Home Acidentes Navais ARA San Juan: mensagem do pai de um tripulante

ARA San Juan: mensagem do pai de um tripulante

2963
25

25
Deixe um comentário

avatar
24 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
17 Comment authors
AlexFernando "Nunão" De MartiniFrancisco Assis de FreitasCronauerGuizmo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Ozawa
Visitante
Ozawa

Uma coisa eu penso nessas horas: a perda dos pais para as crianças. Perder os pais na idade adulta é cruel, sabemos, mas é natural. Na idade infanto-juvenil é bem próximo do fim do mundo. O pai na imagem de uma criança na idade mais precoce chega a ter atributos divinos. O que significa perder quase um semideus? Penso em dois homens no Brasil, em uma época em que a consciência humana não era tão hedonista e egoísta, que se importaram com isso em relação aos órfãos dos militares da Guerra do Paraguai. D. Pedro II e seu Ministro da… Read more »

Burgos
Visitante
Burgos

😞

Audax
Visitante
Audax

“Na idade infanto-juvenil é bem próximo do fim do mundo.”

Pode ter certeza disso Ozawa. Perdi o meu com nove. Se segui a carreira na aviação foi por influência total dele. Fico me imaginando chegando de um voo e conversando com ele sobre coisas técnicas ou do dia a dia. Tive que aprender tudo na marra. Agora a inversão é terrível. Perder um filho não é próximo do fim. É o fim propriamente dito. Que Deus nos livre dessa tragédia e conforte aqueles que foram acometidos por ela. Sds.

Soldat
Visitante
Soldat

Linda mensagem…

luiz antonio
Visitante
luiz antonio

Quem é pai pode ter uma idéia do que este senhor esta sentindo. Espero que essa mensagem sensibilize de verdade o povo argentino e porque não a nós, brasileiros, que não valorizamos nosso país e aceitamos qualquer coisa para nossa satisfação pessoal sem avaliar se o nosso bem não provoca o mal para nosso país. Hoje no Brasil, ser nacionalista é como um bandido, é retrogado, é brega. Amar seu país, hastear a bandeira do Brasil na sua janela só é permitido quando a Seleção Brasileira vai jogar, fora disso é tachado como tolo. Muitos criticam os norte-americanos por serem… Read more »

Nonato
Visitante
Nonato

Bonita a mensagem.
Não sei se eles “escolheram” esse fim.
Mas destaca que militar é profissão de risco.
Há uma comoção, há um luto que importante ser vivido.
Houve uma tragédia e é importante que não se repita.
Mas não concordo com as famílias dizerem que foram mortos…
Houve um incidente/acidente militar.
Esse militar tentou mostrar o lado bom, da glória.
Independente de ser bom ou ruim morrer em serviço faz parte do risco da carreira…

Nonato
Visitante
Nonato

Sobre órfãos, etc.
Lembro que em 2003, no acidente de Alcântara, o então presidente fez um discurso e disse que tinha dado ordem aos ministros que providenciassem educação e uma boa pensão para os filhos dos técnicos mortos.
O mesmo presidente que, à época, desmontava a previdência dos servidores públicos.
No geral queria tirar a sobrevivência dos filhos de servidores falecidos.
Mas no caso concreto, dizia estar mandando dar sobrevivência a filhos de técnicos que de certo modo já tinham esse direito e o então presidente estava tirando, mas dizia estar dando como um favor do soberano a seus vassalos…

Miguel
Visitante
Miguel

Triste para um pai de um país subdesenvolvido perder o filho assim, numa lata velha que as Potências vendem para o resto do Mundo. Protegendo contra que e quem. Contra as Potências que quando querem estes barcos velhos não oferecem a menor resistência. Este mesmo oficialato Militar incompetente e bons de Garfo que um dia mandou milhares de jovens para as Malvinas morrer de frio. Os 1500 marinheiros mortos no General Belgrano outra lata velha da segunda guerra usado nas malvinas. Realmente acidentes acontecem, mas não tem patriotismo nenhum que me faça achar que a morte de um filho foi… Read more »

MO
Membro

Ow Miguel, acho que seus conceitos de “Lata Velha” e núumeros estão errados … 1500 no Belgrano, onde que vc tirou isto, entra as “latas velhas” … amigão, ok no conceirto em alguma coisa, mas sei la melhor revisar suas infos …

Miguel
Visitante
Miguel

Retificando Cruzador General Belgrano afundado em 1982 na Guerra das Malvinas 323 mortos

JT8D
Visitante
JT8D

Miguel 25 de novembro de 2017 at 23:44
Quando o TR-1700 foi vendido pelos alemães era um submarino moderno, não uma lata velha. Esse discurso de indignação contra tudo e contra todos é muito fácil. Militares por vocação consideram que estão servindo seu pais mesmo em tempo de paz. Ninguém é obrigado a concordar, mas eles merecem pelo menos respeito

Carlos alberto soares
Visitante
Carlos alberto soares

Roger
Visitante
Roger

Carlos alberto soares 26 de novembro de 2017 at 3:22 Assisti ao 1º filme (Das Boot de 1981), que até hoje é reconhecido mundialmente como a melhor e mais realista estória de submarinos (da 2ª guerra já realizado). Conta a triste sina da tripulação do U-96, que depois de uma trágica missão em que o submarino sofre um ataque fulminante, que causa tamanho estragos, que culmina no alagamento da casa de máquinas, e depois do trabalho heroico de um dos tripulantes (que morreu afogado abrindo uma das válvulas para drenar a agua), ao conseguirem emergir depois dos reparos, retornaram ao… Read more »

Antonio M
Visitante
Antonio M

Como se as “Potências” obrigassem a comprar “latas velhas”. De fato não permitiam a compra de qualquer material para evitar desiquilíbrio de forças no continente mas, se vendeseem por atacado, seriam acusados de fomentar a guerra entre vizinhos e irmãos . E se o General Belgrano era tão lata velha e insignificante por que os ingleses se preocuparam em tirá-lo de combate? É o que dá usar idologia ao invés do cérebro. E que a paz esteja com os tripulantes e suas famílias.

Audax
Visitante
Audax

Imagine o Almirante Dönitz na guerra que perdeu os dois filhos em submarinos. Que desgraça!

Guizmo
Visitante
Guizmo

Linda mensagem. Acho um desrespeito ficar chamando de lata-velha as embarcações. Mesmo que sejam naves antigas e mal-conservadas (e não afirmo aqui que este seja o caso), deve-se prestar respeito pois é, ou era, o meio de trabalho daqueles que ali pereceram. Não nos esqueçamos que embarcações “estado da arte”, de países como EUA, Russia e França, também sofreram acidentes no passado. A escolha da nobre carreira militar é para muito poucos, não foi para mim. Portanto, limito-me a ler, aprender e procurar respeitar os meios que cada país tem condição financeira de obter, e não ficar choramingando sobre o… Read more »

Cronauer
Visitante
Cronauer

Miguel 25 de novembro de 2017 at 23:44 “Quando o TR-1700 foi vendido pelos alemães era um submarino moderno, não uma lata velha.” . Entendi perfeitamente o que você quis dizer Miguel! Quem transforma qualquer meio, força militar, instituição ou mesmo um país inteiro em uma “lata velha” são os irresponsáveis que não prestam para qualquer administração, só prometem, sem compromisso com a realidade. Também tem parte nisso qualquer povo que não sabe quais valores apoiar, lutar e embarca ingenuamente em qualquer discurso e ideologia nefasta populista achando estar em bom rumo. Sem citar aqueles que se calam mesmo sendo… Read more »

Cronauer
Visitante
Cronauer

Antes da suposta falta de respeito para com as coisas inanimadas (materiais) há de se aprender em primeiro lugar o respeito às pessoas dignas. Às pessoas DIGNAS! . O termo “lata-velha” veio da própria Argentina, da parte de pessoas (indignadas) que estão aventando que o ARA San Juan sofreu uma manutenção fora dos padrões certificados pelo fabricante. . Se isto vier mesmo a ser seriamente investigado – o que duvido muito, posto, inclusive, o já sabido corporativismo humano! – e vier (viesse) a ser comprovado – for verdade –, trata-se de um fato muito grave, infinitamente maior do que mera… Read more »

JT8D
Visitante
JT8D

Cronauer 26 de novembro de 2017 at 10:42
De boas intenções e de indiganação o inferno está cheio. É muito mimimi

Francisco Assis de Freitas
Visitante
Francisco Assis de Freitas

Luiz Antonio, sua mensagem é muito valiosa porque fala de nacionalismo. Talvez esse termo nem seja tão importante na nossa vida. Eu mesmo me considero um cidadão do mundo, sem a intenção de querer ser melhor do que um miserável haitiano. Para esse país enviamos soldados, mas não alimentos e remédios. Os erros no Brasil são inumeráveis. Alguns intoleráveis. Veja o caso do Almirante Othon Pinheiro. Um nacionalista, atingido por uma Polícia, um Ministério Público e um Judiciário que, nem sequer, sabem a origem da denúncia. Muitas vezes a inteligência ou o malefício estrangeiro está dentro do Brasil, mas não… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Noble Member

” Eu mesmo me considero um cidadão do mundo, sem a intenção de querer ser melhor do que um miserável haitiano. Para esse país enviamos soldados, mas não alimentos e remédios.”

Francisco,
Sem querer antagonizar seus argumentos principais, pois a opinião é livre, mas apenas no intuito de evitar desinformação:

http://www.defesa.gov.br/noticias/26754-brasil-envia-medicamentos-vacinas-e-donativos-ao-haiti

http://www.brasil.gov.br/saude/2011/08/brasil-envia-30-ambulancias-e-360-toneladas-de-medicamentos-ao-haiti

http://www.aids.gov.br/es/node/59479

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2010/10/brasil-envia-ao-haiti-medicamentos-para-combate-ao-colera.html

Alex
Visitante
Alex

Escritor e especialista em submarinos diz que o ARA San Juan era um dos melhores submarinos do mundo.
https://www.pagina12.com.ar/78493-uno-de-los-mejores-submarinos-del-mundo

Burgos
Visitante
Burgos

Só para os curiosos: Pra quem não sabe os IKLs e os TRs são considerados pelos os EUA como “Buraco Negro no Fundo do Mar” traduzido por nos para o português, para quem não sabem esses Subs são de difícil detecção até pelo mais moderno Sub Nuclear Norte Americano. Tanto é que foi ventilado pelo Governo dos EUA a voltar frabicar Subs diesel elétrico novamente por causa de sua baixíssima assinatura acústica. Aí vem um leigo dizer que um TR e um IKL é Lata velha?! Os nossos IKLs em exercícios também para quenao não sabe fez a “Lenha”, conseguindo… Read more »

luiz antonio
Visitante
luiz antonio

Francisco Assis de Freitas 26 de novembro de 2017 at 11:39 Prezado Francisco Claro que o nacionalismo não resolve, mesmo porque, é resultado e não causa. Tudo começa com educação “dentro de casa”. Em casa a educação. Na escola o conhecimento. Na vida, a pratica dos valores adquiridos. O caso do Almirante Othon e porque não outros casos não conhecidos acontecem, porque o fator humano esta sempre presente e são excessões. Quais são as excessões por exemplo, quanto à honestidade e probidade dos nossos administradores públicos? Não estou falando de nenhum partido político, pois entendo que quaisquer que sejam eles… Read more »

Cronauer
Visitante
Cronauer

JT8D 26 de novembro de 2017 at 10:54 “Cronauer 26 de novembro de 2017 at 10:42 De boas intenções e de indiganação o inferno está cheio. É muito mimimi” . Não entendi a mensagem do colega. . Posso, no entanto, já que você citou o inferno, em não se tratando de mais um discurso meramente retórico, deduzir que você creia no lado oposto. Ou o colega só crê no inferno? Nunca cito, usando como premissa, aquilo em que eu não creio, incluindo o seu antagônico. . Quem crê, sabe que aquele que é Justo e Bom, não permitirá jamais que… Read more »