Home Marinhas de Guerra Uruguai abre negociações por corvetas usadas italianas

Uruguai abre negociações por corvetas usadas italianas

13218
109
ITS Sfinge F554
ITS Sfinge F554

Por Roberto Lopes
Especial para o Poder Naval

Navios e aeronaves de 2ª mão, baratas ou, simplesmente, doadas.

Esse é o nível do material que a Armada da República Oriental do Uruguai está negociando para recompor um mínimo de capacidade operacional, tanto nas operações essencialmente militares como nas missões de busca e salvamento.

De acordo com o correspondente do portal Infodefensa.com em Montevidéu, Gabriel Porfilio, os chefes navais uruguaios têm negociaciones iniciadas con Italia para la transferencia de dos corbetas de la classe Minerva.

Poder Naval apurou que os navios seriam a Sfinge (F554), operativa desde fevereireo de 1988, e a Fenice (F557), comissionada pela Marina Militare em setembro de 1990. Ambas foram desmobilizadas a 29 de maio do ano passado.

Trata-se de navios de 87 m de comprimento, 10,5 m de boca máxima e 1.285 toneladas de deslocamento a plena carga – mas que se encontram mais leves em função da retirada de alguns dos seus equipamentos como, por exemplo, o sistema de defesa antiaérea Alenia Aspide.

O que resta de armamento aos navios é um canhão OTO Melara Compatto, de 76 mm na proa, dois lançadores triplos de torpedos de 324 mm distribuídos pelos dois bordos e metralhadoras pesadas. Quatro barcos desse tipo já foram transferidos à Guarda Costeira de Bangladesh.

Em 2015 os Minerva foram oferecidos à Marinha do Brasil, e até inspecionados por oficiais brasileiros.

ITS Fenice F557
ITS Fenice F557 vista pela popa, ainda com o sistema antiaéreo Aspide

A principal desvantagem desses patrulheiros é a falta de um deck para operações aéreas à ré. Isso, contudo, não constitui problema importante para a Marinha uruguaia, que, na atualidade, possui apenas um aparelho de asas rotativas apto a ser embarcado: um Esquilo cedido, há vários anos, pelo governo do Brasil.

As tratativas pelos Classe Minerva avançam com lentidão por causa das severas restrições orçamentárias nas Forças Armadas uruguaias.

A expectativa em Montevidéu é de que os navios possam chegar ao estuário do Rio da Prata por, no máximo, alguma coisa em torno dos 40 milhões de dólares – a metade do preço de um patrulheiro oceânico novo, oferecido pela companhia alemã Lürssen.

Fragata Uruguay (ROU 1)
Fragata Uruguay (ROU 1), classe João Belo, procedente de Portugal

Salvamento – Os uruguaios precisariam dar baixa em sua única fragata da classe João Belo, e também nos dois caça-minas de origem alemã (oriental), hoje usados como navios de salvamento.

As três unidades estão tão desgastadas que sua operação tornou-se antieconômica.

O governo uruguaio negocia a compra de dois pequenos barcos da Deutsche Gesellschaft zur Rettung Schiffbrüchiger –DGzRS, o serviço civil de busca e salvamento que monitora o tráfego naval nas águas jurisdicionais alemãs no Mar do Norte e no Mar Báltico, além de faixa marítima da Zona Econômica Exclusiva.

A Aviação Naval uruguaia receberá, até o fim do ano, três monomotores de reconhecimento O-2A Skymaster, doados pela Armada Chilena (aeronaves que, no passado, pertenceram à USAF), além de dois helicópteros Agusta Bell 412, selecionados entre as aeronaves da Guarda Costeira da Itália, e dois turboélices T-34C Mentor, dos estoques da Marinha do Equador, que vão reforçar a instrução básica dos aviadores navais uruguaios.

newest oldest most voted
Notify of
FERNANDO
Visitante
FERNANDO

kkkkkkkkkkkkkk
pra queeee
comprem as tamandaréeeeeeeeeeess

Renato
Visitante
Renato

QUE draga… mas ainda chegaremos lá, junto com os uruguaios. Kkkk

Thom
Visitante
Thom

Não vamos não Renato.
É um bom navio para armada uruguaia.

Rennany Gomes
Visitante
Rennany Gomes

Cada um com a sua realidade, para a Armada Uruguaia está de bom tamanho.

Esteves
Visitante
Esteves

Tem um cara lã na rua gritando: – monha, mooonnha. Pensei: Ué, será que liberou? Fui ver. Era o vendedor de pamonha. Lembrei que o Mujica ia plantar maconha nas bases militares do Uruguai. Por falta do que fazer nelas e com elas. Não sei se plantou. Nem se deu resultado. Sério. Lá na frente quando os conflitos pelo petróleo e pelo gás acabarem com o Oriente Médio, as disputas serão estabelecidas nos Polos. A Rússia fincou pé no Ártico e abriu conflito com os vizinhos. Vide mapa. Na Antártica ainda não tem dono. Mas há interesses. O Norte é… Read more »

Luiz Monteiro
Visitante
Luiz Monteiro

Prezado Esteves,

A MB além de doar o Esquilo biturbina, há poucos meses devolveu o helicóptero após realizar manutenção geral, integralmente paga pelo Brasil, inclusive o transporte da aeronave vindo e voltando para o Uruguai.

O EB vai pagar para doar 24 tanques M41C para o Uruguai, pois, além de doar, o Brasil tem que pagar a revisão, o transporte (entrega) e o treinamento dos uruguaios.

Fazer mais do que isso, não dá. Ainda mais em período de crise.

Grande abraço

Andre
Visitante
Andre

Kkkkk já podemos pega o Uruguai de volta já que estamos pagando tudo

Alejandro Perez
Visitante
Alejandro Perez

Luiz Monteiro…sobre a doação do Esquilo, sería interesante que vc comentasse como foi a “revisão geral” feita pela MB e investigasse o motivo pelo qual o Uruguai teve que enviar a aeronave diretamente pra Eurocopter.

Depois…vc sabia que alguns aviadores navais brasileiros se formaram na Escola de Aviação Naval Uruguaia? E que estes cursos são caríssimos?

Bravox
Visitante
Bravox

Uruguai? onde existe tal pais?
Cisplatina é o nome desse estado !

Alejandro Perez
Visitante
Alejandro Perez

Se não tivessem sido DERROTADOS no Passo do Rosário pela cavalaría uruguaia podería até ser….mas não. Por sorte se tornou um pais independente e décadas mais desenvolvido socialmente que o Brasil.
Siga participando…

PEDRO FPS
Visitante
PEDRO FPS

Quanto a Antártica, de uma olhada nos mapas de origem australiana…

Paulo Maffi
Visitante
Paulo Maffi

Cara… Nada de mais nisso! Fazemos – em menor escala, claro – o que os EUA faz no âmbito do FMS e, assim, fortalecemos os laços com nações amigas. Isso também é projeção de poder, mais ‘soft’, mas é! Penso até que as Inhaúmas, na medida em que forem descomissionadas, possam ser doadas para outra marinhas amigas, incluindo o Uruguai.

Vovozao
Visitante
Vovozao

Não falem besteiras, vejamos todos os tanques que o Uruguai possui foram doados pelo Brasil, o helicóptero que a armada possui ( esquilo) foi doação Brasileira, da mesma maneira que doa para o Paraguai (2 tucanos) não a ave, e, os aviões.

FERNANDO
Visitante
FERNANDO

srsrrs, está foi boa.
Não a ave………… os aviões…..
rimouuuuuuuu

Alejandro Perez
Visitante
Alejandro Perez

Negativo….Investigue mais.

Neto
Visitante
Neto

Sério????!!!???

Theo Gatos
Visitante
Theo Gatos

Será que para o que eles precisam não seria melhor algo mais parecido com um Classe Macaé? Patrulha e salvamento… Pode ter a operação mais barata, mesmo sabendo que um novo custou em 2009 cerca de R$ 50 milhões para o Brasil, além de servir por mais tempo…
.
Depende também do que mais de sensores e armamentos foi retirado do navio pelos italianos claro, tem coisas que o Classe Macaé não conseguiria fazer…
.
Sds

Alejandro Perez
Visitante
Alejandro Perez

Seria IDEAL pra patrulha costeira. Mas o Brasil NUNCA ofereceu.

Fabiano Martins
Visitante
Fabiano Martins

Quer dizer nunca deu de graça né rsrsrsrs.

Marcela Vieira
Visitante
Marcela Vieira

São navios com ênfase na guerra anti-submarino.

Foram construídas em 2 lotes, entre 1980 e 1990 e faziam 25 nós quando novas.

Robert Smith
Visitante
Robert Smith

Os melhores pilotos do Mundo são os Paraguaios E os Uruguaios …. que conseguem manter essas “doações…” voando!

Marujo
Visitante
Marujo

Os patrulheiros oceânicos Cassiopeia talvez fossem uma boa opção para a MB no nome da desincorporação.

Alejandro Perez
Visitante
Alejandro Perez

Marujo…os Cassiopea estao na mira da Armada Uruguaia, mas nao estao a dsposiçao.

Marujo
Visitante
Marujo

As unidades restantes da classe Minerva seriam interessantes para o Uruguai já que os Cassiopeia estão indisponiveis.

Alejandro Perez
Visitante
Alejandro Perez

Seria, sim.O problema é o preço que os Italianos querem por navios com tantos anos de uso….

Bardini
Visitante
Bardini

Pessoal do Uruguai deveria ter dado uma olhada nesses aqui, que deram baixa ontem.
Apenas 20 aninhos…
https://www.mindef.gov.sg/web/portal/mindef/news-and-events/latest-releases/article-detail/2018/july/19jul18_nr
.
Dos italianos, a MB deveria ficar de olho nos Classe Comandati, que vão começar a dar baixa no começo da próxima década com a chegada dos PPA.

Gustavo
Visitante
Gustavo

Não se esqueçam que o Uruguai tem menos de 3,5 milhões de habitantes. Pra eles é mais importante investir o pouco que tem nos caças que eles tentam comprar há anos… Se vierem essas corvetas, está perfeito para a realidade deles. Eu vi pessoalmente essa fragata ROU 1 quando visitei Punta Del leste, dois anos atrás, e a situação de longe é lastimável. rs
Uruguai precisa de Força Aérea decente e o básico do básico em uma marinha.

Gustavo
Visitante
Gustavo

Punta Del Este*

Parabellum
Visitante
Parabellum

Mais interessante seria estender as missões de patrulha e SAR até o Uruguai, em troca de alguma compensação. Nem que fosse víveres e combustível (incluída aí as missões do gelo).

Humberto
Visitante
Humberto

Cada pais com a sua responsabilidade, com certeza se o Uruguai necessitar de ajuda SAR, o Brasil pode e deve ajudar o nosso vizinho, mas melhor deixar cada um com a sua responsabilidade.
Por sinal, o Brasil vai doar (inclusive pagar o transporte) mais 15 M41 C (que serão revisado e postos em ação) além de outros 10 para canibalização de peças para o Uruguai. Acho que só falta o chancela do Senado.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

O Brasil não deve nada.
Mas já ajudou e com certeza ajudará.
O Uruguai é pequeno, mas, proporcionalmente, é menos pobre que o Brasil. Só que eles preferem investir em outras coisas em vez de investir nas Forças Armadas.
Eu pararia com isso de doar e ainda pagar a revisão e o transporte. Se eles arcassem com esses custos, ainda forçaria um pouco a barra para comprarem algo, nem que fosse meia dúzia de Guaranis.
Do jeito que está, o povo pobre do Brasil ajuda o povo menos pobre do Uruguai.

Frederico Boumann
Visitante
Frederico Boumann

Na verdade, o Uruguai não deveria existir, seria mais um estado brasileiro, só que infelizmente, faltou pulso do Imperador para ter sufocado a rebelião no nascedouro.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Na verdade, o Brasil não deveria ter invadido a Cisplatina, mas, caso o fizesse, deveria ter expulsado os “uruguaios”. Eles nem falavam/falam nossa língua, são muito mais parecidos com argentinos do que com brasileiros (mesmo os gaúchos).
Só para melhorar minha argumentação acima, o Uruguai tem um PIB maior que da Croácia e com uma população menor. Então ele não tem uma Defesa melhor porque não quer e a gente fica pagando as contas deles.

Alejandro Perez
Visitante
Alejandro Perez

Frederico, não faltou pulso ao Império, mas sim tropas. O Império PERDEU militarmente em Rincón, Sarandi e Ituzaingó ( Passo do Rosário). Depois veio a mediação inglesa e o Brasil aceitou caladinho. Assim é a História…aceite que dói menos.

ODST
Visitante
ODST

A Cisplatina era uma herança [maldita] deixada pelos portugueses. O Brasil estava dividido sobre a questão, mas nunca tivemos um real interesse na região, pois ali já existia um povo com uma cultura própria, idioma próprio e que queria soberania e independência. O único motivo de o Brasil ter brigado pela Cisplatina era impedir que os argentinos exercessem controle sobre o estado, e só! O problema é que D. Pedro I era português, e queria a Cisplatina para si a todo o custo, mas de resto, poucos brasileiros realmente se importavam se teríamos controle ou não, contanto que não ficasse… Read more »

Fernando
Visitante
Fernando

Melhor nem falar rapaz, porque a história de robo do Brasil no passado é lamentável..

Alejandro Perez
Visitante
Alejandro Perez

ODST

Quem tinha real interesse era Carlota Joaquina e a elite de Montevidéu, inimiga de Artigas. Desaparecido Artigas, o Império nao conseguiu manter essa conquista militar. E a Rainha da Inglaterra mandou Lord Ponsomby pro RJ e o Brasil aceitou a perda caladinho, como nao podia ser diferente.

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Considerando um parametro quantidade de navios por quilometro quadrado de regiao oceanica soberana, se eles conseguirem esses meios terao uma força relativa maior do que a brasileira.

Nunes-Neto
Visitante
Nunes-Neto

Parabellum, Vc já viu quantos meios têm o 5° distrito naval, o comando de patrulha naval do sul é o pior equipado de todos :Rebocador de alto-mar Tritão (R 21):Navio-patrulha Benevente (P 61), Navio-patrulha Babitonga, só isso parceiro, estender missão de patrulha até o Uruguai? Sei não, esses meios já eram para terem sido trocados por outros mais adequados a função , assim como ter tido o aumento de meios para patrulha, o Sul merecia ter ao menos 4 NAPA 500 e 1 patrulha oceânica de 2000 ton com hangar .

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Active Member

A capacidade do 5º DN de atender sua área SAR deverá melhorar bastante com a substituição do velho Tritão pelo NApOc Mearim.

Mas pra voltar a ter mais navios, como era o caso quando ainda era dotado de corvetas classe Imperial Marinheiro, só quando retomarem a construção de mais NPa 500.

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Nunes-Neto 20 de julho de 2018 at 18:02
Só isso de navios? Sério? Esses navios patrulhas para os portos de Itapoá, São Francisco do Sul, Navegantes, Itajaí, Imbituba (SC), Paranaguá, Antonima (PR) e Porto de Rio Grande e Porto de Porto Alegre (RS)?
3 navios (patrulha) para quase 20% do litoral brasileiro? para mais de 1200 km de litoral?
Caramba….é melhor deixar o Uruguai sem navios mesmo, pois corremos o risco de roubarem o sul do Brasil kkkkk

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Active Member

Se levar em conta a extensão da costa sob jurisdição do 5º DN, de fato 3 navios é pouco. O dobro disso seria recomendável – mesmo porque já chegou a ter cinco.

Porém, se for levar em conta a área SAR, o Salvamar Sul tem a menor área entre os distritos navais da costa sob sua responsabilidade:

https://www.marinha.mil.br/com5dn/areabr
Por esse ponto de vista, outros distritos são prioridade em número de navios.

Mas não há dúvidas de que precisaria de mais navios-patrulha tanto no 5º DN quanto nos demais.

Rodrigo LD
Visitante
Rodrigo LD

E estamos doando mais 25 unidades do blindado M-41, já concentrados em Santa Maria para entrega ao Exército Uruguaio. De doação em doação, vão se reequipando.

Eduardo von Tongel
Visitante
Eduardo von Tongel

Nada farão com esse carros de combate museu. Até porque vai grana para operar e manter. É só pra dizer que eles tem pois mal e mal farão algum treinamento. O Brasil já mal o faz…

Alejandro Perez
Visitante
Alejandro Perez

Podem ficar com eles!! Ainda dá tempo!!!

Luiz Monteiro
Visitante
Luiz Monteiro

Prezados,

Como excedentes, que poderiam ser doados ao Uruguai, vejo os tanques tanques M60, helicópteros Cougar da FAB e da MB e Tucanos, nesse momento.

Nos próximos anos, teremos FCN e CCI, caso eles queiram.

Grande abraço

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Prezado Luiz Monteiro,
Melhor vender como sucata do que gastar para doar para o Uruguai.
Cada um com seus problemas. Tanta coisa faltando por aqui e ainda ter que gastar para ajudá-los.

Alisson Mariano
Visitante
Alisson Mariano

A Marinha é o Exército não avaliam a possibilidade de modernização dos Cougars?

Saudações.

Mauricio R.
Visitante

Modernizar implica gastar dinheiro e esse item anda um tanto escasso no momento.
Deveríamos dispor desses helicópteros como os americanos fazem, atrelar a venda a preço simbólico das células ao upgrade a preços de mercado.

jandir
Visitante
jandir

cada país com seus problemas. Se a marinha for patrulhar lá é melhor eles voltarem a se chamar Cisplatina
nossa marinha mal dá para o Brasil e ainda tem que ficar tomando conta de Uruguai?
“ainn o uruguai é pequeno” xará, Israel é menor ainda e tem uma marinha mais moderna que a deles. se o Uruguai não consegue nem comprar navio um navio novo ou ter uma esquadra minimamente moderna (coisa que o Brasil tem mas sabemos que poderia ser muuuuuito melhor) é melhor se anexar a um país que tenha

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Active Member

“se o Uruguai não consegue nem comprar navio um navio novo ou ter uma esquadra minimamente moderna (coisa que o Brasil tem mas sabemos que poderia ser muuuuuito melhor) é melhor se anexar a um país que tenha”

Isso está virando um debate estranho.

A matéria diz justamente que o Uruguai está indo atrás de renovar seus navios.

Mas então, só porque um comentarista aventou uma hipótese (tirada sei lá de onde) do Brasil assumir o SAR que é responsabilidade do Uruguai, o debate já vira discussão sobre anexar outro país.

Menos, gente, menos. Melhor voltarem aos fatos.

Gustavo
Visitante
Gustavo

falou tudo…

Gilbert
Visitante
Gilbert

Eles optaram por serem independentes do Brasil, se isso não tivesse ocorrido hoje seriamos todos Hexa campeões no futebol além de fazerem parte de uma Marinha bem estruturada e terem pilotos voando de JAS-39E/F em um futuro próximo.

Gonçalo Jr.
Visitante
Gonçalo Jr.

Exato Nunão.

Muitos comentários, inclusive sobre futebol não trazem nada ao contesto e muito menos ao texto da matéria. São só achismos, opiniões totalmente desprovidas da realidade e sem fundamento algum.

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Que defesa naval fraca, isso chega a ser um peso morto na região, não faz bem para o Brasil e os interesses da América. Justamente por ter um litoral pequeno seria interessante comprar zero para usar pelos próximos 30 anos. Poderiam fazer parte de algum projeto juntamente com o Brasil para corvetas, não acho que isso seria uma ameaça e ajudaria a nossa indústria. Um país como o Uruguai deveria ter umas 2 fragatas de umas 5-6 mil toneladas (fremm italiana, por exemplo…já que a linha de montagem está operacional) e mais umas 4 corvetas de 1500 toneladas, além de… Read more »

_RR_
Visitante
_RR_

Ivan BC, Só a FREMM italiana vai aí mais de 1 bilhão de Euros… Com o equivalente a uma fragata dessas, os uruguaios renovariam todos os seus meios terrestres, aéreos e navais… Fazendo uma listinha “de cabeça” com o básico do básico… Para o Exército: uns 60 carros de combate usados de atual geração, 60 IFVs usados ( Marder, Bradley ) , uns 100 AFVs usados ( Piranha III, Stryker ), mais uns 8 helicópteros médios ( Black Hawk )… Para a Marinha: quatro OPVs de 2000 ton. full.; umas três aeronaves de vigilância naval ( CASA 235PN ou equivalente… Read more »

_RR_
Visitante
_RR_

Ivan BC, Como já disse outras vezes, e não custa repetir: não é vergonha nenhuma deixar de ter uma capacidade para reter outras e mesmo desenvolver alguma que se faça mais necessária… Na real, interessa muito aos uruguaios, no que tange a meios navais, substituir seus helicópteros dessa modalidade e adquirir vasos acima das 1000 ton. full. que possam ao menos mostrar bandeira em suas águas. A classe ‘Minerva’ lhes cai bem como substituta de seus atuais meios. E quanto as aeronaves navais, um punhado de ‘Lynx’ dados em baixa dos arsenais de Sua Majestade poderia ser de todo interessante,… Read more »

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Cada comentário absurdo. O Uruguai é um país soberano, tem povo próprio, cultura própria e tem ótima relação com o Brasil e com os brasileiros, além de ser um lindo país.
Ninguém vai anexar ninguém.

Eduardo von Tongel
Visitante
Eduardo von Tongel

assino embaixo!

Clóvis Henrique Arrué
Visitante
Clóvis Henrique Arrué

Até que enfim, um comentário sensato! Alguns comentários sobre o Uruguay foram realmente desrespeitosos… É um país irmão, um povo amigo. Acabo de passar uma semana em Montevideo e fomos (minha família e eu) muito bem tratados!

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

Depois da crise das papeleiras ,eles começaram a se armar recebem doações e compram também.

Samuca
Visitante
Samuca

Chegando nos 200 bilhões de déficit primário e nego falando em anexar Uruguai..pra que, pedir esmola junto? Já não temos problemas suficientes?

Nunes-Neto
Visitante
Nunes-Neto

Ivan , o Uruguay nâo teria dinheiro para manter 2 fragatas Fremm , 4 Corvetas e 2 submarinos. Talvéz 2 corvetas e uns 4 navios de patrulha , já seria um sonho!

Alejandro Perez
Visitante
Alejandro Perez

Nunes-Neto 20 de julho de 2018 at 21:50
Ivan , o Uruguay nâo teria dinheiro para manter 2 fragatas Fremm , 4 Corvetas e 2 submarinos. Talvéz 2 corvetas e uns 4 navios de patrulha , já seria um sonho!

Nem o Brasil pode atualmente…

João Carlos
Visitante
João Carlos

Boa… é isso mesmo, quem lê alguns comentarios acha que o Brasil pode… pode nada!
O Brasil está construindo isto ou aquilo… ha muitos anos e até agora… muito pouco pra esta potencia adormecida.
Vide Angra, ferrovias norte-sul, caças de 8a geracao (sim, para alguns os Gripen sao a oitava maravilha do mundo), submarinos nucleares… que ainda, depois de 30 anos, nao tem reator…

Glasquis7
Visitante

João Carlos, a sua eloquência é digna de admiração. Poucos como vc tem a humildade de reconhecer que nem tudo é maravilha no país do Rio Maravilha.

MarDany
Visitante
MarDany

Recebemos doações, repassamos doações

Luiz Monteiro
Visitante
Luiz Monteiro

Prezado Alejandro,

Uma boa opção de fragata para a Armada do Uruguai seriam as duas últimas fragatas da classe “Bremen”, a ‘Augsburg’ e a ‘Lubeck’.

A Alemanha também disponibilizará os helicópteros Lynx. Cinco desses helicópteros são do mesmo período do último lote entregue à MB. Estes helicópteros poderiam passar pela mesma modernização daqueles pertencentes à MB.

Navios patrulha, o Uruguai poderia buscar as River que a RN está disponibilizando.

Para helicópteros de transporte para sua marinha, os britânicos estão disponibilizando os Sea King Comando e os EUA, várias versões do Sea Hawk.

Grande abraço

Lucas Schmitt
Visitante

Muita coisa aí interessa até o Brasil rsrsrsrrs.

Nunes-Neto
Visitante
Nunes-Neto

Luiz Monteiro, as FCN não vão ser ” transformadas” em Navios de patrulha oceânicas?

Fogazzi
Visitante
Fogazzi

Deveriam tentar uma LUPO class.

sergio ribamar ferreira
Visitante

Concordo com o Srs. Rafael de Oliveira e Ivan BC. Doações? Estamos tentando investir nossa MB e outras Forças e ainda temos de doar meios? Os uruguaios deveriam comprar seus meios pois possuem dinheiro sim para isso. O Uruguai não se intitula a “suíça da América Latina”(ironia). Cada um no seu quadrado. quando recebemos algum meio, pagamos inclusive salvo ledo engano às atualizações, por que temos então de doar os nossos? Paguem para ter ou permaneçam sem. Simples. O atual governo uruguaio deu seu palpite acerca de questões políticas sobre nossa nação, Isto eu me lembro e bem. Abraços a… Read more »

Telemaco
Visitante
Telemaco

Deus do céu. A matéria fala sobre um possível negócio entre Uruguai e Itália. Se houver doação, será a Itália que doará.
Mas aí alguém mencionou que o Brasil também já doou ou doa alguma coisa para eles.
Pronto. Os comentários se desviam para essa observação e passam a descer o cacete no Uruguai. Como se eles estivessem se aproveitando da nossa suposta bondade ou ingenuidade. Aí uns já passam a pregar a anexação do Uruguai (?!). Jesus.

Mauricio R.
Visitante
sergio ribamar ferreira
Visitante

Sr. Telemaco. Concordo com o Sr. Mas por acaso já ouviu a história do “pires na mão’. Como bem citou o nobre Luiz Monteiro: doamos e continuamos doando blindados M41 C helicópteros etc. e não temos retorno por ser doações. No caso, por que o governo uruguaio não se tentou comprar algum meio em nosso país como Patrulheiros? Responderei, por que sustentamos com doações e isto deveria acabar. Concordo com o Sr. que a negociação será dada com a Itália, entretanto somos muito bonzinhos senão idiotas com nossos vizinhos. Pode ter certeza que o Uruguai não irá concretizar o negócio… Read more »

Alejandro Perez
Visitante
Alejandro Perez

sergio ribamar ferreira comentou: “Sr. Telemaco. Concordo com o Sr. Mas por acaso já ouviu a história do “pires na mão’. Como bem citou o nobre Luiz Monteiro: doamos e continuamos doando blindados M41 C helicópteros etc. e não temos retorno por ser doações. No caso, por que o governo uruguaio não se tentou comprar algum meio em nosso país como Patrulheiros? Responderei, por que sustentamos com doações e isto deveria acabar. Concordo com o Sr. que a negociação será dada com a Itália, entretanto somos muito bonzinhos senão idiotas com nossos vizinhos. Pode ter certeza que o Uruguai não… Read more »

Moriah
Visitante
Moriah

esses dois navios devem suprir as necessidades deles, um estado pequeno, população menor que do RS. só falta Força Aérea mesmo. lembrei que em Montevidéu, perto do Palácio Presidencial, tem uma praça com torres de um navio patrulha. mas observando o país (fui de carro), não consigo ver o estado uruguaio com uma defesa em nível maior.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

“Parabellum 20 de julho de 2018 at 16:52
Mais interessante seria estender as missões de patrulha e SAR até o Uruguai, em troca de alguma compensação. Nem que fosse víveres e combustível (incluída aí as missões do gelo).”

Boa idéia.

Mas para cá que venham do Uruguay:

Parmesões
Queijos de ovelha
Queijos temperados
Outros tipos de queijo
Carne (o gado deles e a pastagem são ótimas)
Alguns Vinhos
Etc….

https://www.google.com.br/search?q=economia+uruguai+2018&rlz=1C1GGRV_enBR751BR751&oq=eCONOMIA+uR&aqs=chrome.3.69i57j0l5.13943j0j7&sourceid=chrome&ie=UTF-8

ADRIANO LUCHIARI
Visitante
ADRIANO LUCHIARI

E cordeiros…deliciosos!

Léo Barreiro
Visitante
Léo Barreiro

Pessoal Sou da opinião de que doado é no estado é que venha retirar!! É assim com os americanos… E olha que eles fazem tudo a perder de vista! E se quiser ainda tem que fazer o upgrade ou a revitalização em empresa americana!! Agora na minha visão o Brasil devia fazer o msm! Cria o seu FMS, e a turma vai pagando em mil vezes!! O povo quando vai comprar uma casa tem que financiar em 360 meses, faz o msm pô!! Por que eu tenho que pagar essa conta? Conta que não é minha? Se os tanques estão… Read more »

Alejandro Perez
Visitante
Alejandro Perez

Vovozao 20 de julho de 2018 at 16:03 Não falem besteiras, vejamos todos os tanques que o Uruguai possui foram doados pelo Brasil, o helicóptero que a armada possui ( esquilo) foi doação Brasileira, da mesma maneira que doa para o Paraguai (2 tucanos) não a ave, e, os aviões.” Como se diz no Uruguai pra quem fala besteira: CERRÁ EL ORTO!!! O Uruguai não tem NENHUM blindado doado pelo Beasil. Os M 41 que supostamente serao doados ainda nao sairam de Santa Maria, e acredito que ninca saiam. M41…comprados da Bélgica. M24 ex US Army Tiran comprados de Israel.… Read more »

Andre
Visitante
Andre

Alguém tem ideia de quantos anos mais estas embarcações estarão disponíveis para uso? Uns 10 anos?

Off Topic: Só um palpite mas eu acredito que a FAU usará os A-37 do Peru quando estes estiverem desativados por lá.

Alejandro Perez
Visitante
Alejandro Perez

Tbm acho.

Jom
Visitante
Jom

Lamentável nós num país tão rico estar discutindo assunto limitado de visão rica. Até parece conseguiram nos manipular e nos tornar esses seres tão pequenos, nossos argumentos são todos na linha de pobreza, de valores. Ficamos aqui se precisar um mês só descuti do essa miséria, que nossos governantes nos fizeram.
Isso é lamentável pois prova que não temos senso de amadurecido pra mudar nosso futuro como nação. Pois somos nós mesmos que vamos escolher nossos futuros governantes.
Triste.

Kommander
Visitante

Mas é isso que os políticos, ricos e poderosos querem…um povo burro, asno que se preocupa com questões irrelevantes enquanto as que realmente importam são deixadas de lado, como se nós fizéssemos vista grossa.

Delfim
Visitante
Delfim

Até já sei pq a MB viu, e recusou, os patrulheiros italianos :
Estes tem um excessivo canhão de 76mm ! O bom é usar um de 30mm… patrulheiro é policial que tem que usar pistola…
Vem aqui pro Rio ver o armamento que o Perito que vos fala usa quando precisa. Um fz 5,56, uma pistola .40, um colete III-A. E uma .380 própria de terceira arma pra garantir.
.
E o Uruguay não precisa mais do que 3 OPVs bem armadas. Até podemos fazer. Não compramos a licença de fabrico da Classe Amazonas ?

Eduardo von Tongel
Visitante
Eduardo von Tongel

3 OPV + 1 corveta e algumas lanchas rápidas. Mas tá difícil por lá.

DOUGLAS TARGINOO
Visitante
DOUGLAS TARGINOO

Sendo o Uruguai, preferia ter uma marinha de lanchas rápidas com canhão de 20 ou 40 milímetros e nada mais! Barcos com no máximo 500 TN e novos. Apesar que pelo que vejo, tudo dela praticamente foi doação! Então pobres amigos, infelizmente é um país que depende do Brasil e Argentina para proteger eles!

Javier Bonilla
Visitante
Javier Bonilla

A respeito do Esquilo doado pelo Lula a Uruguai, há muitas irregularidades: 1)Veio com items detalhados nos papeis mais faltantes (as coberturas para protege-lo, por exemplo 2) Anos atrás foi enviado ao Brasil ,que iria pagar a manutençao e pagou, mas….foi declarado pelas vossas autoridades navais da época um gasto de quase 4 milhoes de dólares, ou seja bem maior ao que vale um Esquilo B3e + hoje! E ainda, apos ANOS, veio com items defeituosos que custou caro voltar a consertar localmente ou nas Argentina. Presente bem envenenado ,digno dos _______________ Em referênca aos M-41C, continuam no RS, e… Read more »

Javier Bonilla
Visitante
Javier Bonilla

A pergunta e quem faturou quase dois Esquilos no Brasil -que pagou-com a revisao do velho Esquilo doado a Uruguai….

Alejandro Perez
Visitante
Alejandro Perez

Esse assunto do Esquilo e dos M41 doados vai ter seu custo. E digo mais, deixou muito mal a imagem do Brasil nas FFAA uruguaias. Por que muita gente desconhece, mas o Uruguai sempre foi um bom cliente pro Brasil: Embraer, Marcopolo, Bernardini que o digam….mas, pensando pequeno se obtêm pequenos resultados. Quando o Uruguay volte a comprar equipamento militar novo,o Brasil dificilmente seja levado em conta.

João Adaime
Visitante
João Adaime

Não entendo as críticas generalizadas ao Brasil (pelas doações) e ao Uruguai (por aceitar). Assim como menosprezar o país por ser pequeno em território e população.
Daí a China aparece no Uruguai investindo em infraestrutura e no reaparelhamento das forças armadas, e já o pessoal daqui dirige seu fogo contra o nosso governo, que não faz nada, que deixa outros se apoderarem da região, que somos um anão diplomático, político e econômico. Dentro das nossas possibilidades, estamos fazendo nossa parte pela integração e segurança do Continente.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Active Member

Pois é. Discussão sem pé nem cabeça. E o pior de tudo é que o tema principal da matéria é uma eventual aquisição de navios desativados da Itália pelo Uruguai. Foi só um sujeito colocar Brasil no meio, outro dizer que o Uruguai deveria ser um estado brasileiro e essa baboseira toda que a discussão desandou, virou debate entre nacionalismos e quase ninguém comenta o assunto principal. Pior que há 9 anos uma discussão semelhante também não foi lá essas coisas, por causa da mesma mania. https://www.naval.com.br/blog/2009/04/03/marinha-do-uruguai-demonstra-interesse-nas-fragatas-f122-da-alemanha/ PS – alguém mais pra cima chegou a comentar que a fragata uruguaia… Read more »

Kommander
Visitante

Nunão, vendo a matéria anterior, percebi que o Brasil não mudou nada de 9 anos pra cá, o povo continua burro e ignorante, fala besteira antes de saber das coisas, mas principalmente, continua um povo esperançoso, ao menos o FX-2 já foi resolvido e os subs saíram do papel, junto com o Guarani que já é uma realidade, projetos estes que naquela época estavam só no papel.

Alejandro Perez
Visitante
Alejandro Perez

Prezado Fernando “Nunão”:

Como admirador da trilogia e do fantástico trabalho por vcs realizado, e visto que este site é respeitado no Uruguay como uma importante fonte de consulta, sería interessante que certos comentários vom conteúdos ofensivos contra outras forças ou países…

Desde o Uruguai, um abraço!

Marlon Moreno
Visitante
Marlon Moreno

“sería interessante que certos comentários vom conteúdos ofensivos contra outras forças ou países…” Incluindo os seus, também? Vou deixar uma coletâneao de comentários desreipetosos feitos por você: “o Brasil aceitou a perda caladinho, como nao podia ser diferente.” “Depois veio a mediação inglesa e o Brasil aceitou caladinho. Assim é a História…aceite que dói menos.” Não satisfeito, ainda tomou essa chamada do blog: COMENTÁRIO EDITADO. MANTENHA O RESPEITO, NÃO ESCREVA EM MAIÚSCULAS E NÃO ROTULE OS DEMAIS PARA NÃO SER ROTULADO. LEIA AS REGRAS DO BLOG.” E ainda vem querer cobrar dos editores moderação? Cara, na boa, se está insatisfeito,… Read more »

Agnelo
Visitante
Agnelo

Senhores O Uruguai é um país aliado, com quem temos boas relações. Não vejo muito sentido em mafrudisse “ nós vencemos o Império!”… só se batendo com a mão direita no peito dizendo isso, não esquecerem de bater a mão esquerda nas nádegas agradecendo ao mesmo Império por não pertencerem aos argentinos… Importantíssima a boa relação militar do Brasil com o Uruguai. Eles controlam a saída do Prata, Rio q interioriza em um Continente q metade somos nós…. Quem controla a foz, controla o Rio. Quem controla o Rio, pode controlar a terra de onde ele vem. O Uruguai depende… Read more »

João Adaime
Visitante
João Adaime

Prezado Alejandro, fico envergonhado pela forma com que alguns meus conterrâneos estão tratando o tema. Fique sabendo que a grande maioria dos brasileiros não pensa assim.
Abraço e que nossa rivalidade se dê apenas no futebol.

Aldo Ghisolfi
Visitante

BOA tarde…
SE um dia os comentadores que se julgam muito mais do que o Uruguai, tiverem o privilégio de visitar o país, certamente, por uma questão de coerência haverão de se retratarem das arrogâncias que postaram.
É um país extremamente seguro, com excelente serviço de saúde, culto, imensas possibilidades de investimentos financeiros, uma agro-pecuária invejável, excelente povo patriota, excelentes militares, profissionais patriotas… apenas um país pequeno com uma geopolítica despretenciosa, cmo tem de ser, que está na boca dos comentaristas que, seguramente, não sabem o que estão dizendo.
É um grande país, cuja imensa riqueza é a formação cultural!

Faiber cruz rocha
Visitante

O que podiam fazer era um acordo com os paises sul americanos e começar a construír no Brasil afinal o estaleiro rio grande situado na cidade de rio grande /rs esta abandonado …ressalto ainda,é o maior em construções oceânicas da América latina!! _______________
__________________

COMENTÁRIO EDITADO. NÃO ESCREVA EM MAIÚSCULAS E NÃO USE O ESPAÇO COMO PALANQUE. LEIA AS REGRAS DO BLOG.

https://www.naval.com.br/blog/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Delfim
Visitante
Delfim

A única ameaça seria uma Argentina expansionista, que historicamente considera o Uruguay e o Paraguay “províncias rebeldes”, herança de disputas que vêm do regime colonial no séc. XVIII.
Como atualmente a Argentina está desdentada, o Uruguay está seguro.

Daniele França
Visitante
Daniele França

Acho engraçado alguns comentários mesquinhos meio preconceituosos com relação ao país vizinho, ou se deve a desinformação ou meramente ignorância mesmo. Não existe país mais pacifico nas Américas como o Uruguai, e quando o mesmo entrou em guerra a história diz que não foi derrotado. Eu sou casada com um Uruguaio, oriundo de Montevidéu, tem dois diplomas y fala 4 idiomas, Inglês, Francês, Português e espanhol. Os dois primeiros aprendidos GRATUITAMENTE no currículo escolar o 3ero fluentemente pelos seus 30 anos de Brasil, e o 4to pelo pátria mãe. Um país tão pequeno que não incomoda militarmente a ninguém, mas… Read more »

sergio ribamar ferreira
Visitante

Alexandro Perez. por acaso o agredi com palavras ?Se não gostou da minha postagem, ótimo. Informo entretanto que meu ponto de vista permanece em detrimento daquilo que o Sr. pensa ou não, Reafirmo minhas posições pelo assunto. Tenha modos e respeito para ser respeitado. quando peço desculpas , peço na humildade de quem errou e não foi com o Sr.. permaneça então no seu quadrado enquanto ficarei no meu. Peço desculpas aos editores e demais comentaristas, mas não admito ser agredido por quem quer que seja.