Home Aviação Naval Nota à Imprensa sobre o prosseguimento das buscas ao caça da Marinha

Nota à Imprensa sobre o prosseguimento das buscas ao caça da Marinha

5238
22

AF-1M

Nota à Imprensa V

Brasília, em 05 de agosto de 2016.

A Marinha do Brasil (MB), em complemento às Notas publicadas anteriormente, informa que as buscas ao piloto da aeronave AF-1B, desaparecido no mar desde terça-feira (26/07), prosseguem de forma ininterrupta e, até hoje (05/08), nada foi encontrado.

Cabe esclarecer que as aeronaves AF-1 Skyhawk não possuem instalado equipamento GPS para sua localização, mas dispõem de ELT (Transmissor Localizador de Emergência) no assento ejetável, acionado automaticamente durante o processo de ejeção; e de uma Baliza de Localização Pessoal (PLB) no colete do piloto, que deve ser acionada manualmente, em caso de necessidade. Até o presente momento, não foi detectado qualquer sinal proveniente desses equipamentos.

A MB está utilizando, diuturnamente, diversos navios e aeronaves nas buscas ao piloto desaparecido e à aeronave, tendo participado, até o momento, entre outros: o Navio de Socorro Submarino “Felinto Perry”, o Navio de Pesquisa Hidroceanográfico “Vital de Oliveira”, as Fragatas “Constituição”, “Rademaker”, “Liberal” e “União”, os Navios-Patrulha Oceânico “Apa” e “Amazonas” e o Navio-Patrulha “Macaé”, bem como o apoio de aeronaves do Exército Brasileiro, da Força Aérea Brasileira e do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro. As condições do mar de ressaca reinantes nos últimos dias têmdificultado os trabalhos das equipes de busca e salvamento.

Um Inquérito Policial Militar (IPM) foi instaurado para apurar as circunstâncias do acidente e, encontra-se em andamento, os trabalhos da Comissão de Investigação de Acidentes Aeronáuticos (ComInvAAer), estabelecida com o objetivo de identificar os fatores que contribuíram para o acidente e visando prevenir novas ocorrências.

CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA MARINHA

Subscribe
Notify of
guest
22 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
diego
diego
4 anos atrás

Muito estranho, deve ter explodido no ar e se fragmentado antes do mar. O piloto da outra aeronáve envolvida não passou maiores detalhes apenas alega que não viu nada??

Luiz Antonio
Luiz Antonio
4 anos atrás

Prezado diego
Provavelmente o outro piloto com sua aeronave avariada nem tenha tido tempo para efetuar alguma passagem de verificação, procurando retornar à base da melhor forma possível. Além do choque ele também não deve ter visto muita coisa pois as velocidades eram elevadas e altitudes baixíssimas.

Mauricio Veiga
4 anos atrás

Em suma, o piloto não se ejetou, e encontra-se dentro da aeronave, totalmente submerso, qual a profundidade do local do do acidente?

edson marques da silva
edson marques da silva
4 anos atrás

Nós da marinha bem sabemos o nível de estresse das tripulações dos navios envolvidos nessas ocasiões. A cada dia que passa e o insucesso da busca resulta em mais 24 horas no mar até que as autoridades encerrem oficialmente as operações.

Icaro Luiz Gomes
Icaro Luiz Gomes
4 anos atrás

Pelo tempo que a MB possui aviação de asa fixa e o histórico mundial das Marinhas que operam asa fixa com acidentes, esse foi o primeiro acidente da MB. Infelizmente as circunstâncias levam a crer que ceifou a vida do militar tornando o episódio ainda mais triste.

Jorge Knoll
4 anos atrás

SE O A-4 TIVESSE FRAGMENTADO, JÁ TERIAM ENCONTRADO PEDAÇOS DELE BOIANDO. POR ISSO NÃO CONCORDO COM ESSA TEORIA.
Se tivesse fragmentado, aconteceria o mesmo com o barco de pesca submarino que afundou em SP, e agora já encontraram partes do barco e coletes salva-vidas.

Deia Linhares
Deia Linhares
4 anos atrás

Não duvido da intensidade e esforços das equipes, mas tem umas coisas esquisitas. O Globo deu na 1a página uma imagem do que seria a proa da aeronave boiando. Depois não se tocou mais no assunto. Depois outro veículo deu que encontraram o piloto, e silêncio total. Teria ele sido atingido por fogo amigo? E o outro piloto o que está falando? Não vamos ter, com 20 anos de distância, outro episódio como o dr Ulisses, por favor.

Gustavo Schianni
4 anos atrás

A culpa da demora agora vai ser da ressaca assim como na ciclovia foi da onda ressaca, marinha marinha, escreva melhor…Já disse e repito podem inventar a desculpa que for.

Geraldo LAGRIMANTE Sobrinho
Geraldo LAGRIMANTE Sobrinho
4 anos atrás

Particularmente acredito que tenha afundado por inteiro, juntamente com o piloto, pois se tivesse sido ejetado, estaria boiando, pois os assentos nao afundam, mas vamos aguardar, as buscas devem continuar diuturnamente .

Modesto
Modesto
4 anos atrás

O que estava boiando era o tanque de combustível da aeronave que conseguiu voltar. Foi ejetado por ocasião do acidente.

Ivan da Silveiraa
Ivan da Silveiraa
4 anos atrás

Boa tarde! Trecho da matéria: Cabe esclarecer que as aeronaves AF-1 Skyhawk não possuem instalado equipamento GPS para sua localização, mas dispõem de ELT (Transmissor Localizador de Emergência) no assento ejetável, acionado automaticamente durante o processo de ejeção; e de uma Baliza de Localização Pessoal (PLB) no colete do piloto, que deve ser acionada manualmente, em caso de necessidade. Pergunta de leigo: se a aeronave tivesse o equipamento de GPS provavelmente a aeronave já teria sido detectada? Quanto custa ter o equipamento de GPS na aeronave? Na minha opinião de leigo seria muito importante ter esse GPS (para detectar o… Read more »

Jagderband44
Jagderband44
4 anos atrás

Está cada vez mais difícil acreditar nessa história de choque no ar.

Marcelo
Marcelo
4 anos atrás

Se não está na área que foi vasculhada, então tem que abrir o leque em torno da provável ultima derrota do caça , que todos os navios com radar de busca tinham nas suas telas, temos que entender que provavelmente o piloto procurou manter o avião em voo, Habilmente mantendo em voo para tentar chegar em casa ( na base)….

Glasquis 7 ex Glaxs7
4 anos atrás

Deia Linhares,

Aquela imagem era do tanque de combustível externo do A 4 que retornou. Deve ter-se desprendido no momento do choque.
O que me incomoda é que a Marinha publicou que o piloto tinha ejetado. Agora volta atrás?

Nonato
Nonato
4 anos atrás

Muito estranho.
Uma fragata estava acompanhando. O outro avião se chocou.
Ou seja, ninguém sabe o local exato ou aproximado?
Mesmo com correntes, não pode ter ido muito longe.
Tudo próximo da costa, certamente muita gente na região, barcisy, navios mercantes, pesqueiros…
Se afundou, a profundidade não deve ser tão grande.
Não há equipamentos de varredura submarina?
Da Petrobrás, por exemplo?
O que seria se desintegrar? Explodir?
Chocar-se contra a água?
Grandes ou pequenos pedaços?

Jorge Knoll
4 anos atrás

galante! Escusas sobre um comentário que fiz, e acho que foi deletado

Luiz Antonio
Luiz Antonio
4 anos atrás

Pelo que parece os navios Felinto Perry e Vital de Oliveira abandonaram as buscas, pois estão próximos ao Rio de Janeiro e Niterói. Alguém tem alguma informação?

XO
XO
4 anos atrás

Jamais houve informacao oficial da MB que o garoto tinha ejetado… É só rever as notas do CCSM… e parem com esse boato de abate… jamais usamos municao, sequer de exercicio, quando operamos com nossas ANV e da FAB… os canhoes e lancadores de misseis acompanham o “alvo”, mas nunca estao municiados… papo de quem fez muito disso no passado… isso nao aconteceu…

wwolf22
wwolf22
4 anos atrás

me envergonha saber que a MB não possui um embarcação própria para resgates em profundidade…. nenhum navio equipado com um potente sonar ou algo similar… nenhum tipo de ROV…
e ficam gastando dinheiro como porta aviões que não serve pra nada alem de alimentar os bolsos de certas pessoas… querem ter sub nuclear mas não tem nada para resgate… FALTA PLANEJAMENTO… eles tem de pensar pequeno e não grande…

tbterrabrasilisTerra Brasilis
4 anos atrás

Infelizmente, tanto desinformação quanto boatos de alguns órgãos ( “e sites especializados” ) contribuem para este clima de inquietação de toda nação.
Sds a Trilogia.

Juarez
Juarez
4 anos atrás

Bem, um salva vidas, na praia, em um posto de observação alto viu um para quedas laranja e branco no horizonte, bem como alguns de nós sabem, o para quedas utilizado pela MB é laranja e branco, foi exatamente no horário relatado pelo acidente, mas até agora nada do piloto ou dos destroços da aeronaves, porque?????? Porque pode, repito, pode, no choque, a aeronave ter danificado a carlinga, a corcova e por consequência e por consequência ter liberado o para quedas com o piloto ainda na anv. As aeronaves estavam em um nível bem baixo talvez menos de 200kts, salvo… Read more »