segunda-feira, agosto 15, 2022

Saab Naval

LIVE: Fragatas Tamandaré – A construção ficou muito mais próxima a partir de hoje

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

O Canal Base Militar Vídeo Magazine viajou a Itajaí, Santa Catarina para participar da cerimônia de apresentação do módulo de certificação das fragatas Tamandaré no Estaleiro thyssenkrupp Brasil Sul.

Vejam como foi este evento e o que ele representa para o início da construção dos futuros navios de superfície da Marinha do Brasil.

Felipe Salles aproveitou a oportunidade para tirar uma série de dúvidas que estão na cabeça de todos os aficionados dos temas de Defesa brasileiros e estrangeiros.

- Advertisement -

57 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

57 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Gabriel ferraz

Se for rápido que nem o cronograma dos caças e dos submarinos estamos perdidos. Sou um sonhador e quem não é, queríamos muito umas FA de respeito e moderna. Mais infelizmente tudo no Brasil ou é desviado ,desperdiçado ou atrasado. E quando algo se concretiza ou é por meio de propinas ou depois de anos de atraso.

RPiletti

E quando concretizado, não é o que estava no projeto, geralmente fica aquém…

Paulo Brics

Meu amigo, o que está no projeto já é aquém.
4 lançadores de mísseis AN, 12 celulas vls, pacote eletrônico “mais em conta”.

Se entregarem menos que isto então teremos apenas um alvo oara desfiles.

737-800RJ

Dói concordar com você, mas é verdade. Ainda há a questão de como nossas escoltas estarão até a entrega das primeiras unidades…

Allan Lemos

O RU não estava prestes a aposentar algumas Type 23? Não sei se já o fizeram, poderia ser uma boa opção para preencher a lacuna.

Varg

Parece que as Type 23 terão muitos de seus equipamentos canibalizados para as futuras Type 26 e Type 31…

Jorge Knoll

Antes de 2035, não serão lançadas ao mar e comissinadas. Só teste de mar, vai levar quase um ano.
No Brasil, tudo é moroso, e os cortes no orçamento, justificam o grande atraso ma construçãi das Covertas ou Fratatinhas Tamandaré.

GFC_RJ

Aqui não tem mais orçamento.
A Engepron já tem o cash na mão, tanto para as Tamandaré quanto para o NaApAnt.
Pode até atrasar e, provavelmente, vai. Mas terão de arrumar outra desculpa, caso contrário, será puro caô.

Cristiano Salles (Taubaté-SP)

Acredito na integridade das nossas Forças Armadas, as 3 Forças…, como qualquer empresa têm o lado bom e lado ruim…, pessoas boas e ruins… Acho que fazem o que podem dentro de seus orçamentos… Claro que dá para deixar algumas das 3 Forças, bem enxutas de efetivos e com qualidade ainda, más não vêm ao caso…, uma hora eles tomam ação, mesmo a médio e longo prazo… O problema é a nossa cultura…, não adianta a gente reclamar dos políticos e judiciário…, está enraizado na cultura do brasileiro infelizmente…, têm que começar do zero, desde o jardim da infância, mudar… Read more »

Gabriel ferraz

Amigo não está enraizado na cultura do brasileiro não porém aqui nesse país o mal e as coisas erradas sempre irão prevalecer sobre o bem e o certo. Eu me lembro quando entrei no serviço público quando bem mais jovem ,sou de uma família de caráter e na época entrei super entusiasmado pra trabalhar em prol da população em geral e no final é só frustração e tristeza, não adianta você pensar correto e agir correto onde sempre terá uma instância superior que não vai agir do jeito correto. Qualquer pessoa que trabalha no serviço público de boa índole sempre… Read more »

João Adaime

Caro Gabriel
Faço minha tuas palavras.
Já trabalhei em empresa mista e fiz consultoria em órgão da administração direta.
É isso mesmo sem tirar nem por.
Abraço

josebaldo

Caráter prevalece sobre qualquer meio, caso contrário não tinha caráter. A maioria é boa e honesta, mas o bem não vende jornal, o bem é comum, o que vende jornal é o mal, é o errado. O Brasil é um país continente fantástico, gigante, com estruturas robustas e fortes que precisam cada vez mais serem fortalecidas em prol da prosperidade com ordem, tal qual diz em nossa bandeira e que a maioria ridiculariza. Liberdade, ordem e prosperidade, menos besteirol ideológico e mais formação técnica, menos mãos nos olhos lacrimejando e mais mãos na massa.

Eduardo

Concordo 100%. NO final o cara é “vencido pelo sistema” e acaba se tornando mais um vagabundo.

Allan Lemos

Acho que fazem o que podem dentro de seus orçamentos…

O orçamento das forças armadas brasileiras é parecido com o das forças armadas de Israel.

Agora, tire as suas conclusões sobre se o problema é mesmo o orçamento.

Pedro

Parei de ler em: “Fazem o que podem dentro de seus orçamentos…”

Não digo que a Stela Artois, Picanhas, Viagras e Bombas penianas deem para adquirir um material bélico de grande valor, mas, creio que eu ajudasse a manter a antiga aura de credibilidade e honestidade que as forças já possuíram.

Talvez, conseguíssemos comprar materiais bélicos de maior vultuosidade, com o fim das aposentadorias especiais, aumentos de soldos em plena pandemia e a famigerada exclusão da reforma da previdência, que só veio a evidenciar ainda mais as castas em nosso País.

PACRF

Prezado Cristiano, o problema é que nossas FAs não cumprem sua missão constitucional prevista no Artigo 142 da CF. Basta verificar o que está se passando na Amazônia brasileira, uma verdadeira terra de ninguém. Pior, é acompanhar a intensa politização a que seus membros estão sendo expostos no atual governo. Além de não cumprirem adequadamente sua missão constitucional, nossas FAs estão sendo envolvidas em um tema para o qual não há nenhuma previsão legal no arcabouço jurídico vigente: eleições.

marcus mendes

Só que em empresas privadas, quando ocorrem erros os culpados levam um sonoro pé nas nádegas..

Alex Barreto Cypriano

Sério que o comprimento no calado é de 99,6 e o comprimento total de 107,2? Tá estranho isso. Segue uma imagem pras infinitas discussões a respeito da classificação (se é trans ou cis) do bote Tamandaré:

meko.jpg

Alex,
Se estou acompanhando seu raciocinio, vc precisaria usar também o comprimento no calado da Meko 100 pra comparar, e não o total.

Jorge Augusto

Nunão, você poderia explicar o que quer dizer calado de projeto, calado, comprimento de projeto e etc?

Eu simplesmente não entendo nada de navios então não estou conseguindo entender os números.

Fernando "Nunão" De Martini

Jorge, estou na rua agora, só dá pra escrever reapostas rápidas. Se o Alex não responder antes, mais tarde eu te respondo.

Esteves

Navio.

A3468514-70EC-42B4-83D0-1B0B6CCB175E.png
Esteves

Calado.

1F02AE34-3EB0-4ACB-AE83-F2E3969BB329.png
Alex Barreto Cypriano

Jorge, calado corresponde à seção do navio submersa que vai da quilha até a linha d’água, como nas ilustrações que mestre Esteves partilhou. Acontece que pra cada deslocamento existe um calado correspondente: assim, pro deslocamento padrão, há um calado (a ‘altura’ ou ‘profundidade’ da seção do navio que está submersa), pro deslocamento pleno, outro. Quando se falou em comprimento do calado (de projeto, mas não sei a qual deslocamento se refere) entendi como o comprimento da linha d’água (waterline lenght), que é o mais comum na literatura. Já o comprimento de projeto entendo como sendo o comprimento total (lenght overall)… Read more »

Voltando agora ao assunto, eu sinceramente desconheço o termo “comprimento no ou do calado”. Conheço comprimento total, comprimento entre perpendiculares e comprimento na linha d’água (o qual varia conforme o deslocamento seja leve, padrão ou plena carga) e tem também o comprimento na quilha. Mas comprimento do calado, assim como boca do calado, desconheço.

Rommel Santos

Prezado Nunão: entendo que “comprimento no calado” e “comprimento na linha d´água” são sinonimos; no caso essa dimensão é referida ao calado medido na condição em que o navio se encontra com deslocamento nominal. A razão do emprego da expressão “comprimento do calado” é decorrente dos termos usuais na industria alemã.

Fernando "Nunão" De Martini

Rommel, também acredito que seja isso.

Alex Barreto Cypriano

Mestre Nunão, não sei qual é o comprimento do calado da MeKo A-100 (light frigate, que parece o modelo mais próximo da nossa Tamandaré). Apenas achei estranho tanta projeção (7,6 m) além do comprimento do calado; será que leva em conta a projeção do bulbo de proa? 😉

Não sei Alex, mas pelo que já vi de desenhos, o extremo do bulbo não vai além da extremidade da proa. Mas tem desenho e maquete com m bulbo grande e um bulbo pequeno… estou considerando que o bulbo grande é de desenhos mais recentes, como os apresentados no evento. O espelho de popa ligeiramente inclinado deve fazer a extremidade da popa se projetar um metro e meio ou dois em relação à popa na linha d’água, sobrando assim uns 6 metros para a projeção da proa em relação ao eventual comprimento na quilha (ou metade disso em relação ao… Read more »

Alex Barreto Cypriano

Curioso este “comprimento no calado”, né? Mais curioso ainda é esse bulbo que apareceu durante a pandemia de CoViD-19: será efeito colateral da vacina ou sequela da doença? As FFG Constellation class, que têm o dobro do deslocamento das corvatas Tatá, não têm bulbo. Ao menos, ainda… 😀

Bulbou.
Tipo sextou.

Rommel Santos

Caro Alex, o bulbo, como vc certamente sabe, é uma solução para reduzir o arrasto hidrodinâmico nos trajetos em que o navio esteja navegando em cruzeiro (no caso das MEKOS mencionadas a uma velocidade constante de 14 knots). Em navios de combate, nos quais manobras rápidas de mudança de direção são exigidas (por exemplo para tentar se defender de torpedos ) o bulbo pode ser um estorvo pois o arrasto lateral oriundo da sua extensão em contato com a água, produz um momento às vezes excessivo, prejudicando as manobras de combate. Creio que quando a Tamandaré passou a aparecer com… Read more »

Alex Barreto Cypriano

Grato pelas informações, Rommel.

Leonardo Guerreiro

Os goelas abertas dos militares, mamam 90% do orçamento militar, não sobra nada para investimentos, custeio, manutenção.
É muita parasitagem desses herois de guerra em tempo de paz

109F-4

O logo da Marinha mudou de novo? Parece o tridente de Poseidon. No canto superior esquerdo da imagem de abertura.

Alexandre Galante

Aquele logo é do Canal Base Militar Vídeo Magazine.

Bardini

O Salles faz um trabalho gigante, dentro do tema.
Uma pena não chamar tanta atenção das massas, quanto pessoas sórdidas como o youtuber da bomba atômica, que criou um sem fim de baboseiras conspiratórias para ganhar notoriedade e se lançar novamente na política.

Last edited 1 mês atrás by Bardini
Fernando "Nunão" De Martini

Sim, tirou leite de pedra de uma cerimônia de meia hora em que a imprensa não foi autorizada nem a chegar perto da seção de qualificação.

GFC_RJ

Sou “ouvinte” assíduo. Já comprei muito livro sob indicação dele. Digo do Salles, claro.
Esse outro aí, bem… deixa pra lá.

Jorge Augusto

Então o “véio da bomba” é conhecido nacionalmente? Achava que só o Caiafa não ia com a cara dele.

Carvalho2008

São apenas visões diferentes….um rio tem muitas correntes ou correntezas…

Enzo Magno Donato Vernille

Ou os milhares de canais clickbait que tem no YT
Que usam voz robótica e falam coisas muito absurdas do tipo
Comprar um cruzador classe Slava que nunca saiu do atracadouro

Sr. Wilson

Dúvida… O casco é essa “folhinha” mesmo de aço nesse nosso navio e nos demais de outros países? Não existe uma maior robustez com duplicidade? É sempre assim? Só com uma chapa e as anteparas? Se uma mera lancha de fibra acertar essa chapa ela afunda uma fragata.

Fernando "Nunão" De Martini

A chapa é dessa espessura mesmo, Wilson, em tudo quanto é navio de guerra similar por aí. Em geral menos de 1cm de espessura. A mera lancha de fibra, a não ser que tenha explosivos, provavelmente vai se arrebentar chocando-se com o casco mas sem perfurar a chapa, por conta da robustez estrutural dada pelo tamanho considerável das cavernas (estruturas transversais) e do distanciamento pequeno entre as estruturas longitudinais. Provavelmente vai amassar, mas é provável que não vá quebrar. E se quebrar bem junto à linha d’água, o que pode ser possível dependendo da velocidade e tamanho da tal lancha,… Read more »

Luis H

alguns navios voltaram a usar blindagem como os arleigh burke americanos e pelo menos uma classe inglesa usa a couraça de tanque chobham para reforçar o casco.

Fernando "Nunão" De Martini

Luis H,
Estou falando de coisa diferente, respondendo sobre espessura de chapa do casco, não de blindagem.

Blindagem (que pode ser somente chapas mais grossas em certas áreas ou placas de materiais diferentes acrescentadas) pode ser eventualmente adicionada em partes específicas, dependendo do navio, mas a chapa do casco continua a mesma, dentro da espessura estabelecida em cada projeto para cada parte do navio.

Luis H

correto, apenas fiz uma observação complementando sua resposta

Sr. Wilson

Perfeito pessoal, informativo! Grato! Ai se toda resposta fosse nesse sentido, sem viés ou ideologias

Gabriel

Já que novamente o foco dos comentários não tem haver diretamente com a informação, fica minha consideração. Os políticos, Agentes Públicos, Serviços Públicos, Forças Armadas, Poder Legislativo, Executivo, Judiciário, etc etc etc são reflexos da cultura e costumes dos brasileiros. Nada melhor, mas nada pior. O que acho interessante é que, em sua grande maioria, os mesmos críticos são os que reproduzem essa mesma cultura dentro da rotina de suas vidas (TVzinha piratinha, golpezinho no IR, omissão frente a comprovadas ilegalidades/irregularidades de amiguchos, compras sem nota fiscal, compra de produtos piratinhas, etc etc etc) e se estivessem na rotina pública… Read more »

Ted

Mantendo o foco, o Thyssenkrupp nao pertence ao governo brasileiro e nao e subordinado a marinha brasileira, o estaleiro nao esta em Sao Paulo e nem no Rio de janeiro. Alemaens sao competentes e cumprem prazos, eles sao da zona do Euro, nao sao brasileiros, nao tem comparacao. A mao de obra do vale alemao de Santa Catarina e muito qualificada e trabalhadora. As criancas ja saem de casa sabendo falar alemao, outra cultura e valores.

Gabriel

Excelente!

Fernando Vieira

As crianças na Alemanha também saem de casa sabendo falar alemão.
(desculpe)

Ted

Blumenau nao fica na alemanha

Luis H

vc mencionou um possível crime sem vítima, q portanto, não é crime e várias tentativas de se defender de roubo, não se sabe o q vc chama de ilegalidades/irregularidades, os brasileiros em geral tem qualidades e defeitos, mas lutar contra o bandido estacionário não é um deles. se vc quiser fazer doação para o judiciário comprar lagostas e vinhos esteja á vontade, apenas não apoie agressão contra comerciantes q prejudica a todos.

Fernando Vieira

Tanto é crime que tudo o que ele citou está tipificado no código penal como tal. E em todos os que ele elencou há vítimas: Operadoras de TV, o Estado Brasileiro, proprietários de marcas… No final as vítimas acabam sendo todos que pagam mais caro por causa de alguns que se acham espertos mas não passam de criminosos. E se a eles fosse dado cargo público e a possibilidade de participar das mamatas que eles tanto criticam, estariam lá participando.

Luis H

p começar, o estado é uma organização criminosa e imposto um roubo/taxa de “proteção” da máfia (a narrativa mística q representa terceiros q não conhece sem ter procuração não tem lógica q não seja acalmar o gado) se políticos amparados por violência e ameaça escreverem em algum papel q eu ou vc estamos falando/fazendo algo ilegal devemos ser presos, executados? papelzinho impresso por político e papel higiênico usado valem a mesma coisa, existem nos piores lugares china, afeganistão coreia do norte e não garantem nada. acreditar q papel justifica violência depende do quão ingênuo ou mal intencionado alguém seja. todos… Read more »

Fernando

Pois é está próximo, não quer dizer que já vão construir, isso vai mais uma década, reparem vão inventando reuniões, protocolos , e vai por aí a fora ,a verdade é que tem dinheiro para a construção então ficam inventando aí mudam o nome para adequar melhor o projeto e construir nada .

Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

Estônia e Finlândia integrarão sistemas de mísseis antinavio costeiros

A Finlândia e a Estônia integrarão sua defesa antinavio costeira, o que permitirá aos países fechar o Golfo da...
Parceiro

- Advertisement -