NPaOc Apa - 5

A Marinha do Brasil (MB), por meio da Coordenadoria de Defesa Setorial Copacabana, apresentou ao Ministro da Defesa Raul Jungmann, no dia 2 de junho, detalhes de como será o emprego dos meios navais e aeronavais nas áreas onde vão ocorrer as competições dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

Na reunião realizada na Coordenadoria Geral de Defesa Setorial, a dois meses do início das Olimpíadas no Rio de Janeiro, o Coordenador de Defesa Setorial Copacabana, Vice-Almirante Leonardo Puntel, mostrou detalhes do planejamento da Marinha do Brasil para sua área de jurisdição, a fim de que as competições transcorram em segurança.

Nos locais de responsabilidade da Marinha vão acontecer as competições de Vôlei de Praia, Triatlo, Ciclismo de Estrada e Maratona Aquática (Copacabana); Vela Olímpica (Marina da Glória); Remo e Canoagem (Lagoa Rodrigo de Freitas); e Maratona (Aterro do Flamengo).

Para cumprir a missão durante os Jogos Olímpicos, que começam no dia 5 de agosto, a Marinha do Brasil empregará 72 meios navais e aeronavais, como, por exemplo, navios-escolta e patrulha, lanchas, motos-aquáticas e aeronaves. “Assumimos a nossa tarefa com muita responsabilidade e competência”, disse o Ministro da Defesa Raul Jungmann.

O Grupo-Tarefa Marítimo será constituído por meios e militares do Comando da Primeira Divisão da Esquadra, do Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Sudeste e da Capitania dos Portos do Rio de Janeiro, com funções de controlar o tráfego aquaviário e impedir a entrada de embarcações não autorizadas nas áreas de competição.

A Marinha do Brasil irá contribuir para a segurança das estruturas estratégicas, e poderá atuar, em caso de necessidade, como Força de Contingência e apoio à Defesa Civil. Para essas atribuições, utilizará o Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais, que empregará dois Carros Lagarta Anfíbio e nove veículos blindados. Além disso, existe a participação do Centro de Coordenação Tático Integrado, que conduzirá ações de conscientização e enfrentamento ao terrorismo.

FONTE: MB

Subscribe
Notify of
guest
27 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rogerio Rufini

Agora, temos navios de patrulhas oceânicos sendo usados como Fragatas

MO

Gostaria de saber a que tipo de ameaça o plano de proteção abrange (Como e não contra quem)

Em tempo

http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2016/06/mt-orange-star-a8vp6-em-operacao-na.html

marcos morais

Que Deus paire sobre todos os envolvidos tantos nos jogos, ( os Atletas) quanto na Segurança; Para que os todos eventos sejam realizados em perfeita Paz. Abençoe Senhor com tua Mão Divina os Participantes e População do Estado do Rio de Janeiro e do Brasil.

by mauro

Amém irmão. Que DEUS proteja os militares e que estejam bem preparados na hora de aperta o gatilho e não errem o alvo. Realmente ver a marinha desta forma é lamentável , acredito que isso seja temporário logo logo o governo fara algo. Hoje só temos uma corveta em bom estado que é a barroso, trés navios oceânico classe amazonas, acredito que só 2 ou 3 fragatas classe Niterói ainda em bom estado o novo navio de transporte e desembarque Bahia e alguns navios patrulhas menores( por favor se alguém souber de algo novo na MB que eu não tenha… Read more »

Ádson Caetano

Os Amazonas não são vasos de guerra, hoje nossa esquadra se resume a quatro sub, uma corveta e o Bahia. O resto só está flutuando.

Walfrido Strobel

Em um país que não tem Guarda Costeira, esta função tem que ser exercida pela Marinha, que tem que ter meios para isso, navios com canhão 30 ou 40mm são suficientes.
Claro que isso não dispensa navios mais poderosos para Guerra Naval na MB, outro assunto.

Sidney

Me entristece muito saber que a MB não irá participar da RIMPAC 2016 por não ter meios navais capazes de se deslocar para o Oceano Pacífico. A preocupação da MB certamente é não passar mais um vexame do meio naval apresentar problemas, como todos vêm apresentando. A MB participou de todas as reuniões preparatórias da RIMPAC 2016, mas não possuem meios navais capazes de participar destes exercícios navais. Assim, se viu obrigada a cancelar sua participação. Este é um claro sinal de fraqueza da MB. De total incapacidade de cumprir sua missão. O Comando da IIIª Frota da US Navy,… Read more »

Walfrido Strobel

Exibição foi da Marinha da Indonésia que deslocou 14 navios da Frota Leste – Koarmatim na chegada de uma competição de veleiros.
Compareceram as Fragatas(Van Speijk class) Ahmad Yanie e Yos Sudarso, a Corveta(Sigma-class) Sultan Hasanuddin, os Fast Missile Boat (Mandau Class) Keris e Rencong, O Missile Boat(KRC60 class) Sampari, O Missile Boat(KRC40 class) Piton, os Patrulhas(Kakap Class) Kakap e Tongkol, os Patrulhas(PC-43 class) Sembilang e Pari, o Patrulha(Boa class) Kalakai, e as LPDs Dr Suharso e Surabaya. Fonte statik.tempo

http://statik.tempo.co/?id=318057&width=620

Gustavo

O Rio de Janeiro deveria decretar é estado de sitio e cercar todos os morros e favelas e deixar apenas uma unica entrada e saida desses locais. Montar postos de controle e fazer patrulhas e adentrar nas casas de todas as favelas sem mandados. Ai quem sabe a badidagem fica contida.

John Paul Jones

Que Deus ajude e ilumine a MB nesta missão, com limitados recursos nesta crise a MB terá que se superar no seu trabalho …..

XO

E proteja as tripulacoes, tropas de FN e aeronavegantes… acompanharei de BSB…

Nonato

A polícia tinha pelo menos em parte “pacificado” as favelas do Rio. Eu até fiquei satisfeito com a ocupação dos morros, apesar de ter o dedo do molusco na jogada. Mas parece que o governo falhou. Primeiro porque ocupou mas não prendeu os chefões que fugiram. Segundo, porque não impediu a continuidade do tráfico nas favelas e fora delas. Depois essas polícias pacificadoras começaram a falhar. Agora, há crise econômica que complica tudo. Poderia haver uma lavajato do tráfico de drogas, pegar os bens e estava resolvida a situação econômica do Rio. Rs. Mas aparecem esses moradores querendo queimar o… Read more »

Roberto Santos

Isso não é função da Marinha, isso é função da Policia. Existe um órgão da PF chamado NEPON

Rogerio Rufini

Walfrido Strobel, aqui em Itajaí tivemos a Volvo Ocean Race, milhares de pessoas de vários países, midias internacionais, pergunta se tinha algum navio da marinha para fazer propaganda da MB, piada, poderia ter enviado uma fragata mesmo, apenas para mostrar presença, mas nem isso, nem um patrulha, ficando a cabo das lanchas da DCPSC

Mario Heredia

Não creio em ataques vindo do mar, mas sim do ar. Hoje a coisa mais fácil do mundo é você chegar no pequeno aeroporto de Jacarepaguá, que está a situado a pouco mais de um quilometro de onde serão realizados os jogos olímpicos, e alugar um pequeno avião. Chega ser incrível a facilidade de se realizar tal procedimento, sem que ninguém te incomode. Você aluga, entra na aeronave carregando a bagagem que quiser e ninguém aparece para fiscalizar nada.
Aí fica fácil. O avião decola, o terrorista domina o piloto e lança a aeronave contra as instalações em poucos minutos.

Gelson Jorge Emerim

A sigla MB que designa Marinha do Brasil deveria ser MBG = Marinha da Baía de Guanabara. O resto é o resto (no entender dela mesma)!
Abraços.

erichwolff

voltastes sumido galante… saudades!!!

Léo Barreiro

Senhores Uma vez perguntei por que não construir mais Barroso em quanto as novas ainda estão em fase de projeto. O RR sabiamente me respondeu que só valeria para fazer número, porém vejo que hoje talvez precisaríamos de número… mas aí vejo que nem os Macaé conseguiram terminar. Aí vem a crise… Vem as compras de oportunidade… aí me lembro da crise… ou seja, não vejo solução ao curto, médio e longo prazo, por que desde que comecei a ler sobre segurança de uma noção vi que o que mais importa é a população saber o real valor das Forças… Read more »

dieter91360

Marinha??? Só se for a mercante. O que ainda existe no Brasil é uma pequena guarda costeira entupida de almirantes, e olhe lá. Ja não podemos ficar nos enganando, porque a realidade ja ficou obvia para o mundo interio. Verhonha, amigos!!! Vergonha!!!

Jagderband#44

Uma pergunta: a Armada Uruguaia está melhor equipada que nós em termos de escoltas/FFs/DDs?

Miguel
Dalton

Jagder…

a marinha uruguaia conta com 2 fragatas leves já bastante idosas, então, definitivamente não está melhor equipada que a marinha brasileira.

Jagderband#44

Obrigado Dalton. Penso que a melhor equipada da América Latina seja a Chilena mesmo.

abs

dieter91360

Brasil tem a marinha numero 23, mundialmente.
http://www.globalfirepower.com/navy-ships.asp

Dalton

Jagder…

se estamos comparando plataformas, sim, os navios chilenos são mais novos, mas, são muito poucos e honestamente, se tivéssemos questões de fronteira com um vizinho como ocorre entre
Chile e Peru, sendo chileno não me sentiria confortável.
.
abraços

Airacobra

A MB devia a exemplo do estado do RJ decretar estado de calamidade tbm, e ai veriamos se destinariam alguma verba emergencial para ela