Home Noticiário Internacional Batida a quilha da oitava fragata FREMM italiana

Batida a quilha da oitava fragata FREMM italiana

1190
22
FREMM bergamini
Vista aérea da Carlo Bergamini

 

A quilha da oitava fragata FREMM para a Marina Militare italiana foi batida no estaleiro Riva Trigoso, segundo a OCCAR (Organisation Conjointe de Cooperation
en matiere d’ARmement). O novo navio será da configuração de emprego geral (GP).

A fragata será entregue para a Marinha Italiana no início de 2019. Os outros navios da classe estão em diferentes estágios. A Fasan na configuração ASW (antissubmarino) e a Bergamini da configuração GP já estão em operação. A Margottini e Carabiniere, ambas ASW, estão no período de testes até o final de julho de 2015.

A Alpino (ASW) foi lançada em dezembro de 2014 e a Rizzo (GP) será lançada em dezembro de 2015. A sétima FREMM encontra-se em construção.

O programa conjunto OCCAR vai continuar além de 2020, com a Itália tendo encomendado as duas últimas fragatas FREMM em abril de 2015.

Carlo Bergamini
Carlo Bergamini
Subscribe
Notify of
guest
22 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
João Filho
João Filho
4 anos atrás

Enquanto isso, no Brasil…
Zzzzz…

MO
MO
Reply to  João Filho
4 anos atrás

Pora faalr nisso, alguem saberia como anda a baixa das Lupo / Maestrale dos italianenses … ?

Em tempo =

http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2015/07/ms-mercosul-palometa-elvg2-navios-que.html

daltonl
daltonl
4 anos atrás

MO…

o que já foi divulgado é o seguinte:

Maestrale……2016
Espero……….2017
Aliseo……….. 2019
Euro…………. 2020
Grecale…….. 2020
Zefiro……….. 2022
Scirocco……. 2023
Libeccio……. 2024

Granatiere… 2015
Aviere………..2016
Bersagliere . 2018

abraços

MO
MO
Reply to  daltonl
4 anos atrás

Muito obrigado Dalton Luiz , acho que estarão bem rodadas também né … Pensei em alguma coisa, mas mesmo que seria meio que trocar seis por meia duzia, acho que veriamos retornar com coisa nova quando houver recursos e irmos devagarzinho, galagando passo a a passo

Tks Dalto, valw pela info !

Control
Control
4 anos atrás

Srs Considerando que o maior problema da MB é o sucateamento da escoltas, e praticamente não há usadas disponíveis mais novas, uma opção ainda possível são as Maestrale. Na verdade a MB deveria abandonar este pacote estranho do PROSUPER, fixando sua atenção primariamente nas escoltas. Mais, abandonando a famigerada TOT, poderia negociar diretamente com a Itália, a compra de 4 FREMM casada com a compra/empréstimo de 2 Maestrales e, negociando bem as LaPenne. Isto daria fôlego para a MB tocar o projeto das Tamandaré, aí sim desenvolvendo o conhecimento e preparando mão de obra local. Aliás, os esforços das FA´s… Read more »

daltonl
daltonl
4 anos atrás

O problema com a sua ideia Control é que você parte do princípio que os italianos estão querendo livrar-se dos 2 de “La Pennes” que a menos que eles tenham mudado de ideia serão descomissionados entre 2024 e 2026 ! Navios custosos de manter com tripulações “enormes” dificilmente seriam viáveis nas atuais condições e mesmo nas condições a curto prazo da marinha brasileira. Quanto à compra de 4 FREMMs não é porque os franceses venderam apenas uma das suas ao Egito que os italianos estariam inclinados a fazer a mesma coisa…são marinhas com características diferentes e os italianos precisarão de… Read more »

MO
MO
Reply to  daltonl
4 anos atrás

Por isso cheguei a pesar nas Maestrales, mas nem me levei por isso …

quando a os La Penne, nem cheguei a cogitar pelas suas mesmas razões…

Em tempo =

http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2015/07/btl-dratec-xxi-video-e-fotos.html

Batelão Dratec XXI

11 photos + vídeo

Control
Control
4 anos atrás

Srs Prezados Daltonl e Mo Pensei nas razões que vocês citaram, porém: • A MB está numa situação problemática quanto as escoltas e não há usadas disponíveis dentro do envelope de requisitos que a MB deseja (talvez os nipônicos, mas eles não vendem); • As Maestrales, apesar de estarem idosas, podem estar em condições melhores que nossas velhas MK10; • A Itália está em dificuldades econômicas e cortando gastos, mas a industria naval italiana precisa de vendas, tanto que o governo italiano, apesar das dificuldades financeiras, mantém a compra das FREMM; • Apesar das dificuldades econômicas atuais, a MB pode… Read more »

MO
MO
Reply to  Control
4 anos atrás

mas ai que esta Control, se eles estão com dificuldades economicas, com toda sinceridade do mundo nós seriamos o que em quesito problemas economicos, sabe infelizmente o “poderia ser” jamais será mais importante do “pra que isto”, infelizmente porr mais argumentos que qqr de bom senso use, infelizmente, nunca vi tão ruim e piorando dia a dia, e para ajudar uma popuação que vive no mundo de bob …

Control
Control
4 anos atrás

Srs

Jovem MO

Entendo seu ponto de vista e sua desesperança, aliás, como você, não ponho fé no bom senso, competência e honestidade deste pessoal, mas o que explanei seria factível tirando as suas razões, infelizmente, tão verdadeiras.

Sds

MO
MO
Reply to  Control
4 anos atrás

Sim Control, concordei integralmente com sua perfeita explanação, o problema eh quem manda no local né … infelizmente amigo. Eh como falo, um dos maiores idiotas brasileiros chama-se S Dumont, o kabaço fez a porra do aviazonho, não patenteou, abriu as penas, virou purpurina por causasa de uma das variavis douso de sua invençaõ e hoje os caras tem a NASA … (perdoe o desabafo … )

Wagner
Wagner
4 anos atrás

Linda !!

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
4 anos atrás

Velharia por velharia, embora usados que tenhamos recebido no passado fossem menos gastos à época de incorporação à MB, ao menos a classe Maestrale é alguns anos menos velha que a classe Greenhalgh, que precisa dar baixa com urgência. A classe Maestrale teria a vantagem da propulsão CODOG (sendo que as turbinas são LM2500, como das nossas corvetas), do canhão de 127mm (munição que por muitas décadas fez parte da dotação da MB), de já contar com canhões de 40mm, de terem lançadores de mísseis superfície-ar compatíveis com os Aspide já operados pela MB, e creio que também poderiam receber… Read more »

MO
MO
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
4 anos atrás

Mas Fernandinho, do Jeito que esta a coisa, imagina adquirir, operarv e manter … sei la, por isso que nem me empolguei e outra coisa,tanto tempo para vir Maestrale (gosto do navio), mas sei la melhor ficar do jeito que esta (tipo vir miguelado e pouco uso pratico (vc sabe aque me refiro) o pensamento do Control ta certinho, mas para um pais que tenha um governo sério e focado, não para este oba oba que sauda a mandeoka …

Em tempo =

http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2015/07/mv-msc-soraya-3esd8-suspendendo-de.html

10 photos

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
4 anos atrás

Exato MO, no estágio bundalelê atual sambando ladeira abaixo, fica difícil até sonhar com o atual governo ter lampejos de seriedade e foco nessa área.

A MB pode se dar por satisfeita se o atual programa de submarinos não degringolar.

daltonl
daltonl
4 anos atrás

Nunão… as 4 últimas Maestrales a serem descomissionadas, se cumprido o calendário, conforme apontei na minha resposta ao MO foram modernizadas e serão retiradas de serviço com +/- 37 e 40 anos de uso, entre 2020 e 2024. As 4 primeiras a serem retiradas de serviço, entre 2016 e 2020, que caberiam na sua hipótese, exigiriam mesmo em um “hot transfer” alguma revitalização a ser feita pelos italianos. Mas, note que os 4 navios foram comissionados entre 1982 e 1985 , ou seja, não significativamente mais jovens que as Greenhalghs, incorporadas entre 1979 e 1982 e teriam a partir dos… Read more »

MO
MO
Reply to  daltonl
4 anos atrás

Pessoalmente gostaria de ver Perrys por aqui, mas apenas um detalhe rss NADA de Para Pernambuco Piaui … rssssss. Seja laqual for, se for,espero queseja devidamente utilizada, não seja outro bibelot ..

Haveria alguma chance de revitalizar o Standard, hipoteticamente ?

Logisticamente penso que seria melhor termos o Harpoon que o “Tomate” das Maestrales

em tempo =

http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2015/07/mv-cymbeline-v7bg6-suspendedendo-sob.html

15 photos

Control
Control
4 anos atrás

Srs A questão não é simplesmente a compra de algumas escoltas usadas, mas sim a possibilidade de uma negociação casada que resolva as agruras de hoje da MB e a renovação da frota de escoltas. As Perry, além de provavelmente estarem num osso pior que as italianas, não permitem tal negociação, enquanto as Maestrale podem ser obtidas dentro de uma negociação casada com as FREMM, negociação esta que bem feita pode até trazer os LaPenne, o que geraria um salto na capacidade da MB. É claro que esta negociação precisaria de uma abordagem firme, o que não parece o modelo… Read more »

MO
MO
Reply to  Control
4 anos atrás

Este é o detalhe Control, que tipo de negociação poderia ser congecturada com os moldes de nossa atual linha de pensamento governamental

Houve tbm um “approach” com o Mr Barack, o problema é até onde ha interesse e vontade do nosso lado para qqr coisa …

Em tmepo = 108.000 t. x 300 m

http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2015/07/ms-zim-ningbo-a8si5-demandando-o-porto.html

Kleber
Kleber
4 anos atrás

A MB deve investir nas suas Corvetas para substituir todos os meios navais, tendo em vista que, suas dimensões são próximas das fragatas atuais com melhor armamento e com capacidade de transporte de Helicópteros médio. Após isso pensar em qualificar nossa frota com novas Fragatas.

Dalton
Dalton
4 anos atrás

Control… diversas “Perrys” estão disponibilizadas para venda, a mais recente descomissionada semana passada, será vendida à Taiwan que tem a vantagem de já operar esta classe. Uma “vantagem” sobre as Maestrales é justamente a maior quantidade de navios disponíveis enquanto que as 4 Maestrales em melhores condições ainda serão utilizadas pela marinha italiana por muitos anos ainda. As “Perrys” estarem em pior estado que as Maestrales é apenas especulação e na verdade estamos tratando apenas do que seria menos pior, Maestrales ou Perrys quando na verdade nenhuma das situações é ideal. Não se deve ver a marinha italiana simplesmente como… Read more »

BrancoF-16
BrancoF-16
4 anos atrás

ficou bonita essa foto da Carlo Bergamini a ultima em caramba, ficaria bem contente com umas 7 dessa por aqui