Home Indústria Naval NUCLEP entrega a seção 2A do submarino Humaitá, SBR-2

NUCLEP entrega a seção 2A do submarino Humaitá, SBR-2

9129
0

secao-2a-do-sbr-2

A NUCLEP – Nuclebrás Equipamentos Pesados S/A entregou, dia 12 de dezembro de 2016, a seção 2A do SBR-2 à Itaguaí Construções Navais (ICN). Esta é a ultima seção de um total de cinco que compõem o casco resistente do Submarino Humaitá.

A cerimônia para entrega da seção aconteceu na Fábrica da NUCLEP e estiveram presentes na solenidade o Presidente da NUCLEP, Jaime Cardoso, os Diretores Celso Cunha, Liberal Zanelatto e Carlos Seixas, o Presidente da ICN, Pascal Le Roy, e o Almirante de Esquadra (RM1) e Coordenador-Geral do Programa de Desenvolvimento de Submarino com Propulsão Nuclear, Gilberto Max Roffé Hirschfeld, além de funcionários da empresa e da ICN.

Em seu discurso de abertura, o Presidente, Jaime Cardoso, ressaltou a importância da NUCLEP no cenário nacional: “O valor de uma empresa como a NUCLEP muitas vezes é confundida apenas com a questão do valor contábil e esse tipo de obra mostra como se deve valorizar e hoje as gestões modernas valorizam, a relação complexa entre seu valor contábil, social, ambiental e no caso da NUCLEP principalmente, seu valor estratégico.

O valor global de uma empresa como a NUCLEP é fundamental para que todos os engajados em uma obra como a de um submarino, todos os responsáveis, dos mais simples ao mais alto posto do Governo Federal , compreendam que uma empresa como essa deve ser tratada com a importância que ela tem ou seja, o resultado dessas variáveis, especialmente a estratégica é o que qualifica a nossa empresa a receber toda a atenção que ela merece e aos trabalhadores especialmente, assim esperamos dos grandes responsáveis o apoio total para que os resultados esperados de um empreendimento desta envergadura tenham o êxito dentro do prazo e da qualidade que é característica da NUCLEP”.

S-BR corte

O Submarino Humaitá é o segundo de quatro submarinos de propulsão convencional em construção no âmbito PROSUB. É o primeiro cujo casco resistente foi inteiramente construído no Brasil e é a prova incontestável da plena absorção tecnológica envolvida nesta etapa do programa. É necessário destacar que o processo de construção introduzido com o advento do PROSUB impôs às empresas e aos profissionais participantes da sua construção a necessidade de vencer uma extensa curva de aprendizado, capacitando-os para a conclusão de mais uma importante etapa que visa permitir o Brasil a se tornar apto a construir submarinos de propulsão nuclear, objeto precípuo do PROSUB.

A Seção 2a é a maior seção do Submarino Humaitá e é composta pelas subseções 3,4,5,6,7, anel de reforço e subseção 8ª e possui 18,292 metros de comprimento, 6,2 metros na parte de vante e 5,74 na parte de ré uma vez que a subseção mais a ré possui a forma cônica. O peso total da seção é de 120 toneladas.

O corte da primeira chapa do submarino Humaitá ocorreu em setembro de 2013 perfazendo 3 anos e 3 meses de construção do casco resistente.

O Diretor industrial, Liberal Zanelatto, esteve presente no evento e ressaltou a importância do trabalho realizado na NUCLEP para o país.

— Esse projeto é muito importante para o estado brasileiro. Eu agradeço o trabalho desenvolvido por todos que fazem parte dessa equipe. É o trabalho de cada um que faz com que os resultados apareçam. Este é um trabalho realizado em poucos lugares do mundo e nós conseguimos fazer com qualidade. — Declarou.

FONTE: NUCLEP

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of