quinta-feira, maio 26, 2022

Saab Naval

Submarinos russos podem estar se preparando para atacar cabos de Internet

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Submarino nuclear de ataque russo da classe Yasen

O jornal americano The New York Times publicou esta semana uma matéria informando que oficiais americanos estão preocupados com o posicionamento de navios russos, cuja localização pode indicar planos para cortar cabos de Internet de fibra óptica durante um conflito futuro.

O Times citou vários comandantes navais e oficiais de inteligência dos EUA que manifestaram preocupações sobre um incremento na atividade naval russa perto de rotas dos cabos de internet em áreas entre o Mar do Norte e no Nordeste da Ásia, bem como em águas próximas dos EUA.

O Times disse também que navios russos poderiam cortar os cabos em locais de difícil acesso, onde seriam difíceis de reparar. Outra preocupação é que os russos poderiam também grampear os cabos para ouvir as comunicações.

- Advertisement -

36 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
36 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Oganza

grampear os cabos para ouvir as comunicações Só um asno para dizer uma coisa nessa e outro asno para acreditar… kkkkk Cadê o Reinaldo Deprera nessas horas? 🙂 Isso é uma dakelas coisas que fácil de falar mas é difiiiiiiicil de fazer pra chuchu. Quem já deu um scan em 5 minutos de trafego de 500 usuários sabe o tamanho dessa massa de dados… sem falar que é uma black mass total… imagina decupar e classificar isso…. kkkkk Mas podem ir lá… cortem os cabos e impessam 300 milhões de pessoas de acessar seus Facebooks… será necessário um exército para… Read more »

eparro

Oganza 29 de outubro de 2015 at 17:14 #

Já fiz uma coisinha quase parecida como estas num tráfego conhecido de +/- 50 pessoas e foi um trabalho de quase dez dias. Claro que minhas ferramentas eram limitadas, mas é uma “coisa do além”. Sem cortar os cabos, certo!

BrancoF-16

grampear os cabos eu tive que dar risada kkkkk

Mauricio R.

Quanta falta de originalidade!!!
Invejosos esses russos só pq a US Navy já fez isso, em cabos telefônicos durante a Guerra Fria….
No Mar de Okhotsk e no Mar de Barents.
E se não fosse por um X-9 da NSA, estariam fazendo isso até hoje.

Augusto

O tema dos cabos submarinos está sendo levado muito a sério pela imprensa estadunidense.

A CNN colocou em destaque uma reportagem sobre a questão, dizendo ter recebido informações de diversos oficiais, que não não quiseram se identificar, no sentido de que “a Rússia está fazendo patrulhas agressivas especificamente em áreas por onde passam os cabos de maior interesse dos EUA.”

Durante a reportagem, um dos especialistas entrevistados diz: “os cabos são extremamente vitais, são o coração da nossa infraestrutura de comunicações. Por exemplo, hoje nós ouvimos muito falar em ‘nuvem’, mas essa nuvem está, na verdade, abaixo, nos oceanos.”

Oganza

Augusto, mais uma asneira do tal suposto especialista: “Por exemplo, hoje nós ouvimos muito falar em ‘nuvem’, mas essa nuvem está, na verdade, abaixo, nos oceanos.” O asno falando assim, leva os outros asnos a acreditarem que eles vão perder sua coleção de selfs, suas músicas do iTunes e toda sua coleção pornográfica… mi mi mi para gerar opinião pública distorcendo a realidade. Os cabos submarinos são rodovias que suportam o tráfego, o que o asno pode perder temporariamente é o acesso a determinada, núvem ou serviço, pois ele pode estar em continente e seus arquivos estão em um servidor… Read more »

Reinaldo Deprera

Como o Oganza bem disse, grampear não né! Vão fazer o que? Vão criar um data center submarino secreto? Energicamente impossível e, na questão estrutural, vai direto para o Mega Construções da Discovery. Vão lançar outro cabo para fazer um bypass paro uma infraestrutura na Rússia? Ô loco! Furtivamente que não será! Só na fusão das fibras, o mundo todo se dará conta do que está acontecendo na primeira hora. Na boa, vou fazer que nem alguns colegas aqui e ir diretamente ao ponto sem fazer rodeios. A discrepância tecnológica do ocidente, sobretudo na eletrônica digital norte-americana, causam situações que… Read more »

Leonardo

É a necessidade americana de manter o povo contra os russos, essas são daquelas notícias onde não vale a pena gastar tempo para ler que dirá comentar, a idiotice é uma patologia mundial!!!!

CVN76

E tem outro detalhe; creio que a maioria dos cabos não estão simplesmente “deitados” no fundo do mar; mas sim enterrados justamente para diminuir os riscos de sabotagem ou de danos causados por redes, âncoras, containers etc..

Mauricio R.

OFF TOPIC…

…mas nem tanto!!!

Testando, 1, 2, 3, testando… Funciona!!! Será???
O primeiro “Scorpene” hindu em testes:

“The Indian Navy kicked off trials of the first of its Scorpene-class submarines on Thursday, with the future INS Kalvari launched from Mumbai shipyards to begin ten months of testing.”
“Six Scorpene (also referred to as Project-75I) boats are due for delivery by 2020, with the Kalvari slated for commissioning next September. Indian state-owned Mazagon Docks Limited partnered with France’s DCNS to develop and build the submarines through a $3.6 billion contract signed in October 2005.”

(https://youtu.be/kdFTUxZdnA0)

Augusto

Oganza, todos nós sabemos que cabos submarinos são para trânsito de informações e, não, para armazená-las. Para mim, ficou claro o que o especialista quer dizer: muitas das informações geradas fora dos EUA (como na Europa – inclusive na Rússia – , África ou na América do Sul) são armazenadas em nuvem nos EUA, o que é um monopólio e enorme vantagem estratégica para esse país. Entretanto, para que fiquem nos EUA, essas informações deve necessariamente chegar pelos cabos, objetos da presente discussão. Em uma eventual escalada de conflito entre os russos e o ocidente, essa vantagem estaria seriamente comprometida.… Read more »

daltonl

A US Navy parece estar preocupada conforme declaração de alguns altos oficiais da mesma conforme li dias atrás.

Marcelo

As velas dos subs russos são muito interessantes, parecem bem mais hidrodinâmicas que a dos subs ocidentais, um aspecto quase orgânico, biológico.
Alguém sabe dizer a classe do sub dessa foto? Akula?

daltonl

Marcelo… trata-se da mais nova classe russa de SSNs, classe Yassen dos quais apenas o primeiro foi comissionado e ainda está passando por alguns acertos finais antes de ser declarado completamente apto…o mesmo ocorre com cada novo submarino da US Navy. O segundo da classe está sofrendo atrasos e conforme as últimas declarações só em 2018 será entregue. Quanto à “velas” nem todo submarino russo apresenta esta característica que tanto nos chama à atenção, veja os “Boreis” e “Oscars IIs e “Kilos, mas, a própria US Navy pode incluir um desenho semelhante de vela para futuros classe Virgínia além de… Read more »

CVN76

Na realidade a foto é do líder da classe; o próprio “Severodvinsk”.

Marcelo

Obrigado Dalton e CVN76.

Reinaldo Deprera

Augusto, há muitos motivos técnicos e comerciais para que o empresariado de TI brasileiro e de outros países escolham infraestruturas de empresas norte-americanas que, alias, quase sempre estão distribuídas em vários data center espalhados pelos cinco continentes. Você chama isso de monopólio, eu chamo isso de competência e justiça comercial. Competência que, alias, nos dá a oportunidade de diminuir o custeio em até 500% com serviços melhores e mais seguros. No caso específico de data center, um bom exemplo são as infraestruturas na nuvem, chamadas de cloud computing. Olha que legal: Por quase 5 anos empresas brasileiras comercializaram servidores localizados… Read more »

Joker

Reinaldo você resumiu o projeto politicoeconomico brasileiro em uma única frase:

Nosso capitalismo é de mentirinha, ponto.

Oganza

Sempre soube desde o início que esse tópico era para o Reinaldo 😀

Meu caro Deprera: Muito bem dito.

Grande Abraço.

J.c.cruz

gostei dos comentários. Pessoal me pareceu muito inteligente. Valeu.

Claudio Donitz

Sem assunto o NYT segue publicando estas abobrinhas.

Rafael

Qual valor estratégico dos Russos em cortar esses cabos? Será que vale apena gastar os recursos da marinha russa nisso ? Pelo que eu sei num conflito as marinha americana vai estar no total domínio do mar. Como que os russos vão fazer isso e se defender dos EUA ao mesmo tempo?

Augusto

Reinaldo Deprera,

não estou entrando no mérito da questão – e isso é outra questão – se benéfico ou maléfico para o Brasil, se o nosso país é competente ou incompetente nesse setor, etc, etc, etc.

Citei exclusivamente o incontestável valor estratégico desses cabos para a segurança nacional dos EUA e como essa segurança estaria seriamente comprometida, em caso de eventual conflito bélico. É esse o tom da reportagem da CNN.

Grande abraço.

Zé

Aí não! Seria “casus belis” para uma nova Batalha do Atlântico kkkk

Bernardo R.

Para quem se preocupa com isso, vai a entrevista com quem entende bem do assunto:

https://www.vice.com/pt_br/read/perguntamos-a-uma-especialista-o-que-aconteceria-se-a-russia-cortasse-os-cabos-da-internet

Não há motivos para alarde, ponto final.

Abs.

Reinaldo Deprera

Bernardo R., não considero a Nicole Starosielski especialista em tecnologia da informação ou engenharia. Ela não deveria permitir ser intitulada como especialista para esses assuntos. Infelizmente é muito comum ver profissionais da área de publicidade e comunicação cometer esse tipo de desonestidade profissional. Um profissional de marketing domina mais os meios e as tecnologias do que um profissional de comunicação. Será que a especialista confundi comunicação com engenharia de comunicações? São áreas bem distintas. Mas estamos falando de cabos submarinos, e ela escreveu um livro sobre o assunto e aposto que ela teve intenção de tornar o livro verdadeiro e… Read more »

Bernardo R.

Olá Reinaldo! Obrigado por compartilhar seu entendimento do texto. Entendo seu ponto de vista sobre não-especialistas falarem de um determinado assunto. Mas até onde entendi, o jornalista foi atrás de uma pessoa com alguma luz sobre o assunto, e ela deu sua opinião e não uma perícia para um júri. Claro que faltam elementos para classificá-la como especialista, mas acho que ela não faz isso, mas sim o cara da Vice que a classifica inapropriadamente assim. É muito do perfil da Vice fazer entrevistas informais, um bate-papo descompromissado com alguém que possa se manifestar articuladamente sobre o tema. E a… Read more »

Reinaldo Deprera

Bom dia Bernardo R. É certo que os russos sabem onde estão os centros de comunicações norte americanos. Porém, eles não devem conhecer as redundâncias de todo o sistema de comunicações. Transmissão e computação de dados no meio militar é, sempre que possível, redundante. Tudo é compartimentado. Isto é, ninguém sabe de tudo e muitas vezes nem sabe o que está fazendo de fato. Esse tipo de ataque, terrorista, se fosse feito com intenções de prejudicar os EUA, Inglaterra, França, Alemanha e até o Brasil, entre outros, não afetaria as comunicações militares. Seria um ataque à economia. A Rússia não… Read more »

Bernardo R.

Isso sem contar que existem muitos nerds dos teclados por aí, capazes de fazer mais estragos à rede, estando sentadinhos tomando coca zero no sofá do que exércitos inteiros de caçadores de cabos.

Abs!

Reinaldo Deprera

Bernardo R. Eu não acho que um nerd coca zero tenha essa capacidade ou intenção. Mas ele, dentro de uma organização, seja ela criminosa ou de estado, e, acompanhado de outros, sem dúvida. É preciso tomar cuidado ao se falar de nerds ou hackers, whatever…. crimes digitais são em quase sua totalidade realizado por organizações e não por indivíduos. Ainda assim, nos casos de indivíduos que cometem crimes digitais isoladamente, é sempre alguém que toma posse de conhecimento e softwares de terceiros (os verdadeiros hackers) de alguma forma, para assim realizar os crimes digitais. Em outras palavras: crime digital é… Read more »

Reinaldo Deprera

Se adicionarmos a isso tudo a paranoia que os usuários tem em relação à sua privacidade; Se contarmos com o fato de vivermos em um país onde boa parte da população está ligada em algum tipo de atividade ilícita ou se beneficia de algum tráfico de influência; Então, você poderá entender porque o número de casos de programadores brasileiros que são mortos sob tortura após sequestro é tão grande. É preciso demonstrar respeito e mudar essa realidade. Sob pena do Brasil ficar numa situação extremamente vulnerável economicamente e de seguridade, por conta do clima de terror que nosso país, convenientemente… Read more »

Vader

Meu Deus, que sputinikice…

Se servir pro US Congress destinar mais verba à US Navy, ok.

Mas de resto, pelamor, quanta bobagem…

joseboscojr

Essa sputinice merece uma outra matéria com o título: Os americanos não precisam usar submarinos pra cortar a internet do mundo inteiro, menos a deles.
O “Times” e suas sputinices…

Oganza

Caro Reinaldo Deprera,

No resto, vc foi perfeito… sem chance para os “patrulheiros” rasgarem calcinhas.

Seria um ataque econômico e com uma “bomba Burra” – Isso foi perfeito.
________________________________________________________________________

Como é que essa coisa de sequestro e tortura de pessoal de TI? – Explica um pouco melhor, por favor.

Grande Abraço.

Joker

Oganza,

Sabe aquele filme do Travolta, Hugh Jackman e da Halle Barry. Senha Swordfish. Imagine a cena do recrutamento na boate sem a liberdade ppetica do cinema e só a parte sádica. É mais ou menos isso que o Oganza se refere.

Mauricio R.

OFF TOPIC… …mas nem tanto!!! Cabos??? Que cabos??? Os russos estão atrás dos sensores do SOSUS (se é que eles realmente existem….) “The actual Russian interest is the underwater sensors. Indeed, the very fact that Navy officials actually referenced the presence of the sensors is unusual.” “Underwater sensors are a means of tracking submarines. Every submarine has an acoustic signature which is made up of the cavitation sound of the submarine’s propellers, the noise created by machinery operating in the vessel, and the sound of the submarine actually cutting through sea water. The underwater sensors can pick up this noise… Read more »

- Publicidade -
Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

Navios de guerra britânicos podem ser enviados para quebrar o bloqueio de Putin aos portos do Mar Negro

A Grã-Bretanha está coordenando com seus aliados um plano potencial para enviar navios de guerra ao porto de Odessa,...
- Advertisement -