Home Noticiário Internacional Índia desiste de expandir compra de submarinos franceses após vazamento de informações

Índia desiste de expandir compra de submarinos franceses após vazamento de informações

2453
10
INS Kalvari
INS Kalvari, primeiro submarino Scorpene indiano em provas de mar

NOVA DÉLHI — É improvável que a Índia fechará com o contratante naval DCNS uma encomenda para a proposta francesa de três submarinos adicionais, além dos seis que já está construindo no país, após o vazamento dos dados secretos sobre as suas capacidades, disseram autoridades de defesa do país.

Detalhes do submarino Scorpene foram publicados no jornal “The Australian” no mês passado, desencadeando preocupações que o submarino tinha se tornado vulnerável antes mesmo que estivesse pronto para entrar em serviço.

A DCNS se ofereceu para construir mais três submarinos para ajudar a Índia a substituir sua frota envelhecida da era soviética, e manteve conversações durante o ano passado, disseram duas fontes indianas.

Essa oferta não vai agora ser levada adiante, de acordo com as autoridades.

“Tínhamos um acordo para seis unidades, e permanecerá em seis”, um funcionário do Ministério da Defesa informado sobre os planos da Marinha, disse à Reuters, falando sob condição de anonimato.

O porta-voz da DCNS Emmanuel Gaudez twittou na sexta-feira à noite que “as negociações estão continuando com o governo e os nossos parceiros indianos para o fornecimento de um novo lote de submarinos.”

Um oficial da Marinha disse que houve uma violação grave de dados e os esforços da Marinha foram focados em determinar os danos causados aos submarinos existentes.

“Nada será assinado, nada vai acontecer agora”, disse o oficial, que também foi informado sobre o vazamento de dados do submarino, quando perguntado se o governo pretende ampliar a encomenda.

O Ministério da Defesa escreveu à DCNS pedindo detalhes sobre a extensão do vazamento e como os dados relativos às frequências de coleta de inteligência do Scorpene, profundidade de mergulho, autonomia e especificações de armas tinham acabado no domínio público, disseram ambos os funcionários.

Um grupo naval liderado por um almirante de três estrelas está buscando alterar algumas características do submarino, o primeiro das quais começou os testes de mar em maio para incorporação ainda este ano, para minimizar qualquer dano.

Os cinco submarinos restantes estão em vários estágios de produção no estaleiro estatal Mazagon Docks em Mumbai e todos devem entrar em serviço até 2020.

FONTE: Reuters

10
Deixe um comentário

avatar
8 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
Iväny JuniorAki vrx (Shandow)kfirMOAéreo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Leonardo
Visitante

Tá me cheirando a papo de cliente que quer abaixar o preço…

Humberto
Visitante
Humberto

Sei que uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa MAS será que isto também não será a pá de cal para a compra dos Rafale pela India?

Aéreo
Visitante
Aéreo

Também vou nessa linha. Igual aos gregos que não conseguiram pagar um IKL-209 a muitos anos trás e começaram a criar problemas no projeto para denegrir a marca e forçar renegociação.

MO
Membro

maio o meno, um 214 na vdd ….

kfir
Visitante
kfir

Pessoal da DCNS Group fotografou pessoas da ThyssenKrupp Marine Systems neste local, também acharam fotos no instagram… a denuncia é grave estavam bebados. uahuahuahauhauha

kfir
Visitante
kfir

A pergunta é quem vazou os dados, se foi a DCNS que deixou os dados escaparem e não a india, vi duas versões.
.
Realmente não é possível contratar com dados públicos, mesmo pq é um problema de imagem ao público interno… marketing é importante.
Por outro lado, em um vc tem certeza que os dados foram vazados e outro vc não tem certeza, então pela lógica é melhor comprar de alguém que não deixou vazar as características do sub.
.
Onde estão este dados agora?

.

Aki vrx (Shandow)
Visitante
Aki vrx (Shandow)

Os dados não foram vazados por um funcionário da DCNS em 2011?
Os japoneses em foruns estão dando graças a deus que o Soryu não foi escolhido pelos australianos, a maioria dos japoneses e militares era contra a venda com medo de dados sigilosos virem a publico.

Iväny Junior
Visitante
Member

Eita. O insubmersível que já é ruim de venda, parece que vai afundando. Ou boiando.

Aéreo
Visitante
Aéreo

“maio o meno, um 214 na vdd” ….

MO, valeu a correção…. como diria o Chaves…isso, isso, isso, isso…..

MO
Membro

🙂 excruzivel, tenho um modelo dele aqui em casa, ex Bozoh,era para ser o HS Papanikolis ou um troço assim