MB na LAAD 2015 - 1

A Saab apresentou em seu estande na LAAD 2015, além do “mock-up” (réplica em tamanho real) do Gripen NG e outros sistemas, uma maquete com caças Sea Gripen da Marinha do Brasil.

Um modelo aparece estacionado no convoo e outro decolando da catapulta principal do NAe São Paulo.

O caça decolando está armado com mísseis antinavio RBS-15 e mísseis ar-ar Meteor e A-Darter.

Sea Gripen da MB na LAAD 2015 - 2

Sea Gripen da MB na LAAD 2015 - 3

- Advertisement -

10 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
clsaraujo

Resta saber se o próprio A-12 já docado para upgrade será capacitado para receber aeronaves futuras mais modernas e se a MB está mesmo em um futuro próximo pensando em adquirir o SeaGripen.

Iväny Junior

Seria ótimo.

Marcos Gilbert

Está bom d+ essa configuração, eu queria é ver a cara de felicidade dos nosso pilotos da MB vendo isso aí.

Abraços

Mauricio R.

Sonho meu, ah sonho meu…
Quer dizer, sonho da MB.
A realidade é bem mais amarga.

Wellington Góes

RBS-15?!?! Poderiam ter colocado o MANSUP, afinal até o Sea Gripen está pronto, a versão do míssil antinavio aerotransportado já estará pronto, pelo menos é o que eu espero e torço. rsrsrs

Até mais!!! 😉

rommelqe

Muita gente fala em custo real por horas de voo sem que considerem quanto representam os recursos que ficam em terra (ou flutuando…). Matemáticamente o preço de um Sky Hawk da marinha é infinito pois seu campo de pouso não sai da doca. Se comprarmos Gripens navais temos que considerar o preço/custo oeprcional do NAe para definir o valor das horas voadas. Não sei se alguem se perguntou isso, mas o Ivan poderia novamente nos ajudar e colocar isso na tela …Lembrar que para cada hora de voo de um entre uma esquadrilha de 12 Gripens teríamos que considerar quantas… Read more »

rommelqe

Galante, vc que é totalmente do ramo: no modelo estacionado no convés o trem de pouso deveria ser mais extendido na versão naval, É impressão minha ou valeria a pena falar para a Saab melhorar o diorama?

Wellington Góes

Pediram para eu replicar este meu comentário, que fiz lá no FBM, sobre uma notícia que circula na China de que a MB poderia comprar o J-15 chinês. http://www.wantchinatimes.com/news-subclass-cnt.aspx?id=20150307000003&cid=1101 Daí eu discordei de um colega que disse que não queríamos, eu discordei dizendo que querer até queremos, mas como o foco para a manutenção das nossas FFAA é outro e não a operacionalidade em si (sem ter que cortar na própria carne), então o melhor era nos contentar com o que temos. Eis o comentário: Discordo, pois querer até queremos, a questão é que se podemos frente toda a priorização… Read more »

Roberto Lopes

Bom dia,
Ao forista clsaraujo:

O Poder Naval está preparando uma série de três textos com revelações exclusivas sobre o futuro da Aviação de Asa Fixa na Marinha do Brasil.
Tanto sob o aspecto do grupamento aéreo, quanto sob o aspecto da plataforma.
Muitas das suas indagações estarão respondidas nessa série de artigos.
Aguarde.

Abraço.

Jorge Alberto

Aguardando ansiosamente Roberto Lopes….

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

Construção da primeira fragata classe ‘Tamandaré’ deve começar em setembro

Em 20 de janeiro, na parte da manhã, como parte da Operação “ASPIRANTEX/2022”, o Comandante de Operações Navais, Almirante...
- Advertisement -