Home Indústria Naval USS Paul Ignatius DDG-117, mais um destróier classe ‘Arleigh Burke’

USS Paul Ignatius DDG-117, mais um destróier classe ‘Arleigh Burke’

5973
30

ddg-117

A divisão de construção naval Ingalls Industries (HII) da Huntington Ingalls lançou ao mar o USS Paul Ignatius (DDG-117), o 31º destróier de mísseis guiados da classe Arleigh Burke (DDG-51) construído pela companhia, no dia 12 de novembro de 2016.

O USS Paul Ignatius (DDG-117) foi movido através do sistema de trilhos da Ingalls para uma doca seca flutuante. Uma vez posicionado, a doca seca foi afastada do cais, e depois alagada para flutuar o navio.

A Ingalls entregou 28 destróieres da classe Arleigh Burke à Marinha dos Estados Unidos. Outros destróieres atualmente em construção na Ingalls incluem USS John Finn (DDG-113), USS Ralph Johnson (DDG-114), USS Delbert D. Black (DDG-119) e USS Frank E. Petersen Jr. (DDG-121). A construção do USS Lenah H. Sutcliffe Higbee (DDG-123) está programada para começar no segundo trimestre de 2017.

Ao todo foram incoporados até agora 62 navios da classe Arleigh Burke, 34 construídos pela General Dynamics, Bath Iron Works Division, e 28 pela Huntington Ingalls Industries (anteriormente Northrop Grumman Ship Systems), Ingalls Shipbuilding. Estão em construção mais 7 navios da classe.

O USS Michael Murphy foi originalmente destinado a ser o último da classe Arleigh Burke, mas com a redução da produção da classe Zumwalt (DDG-1000), a Marinha dos EUA solicitou novos navios de classe DDG-51. Os contratos de materiais de longa duração foram concedidos à Northrop Grumman em dezembro de 2009 para o DDG-113 e em abril de 2010 para o DDG-114.

A General Dynamics recebeu um contrato de longo prazo para o DDG-115 em fevereiro de 2010. Em maio de 2013, um total de 76 navios estavam planejados. A variante Flight III está em fase de projeto a partir de 2013 e até 42 navios do tipo poderão ser adquiridos pela Marinha dos EUA com o primeiro navio entrando em serviço em 2023. Veja abaixo na tabela da Wikipedia, os navios da classe Arleigh Burke:

USS Sterett DDG 104 e helicópteros MH-60R Seahawk
USS Sterett DDG 104 e helicópteros MH-60R Seahawk
 Name   Number   Builder   Launched   Commissioned   Home port   Status 
Flight I
Arleigh Burke DDG-51 Bath Iron Works 16 September 1989 4 July 1991 Norfolk, Virginia Active
Barry DDG-52 Ingalls Shipbuilding 8 June 1991 12 December 1992 Yokosuka, Japan Active
John Paul Jones DDG-53 Bath Iron Works 26 October 1991 18 December 1993 Pearl Harbor, Hawaii Active
Curtis Wilbur DDG-54 Bath Iron Works 16 May 1992 19 March 1994 Yokosuka, Japan Active
Stout DDG-55 Ingalls Shipbuilding 16 October 1992 13 August 1994 Norfolk, Virginia Active
John S. McCain DDG-56 Bath Iron Works 26 September 1992 2 July 1994 Yokosuka, Japan Active
Mitscher DDG-57 Ingalls Shipbuilding 7 May 1993 10 December 1994 Norfolk, Virginia Active
Laboon DDG-58 Bath Iron Works 20 February 1993 18 March 1995 Norfolk, Virginia Active
Russell DDG-59 Ingalls Shipbuilding 20 October 1993 20 May 1995 San Diego, California Active
Paul Hamilton DDG-60 Bath Iron Works 24 July 1993 27 May 1995 San Diego, California Active
Ramage DDG-61 Ingalls Shipbuilding 11 February 1994 22 July 1995 Norfolk, Virginia Active
Fitzgerald DDG-62 Bath Iron Works 29 January 1994 14 October 1995 Yokosuka, Japan Active
Stethem DDG-63 Ingalls Shipbuilding 17 July 1994 21 October 1995 Yokosuka, Japan Active
Carney DDG-64 Bath Iron Works 23 July 1994 13 April 1996 Naval Station Rota, Spain Active
Benfold DDG-65 Ingalls Shipbuilding 9 November 1994 30 March 1996 Yokosuka, Japan Active
Gonzalez DDG-66 Bath Iron Works 18 February 1995 12 October 1996 Norfolk, Virginia Active
Cole DDG-67 Ingalls Shipbuilding 10 February 1995 8 June 1996 Norfolk, Virginia Active
The Sullivans DDG-68 Bath Iron Works 12 August 1995 19 April 1997 Mayport, Florida Active
Milius DDG-69 Ingalls Shipbuilding 1 August 1995 23 November 1996 San Diego, California Active
Hopper DDG-70 Bath Iron Works 6 January 1996 6 September 1997 Pearl Harbor, Hawaii Active
Ross DDG-71 Ingalls Shipbuilding 22 March 1996 28 June 1997 Rota, Spain Active
Flight II
Mahan DDG-72 Bath Iron Works 29 June 1996 14 February 1998 Norfolk, Virginia Active
Decatur DDG-73 Bath Iron Works 10 November 1996 29 August 1998 San Diego, California Active
McFaul DDG-74 Ingalls Shipbuilding 18 January 1997 25 April 1998 Norfolk, Virginia Active
Donald Cook DDG-75 Bath Iron Works 3 May 1997 4 December 1998 Rota, Spain Active
Higgins DDG-76 Bath Iron Works 4 October 1997 24 April 1999 San Diego, California Active
O’Kane DDG-77 Bath Iron Works 28 March 1998 23 October 1999 Pearl Harbor, Hawaii Active
Porter DDG-78 Ingalls Shipbuilding 12 November 1997 20 March 1999 Rota, Spain Active
Flight IIA: 5″/54 variant
Oscar Austin DDG-79 Bath Iron Works 7 November 1998 19 August 2000 Norfolk, Virginia Active
Roosevelt DDG-80 Ingalls Shipbuilding 10 January 1999 14 October 2000 Mayport, Florida Active
Flight IIA: 5″/62 variant
Winston S. Churchill DDG-81 Bath Iron Works 17 April 1999 10 March 2001 Norfolk, Virginia Active
Lassen DDG-82 Ingalls Shipbuilding 16 October 1999 21 April 2001 Mayport, Florida Active
Howard DDG-83 Bath Iron Works 20 November 1999 20 October 2001 San Diego, California Active
Bulkeley DDG-84 Ingalls Shipbuilding 21 June 2000 8 December 2001 Norfolk, Virginia Active
Flight IIA: 5″/62, one 20mm CIWS variant
McCampbell DDG-85 Bath Iron Works 2 July 2000 17 August 2002 Yokosuka, Japan Active
Shoup DDG-86 Ingalls Shipbuilding 22 November 2000 22 June 2002 Everett, Washington Active
Mason DDG-87 Bath Iron Works 23 June 2001 12 April 2003 Norfolk, Virginia Active
Preble DDG-88 Ingalls Shipbuilding 1 June 2001 9 November 2002 Pearl Harbor, Hawaii Active
Mustin DDG-89 Ingalls Shipbuilding 12 December 2001 26 July 2003 Yokosuka, Japan Active
Chafee DDG-90 Bath Iron Works 2 November 2002 18 October 2003 Pearl Harbor, Hawaii Active
Pinckney DDG-91 Ingalls Shipbuilding 26 June 2002 29 May 2004 San Diego, California Active
Momsen DDG-92 Bath Iron Works 19 July 2003 28 August 2004 Everett, Washington Active
Chung-Hoon DDG-93 Ingalls Shipbuilding 15 December 2002 18 September 2004 Pearl Harbor, Hawaii Active
Nitze DDG-94 Bath Iron Works 3 April 2004 5 March 2005 Norfolk, Virginia Active
James E. Williams DDG-95 Ingalls Shipbuilding 25 June 2003 11 December 2004 Norfolk, Virginia Active
Bainbridge DDG-96 Bath Iron Works 13 November 2004 12 November 2005 Norfolk, Virginia Active
Halsey DDG-97 Ingalls Shipbuilding 9 January 2004 30 July 2005 Pearl Harbor, Hawaii Active
Forrest Sherman DDG-98 Ingalls Shipbuilding 2 October 2004 28 January 2006 Norfolk, Virginia Active
Farragut DDG-99 Bath Iron Works 23 July 2005 10 June 2006 Mayport, Florida Active
Kidd DDG-100 Ingalls Shipbuilding 22 January 2005 9 June 2007 Everett, Washington Active
Gridley DDG-101 Bath Iron Works 28 December 2005 10 February 2007 Everett, Washington Active
Sampson DDG-102 Bath Iron Works 16 September 2006 3 November 2007 Everett, Washington Active
Truxtun DDG-103 Ingalls Shipbuilding 2 June 2007 25 April 2009 Norfolk, Virginia Active
Sterett DDG-104 Bath Iron Works 19 May 2007 9 August 2008 San Diego, California Active
Dewey DDG-105 Ingalls Shipbuilding 26 January 2008 6 March 2010 San Diego, California Active
Stockdale DDG-106 Bath Iron Works 10 May 2008 18 April 2009 San Diego, California Active
Gravely DDG-107 Ingalls Shipbuilding 30 March 2009 20 November 2010 Norfolk, Virginia Active
Wayne E. Meyer DDG-108 Bath Iron Works 18 October 2008 10 October 2009 San Diego, California Active
Jason Dunham DDG-109 Bath Iron Works 1 August 2009 13 November 2010 Norfolk, Virginia Active
William P. Lawrence DDG-110 Ingalls Shipbuilding 15 December 2009 4 June 2011 San Diego, California Active
Spruance DDG-111 Bath Iron Works 6 June 2010 1 October 2011 San Diego, California Active
Michael Murphy DDG-112 Bath Iron Works 7 May 2011 6 October 2012 Pearl Harbor, Hawaii Active
Flight IIA: Restart
John Finn DDG-113 Ingalls Shipbuilding 28 March 2015[70] Launched
Ralph Johnson DDG-114 Ingalls Shipbuilding 12 December 2015 Launched
Rafael Peralta DDG-115 Bath Iron Works 1 November 2015 Launched
Flight IIA: Technology Insertion
Thomas Hudner DDG-116 Bath Iron Works Keel Laid
Paul Ignatius DDG-117 Ingalls Shipbuilding 12 November 2016 Launched
Daniel Inouye DDG-118 Bath Iron Works Keel Laid
Delbert D. Black DDG-119 Ingalls Shipbuilding Keel Laid
Carl M. Levin DDG-120 Bath Iron Works Contract awarded (MYP)
Frank E. Petersen Jr.[78] DDG-121 Ingalls Shipbuilding Contract awarded (MYP)
John Basilone DDG-122 Bath Iron Works scheduled in 2022 Contract awarded (MYP)
Lenah H. Sutcliffe Higbee DDG-123 Ingalls Shipbuilding Contract awarded (MYP)
Flight III
Harvey C. Barnum Jr.[77] DDG-124 Bath Iron Works Contract awarded (MYP)
Jack H. Lucas DDG-125 Ingalls Shipbuilding Contract awarded (MYP)
Louis H. Wilson, Jr. DDG-126 Bath Iron Works Contract awarded (MYP)

30
Deixe um comentário

avatar
30 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
14 Comment authors
RooseveltDelmo AlmeidaIvan da SilveiraaJagderband#44Ivany Junior Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Dalton
Visitante
Dalton

Não que faça muita diferença, mas, cabe uma atualização: o USS William P. Lawrence DDG 110 que na lista consta como sendo
baseado em San Diego, recentemente aportou em sua nova base, Pearl Harbor Havai.

Guizmo
Visitante
Guizmo

Quantas bases a US Navy opera? Virginia, San Diego, Pearl Harbor, Sicília, qual mais?

Dalton
Visitante
Dalton

Guizmo… . na costa leste há Norfolk, a maior base naval do mundo que tem uma espécie de apêndice que é a base de Little Creek, onde estão baseados os navios anfíbios tipo LSD, ambas na Virgínia e também a base de Mayport na Florida, quartel general da tão temida por alguns brasileiros, IV Frota, que a propósito não recebeu nenhum navio “extra” os que estão baseados lá tem sido enviados como de praxe para missões em outros teatros, menos, Atlântico Sul, enfim foi uma medida administrativa para desafogar Norfolk e valorizar mais Mayport que andava meio abandonada e consequentemente… Read more »

Tamandaré
Visitante
Tamandaré

Será que rola aposentarem uns 2 desses um pouco mais cedo e mandarem pra nós?? kkkkkkk brincadeirinha
.
Mas é um belo navio, de fato!!

Trollbuster
Visitante
Trollbuster

Americanos burros…

Basta um Su24 para ativar o seu raio comunistizador para todos os americanos terem diárreia e bugar o navio.

Dalton
Visitante
Dalton

Tamandaré…
.
as coisas não estão nada fáceis por lá….os primeiros 28 Arleigh Burkes terão que cumprir 35 anos de serviço duro, portanto o primeiro deverá
ser descomissionado em 2026, conforme planos atuais e os demais terão que cumprir 40 anos de serviço para que a US Navy consiga manter
os números desejados.
abs

Guizmo
Visitante
Guizmo

Dalton
Muito obrigado pela paciência em me responder, e pela aula!
Abs
Guizmo

Carlos Alberto Soares - Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares - Israel

Dalton 26 de novembro de 2016 at 9:18
Show, parabéns !
++++++++++++++++++++++++++++++

Caro Dalton,
Capacidade de produção de Naus militares (todas):
Âmis x Urso
Antecipo meus agradecimentos.

Airacobra
Visitante
Airacobra

Como ninguem falou nada até agora, então deixa que eu falo, enquanto todas as marinhas do mundo incorporam navios a MB só desincorpora, nunca antif na iftoria defti paif…

Tamandaré
Visitante
Tamandaré

Mestre Dalton, então tá todo mundo na peleja mesmo!
.
Grato pela atenção

Dalton
Visitante
Dalton

Carlos… . independente do orçamento menor a Rússia não necessita de uma marinha tão grande quanto a dos EUA que apesar de estar experimentando um crescimento ainda continuará pequena para os inúmeros teatros de operações e a marinha russa também tem características próprias, como por exemplo, a necessidade de submarinos de ataque de propulsão convencional que são menores e bem mais baratos do que um submarino de ataque de propulsão nuclear que são os únicos admitidos pela US Navy e embarcações/navios lança mísseis de menos de 1000 toneladas. . A Rússia no momento está focada em construir fragatas de 4000… Read more »

Felipe Silva
Visitante
Felipe Silva

Dalton, há um esforço da USN para tentar encaixar a produção do Columbia no orçamento e manter os 2 Virginias anuais. Está sabendo?

Roberto Bozzo
Visitante
Roberto Bozzo

Dalton, por gentileza, saberia dizer os valores atualizados dos AB IIA ?

Dalton
Visitante
Dalton

Sim Felipe…mas será difícil encontrar recursos financeiro e pessoal e também tem a questão de que os futuros “Virgínias block V” serão mais caros pois terão um modulo com 4 silos capazes de abrigar 7 tomahawks cada um. Espera-se entretanto que 2 submarinos classe “Virgínia” possam ser ao menos incluídos no orçamento de 2021 quando pelas regras atuais seria apenas 1.
abraços

Dalton
Visitante
Dalton

Roberto…
.
há informações conflitantes quanto ao preço, aparentemente com tudo incluído está na faixa de 1,8 bilhão de dólares.
.
abraços

Roberto Bozzo
Visitante
Roberto Bozzo

Agradeço Dalton…foi curiosidade mesmo.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Dalton 26 de novembro de 2016 at 13:49
Caro Dalton
SHOW.
Amigo, tudo isso com verbas reduzidas e choradeira ?
O Urso não é “tudo aquilo”, exceção a questão Nuc.
+++++++++++++++++++++
Os Han é que estão com as manguinhas de fora, exceção a questão Nuc.
Shalom

sergio ribamar ferreira
Visitante
sergio ribamar ferreira

linda belonave! Sem comentários.

Carlos Alberto Soares - Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares - Israel

Bruno V. Campestrini 27 de novembro de 2016 at 13:06
rsrsrsrs.
Veja a da China e da Rússia PIB x GD, infarta !

Ivany Junior
Visitante

Monstro. Um dos destroyers mais capazes do mundo.

Jagderband#44
Visitante
Jagderband#44

Isso sim é um navio de combate.

Roosevelt
Visitante
Roosevelt

Gente, no que ficou aquela notícia que poderiam vir para a MB os DDG’s 80 e 81? era só de brincadeirinha?

Dalton
Visitante
Dalton

Roosevelt…
.
“aquela notícia” de 2011, foi apenas um boato que surgiu sabe-se lá de onde, nunca encontrei nada em foruns internacionais por exemplo, e se
fosse uma realidade ou ao menos uma possibilidade, teria sido comentado e muito.
.
A tal notícia dava conta de que os DDGs a serem disponibilizados seriam os de indicativo 79, 80, 83 e 84 e também seriam adquiridos
os LSDs 49 e 50.
.
abraços

Ivan da Silveiraa
Visitante
Ivan da Silveiraa

Bom dia

Esse navio é lindo! Essa escala/quantidade de navios é muito importante…muito bom.
Um navio que eu também acho muito bonito é o sul coreano: Gwanggaeto the Great-class destroyer.

Abraço!

Delmo Almeida
Visitante
Delmo Almeida

Dalton, quando eu já puder parar de babar avisa.
.
Essa escala é absurda!

Roosevelt
Visitante
Roosevelt

Valeu Dalton. Como disse certamente era só de brincadeirinha, até porque teriam que transferir tecnologia também né?

Dalton
Visitante
Dalton

Roosevelt e Delmo… . a US Navy simplesmente não pode abrir mão de 4 DDGs…para nós, 62 comissionados pode parecer muito, mas, se levar em conta todos os teatros de operações e missões a serem realizadas e descontar os que se encontram passando por manutenções, são até muito poucos ! . Também nem todos os 62 são iguais, os primeiros 28 por exemplo não possuem helicópteros orgânicos e tem como função principal a defesa contra mísseis balísticos enquanto os demais são utilizados principalmente como escoltas de NAes e há diferenças também quanto ao armamento utilizado, diferenças de atualizações no sistema… Read more »

Roosevelt
Visitante
Roosevelt

Dalton, se não for muito abuso da minha parte gostaria de entender a rotina de operações de todos os escoltas, vejo que no geral são seis meses em operação e mais seis meses ou em manutenção ou parados em suas bases não? as tripulações são fixas? existe algum método como as tripulações Golden e Blue dos subs? quando viajo pelo Google Earth nas bases americanas noto sempre um monte de DDG’s e CG’s parados.

Dalton
Visitante
Dalton

Roosevelt… . nenhum abuso, só não sei se minha resposta o satisfará…mas, basicamente, todos os navios da US Navy estão cumprindo missões de 7 meses incluindo ida e volta, ao menos os baseados no continente, já que os navios baseados no além mar como no Japão e Espanha possuem rotinas diferentes e as 10 embarcações de patrulha da US Navy, classe Cyclone baseadas no Golfo Pérsico tem suas tripulações trocadas a cada 6 meses por tripulações extras que permanecem treinando nos EUA. . Antes de partir para uma missão os navios passam por um longo período de treinamento, algumas semanas,… Read more »

Roosevelt
Visitante
Roosevelt

Cara, você é o meu herói, muito obrigado mais uma vez. Abraço.