BPC Gamal Abdel Nasser - 2

CAIRO, 2 de junho – A DCNS da França entregou o primeiro de dois porta-helicópteros da classe “Mistral” para o Egito nesta quinta-feira, informou a empresa de defesa, como parte de um acordo firmado em outubro de 2015.

A cerimônia de transferência de bandeira do porta-helicópteros Gamal Abdel Nasser, que contou com a participação de funcionários navais egípcios e franceses, representa a primeira de várias transferências regulares entre a DCNS e Egito nos próximos anos.

A DCNS diz que está programada para entregar, pelo menos, sete navios de combate para o Egito até 2020.

BPC Gamal Abdel Nasser

Os navios foram originalmente construídos para a Marinha Russa como parte de um acordo de US$ 1,3 bilhão de aquisição de armas com Moscou que a França encerrou em agosto de 2015, após a anexação pela Rússia do território ucraniano na Crimeia.

A França pagou cerca de US$ 1 bilhão em indenização por rescisão do contrato.

Os porta-helicópteros de assalto anfíbio da classe Mistral podem transportar uma combinação de 16 helicópteros Ka-27 Kamov e Ka-29 Kamov Helix antissubmarino e helicópteros de ataque Ka-52 Alligator.

A Rússia vai fornecer helicópteros e outros equipamentos para o Egito para uso a bordo dos navios.

O Gamal Abdel Nasser vai deixar o porto de Saint-Nazaire, no oeste da França nos próximos dias com os seus navios de apoio: duas embarcações de desembarque de nova geração e uma embarcação rápida de desembarque anfíbio, de acordo com a DCNS.

Antes de seguir para seu porto de origem em Alexandria, a navio vai participar de um exercício conjunto com a Marinha Francesa.

Marinheiros egípcios estiveram em Saint-Nazaire desde fevereiro para o treinamento no LHD Nasser.

42
Deixe um comentário

avatar
39 Comment threads
3 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
28 Comment authors
DefourtIväny JuniorNoberto CostelloLeandro Costaadimindik Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Ednardo de oliveira Ferreira
Visitante

O que o Egito quer com um porta helicópteros? Os caras devem ter umas 100 prioridades na frente e pouquíssimo cacau para tanto.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Que escolha de nome mais infeliz para o primeiro navio…..

Gamal Abdel Nasser foi um tirano fanfarrão, incompetente e corrupto, que fez o Egito protagonizar um dos maiores vexames, vergonhas, fiascos da história militar de todos os tempos que foi a Guerra dos Seis Dias, quando incendiou as massas árabes com retórica agressiva e gestos provocativos. Mal sabia ele que estava preparando o cenário para um triunfo espetacular, incontestável e inequívoco do jovem Estado de Israel, que deixava de forma muito clara a mensagem que iria continuar existindo.

Zica
Visitante
Zica

HMS Tireless faltou você dizer que a derrota veio com o apoio sempre presente de EUA e aliados ao Estado de Israel. Falo isso com isenção, pois sou filho de pai egipcio e mãe judia. Sou a favor do Estado de Israel e a coexistência pacífica entre árabes e judeus, todos filhos do patriarca Abraão. Será que Nasser foi fanfarrão mesmo? Vida longa a Israel e que coexista em harmonia com os irmãos árabes. O nome do navio caiu muito bem. O outro será Anuar El Sadat.

Zica
Visitante
Zica

Puxa vida porque o Brasil não adquiriu ao menos um desses dois. O Foudre NDD Bahia é razoável, mas não há comparação entre os dois navios.

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Zica, também adoro estes navios, se os dois saíram por 1,5 BI, não foi tão caro para este tipo de navio. Por favor, me corrijam os especialistas aqui do fórum. Acho eles muito mais imprescindíveis do que um NA para o Brasil.

ronaldo de souza gonçalves
Visitante
ronaldo de souza gonçalves

Porta helicpteros e quando voce já ocupou parte do território inimigo, é navios de projeção de poder e não para ficar em mar aberto,alias esse Mistral e alto demais ,deve ser muito detectável e é alvo enorme para um missil anti navio. Não gostaria de ve-lo na marinha, pelo motivo que o custo é elevado e á marinha tem que priorizar a defesa de costa e não projeção de poder.

ronaldo de souza gonçalves
Visitante
ronaldo de souza gonçalves

esses mistral e aqueles que os russos deolveram. è um navio que não interressa a Marinha pois ficou ai vagando esperando comprador. e deve ter o mesmo custo de um porta aviões e não o é e um navio quando se tem area segura para operação. é um navio de projeção de poder. Nossa marinha luta com custos e tem que priorizar bem os recursos. e mais a mais nem os fuzileiros ou a Mb tem tantos helicptero para embarcar neles.

BrancoF-16
Visitante
BrancoF-16

Aos colegas acima, se buscarem aqui na trilogia verão que a historia desse navio é complicada, pois era para a Russia e foi construído com transferência de tecnologia para eles, que adaptaram ate algumas coisas para o seu próprio gosto, salvo engano 1navio seria construído lá na Russia também, alem desses 2 feitos na França. Em resumo a Russia faz parte do Brics do qual o Brasil faz parte ficaria chato seu parceiro pegar algo que era para você. Alem do mais, a Russia só não ficou com o navio por pressão da Europa e USA em relação a Crimeia.… Read more »

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Zica, na época da Guerra dos Seis Dias o Egito recebia pesado apoio e muito armamento da antiga URSS. Antes mesmo do conflito receberam muitos caças Mig-21 e bombardeiros Tu-16. A disparidade das forças árabes contra as de Israel era de 10:1 em soldados, 5:1 em blindados e 3:1 em aviões de combate. Já Israel à época apenas recebia armamento da França tendo, inclusive, sofrido um vergonhoso embargo de armas às vésperas do conflito. Apenas depois da Guerra dos Seis Dias os EUA passaram a fornecer armas para Israel.

Oganza
Visitante
Member
Oganza

Ednardo de oliveira Ferreira,
O que o Egito quer com um porta helicópteros?
– Resposta: Irmandade Muçulmana. De uma olhada nas relações nos planos Esotéricos e Equisotéricos do mundo Islâmico e uma imagem começara a se formar.

Grande Abraço.

MO
Membro

Kkkk deve ser um pouco mais de planos comparando ao nosso de ter um NAe de enfeite … kkkk
.em tempo:

http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2015/09/manobras-entre-26-e-30-de-agosto-de-2015.html?m=1

Bardini
Visitante

Interessante a pintura do navio conter um Apache…

augusto
Visitante
augusto

Oganza só se for pra combate-la tanto que o primeiro presidente egípcio eleito foi da irmandade muçulmana e sofreu um golpe de estado dos milicos patrocinada pela AS, o Egito apesar de ser secular é sunita essa irmandade muçulmana não e nada mais do que aliada do Irã, persa e xiita

Bosco
Visitante

Bardini,
Os egípcios estão sinalizando que irão operar o Apache a partir dele. Ou seja, terá um bom potencial ofensivo.

Bardini
Visitante

Mas não seria o Ka-52?

Bosco
Visitante

O Ka é futuro. O Apache é presente.
Imagino que eles devam operar os dois. Ou pode ser que queiram cancelar o Ka-52. rsrssss

Daniel Ramalho
Visitante

Seria este navio capaz de operar aeronaves VTOL como o Harrier ou o F-35? Um pequeno esquadrão de no máximo 6 aeronaves?

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Daniel Ramalho, poder até pode! Só não vejo os EUA vendendo o F-35B ao Egito

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Não de corma continuada. Teria que receber mudanças no convoo para torná-lo mais resistente às altas temperaturas da exaustão dos jatos no pouso vertical e seria desejável uma rampa tipo ski jump para a decolagem, além de outras modificações e adaptações para apoio no hangar, e tudo somado não custaria pouco – vide o caso já noticiado aqui no blog dos LHD australianos derivados do Juan Carlos I espanhol, que mesmo já tendo Ski jump teriam que receber atualizações caras para uma possível operação de F-35B (Harrier está no fim da linha, não faz sentido pensar mais nesse avião) .… Read more »

Dalton
Visitante

Complementando o que o Nunão escreveu…os LHDs da US Navy se viram sem o “Ski jump” pois são navios mais longos e não possuem aquele incomodo elevador na extremidade inicial do convés de voo, havendo mais espaço para a “corrida” da aeronave. . Um “Mistral” mais curto exigiria um “ski jump” como acontece com o Juan Carlos I cujo convés de voo é praticamente do mesmo comprimento do “Mistral”. . Mesmo o USS América o mais novo navio de assalto anfíbio da US Navy precisou receber melhorias após ser comissionado para operar com o F-35B…isso que ele foi pensado desde… Read more »

Jodreski
Visitante
Jodreski

Parece que no final das contas os Mistral foram um negócio da China para os Russos, levaram 1 Bi em Indenização, pegarão um pedido pomposo de helicópteros e de manutenção de aeronaves.
E evitaram os custos de manutenção e operação inerentes ao Mistral em um momento aonde a situação da economia russa está delicada. Acho que no fim o Putin ligou para o colega francês e mandou um sonoro “Merci Bocu”.

Pangloss
Visitante
Pangloss

augusto 2 de junho de 2016 at 22:25 (…) o Egito apesar de ser secular é sunita essa irmandade muçulmana não e nada mais do que aliada do Irã, persa e xiita Não, Augusto, é exatamente o contrário: a Irmandade Muçulmana é sunita, e é o braço político do radicalismo religioso sunita, que ameaça todos os regimes seculares do mundo islâmico. A “Primavera Árabe” foi disseminada em diversos países da região como uma tentativa de tomada de poder pelos religiosos travestidos de políticos, por meio dessa cortina de fumaça chamada Irmandade Muçulmana. Não sou egípcio, nem muçulmano, mas prefiro que… Read more »

Flamenguista
Visitante

Nasser foi escolhido por ser um lider aclamado pelos arabes na epoca, eu acho….Além do mais, acredito que ele foi levado a fazer o que fez pelos seus comandantes militares que, viam no lider israelense da época, uma pessoa fraca e avessa a qualquer conflito armado. No mais, bela aquisiçao.

Verdureiro Eliel
Visitante
Verdureiro Eliel

Ao Zica: o que os esquerdosos não comentam é que a URSS bancou até com pilotos a aviação militar dos arabes na guerra dos seis dias e perderam. Está certo que esquerdoso não tem muito respeito pela história, mas que dá um certo asco ve-los omitir dados apenas paraq dizer que Israel era potencia e os arabes não, isso dá.

Antonio Palhares
Visitante
Antonio Palhares

Um pais que tem um territorio do tamanho do nosso e uma economia compativel com a nossa. Deveria ter forças armadas melhores equipadas. Não da para aceitar que o Egito mais pobre pode contar com este tipo de equipamento e nosso país não. A resposta todos conhecem, corrupção atávica e descaso com a defesa.

DANIEL FERREIRA
Visitante
DANIEL FERREIRA

Seria ótimo termos 2 navios aeródromos capazes de operar uma versão naval do A-1. Tenho certeza de que nós temos expertise suficiente para produzir ambos.

MO
Membro

Infelizmente vc tem esta certeza … ponto, nos nao temos este expertize para fazer meio, quiçá 2 NAe’s …

donitz123
Visitante

O contrato para o fornecimento de 46 Ka-52 já foi assinado pelo Egito. Estes helos irão operar a partir destas embarcações. Apache só no exército egípcio. Os americanos são incapazes de entregar Apaches em menos de 4 anos aos egípcios enquanto os russos podem entregar os Ka-52 a partir de 2017.

http://www.janes.com/article/57319/egypt-to-get-first-ka-52-helicopters-in-2017

bosco123
Visitante

123zão,
Os britânicos operam seus Apaches do exército a partir de seus navios. Os egitos devem fazer o mesmo. Se não for assim alguém vai ser punido por ter cometido esse equívoco no desenho do “sei lá o quê do navio”.
Cadê o MO pra dizer como é o nome desse “sei lá o quê” do navio??

bosco123
Visitante

Correção: “os egípcios” e não “os egitos”.
Acabei de começar a acordar e não consigo raciocinar direito os gentílicos nessa situação de semi-consciência. rsrssss

Fernando
Visitante
Fernando

que salada de frutas que é as FA’s egipcias, parece a Indiana rsrsrs logística agradece!

Zica (Tadros)
Visitante
Zica (Tadros)

HMS Tireless. De fato. Mas o Estado de Israel sempre deteve e deterá alto poder de influência nas Grandes potências ocidentais e sabe-se que não foi só estratégia (que reconhecidamente Israel teve e tem). França, Inglaterra e EUA ajudaram logo na sequência. O armamento do Egito era muito inferior, só ganhavam em números absolutos, mas com baixa tecnologia. Mas realmente foi um erro politico e estratégico de Nasser. Jamais o ocidente admitiria o Estado Judeu subjugado. Um dia haverá paz no oriente e os povos poderão conviver com suas diferenças, sem nacionalismos exacerbados e sem subjugação de nenhuma das nações.… Read more »

Zica (Tadros)
Visitante
Zica (Tadros)

Verdureiro Eliel. Admitamos uma coisa: Desde os primórdios a região do oriente médio serviu para multiplos interesses do mundo. Mas se aproxima o tempo em que o petróleo já não será ou terá a importância que tem hoje. Na verdade vejo o Oriente médio hoje como uma região importante pela logística entre Europa, Oriente próximo e Russsia. Árabes e Judeus deveriam esquecer seus ódios, arraigados desde onde se sabe e construir uma região calcada na paz e no bem estar geral. Custou para eu entender a questão. Levei exatos 54 anos (kkk). A questão desse ódio jamais levará a resultado… Read more »

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

Nome infeliz. E sobre Israel x Egito, O Egito estava mais armados com equipamentos à altura, mas treinamento ruim, tudo bancado pela URSS. EUA e UK não estavam vendendo muita coisa para os judeus (na vdd se dependesse da UK não existiria Israel) quem vendio o grosso de material era os franceses. E no fim a URSS salvou o Egito de mais vergonha, e a Síria de ser anexada. Espero que o nome não traga azar e espero que o Egito continue sua trajetória de paz com Israel.

adimindik
Visitante

Arabia Saudita que esta financiando Egito para telo como aliado por causa ieme esta sendo apoiado iran .Arabia precisa de Israel para sobreviver estes navios serviram mesmo um ataque ieme ou Iran . no caso Egitoum dia tentarem ataca Israel serão destruído novamente tio Jacó.

adimindik
Visitante

Melhor Israel seu treinamento sua coragem mesmo inferior numericamente tecnologicamente Israel com seu empenho consegue vence ate os russo tentarem ataca Israel viva Tio Jacó

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Mim Tarzan! Cadê Jane?!

MO
Membro

Perdão, não entendi ?

Em tempo: transporte e entrega de portainers montados em Pecem/CE

http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2016/06/mv-zhen-hua-26-vreg4-entrga-de.html?m=1

Noberto Costello
Visitante

Quien garantiza que estos porta helicopteros no sean luego re-vendidos a Rusia? Amigo de Egipto? También amigo de USA y Francia. Firmaron algún acuerdo para no transferencia los Egipcios?

Iväny Junior
Visitante
Active Member

Retire um momento para imaginar todo esse equipamento funcionando. Você tem um senhor esquadrão de heli’s embarcados e multifuncionais.

Porém, se você pensar que a manutenção do barco será francesa via dcns, os motores elétricos são Wärtsila, os motores diesel são Rolls Royce, os sistemas de combate, helicópteros e armamentos serão russos… ai minha logística.

Iväny Junior
Visitante
Active Member

Señor Costello

Existe un documento denominado “certificado de usuario final” que garantiza el uso exclusivo del comprador, así como las condiciones de reventa de vectores con la aprobación de las naciones fabricantes.

Defourt
Visitante

HMS TIRELESS 2 de junho de 2016 at 16:34

Tenho que assinar. Inconteste.