Home Data Comemorativa Ingresso da mulher nas fileiras da Marinha completa 35 anos

Ingresso da mulher nas fileiras da Marinha completa 35 anos

5010
0

Corpo Feminino da Marinha

A Marinha do Brasil (MB) comemora, hoje, os 35 anos do ingresso das mulheres como militares em seus quadros. A data remete à criação do Corpo Auxiliar Feminino da Reserva (CAFRM), em 7 de julho de 1980, por iniciativa do então Ministro da Marinha, Almirante-de-Esquadra Maximiano Eduardo da Silva Fonseca. Pioneira, a MB foi a primeira entre as Forças Armadas brasileiras a admitir mulheres em suas fileiras.

O primeiro processo seletivo para o CAFRM admitiu 514 candidatas de diversas áreas, sendo 202 no Quadro Auxiliar Feminino de Oficiais (nível universitário) e 312 no Quadro Auxiliar Feminino de Praças (nível técnico). Até 1997, as mulheres militares tinham a possibilidade de ascender até o posto de Capitão-de-Fragata, no caso do quadro de oficiais.

Atualmente, as 7.649 mulheres integrantes das fileiras da MB atuam em diversas Organizações Militares (inclusive em navios hidrográficos e oceanográficos, de assistência hospitalar e, eventualmente, da Esquadra – como apoio às atividades operativas) e representam cerca de 50% dos oficiais e 35% das praças empregadas nas áreas de saúde, engenharia naval e administração da Força. Hoje, decorrente de seus méritos, as oficiais já ocupam cargos de Direção e são promovidas aos últimos postos da carreira, de acordo com o Corpo ou Quadro a que pertencem.
Em 2012, a MB reafirmou seu pioneirismo ao promover, pela primeira vez nas Forças Armadas do Brasil, ao posto de Contra-Almirante, a oficial médica Dalva Maria Carvalho Mendes.

Além disso, dois outros marcos recentes da carreira para o sexo feminino na Marinha são: a abertura da Escola Naval, em 2014, para o ingresso de mulheres no Corpo de Intendentes; e a promoção, no final deste ano, de duas militares do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) ao posto de Segundo-Tenente – serão as primeiras oficiais pertencentes ao CFN e poderão ser, também, as primeiras matriculadas no Curso de Especialização em Guerra Anfíbia, conhecido por seus intensos adestramentos e alto nível de exigência física e mental.

Para ingressar na MB, a candidata interessada deverá participar de Processos Seletivos com as mais variadas exigências de formação: Ensino Médio, Curso Técnico em uma das áreas de interesse ou Curso Superior, relativo à profissão a que deseja concorrer. Nas páginas da Marinha e da Diretoria de Ensino da Marinha na internet, encontram-se detalhadas as formas de ingresso e os concursos de admissão oferecidos pela Força.

DIVULGAÇÃO: Centro de Comunicação Social da Marinha

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments