Home Noticiário Internacional Vazaram documentos secretos dos submarinos ‘Scorpene’

Vazaram documentos secretos dos submarinos ‘Scorpene’

6648
56

Scorpène - Tunku Abdul Rahman

Documentos com 22.400 páginas marcados como “Restricted Scorpene India” vazaram, informou o jornal “The Australian”.

A mídia indiana também está repercutindo a notícia em vários jornais.

Entre as milhares de páginas vazadas estão dados secretos sobre os sensores, sistemas de comunicação e navegação do Scorpene. Cerca de 500 páginas tratam do sistema de lançamento de torpedos.

Informações sensíveis como limitações, otimização de desempenho e discrição acústica também estão nos documentos. O vazamento das informações pode deixar os submarinos Scorpene mais vulneráveis aos inimigos.

A DCNS da França disse que estava ciente dos artigos publicados na imprensa australiana e que “as autoridades de segurança nacional” tinham aberto um inquérito sobre o assunto, sem dar mais detalhes.

Acredita-se que o vazamento possa ter passado por empresas do Sudeste Asiático antes de eventualmente ser enviado para uma empresa na Austrália, disse o jornal.

O vazamento coloca em risco o novo contrato da DCNS para fornecimento de submarinos à Austrália, já que muitas tecnologias do Scorpene estarão presentes nos novos submarinos australianos.

O vazamento é mais problemático para a Índia, mas também para a Malásia e para o Chile, que usam uma variante do Scorpene. O Brasil deve começar a operar seu primeiro Scorpene a partir de 2018.

Entre as informações secretas dos documentos estão:

  • As capacidades furtivas dos seis novos submarinos Scorpene indianos
  • As frequências em que os submarinos coletam dados de inteligência
  • Os níveis de ruído dos submarinos em várias velocidades
  • Profundidades de mergulho, alcance e autonomia
  • Dados magnéticos, eletromagnéticos e infra-vermelho
  • Especificações do sistema de lançamento de torpedos do submarino e do sistema de combate
  • Velocidade e as condições necessárias para o uso do periscópio
  • Especificações de ruído do hélice
  • Os níveis de ruído irradiado quando submarino vem à superfície

Veja abaixo algumas das páginas vazadas, mas com alguns dados censurados pelo jornal australiano:

56
Deixe um comentário

avatar
55 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
35 Comment authors
MahanMODeia LinharesMarcelo AndradeLeo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
kfir
Visitante
kfir

Eu trabalho com tecnologia da informação, nego acredita que pode deixar uma rede conectada a internet, e usar um firewall que ta tudo certo.
.
Pois bem, vc vai no e-bay, isso mesmo, compra todos os ativos “populares” e monta vários ambientes de segurança em sua área de “treinamento…” e começa a configurar tudo, criando ambientes “ultra seguros”…Depois vc passa o tempo tentando burlar os sistemas que praticamente TODAS as empresas usam…
.
por exemplo o mainframe da Petrobras esta dentro da level3 no Rio de janeiro, só não tirei foto com ele pq nao quis…simples assim…

Iväny Junior
Visitante

Rapaz a logística dcns é boa mesmo. Agora tem manual de como afundar o bicho. Coisa fina é outro nível!

Lemes
Visitante

Que lindo! Já possuíamos um dos programas de construção de submarinos mais caro, zoado e cheio de suspeitas do planeta, agora, pelo menos podemos saber de todas as capacidades e vulnerabilidades destes submarinos. O chato, é que o resto do mundo agora também sabe.

Jakson de Almeida
Visitante
Jakson de Almeida

Tambem não existe a “conversa” que os franceses entregaram dados das fragatas de Taiwan para a China.

horatio nelson
Visitante
horatio nelson

pergunta nosso submarino nuclear o sn 10 alvaro alberto é scorpene ou “barracuda“ como já vi comentario aqui no pn ???

Jakson de Almeida
Visitante
Jakson de Almeida

Um U-209 NG não teria sido uma excelente escolha para a MB?

horatio nelson
Visitante
horatio nelson

obrigado pelos esclarecimentos alexandre a equipe da trilogia sempre atenciosa conosco os leitores…e parabéns pelo ótimo trabalho aqui 🙂

Roberto Bozzo
Visitante
Roberto Bozzo

Apesar de preocupante esta informação, acredito que apenas os indianos devam realmente se preocupar….os Scorpenes chilenos devem ter equipamentos e sistemas que apenas eles devem ter, assim como os malaios devem ter sistemas únicos e os brasileiros terão….. aliás os brasileiros terão uma seção maior, portanto os dados finais como hidrodinâmica, acústica, etc..devem ser diferentes.

Bardini
Visitante

Se não for uma manobra para mudar os rumos do contrato Bilionário da Austrália, advindo que foi de lá que dispararam esta info… Estamos ainda mais na Mer___ com estes franceses.

kfir
Visitante
kfir

contrato de 50 bilhões de dolares? é muita grana para alguém perder na esportiva…

Jodreski
Visitante
Jodreski

“Vive la France” 1 – As chances da DCNS ganhar a concorrência na Austrália foi literalmente torpedeada. Muita coincidência, não? 2 – Apesar do projeto do Scorpene Brasileiro ser um pouco diferente, grande parte do recheio eletrônico será bastante similar, esta notícia é péssima para nós Brasileiros e péssima para qualquer operador do Scorpene e de qualquer projeto que seja uma variante do mesmo, chilenos e Indianos devem estar mastigando pedras de raiva nesse momento. O único Scorpene Brasileiro que tem mudanças realmente significativas é o Nuclear que só minha sobrinha de 4 anos que ainda acredita que ele patrulhará… Read more »

Jodreski
Visitante
Jodreski

Errata: “As chances da DCNS se manter como ganhadora da concorrência.”

Jr
Visitante
Jr

Uma fonte da DCNS em condição de anonimato disse que as informações vazadas são sensíveis, mas até agora eles não viram nada critico ou confidencial nos documentos vazados. Acho que quem mais se ferrou no meio disso tudo foram os Indianos.

Jodreski
Visitante
Jodreski

Desculpe: PQ o blog apagou o comentário em inglês que postado aqui? Galante foi o PitBull que mordeu ele?

Jodreski
Visitante
Jodreski

Obrigado Galante, confesso que sequer tive tempo de ler, por isso o questionei!

Celso
Visitante
Celso

Jodreski, as vezes comentarios certeiros e incisivos brotam por aqui. O seu c certeza eh um deles….por isso assino embaixo. Estes questionamentos deveriam ser uma constante e eivados de indignacao c tantos rotulos de SECRETO e q por certo espero q cheguem aos respectivos responsaveis (MP). Chega de informacoes cifradas e meia sola q nada exclarecem, passou da hora de se ter a verdade para aqueles q pagam estas contas espurias. Sds

aldoghisolfi
Visitante

Jakson de Almeida, lembro os EXOCETs na Guerra das Malvinas…o Reino Unido obteve acesso aos códigos para desativá-los em fase operacional (comenta-se que o presidente francês havia revelado que, durante a guerra das Malvinas, a primeira ministra britânica, Margaret Thatcher, ameaçou lançar um ataque nuclear contra a Argentina se a França não cedesse os códigos de desativação dos mísseis Exocet que ela havia vendido à Argentina).

bosco123
Visitante

Aldo,
Me desculpe, mas código de desativação de míssil é lenda. Isso não existe!
E se existir é um atestado de burrice o fato da Marinha do Brasil continuar utilizando esse tipo de míssil.

bosco123
Visitante

O RU era sócio da França no Exocet. O míssil era baseado no Martel, que tinha sido desenvolvido em conjunto pelos dois países, e os navios britânicos inclusive levavam Exocets em seus navios que foram combater nas Malvinas. Os britânicos já conheciam as características do radar do míssil, como por exemplo a faixa do espectro de RF que ele operava de modo a calibrar os possíveis interferidores ativos. Ficou famoso na época a utilização de helicópteros servindo de “iscas” para os mísseis Exocet argentinos. Se existisse os tais “códigos” os britânicos com certeza já teriam saído do Reino Unido com… Read more »

donitz123
Visitante

Também “vazaram” os segredos das La Fayette para a China mas acho que neste caso seja diferente. Me parece que os novos subs que os indianos querem comprar serão russos.

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Pergunta : um submarino que tenha todas as seus níveis e frequências de ruídos, ressonâncias e radiações divulgadas, se torna um caixão para seus tripulantes ?

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

*todos os seu níveis.
Falha nossa.

Jorge Knoll
Visitante

– O nosso submarino nuclear, o seu casco é mesmo do Scorpene. Desconheço o projeto, mas acredito que possa ser um SCORPENE “grávido”, isto é mais gordinho, aproveitando a tecnologia empenhada no primo pobre (Scorpene).
Infelizmente, nós não temos como diria o apresentador Ratinho “Café no Bule” para bancar a estrutura de um BARRACUDA, pelo seu custo, além das nossas possibilidades financeiras e econômicas..Daqui 30 anos a “criança” vai nascer, já se sabendo que o pai é francês, e o seu coração brasileiro.

Reinaldo Deprera
Visitante
Reinaldo Deprera

É tarefa de qualquer agência de inteligência a coleta desse tipo de informação em período de paz. Sobretudo a inteligência de forças navais.
Posso estar errado, mas essa estória de vulnerabilidade maior por conta do vazamento eu simplesmente não acredito. Até porque, tirando o que é característica física, hidrodinâmica e mecânica da plataforma, nada é constante e pode ser alterado ao gosto do operador.

Save Ferris!

Roberto gomes
Visitante
Roberto gomes

Alguém conseguiu o material original das informações? Isso seria útil pra nossa marinha e FAB (operador do P-3AM).

carlos renande dias coutinho
Visitante
carlos renande dias coutinho

Esta é uma pergunta insidiosa :quando ficará pronto. Respondo: quando a guerra que vier terminar.

Juarez
Visitante
Juarez

É meu amigo Ivany, lembrei de ti. Bom, esperar o que da nata da bost…., Indianos mais Franceses, e tinha gente berrando aos quatro ventos que nós deveríamos nos espelhar nos Indianos.
Se entregar duas tartaruguinhas para eles cuidarem, uma foge e a outra se esconde.
G abraço

Carlos Crispim
Visitante
Carlos Crispim

Código de desativação de míssil só existem em filmes. Esse vazamento afeta em muito o Brasil, eu diria que teria necessidade de o contrato todo até de ser reavaliado, talvez cancelado, é muito mas muito sério. Informações realmente sigilosas não estão em rede, se uma empresa coloca dados secretos e seus computadores estão em rede, não existe bloqueio 100% efetivo, é piada, quem faz isso é por que deseja ser roubado, acho que muuuuitas empresas brasileiras estão engatinhando neste assunto, os chinos só não roubam o que não quiserem.

moises
Visitante
moises

Quando a gente pensa que o Prosub já é um caminhão de problemas pela dificuldade de conseguir recursos e a corrupção, surge mais coisa. Imagino que os mais prejudicados nessa história somos nós, pois além dos dados acústicos provavelmente serem os mesmos dos nossos, indianos e franceses tem suas opções novas, tem recursos para fazer modificações nos dados críticos vazados e lidar com o problema, já nós estamos tratando o Prosub como a bala de prata, falindo a Marinha para manter o morimbundo programa caminhando, não temos recursos para fazer muitas modificações mesmo se forem necessárias. Se já não tivessem… Read more »

Glasquis 7
Visitante

A as marinhas afetadas, não soltaram nenhuma nota?

Juarez
Visitante
Juarez

Glasquis 7, vão ficar quietos que nem cachorro que comeu linguiça escondido. Agora colocara a bund….na janela não tem mais o que dizer todo viu ela.

G abraço

Bispo
Visitante
Bispo

e se “o vazamento” não foi justamente uma “cortina de fumaça” …ou seja…dados fakes..

como pode ser obra dos “concorrentes” que ficaram P… só lembrando que o grupo hacker “shadowbrokers” expôs recentemente os métodos da NSA para “obter dados” … tais como “backdoor” “de fábrica” em todo e qualquer Switch fabricado no mundo ocidental.

Blind Mans Bluff
Visitante

Delfim Sobreira
Pergunta : um submarino que tenha todas as seus níveis e frequências de ruídos, ressonâncias e radiações divulgadas, se torna um caixão para seus tripulantes ?

A resposta é não, pois o inimigo ainda precisa encontrar a agulha no palheiro, porém num palheiro muito menor. Se você conhece todas as caracteristicas e vulnerabilidades do alvo, fica muito mais facil encontra-lo e saber como lidar contra ele.

Cristiano.GR
Visitante

Blind Mans Bluff, complementando seu comentário. Ainda assim, numa situação de combate seria necessário um oficial bem treinado em ler e armazenar informações, formar idéias e tomar decisões baseadas nelas em pouco tempo. Antigamente isso quem fazia eram poucos oficiais em poucas tripulações sortudas de os tê-los. Hoje bons computadores fazem este papel em qualquer veículo.

Delmo Almeida
Visitante
Delmo Almeida

Tem como colocar o link pro documento secreto completo??? . Quanto ao caso do Exocet, não é link para desativação do mesmo, mas as características que tornam mais fácil jammear ou simplesmente sentir a aproximação. Um comentário sobre isso consta em um livro publicado pelo (a) psicólogo/psiquiatra de François Miterrand, falando da pressão que ele tava sofrendo, de que se isso causasse a derrota nas Malvinas, a guerra poderia ir pro continente e o RU talvez tivesse que apelar para armas nucleares (não eram tão moralistas como hoje e era o braço direito dos EUA na OTAN). Um telegrama falando… Read more »

Luciano
Visitante
Luciano

A China e o Paquistão agradecem!

kfir
Visitante
kfir

nos documentos existem os dados mecânicos do navio, e instruções de construção?

bosco123
Visitante

Os sistemas de chaffs lançados por navios contemplam todas as bandas possíveis de serem utilizadas por mísseis antinavios. Pouco interessa ao defensor saber qual faixa de frequência o radar do míssil opera. Em relação aos interferidores ativos, ou eles trabalham interferindo em todo o espectro de RF possível ou eles operam de forma seletiva, onde um receptor de RF é utilizado e este informa ao gerador de interferência qual banda utilizar. Ou seja, ou a defesa é feita utilizando “força bruta” ou é feita utilizando parcimônia. Este último caso é o caso do sistema DRFM. Em ambos os casos não… Read more »

sergio ribamar ferreira
Visitante
sergio ribamar ferreira

Boa noite. Deveríamos ter ficado com o projeto alemão, mas isso é passado e infelizmente as mentes “obtusas e megalomaníacas” incorporadas à uma política de gastos excessivos e desmedidos tornaram quase impossível qualquer recuperação em projetos. Sirva de lição. Tudo é proposital e diz respeito à destruição lenta e sistemática de nossas Forças Armadas ajudadas evidentemente por àqueles que só visam lucro e poder a todo custo. tenho lido porém comentando pouco pois cada vez mais sinto-me envergonhado com tanta “sujeira, corrupção e roubalheira neste país. Tomemos cuidado pois uma nação enfraquecida deixa de soberania. Caso estiver errado ,por favor… Read more »

sergio ribamar ferreira
Visitante
sergio ribamar ferreira

Observação;”…de ter soberania…”

horatio nelson
Visitante
horatio nelson

bosco entrei aqui na wikipedia pra ver se vc tinha esquecido algum míssil da marina real de vossa majestade real rsrs mais nem lá cita tantos rsrs vc foi de blowpipe a sidewinder…parabéns pelo grande conhecimento…ps: gostei dos asteriscos no exocet kkkk
abraço

Iväny Junior
Visitante

Pois é Juarez Agora os colegas levantaram outro questionamento interessante: espionagem industrial. É possível? Muito. Não existe santo nem besta nesse jogo. Agora se a dcns não sabe proteger seus dados, não deveria ter descido pro play. O jogo é pesado e vale vidas. Talvez sejam informações erradas, não é impossível. Mas com esse nível de detalhe, é difícil que a caça resultasse em alguma vantagem ao scorpene… Quanto a detecção, os caras, de acordo com o relatório, sabem os níveis de acústica que o submarino produz em diversas profundidades, estilos de navegação e até o desempenho dos sensores e… Read more »

Leo
Visitante
Leo

Inany,

A Marinha do Brasil não está nem um pouco preocupada com isso. Nas palavras do Alte. Rocha, do CCSM: “No entendimento da Marinha do Brasil, a príncípio, este suposto vazamento não diz respeito aos contratos firmados com a DCNS e não vislumbra, no momento, impacto no programa de construção dos S-BR em andamento.”

Ou seja, a MB não vai cancelar o PROSUB.

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Acho que estão fazendo uma tempestade em copo dàgua!!! Que eu saiba, os hélices de todos os submarinos de uma mesma classe não iguais para, principalmente, cada um tenha a sua assinatura acústica. Notem que em toda foto de um submarino na doca seca, tem os seus hélices cobertos com uma lona.

bosco123
Visitante

Horatio,
Algumas armas guiadas foram levados à Guerra pelo britânicos mas não foram utilizados: Sub Harpoon, Mk-46, Tigerfish e Ikara.

bosco123
Visitante

Ah! E o próprio Exocet não foi utilizado pelos britânicos.

Iväny Junior
Visitante

Leo

O ponto de cancelamento do prosub passou em 2013/14, epoca em que ainda não havia peças de grande porte desse negócio fabricadas. Agora passou o tempo de salvar a marinha, e nenhuma das previsões mais pessimistas poderiam antever o que essa corja fez (e continua fazendo) com a economia.
Derreteu.
Vão arrancar nossas vísceras.
E vai tudo ficar por isso mesmo.