Home Marinhas de Guerra ARA San Juan: ativado o protocolo de ‘resgate’ e nenhuma hipótese é...

ARA San Juan: ativado o protocolo de ‘resgate’ e nenhuma hipótese é descartada

4845
59

O porta-voz da Armada Argentina, Enrique Balbi, informou que quase 50% da área onde o submarino está sendo procurado foi coberta; mais aviões e navios estrangeiros chegam para colaborar na busca

A Armada Argentina informou hoje que as buscas não detectaram o submarino ARA San Juan, com o qual eles perderam contato na quarta-feira passada, então “o protocolo de busca foi para a fase de resgate”.

“Não descartamos nenhuma hipótese, é um caso de busca de resgate que implica tomar mais decisões para implantar mais recursos e aceitar toda a ajuda necessária”, disse Enrique Balbi, porta-voz da força.

A este respeito, Balbi explicou que um avião C-130 da Força Aérea Argentina completou um voo de exploração na área, bem como uma aeronave de exploração da NASA e uma aeronave P-8A da US Navy, foram adicionados à busca.

Além disso, mais três unidades da frota marítima foram para o mar e a oferta de marinhas estrangeiras foram aceitas na área de operações, que inclui um navio inglês.

Conforme relatado oficialmente, ontem, a corveta ARA Espora e o aviso ARA Puerto Argentino foram para o mar e um avião C-130 Hercules da Força Aérea Argentina e uma aeronave de exploração P-3 da NASA foram enviados para voos de exploração na área de operações.

Foto tirada de um B-200 da Aviación Naval argentina sobrevoando a área de busca. Observar que o tempo não ajuda a detecção visual de algum vestígio do submarino

Hoje, os navios oceanográficos Austral e ARA Puerto Deseado, com especialistas do CONICET e do Serviço de Hidrografia Naval a bordo, para operar as sondas multi-feixe e magnetômetros, e as corvetas ARA Spiro e Robinson, o navio-tanque ARA Patagonia, o destróier ARA Argentina e o transporte ARA San Blas também se juntaram ao esforço de busca e resgate.

Por sua vez, foi confirmada a oferta de apoio das Forças Armadas do Uruguai, Chile, Brasil, Peru, Estados Unidos e Inglaterra.

A Marinha e a Força Aérea Brasileira, por sua vez, enviaram a fragata Rademaker, o navio polar Almirante Maximiano, o Navio de Salvamento Submarino Felinto Perry, uma aeronave Casa C-105 e uma aeronave de patrulha P-3 Orion.

Nas próximas horas, o navio polar inglês Protector chegará à área de operações e uma aeronave de exploração P-8 da Marinha dos EUA chegará a Trelew.

O navio polar da Royal Navy HMS Protector também está auxiliando nas buscas ao ARA San Juan

A este respeito, o porta-voz acrescentou que cerca de 50% da área de bsuca foi coberta, mas que “a detecção é muito difícil” porque o tempo “não está bom”. “Interpretamos o que está na superfície, mas é muito difícil detectá-lo, devido à pequena superfície do submarino e com uma cor que não ajuda também”, afirmou.

Consultado sobre a situação que vivem atualmente as famílias dos 44 membros da tripulação, disse que, juntamente com o ministro da Defesa, Oscar Aguad e o chefe das Forças Armadas, viajaram para Mar del Plata um grupo de profissionais para prestar apoio psicológico.

Balbi disse que ontem à noite a busca foi suspensa devido a condições climáticas adversas e que hoje elas poderiam ser suspensas novamente. “A chegada do submarino na base naval foi agendada entre domingo e segunda-feira, e o tempo não ajuda, há uma forte tempestade”, disse ele.

Enquanto isso, o chefe da base naval de Mar del Plata, Gabriel Gonzalez explicou que “ondas de 7 ou 8 metros e ventos de 40 nós foram registrados”, que tornam a busca difícil e salientou que a ajuda internacional continua a chegar.

FONTE: infobae.com

59
Deixe um comentário

avatar
59 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
31 Comment authors
Eduardo PrimoHammerMazzeoAiracobraRobson Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
camargoer
Visitante

Olá Colegas. Talvez este seja o melhor post sobre o que está acontecendo. Fica claro que vária marinhas e países ofereceram ajuda e que os argentinos aceitaram. Que o MinD brasileiro colocou tanto a MB quanto à FAB à disposição do governo argentino e que as condições climáticas estão jogando contra. Talvez seja uma boa oportunidade para aprendermos como uma operação deste tamanho é complexa e agirmos com alguma prudência e bom senso em nossos comentários. E continuar torcendo.

TeoB
Visitante
TeoB

Não sei quais foram as causas do infeliz acidente, e estou torcendo e rezando para que acabe tudo da melhor maneira possível. Mas com certeza a atual fase de falta de investimentos e desleixo dos governos Argentino em relação as suas forças armadas contribui no mínimo para dificultar os trabalhos de resgate, se não foi uma das causas pelo próprio incidente, a história nos ensina que quando tenta economizar aqui e ali o barato sai caro, e infelizmente nesse caso pode custar a vida da tripulação.

Agnelo
Visitante
Agnelo

O mar está pior do q eu imaginava.
Estou torcendo muito por estes militares.
Mas, realmente, não está nada fácil.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Camargo
desde ontem ventos de 90 Km/ph, não é fácil.

No litoral, imagine em am:
https://www.tempo.com/puerto-madryn.htm

Ricardo
Visitante
Ricardo

A aeronave Casa da FAB está se dirigindo ao local. Próxima a Chapecó neste momento.

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

Ate o momento o sub não ativou o radio baliza,que facilitaria a busca.

camargoer
Visitante

Olá Carlos. O tempo está bem complicado mesmo. Acho que estes dias sumiram nossas diferenças e debates. Está difícil, né? Um grande abraço.

Guizmo
Visitante
Guizmo

Dúvida: em caso de guerra, está é a dificuldade de detecção de um submarino? Se sim, são realmente armas mortíferas.

O que eu nao entendo é como um sub é detectado em guerra ou exercícios simulados, e este não. Desculpem se a pergunta é estupida…

Burgos
Visitante
Burgos

Srs.
Acabei de tirar das redes sociais na página da MB.
#últimanotícia
A Marinha do Brasil enviou três navios para auxiliar nas bucas do submarino argentino ARA San Juan, que está desaparecido desde a última quarta-feira.

O Navio de Socorro Submarino Felinto Perry, a Fragata Rademaker e o Navio Polar Maximiano foram os escolhidos pelo Comando da Marinha. 🇧🇷 🇦🇷 #buscaesalvamento #Brasil #Argentina

SmokingSnake 🐍
Visitante
SmokingSnake 🐍

Mais cedo o P3 da NASA deu várias voltas em um lugar, talvez onde perderam contato? E nesse momento faz uma busca mais ampla bem distante de onde tinham circulado mais cedo. A Argentina demorou para pedir ajuda, se o submarino não afundou e estiver a deriva, pode estar longe do local de onde perderam o contato.

https://airbornescience.nasa.gov/tracker/#!/map?callsign=NASA426&mapid=Dark%20Gray&zoom=6&lat=-44.4438&lng=-56.4286

Antônio
Visitante
Antônio

Os E99 ou R99 não seriam úteis?
Mandava logo tudo disponível.
Isso de ficar mandando ajuda a conta gotas só dificulta.
Tempo corre contra…
O que será que aconteceu?
Explosão?
Bateu em outro submarino (nuclear, como já ocorreu entre um francês e um britânico)?
Furou o casco e entrou água?
Perdeu motores ou controles?
Qual seria o desenrolar dos fatos para cada um desses cenários?
Concordo com Camargoer.
Tudo muito confuso.
Falam que vários países ofereceram ajuda mas na maioria das notícias não se diz que meios já estão atuando, o que já foi feito.

Carlos
Visitante
Carlos

Pq o navio deve estar sem baterias e geradores. Totalmente as escuras

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Camargo
Diferenças são sadias, lembre-se de Nelson Rodrigues (rs).

O imponderável nos une.

Veja o tempo …. só piora, dia 21 em diante dá um leve “refresco”:

http://es.wisuki.com/forecast/4052/puerto-madryn

RL
Visitante
RL

Confiante de que todos serão encontrados e dará tudo certo.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

E continuam com o besteirol, raras exceções.

Doug385
Visitante
Doug385

Caros, off mas também um acidente maritimo:
https://news.usni.org/2017/11/18/destroyer-uss-benfold-damaged-collision-japanese-tug

Os caras fizeram de novo. Que fase!

camargoer
Visitante

Olá Carlos. Sim, as diferenças nos unem. Principalmente aqui no blog. A informação que o Burgos colocou é muito boa.

camargoer
Visitante

Talvez, o melhor que a gente pode fazer agora é dando uns toques pro pessoal, né? E continuar torcendo.

Ozawa
Visitante
Ozawa

O USS Benfold já foi eleito o melhor navio de combate da USN em 97, sob o comando do Comandante Abrashoff, catapultando-o ao mundo literário (“Esse Barco Também É Seu” e “Esse Barco É Nosso”) e após mundo das palestras motivacionais após dar baixa em 2001…

Fim do off topic.

Vitor Cardoso
Visitante
Vitor Cardoso

Alguem possui a Matricula do P-3 e do C-295 brasileiros mobilizados pra operação ?

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Camargo

o pobrema (tendeu ?) é que o pessoal não lê, não pesquisa e sequer lê o básico, ai fica dificíl conduzir com “achismos”. A Trilogia é muito boa, tem a lupinha, tem os tópicos e tem os foristas.

Quanto ao Burgos que é marinheiro, colabora bem …. mais:

https://www.clarin.com/politica/submarino-desaparecido-aviones-paises-suman-busqueda_0_HJqGuTakG.html

Camargo,
oxigênio para quantos dias ?

Não utilizaram o lastro para “arremeter” o sub para superfície (?)

Não lançaram as varas(antenas) de comunicação-SOS (?)

Não lançaram o dispositivo de marcação da área (cor amarela (?)

Fossas abissais na área (?)

Oro, mas temo pelo pior. Oxalá esteja errado.

https://www.clarin.com/politica/submarino-desaparecido-aviones-paises-suman-busqueda_0_HJqGuTakG.html

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Repliquei o link, podem excluir editores (?), desculpem-me !

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Camargo

A Oficial Eliana María Krawczyk, jefa de Armas (ex ?)
havia sido galgada para chefe de máquinas e estva neste posto nessa missão.

https://www.clarin.com/sociedad/submarino-desaparecido-historias-trece-tripulantes_0_r1v0Rx0yM.html

colombelli
Visitante
colombelli

Talvez tenham demorado demais para pedir ajuda. Qual será a capacidade de oxigênio armazenada se estiver no fundo?
A questão que se coloca também é: até que ponto este incidente está eventualmente relacionado à falta de recurso que os governos argentinos tem imposto as suas FA e quais serão as repercussões práticas se confirmado um acidente grave com perda da embarcação e tripulação.

César Arakem Rodrigues Medeiros
Visitante
César Arakem Rodrigues Medeiros

Este Submarino não tem sinalizadores de posição, com flutuadores?

Jose de Pádua
Visitante
Jose de Pádua

Peço que os mais esclarecidos me corrijam, mas acredito que a possibilidade deste submarino estar a deriva submerso é minima, senão nula, acredito que os submarinos possuem um sistema backup independente de eletricidade para liberar o ar comprimido dos baloes para os tanque de flutuação (ficam cheios de água para submergir), portanto creio que ou naufragaram ou estão a deriva e o vento forte (ha noticias de ventos de 90km/h) os levou para longe da área de buscas que aliado ao mau tempo torna dificil a detecção visual e pelas características do submarino (perfil baixo e esquio) dificulta a detecção… Read more »

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Complementando o CA Burgos

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2017/11/1936514-brasil-envia-tres-embarcacoes-para-buscas-de-submarino-argentino.shtml

Colombelli

O2 e temperatura, viveres e água tem para 15 dias.

bill
Visitante
bill

O Felinto ja esta a caminho…Esta navegando com 6 nós ,ele deve chegar na manha de segunda feira pelos meus calculos .O C295 que foi dito estar rumando para lá ,pousou em POA.F-49 tbm está se deslocando ,mas está longe ainda…Pelo visto ,a Argentina só pediu reforço depois desta declaração de situação de resgate .

Um Marujo
Visitante
Um Marujo

Visualizei agora a pouco pelo Marine Traffic próximo a Mar del Plata o SB-15 Tango, o ARA Austral e o ARA Puerto Deseado juntos provavelmente indo ajudar nas buscas.

bill
Visitante
bill

O navio polar maximano ja esta no local

bill
Visitante
bill

SB 15 tango tbm esta a caminho

Ozawa
Visitante
Ozawa

O porta voz da Armada Argentina já descartou a deriva em superfície após vasculharem a possível área do sinistro. Agora se empenham nas buscas submarinas.

bill
Visitante
bill

PAra voce ver ,só estão levando os navios para vasculhar agora ,mais de 72 horas depois …dormiram no ponto nessa

BrunoFN
Visitante
BrunoFN

Carlos Alberto Soares
15 dias se levar em conta q o sub esteja funcionando , ou seja , dentro da sua autonomia e operação .. afinal tanto pra água quanto pro oxigênio e preciso ”filtrar” e isso exige processo químico e energia (ou n ? ) … se o sub ainda estivesse ”vivo” com minimo de energia .. acho q algum tipo de sinal ja teria sido detectado … pelo menos e o q acho

Ozawa
Visitante
Ozawa

A Marinha do Brasil enviou três navios para auxiliar nas bucas do submarino argentino ARA San Juan, que está desaparecido desde a última quarta-feira.

O Navio de Socorro Submarino Felinto Perry, a Fragata Rademaker e o Navio Polar Maximiniano foram os escolhidos pelo Comando da Marinha. 🇧🇷 🇦🇷 #buscaesalvamento #Brasil #Argentina

https://www.facebook.com/marinhaoficial/

Matheus Ugraita
Visitante
Matheus Ugraita

FAB 6550 pousou agora a pouco em POA https://www.flightradar24.com/P34/f921c7b

jagderband#44
Visitante
jagderband#44

Perry está na altura do vidigal a 5.8 nós. Lento não?

bill
Visitante
bill
camargoer
Visitante

Caros Colegas. Provavelmente existe um protocolo de ações que deve ser seguido. Provavelmente. Acho que seria prudente nos atermos ao que sabemos, evitando os comentários muio especulativos. Não vamos nos esquecer o quão danosa foi aquela notícia falsa republicada no G1. Percebam que os governos americano e inglês estão colaborando e foram bem vindos, ao contrário do que alguns disseram. A MB, a FAB e até as forças armadas do Chile também estão ajudando, colocando os seus recursos disponíveis. Não existem inimigos em situações como estas. Se houver necessidade, serão mobilizados mais recursos. Nosso colega Carlos mencionou também as dificuldades… Read more »

bill
Visitante
bill

Curioso a altitude do P3 da NAsa ,16 mil pes e uma velocidade de 230 kts…imaginei que esse tipo de resgate fosse feito a mais baixa velocidade e menos altura

Nunão
Visitante
Nunão

Jagderband44, não fique repetindo seus comentários em mais de uma matéria. Uma vez só basta. Já te respondi em outra que vc postou essa pergunta.

jagderband#44
Visitante
jagderband#44

Tem razão Nunao. Obrigado pelo toque.

GUPPY
Visitante
GUPPY

Alguém sabe informar se o P-8 da US Navy já está na área?

jagderband#44
Visitante
jagderband#44

Sim Guppy. Houve um relato no outro post. Inclusive com um link para rastreá-lo. Agora, as condições meteorológicas aqui no sul do Brasil estão bem instáveis e acredito que estejam piores em direção ao sul.

XO
Visitante
XO

Camargoer, existe procedimento para acompanhamento de navios, sub e aeronaves… deixar de comunicar-se, reportando sua posição em relação à derrota prevista, dispara ações específicas… é isso que certamente está sendo cumprido…

bill
Visitante
bill

O P8 não ..O que está na area é o P3 da NASA

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

BrunoFN 18 de novembro de 2017 at 19:42

Em linhas gerais concordo Bruno.

Desconhecia essa condição de filtragem de água para consumo, sempre deduzi que era para cozinha WC, banho e limpreza.

No caso de O2 os máquinários são para …. filtragem (?) outros (?)
ou há tanquagem de O2 comprimido ?

________________________________

Marinheiros do Blog, contatem um colega Subminaristas e o direcione para cá, poderá muito contribuir com mais informações, obrigado.

colombelli
Visitante
colombelli

Carlos e Bruno, a questão é o oxigênio em si. Há sistema de filtragem de emergência independente de estar funcionando o motor? Se foram atingidas as baterias e se existe o sistema de emergência, este funciona? caso positivo por quanto tempo? quanto de oxigênio teria armazenado? Isso tudo na hipótese de não ter ocorrido algo castastrófico ou de não terem sido comprometidos sistemas emergenciais.

Penso que 12 horas depois de perdido contato ja deveriam ter começado buscas aéreas. Com todo este tempo perspectivas se tornam pouco promissoras

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Velocidade máxima do Felinto Perry é pouco mais de 14 Knots,
NÃO creio que irão em VM, vai que “num guenta”.