Aspirantex 2016 - 1
NDCC Almirante Sabóia (G25) na Aspirantex 2016

Mais de 200 Aspirantes da Marinha do Brasil participam da operação no litoral sudeste e sul do país, até o dia 28 de janeiro, com exercícios de trânsito sob ameaça, manobras táticas e tiro real

O dia estava claro e a luz do sol refletia no mar o azul do céu, assim começou o quarto dia da “Operação ASPIRANTEX 2016”. Durante a manhã, os aspirantes se posicionaram no convés principal do navio para receberem instruções sobre artefatos pirotécnicos e fumígenos, de uso noturno e diurno.

Em seguida, o Comandante-em-Chefe da Esquadra, Vice-Almirante Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Junior, realizou uma palestra para os alunos sobre a vida no mar com relatos de sua experiência profissional.

No início da tarde, as atenções estavam voltadas para o exercício de Trânsito Sob Ameaça Aérea, com a participação de duas aeronaves A-1 e P-95, da Força Aérea Brasileira, que atuaram como figurativos inimigos.

Dando continuidade à Operação, foi feito um exercício de homem ao mar utilizando um boneco figurativo (OSCAR). A atividade, a bordo do Navio de Desembarque de Carros de Combate Garcia D’Avila, consistia em identificar a queda de um homem no mar e sinalizar para os demais navios o ocorrido. O resgate foi feito pela Fragata “Greenhalgh”, conforme determinado.

Navios em formatura durante a Aspirantex 2016
Navios em formatura durante a Aspirantex 2016

Ao entardecer, era possível ver, perfeitamente, as mudanças de posição e alinhamento dos navios. Essa movimentação recebe o nome de manobras táticas que, segundo o Oficial de Logística da 2a Divisão da Esquadra, Capitão-de-Corveta Rafael Zeque Monteiro, “são posicionamentos dos navios em formaturas específicas para cada ameaça ou ataque”. Após esse exercício, os navios assumiram uma cobertura para o registro de fotos aéreas, a FOTEX. Ao pôr do sol, houve o Cerimonial à Bandeira com uma formatura de todos os navios da Operação.

No último dia do evento foi realizado o exercício de Tiro Antiaéreo Sobre Granada Iluminativa, lançada como alvo aéreo. A partir desse momento, os navios do Grupo-Tarefa abriram fogo sobre o alvo utilizando canhões de 40 mm e metralhadoras de 20 mm. Dessa forma, os aspirantes conheceram mais uma atividade desempenhada a bordo e receberam instruções de como atuar diante de ameaças aéreas no período noturno.

Aspirantex 2016 - 3
NDCC ‘Garcia D´Ávila’ (G 29) na Aspirantex 2016
Pouso de aeronave SH-16 Seahawk durante o exercício da Operação Aspirantex 2016
Pouso de aeronave SH-16 Seahawk durante a Operação Aspirantex 2016
Exercícios com o CLANF do Corpo de Fuzileiros Navais durante a ASPIRANTEX 2016
Exercícios com o CLANF do Corpo de Fuzileiros Navais durante a ASPIRANTEX 2016
Comandante-em-Chefe da Esquadra, Vice-Almirante BENTO Costa Lima Leite de Albuquerque Junior falando aos aspirantes durante a Aspirantex 2016
Comandante-em-Chefe da Esquadra, Vice-Almirante BENTO Costa Lima Leite de Albuquerque Junior falando aos aspirantes durante a ASPIRANTEX 2016

FONTE: MB

6
Deixe um comentário

avatar
6 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
5 Comment authors
carlos alberto soaresHimerMarcelo Andradeleandro moreiraVictor Filipe Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Achei muito bonita a segunda foto, só quero mais navios em estado melhor que os atuais e já esta tudo bem para a marinha (facil falar…) kkkkk

leandro moreira
Visitante

Calma Vitor, a exemplo da Fab, a MB e o EB tbm estao sendo modernizados.

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Pelo menos, algumas pessoas na MB estão tirando leite de pedra!! Tomara que estes aspirantes encontrem uma Marinha melhor do que a atual. Galante, aproveito a deixa pra perguntar, quando sai a próxima revista ?? Um grande abraço!!!!

Himer
Visitante
Himer

Show de bola !!!

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Belas Fotos.
A do Garcia D’avila está ótima.
Sou fraco de Heli Naval, mas creio ser um SH-70B Sea Hawk na 4ª foto.

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Creio que estão integrados, bom míssil.
http://www.naval.com.br/blog/2008/12/23/penguin-para-a-mb/