Home Noticiário Nacional TCU detecta sobrepreço de R$ 406 milhões em construção de base naval...

TCU detecta sobrepreço de R$ 406 milhões em construção de base naval e estaleiro

1198
47

Nova Base de Submarinos em Itaguaí no Rio de Janeiro

Por Fábio Fabrini

ClippingNEWS-PAO Tribunal de Contas da União (TCU) detectou em auditoria sigilosa sobrepreço de R$ 406 milhões na construção da Base Naval e do Estaleiro da Marinha, em Itaguaí (RJ). Tocado pela Odebrecht, investigada na Operação Lava Jato, o empreendimento integra o programa que prevê a operação, até 2025, de quatro submarinos convencionais e um de propulsão nuclear que será o primeiro a operar no Brasil. O valor a ser pago pelas obras civis já aumentou 60% desde 2008. Por ora, a empreiteira recebeu R$ 6,1 bilhões.

O projeto tem como um dos mentores e espécie de supervisor o almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva, considerado o “pai” do Programa Nuclear Brasileiro. Presidente da Eletronuclear até o fim do mês passado, ele pediu demissão após ser preso pela Polícia Federal, acusado de receber propina de construtoras, entre elas a Odebrecht, nas obras da Usina de Angra 3.
Os indícios de que o valor da construção da Base Naval e do Estaleiro está inflado são os primeiros a surgir. A “gordura” no orçamento foi detectada após análise do TCU sobre as planilhas entregues pela Marinha.

Diante da constatação, e tendo em vista a participação da Odebrecht no projeto, o tribunal decidiu fazer, em caráter de urgência, uma fiscalização conjunta com a PF, o Ministério Público Federal e a Receita Federal para apurar eventuais ilegalidades no programa. Os órgãos, envolvidos na Lava Jato, já apuram suspeitas de irregularidades no empreendimento.
O valor original das obras da base naval e do estaleiro era de R$ 4,9 bilhões. Além do sobrepreço no orçamento, os auditores analisam alterações de projeto que forçaram a celebração de aditivos contratuais, elevando o preço a ser pago para R$ 7,8 bilhões. A planta e os detalhes atualmente em execução foram aprovados em 2012 pela Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), que atua como órgão regulador e avalia aspectos de segurança.

O programa dos submarinos ganhou corpo em 2008, graças a um acordo assinado entre Brasil e França. A negociação foi feita pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o então mandatário francês, Nicolas Sarcozy.

Além do estaleiro e da base, o plano prevê a transferência de tecnologia ao País para a construção dos cinco submarinos, entre os quais o de propulsão nuclear, maior ambição dos militares brasileiros – atualmente, só seis nações operam com esse tipo de veículo militar.

Após as negociações com Lula, a empresa francesa DCNS, responsável pela transferência da tecnologia, formou consórcio com a Odebrecht para projetar e desenvolver os submarinos. A empreiteira também foi contratada para a construção do estaleiro e da base naval. Não houve licitação para a escolha da parceira brasileira.

A Marinha alega que não cabe a abertura de concorrência nesses casos, por causa do sigilo que, “necessariamente”, reveste projetos como o dos submarinos. “Trata-se de plantas de instalações nucleares militares, envolvendo características que não podem ser objeto de divulgação pública”, justifica.

A Marinha sustenta que não houve participação do governo brasileiro na escolha da empreiteira. “Como as obras civis de construção do estaleiro e da base seriam realizadas no Brasil, somente uma empresa nacional poderia fazê-lo. Daí resultou a necessidade de a DCNS se associar a uma empresa brasileira de grande porte que pudesse fazê-lo. A seleção da Odebrecht como parceira na empreitada foi de livre escolha da DCNS, que, para tanto, empregou critérios próprios”, assegura.

A Marinha alega que, “evidentemente”, pesou na suposta decisão dos franceses o fato de a Odebrecht, nos anos 1980, “ter construído a Base Naval de Mocanguê e ter participado, ainda, da construção das usinas nucleares de Angra dos Reis, além de ser reconhecida internacionalmente como capaz de executar obras civis e atividades industriais complexas”.
Tanto a construtora quanto a Marinha apresentaram justificativas para os preços, o que está sendo analisado pelo TCU.

FONTE: Yahoo/Estadão Conteúdo

47
Deixe um comentário

avatar
47 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
31 Comment authors
Wellington GóesAdemar do L. L. Vila NovaJorge TadeuHMS_TIRELESSEduardo SP Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
AbelPauperio
Visitante
AbelPauperio

Só agora?? É como ficará o andamento das obras? A DCNS sera declarada inidônea? É como fica a possível aquisição do Siroco?

X NAVY
Visitante
X NAVY

R$ 6,1 bilhões de Reais dava para fazer uma esquadra nova (tirando o submarino nuclear), maior que a existente, parece que dinheiro para estes negócios existe, mas estamos assistimos a ele ser gasto de maneira ineficaz…

Mauricio R.
Visitante

Tava demorando…

Enrico
Visitante
Enrico

É uma brincadeira de mal gosto discutir em público questões relativas ao plano de defesa nacional. Nenhum país sério do mundo faz isto.

Juarez
Visitante
Juarez

Bem , eu não vou fazer extensos comentários sobre o referido assunto porque durante cindo ou seis anos por acá eu cansei de avisar e berrar que isto estava mal, mas como diria a grande cantora Argentina Mercedes Sosa, conhecida como “La Negra” em uma de suas canções;

“Porque el teimpo passa nosotros a mirar……..”

Grande abraço

Duanny D.
Visitante
Duanny D.

Tristeza, tudo e’ corrupção no Brasil.
Do cara q vende CD pirata na rua ao congressista. Do cara q recebe bolsa família com renda não declarada a maior construtora do Brasil.

Luciano Meron
Visitante
Luciano Meron

Algumas indagações: 1 -Só agora perceberam isso? ( como disse AbelPauperio 8 de agosto de 2015 at 0:06) Querem me convencer de que ninguém do comando sabia ou suspeitava disso? 2 – “Diante da constatação, e tendo em vista a participação da Odebrecht no projeto, o tribunal decidiu fazer, em caráter de urgência, uma fiscalização conjunta com a PF, o Ministério Público Federal e a Receita Federal para apurar eventuais ilegalidades no programa.” E a Marinha? Não haverá nenhum órgão corregedor dela participando das investigações? Não será aberto um IPM para investigar a participação de outros militares além do Almte… Read more »

poorman
Visitante

O que estranha para início de conversa nesta obra foi a falta de concorrência na contratação. Pacote fechado de compra. Pelo que vemos ultimamente no noticiário o modus operandi é esse. Cobra na licitação dentro do preço, aplica-se inúmeros aditivos, distribui uma graninha aqui e ali, inaugura-se a obra com pompa e circunstância.Uma perguntinha: Caso tenha ocorrido e se comprovado, vão devolver o dinheiro aos cofres públicos?Quantos navios da MB estão precisando de verba para manutenção? Dá para fabricar quantos NPA Macaé? Ajuda na reforma/modernização do ARMJ? Inicia a construção da corveta Tamandaré? Ajuda na construção da base na Antártida?… Read more »

Roberto F Santos
Visitante
Roberto F Santos

Eu já havia falado em circulo de amigos que tanto essa base como a compra dos submarinos seria o próximo escandalo

kfir
Visitante
kfir

NINGUÉM erra um projeto assim… era de R$ 4,9 bilhões para R$ 7,8 bilhões diferença de 2,9 bilhões de reais? Alguém poderia me dizer o custo da parte mecânica de uma fragata? ( Aço, hora homem, soldas, propulsão, custo do projeto etc)? Custo de uma fragata European Multi-Mission Frigate 1,6072 bilhão reais ( dolar a 2,7) http://www.globalsecurity.org/military/world/europe/fremm-program.htm Sleek, modern and built on a budget – Denmark’s latest frigate 325 milhões de doletas. 780 milhões de reais ( dolar 2,4) As fotos valem a visita. http://intercepts.defensenews.com/2014/11/sleek-modern-and-built-on-a-budget-denmarks-latest-frigate/ How Much Do China’s Warships Actually Cost? Our author offers an estimate, focusing on the… Read more »

Carlos
Visitante
Carlos

O Pilantra só não conseguiu fazer o mesmo com os caças…Senão teríamos Rafale da Odebrecht

Celso
Visitante
Celso

Enrico…………..Brincadeira de mau gosto, discutir em publico……kkkk….segredo de estado., seguranca nacional……..onde vc vive , no mundo da lua…….o Brasil conhecido esta quebrado, a Marinha nao navega e nao cumpre c suas obrigacoes constitucionais..e vc vem c esta perola…….vc esquece de um dos principais artigos contitucionais do Brasil q reza sobre o seguinte…O Poder emana do povo e por ele deve e sera exercido. Nao podemos nos vergar a esta vergonha conhecida a muito tempo, quer pelo almirantado, quer por pseudo governantes ou empreiteiros, tava mais do que certo q estes contratos estavam revestido de propinas e desvios e ainda tiveram… Read more »

Celso
Visitante
Celso

Poorman e Luciano…….endosso suas opinioes e questionamentos…ainda tem muita coisa sob o manto de segredo de estado e seguranca nacional sob responsabilidade das FAs….mas q ai tem muita coisa de arrepiar, disso tenho certeza. Sds

Ze Abelardo
Visitante
Ze Abelardo

Mais um belo fruto da parceria estratégica do Brasil e a França.

O quanto fui esculhambado por falar da “Conexão Francesa”. Scorpenes, EC 725 e a súbita escolha do Rafale desconsiderando o relatório da Copac.

Os submarinos da Classe Pixuleco vão se chamar: Trambique, Trapaça, Traíra e Trapalhada.

A versão radioativa continua como Baleia Branca das Profundezas Abissais, por ser uma criatura mítica do folclore marítimo brasileiro.

Reza a lenda que se a terra brasilis estiver em perigo, basta fazer uma imensa fogueira com bilhões de dólares em uma ilha sagrada em Itaguaí que a Baleia Branca irá surgir e destruir os inimigos.

madanton
Visitante
madanton

Já havia alertado sobre isso há uma ano atrás. Deu tempo da marinha arrumar a bagunça.

Baschera
Visitante
Member
Baschera

Mas que “novidade”…. me espantou apenas o “pífio” valor do sobrepreço.

“Jesuisss”, o correto…. avisou faz tempo.

Zé Abelardo
Os submarinos da Classe Pixuleco vão se chamar: Trambique, Trapaça, Traíra e Trapalhada.

Hahahahah….. vero !!

Um recadinho para os marinheiros: Até tu Brutus !!

Enquanto não tivermos uma “Carla Fiorino” como candidata a Presidência… é isto pra pior. Outra hora coloco o que esta senhora fez no Brasil.

Sds.

Baschera
Visitante
Member
Baschera

E tem mais…. o dia em que Tio Sam resolver abrir o bico e jogar no ventilador tudo o que tem e que sabe….. não vai sobrar nada… nem as Kombis, nem a Classe Pixuleco, nem o Guarani, nem o FX-2…..

Cadê a trigrada que defendia o desgoverno do partido pau de galinheiro ???

Sds.

Ze Abelardo
Visitante
Ze Abelardo

Vão aí algumas lendas do folclore marítimo brasileiro: 1) Nações amigas que enviam Navios mágicos imortais Como os terra-brasilienses são muito sociáveis e alegres, eles possuem muitos amigos por todo mundo. Estas nações amigas nos dão, praticamente de graça, navios mágicos imortais. Estes navios, apesar dos trinta ou quarenta anos de uso, estão novinhos e em excelente estado, pois são mágicos e imortais. Eles se consertam sozinhos e usam como combustível a força do pensamento dos tripulantes. 2) Segunda Frota O grande mestre barbudo dos alquimistas vermelhos lançou um feitiço no lado nordeste da terra brasilis e lá surgiu a… Read more »

Ze Abelardo
Visitante
Ze Abelardo

“Enrico
8 de agosto de 2015 at 6:55 #
É uma brincadeira de mal gosto discutir em público questões relativas ao plano de defesa nacional. Nenhum país sério do mundo faz isto.”

É exatamente o contrário. Tudo é discutido no congresso. A parte sigilosa é aberta aos congressistas que fiscalizam e tem dever de segredo.

Senador e Deputado americano e europeu entende de defesa e muito bem.

Antonio
Visitante
Antonio

Estou tentando me lembrar de quantas vezes eu avisei, aqui mesmo, que isso estava errado, e que o que se descobriu agora iria acontecer. O Galante deve se lembrar.
Assim, como também quantas vezes fui criticado, insultado, ofendido e agredido por ter avisado…

Antonio
Visitante
Antonio

E uma pergunta: o almirante Moura Neto teria alguma coisa a declarar, sobre este assunto?

Baibars
Visitante
Baibars

A cada enxadada uma minhoca… essa aí já era bola cantada há tempos, assim como tantos e tantos outros projetos aqui já indicados por muitos.. uma pena q qd falavam eram “desentivados” até pela moderação pois os posts eram sobre tema militar e não política partidária.. como se o programa de aquisição desses submarinos ou de helicópteros por exemplo pudessem ser discutidos desconsiderando esses aspectos… Ter políticos e empreiteiros sendo investigados nesses casos é bom, mas pouco, estou esperando o dia em que militares da ativa ou reserva tb visitem tribunais.. é improvável que tantas irregularidades aconteçam relacionadas às FFAA… Read more »

Capt. Jack Aubrey
Visitante
Capt. Jack Aubrey

Infelizmente deve haver algo errado! Uma pena… Servi a MB por 30 anos e nunca esperei um dia ter que ve-la nesta situacao! Lamentavel… E como um amigo me disse ha alguns anos atras… Existe a Marinha do Brasil, a qual servi com dedicacao e a Marinha de Brasilia…

Robert
Visitante
Robert

A resposta da MB saiu no matéria original do Estadão : Marinha diz que obra é ‘complexa’ e ‘especialíssima’ Procurada pela reportagem, a Marinha informou que tem cumprido as determinações do Tribunal de Contas da União (TCU) em processo que acompanha o Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub). Em nota, afirmou ter recebido notificação e já encaminhou à corte posicionamento sobre o “possível excedente de preço”, o que está em análise. Sobre os aditivos que fizeram o valor da construção saltar 60%, a Marinha argumenta que a obra é complexa, tem natureza “especialíssima” e foi concebida, inicialmente, com orçamento estimado.… Read more »

Antonio
Visitante
Antonio

Pelo rumo que as coisas tomaram, de doze anos pra cá, o resultado só poderia ser este, infelizmente…

Jorge Papa
Visitante
Jorge Papa

Os Comandantes Leal Ferreira e Moura Neto devem vir a público e esclarecerem a sociedade com total transparencia e tranquilidade sobre a lisura deste importante projeto.

Rafael
Visitante
Rafael

406 milhões daria pra modernizar o AMRJ inteiro !!!

Defensor
Visitante

Senhores, bom tarde Entendendo que cabe algumas considerações… 1) Não é de se estranhar que somente agora o TCU vem se manifestar sobre possível irregularidade?… chamo isso de política (para falar a verdade, “aparecer”), como tudo que move esse país atualmente…. 2) Estamos caminhando para um País inquisitor…pois, sem ao menos escutarmos a Marinha, ja estamos condenando e apontando defeitos…. 3) A Marinha é uma instuição exemplar, que busca sempre o melhor, para isto, basta vermos o trabalho de nossos pares, que se dedicam todos os dias pelo melhor do Brasil e não de aparecer perante a mídia ou de… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

Antonio! Só faltou eu pegar um mega fone digital e berrar por aqui, o resto, avisar, dizer, falar , digitar, caps look, tudo, até chamei os “Branquinhos” de um monte de coisa e leveir um pito daqueles, inclusive fui suspenso, tudo bem, respeito a opinião dos editores, cada um tem uma. Agora meus amigos, bom agora a cobra vai fumar e quando a marinha for comprar palito de dente para o rancho vai ser uma novela, imagina um meio naval, a confusão que vai dar. Alm. Luiz Monteiro, uma sugestão, se é que o senhor me permite: Diga ao Alm… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

Antonio 8 de agosto de 2015 at 13:01 #

E uma pergunta: o almirante Moura Neto teria alguma coisa a declarar, sobre este assunto?

Calma Antonioi, a hora deste vai chegar, quando abrirem a caixa de pandora chamada Mectron e sua unicão carnal com a MBDA.

Grande abraço

Juarez
Visitante
Juarez

obert 8 de agosto de 2015 at 15:22 # A resposta da MB saiu no matéria original do Estadão : Marinha diz que obra é ‘complexa’ e ‘especialíssima’ Procurada pela reportagem, a Marinha informou que tem cumprido as determinações do Tribunal de Contas da União (TCU) em processo que acompanha o Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub). Em nota, afirmou ter recebido notificação e já encaminhou à corte posicionamento sobre o “possível excedente de preço”, o que está em análise. Sobre os aditivos que fizeram o valor da construção saltar 60%, a Marinha argumenta que a obra é complexa, tem… Read more »

Farragut
Visitante

Lamentável que o próprio TCU deixa a porteira entreabaerta ao concluir que, em programas de bilhões de reais (PROSUB e H-XBR), “se pode maximizar a utilização da capacidade brasileira de adaptação e improvisação já demonstrada historicamente, de forma que ela se repita e surta plenamente seus efeitos, trazendo êxito para as duas empreitadas”.
Íntegra, bastante instrutiva nas falhas apontadas, do relatório e acórdão em http://www.tcu.gov.br/Consultas/Juris/Docs/judoc%5CAcord%5C20141024%5CAC_2952_39_13_P.doc

Zorannn
Visitante
Zorannn

Escolher comprar 4 Scorpenes sem AIP + 1 casco de sumarino nuclear + Base de submarinos do 007 pelo preço de 14 IKLs de prateleira com AIP, já foi um erro na assinatura do contrato. Comprar tecnologia quando sabemos que esta mesma tecnologia não vai ser aperfeiçoada e nem unidades adicionais construidas com nivel crescente de nacionalização é jogar dinheiro fora. Hoje estamos lindos! Temos uma base de submarinos de outro mundo e somente um submarino navegando. E os IKL sofrem manutenção no AMRJ que está preparado para recebe-los. No fim a base nova, hoje não nos serve de nada.… Read more »

Moita
Visitante
Moita

Defensor 8 de agosto de 2015 at 17:51 # 1) Não existe isso. O que ocorre é que nenhum órgão de auditoria tem capacidade de verificar 100% das contas de uma empresa, privada ou pública. O TCU como órgão de fiscalização financeira/patrimonial do governo, e com limitações de orçamento evidentemente realiza apenas exames superficiais de contas e contratos pois não tempo ou pessoal pra fazer algo diferente. Entretanto, surgindo denúncias sólidas de desvios relacionados a empresas envolvidas no projeto, com envolvimento de pessoas sob investigação e informações que ligam o projeto a esquemas de corrupção (anotações do Marcelo Odebretch), então… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

Perfeito Moita, e a operação “Abafa” já começou por aí, querendo como sempre se fazerem de desentendidos e que “uzamericanu” estão querendo sabotar o projeto nuclear da marinha e que o MP está agindo de forma déspota e não sei mais quais bobagens.

O TCU vinha desde 2011 apontando uma série de problemas neste processo e no EC 725 e só pesquisar no site e constatar, a Marinha sabia sim senhor dos problemas e silenciou até este momento.

Se o Marcelo Odebrecht abrir o bico, vai acontecer um tsunami na baía da Guanabara.

Grande abraço

Rogério Mendes
Visitante
Rogério Mendes

Só nos resta orarmos para que os republicanos vençam nos Estados Unidos e que eles reativem a 4a Frota porque além dos nossos nobres militares esquerdarem eles chafurdam na mesma lama dos mensaleiros.

Eduardo SP
Visitante
Eduardo SP

Agora que a coisa apareceu os órgãos de controle vão para cima do projeto. Haverá paralisações e atrasos enquanto a Marinha e a Odebrecht tentam explicar o inexplicável. Daqui a 8 anos teremos uma base inacabada, dois submarinos prontos, os outros dois em fases intermediárias de construção, que estará sendo feita a passos de cágado. O casco do submarino nuclear não terá sido iniciado, pois o estaleiro não terá sido finalizado. Os custos vão subir astronomicamente e o projeto que foi feito com o argumento de acelerar o desenvolvimento da capacidade de construção de submarinos no país será mais um… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

Exatamente, mas não foi por falta de aviso, e tinha gente na época da ativa da MB que labutava em fóruns de defesa que alardeou aos quatro ventos como uma jogada mágica da CM este acordo, e dizia: “Pensem num número cabalistico de 9 Submarinos” e ai de quem discordasse, era imediatemente desclassificada, crucificado, taxado de pensador medíocre e lambe botas ao melhor estilo do “partidão”.

Como você disse Eduardo, não quero nem pensar no tamamnho do prejuízo que esta gente vai nos dar, e os atrasos no programa.

Grande abraço

Robert
Visitante
Robert

O que vai ter de brazicano xingando no lançamento do SN-BR ! 😎
Vários, tal como se vê aqui, torcendo para termos Marinha e Fuzileiros dos EUA tomando conta do Brasil.
Isso é gente que só nasceu no Brasil, mas não é Brasileiro.

HMS_TIRELESS
Visitante
HMS_TIRELESS

Senhores, como diria a grande filósofa Tetê Espíndola isso estava “escrito nas estrelas”. Mas infelizmente ainda tem incautos que vêem a febre e colocam a culpa no termômetro, por isso chamam os outros de Brasicanos.

Juarez
Visitante
Juarez

Tireless, devem ser os mesmo que iriam se jogar da ponte Rio – Niteroi quando o GF anunciasse o Rafale como vencedor do FX 2, eu e o Vader estamos aguardando ansiosos por tal fato………..

Grande abraço

Jorge Tadeu
Visitante
Jorge Tadeu

Infelizmente, parece que teremos de “refundar o Brasil”… Nem as OM estão livres da corrupção dos políticos civis que nos governam… Os pixulecos estão à solta em cada contrato, notadamente naqueles em que “pela segurança nacional”, se dispensa licitação e que em troca de “transferência de tecnologia”, se paga duas ou três vezes mais pelo mesmo produto… Triste país esse nosso…SDS.

HMS_TIRELESS
Visitante
Ademar do L. L. Vila Nova
Visitante

Caramba, esse tribunal quer dar o golpe mesmo!

Só otário acredita nessa turma!

Tenho um amigo que tem uma pequena construtora e todo mundo dessa área sabe que quando se presta serviço para o governo, seja ele federal, estadual e municipal, tem que cobrar bem mais caro que o valor de mercado, pois o governo só paga com muito atraso e os funcionários da empresa e fornecedores tem que receber em dia e até dinheiro no banco tem que pegar emprestado para sanar as dívidas!

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Desculpe, como é que é?!?! Auditoria sigilosa?!?!?! Como assim fizeram isto em poucos dias, como não detectaram nada de irregular no primeiro relatório e só agora conseguiram achar indícios de irregularidades?!?!

Não é uma defesa de ninguém, mas tá parecendo com se quisessem surfar na onda, ou seja, quando era sua responsabilidade achar erros, não acharam, agora que a PF e o MPF estão acochando resolveram achar?!?! Sei lá, pra mim tem coisa errada sim, mas não é só na obra não.

Até mais!!! 😉

Juarez
Visitante
Juarez

Wellington acessa a página do TCU que fala sobre o Prosub, lá tem recomendações, apontamentos de erros, e questionamentos sobre valôres, que foram respondidos com a singela expressão:

“Segurança nacional”

Caso tu não consiga entender avisa que nós desenharemos para ti.

Grande abraço

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Juarez, não é preciso desenhar nada, até porque, depois da explicação do Macegueiro lá no FBM (Lynx por aqui), a coisa ficou bem mais de entender, espero que isto te ajude também. Segue o texto…….. Macegueiro – Ter Ago 11, 2015 5:56 pm Eu não vou entrar no mérito se houve maracutaia ou não, até porque nunca morri de amores por esse projeto. A quem interessar, sugiro ler a nota completa emitida pela MB, que está muito bem escrita, acreditem nela ou não. O relatório do TCU é de novembro de 2014, baseado numa auditoria realizada entre março e abril… Read more »