Pulsos de sonar de destróier chinês ferem mergulhadores da fragata australiana HMAS Toowoomba

47

HMAS Toowoomba

O mergulhadores australianos sofreram ferimentos leves depois de ser submetido a pulsos de sonar de um navio de guerra chinês, com a oposição federal pedindo ao primeiro-ministro que diga se levantou a questão com Xi Jinping.

O HMAS Toowoomba operava em águas internacionais ao largo do Japão em apoio a uma missão das Nações Unidas para impor sanções quando o incidente ocorreu na terça-feira (14/11).

Mergulhadores navais estavam trabalhando para retiras redes de pesca que ficaram presas às hélices da fragata australiana, quando o navio de guerra chinês começou a operar seu sonar montado no casco.

De acordo com o ministro da Defesa, Richard Marles, a fragata australiana forneceu vários avisos aos navios na área de que estavam em andamento operações de mergulho.

“Apesar de reconhecer as comunicações do Toowoomba, o navio chinês chegou mais de perto”, disse ele.

“Logo depois, foi detectado operando seu sonar montado no casco de uma maneira que representava um risco à segurança dos mergulhadores australianos que foram forçados a sair da água”.

Entende-se que os mergulhadores sofreram ferimentos nos ouvidos, provavelmente devido aos pulsos do sonar.

O governo federal expressou as suas sérias preocupações ao governo chinês, com Marles rotulando o incidente de “interação insegura e pouco profissional”.

E afirma que os navios da ADF realizam atividades de vigilância marítima na área “há décadas”, fazendo-o de acordo com o direito internacional.

Segundo o Ministério da Defesa da Austrália, o navio chinês que emitiu as ondas de sonar foi o destróier Ningbo (DDG-139), da classe Project 956 (Sovremenny)

Embora a fragata estivesse em águas internacionais, ainda se enquadrava na Zona Econômica Exclusiva do Japão. Ela navegava em direção ao Japão, onde tinha visita agendada ao porto.

O ministro-sombra da Defesa, Andrew Hastie, em um comunicado na noite de sábado, criticou o governo por anunciar o incidente depois que o primeiro-ministro Anthony Albanese partiu para a cúpula da APEC nos EUA.

“Embora a responsabilidade recaia exclusivamente sobre a Marinha Chinesa, o governo de Albanese também tem algumas questões sérias a responder”, disse Hastie.

“O primeiro-ministro deve explicar por que optou por esperar até depois de deixar o país para divulgar esta informação, e se a levantou diretamente com o presidente Xi Jinping na APEC”.

O incidente ocorre menos de quinze dias depois de Albanese ter feito a primeira visita oficial a Pequim, a primeira de um primeiro-ministro australiano em sete anos, reunindo-se com o presidente Xi Jinping.

A discussão foi descrita pelo primeiro-ministro como de “boa vontade”, e Xi deu crédito a Albanese por trabalhar para estabilizar a relação entre os dois países após anos de tensões crescentes.

E há poucos dias, Xi reuniu-se com o Presidente dos EUA, Joe Biden, em São Francisco, onde os dois líderes se comprometeram a retomar as comunicações entre militares.

Em maio do ano passado, as tensões entre a Austrália e a China foram agravadas pela presença de um navio de vigilância chinês a operar ao largo da costa oeste da Austrália, perto de uma base secreta de comunicações navais em Exmouth.

O que é um pulso de sonar?

Sonar é um acrônimo para Sound Navigation And Ranging. Existem dois tipos de sonar:

  • O sonar passivo envolve a escuta, por meio de transdutores especializados chamados hidrofones (microfones subaquáticos), em busca de sinais de navios próximos. Não revela a localização do emissor.
  • O sonares ativo é usado para determinar posições relevantes de objetos submersos, emitindo um sinal sonoro que viaja pela água, reflete em um objeto e retorna para um receptor. Os sinais sonoros não são emitidos continuamente, mas sim como rajadas curtas ou pings durante a operação. Eles podem detectar uma ameaça subaquática e determinar sua posição.

Submarinos, navios de guerra e outras plataformas navais utilizam sonar por dois motivos principais:

  • Para navegar com segurança em águas profundas e evitar obstáculos
  • Guerra antissubmarino (ASW)

O equipamento de sonar ASW é usado por embarcações para detectar, classificar, rastrear e atacar ameaças e alvos subaquáticos, como torpedos e minas navais.

*Informações coletadas do Departamento de Mudanças Climáticas, Energia, Meio Ambiente e Água e Tecnologia Naval do Governo Australiano.

FONTE: www.abc.net.au

Subscribe
Notify of
guest

47 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
BK117

Tem um vídeo no qual mergulhadores capturam o uso de sonar ativo de um navio de superfície distante (segundo os comentários). Mesmo usando fones com volume baixo é muito alto e incômodo o som. Imagine isso perto…

Li que os pulsos podem atingir mais de 200db e viajar por centenas de km, e, se estiver perto o suficiente, causar a danos severos e imediatos ao corpo. Como consequência direta disso, também li que é previsto o uso do sonar ativo como defesa contra ataques de mergulhadores.

Fábio CDC

Como esses sites da Trilogia me são úteis… Morreria sem saber disso!
.
Obrigado por simplesmente “existirem” Cavalheiros que fazem esse trabalho da Trilogia! Terão minha eterna gratidão!

Cansado

Concordo com o amigo. Eu aprendo aqui coisas que nem sonhava .Obrigado aos editores.

Heinz

é verdade, esse site traz conteúdos riquíssimos.

737-800RJ

Dependendo da distância podem matar seres humanos e animais marinhos, sendo estes últimos as maiores vítimas dos sonares ativos.

claudao

fácil de resolver ! manda uma sequência de mísseis e torpedos no tal do destróier uai kkkkk

Equilibrium

E não é brincadeira

Fabio Araujo

Os chineses ficam provocando com atitudes bem ousadas e imprudentes beirando ser criminosas, vejo hora de acontecer algo mais grave com feridos e/ou mortos!

Underground

Xi sorri e fala em paz, mas seus atos não. Por nada é que não é, portanto, que Austrália, Japão e Coreia estão se unindo.
Nessa balada, alguns países, ou por pura ingenuidade ou má fé, caso do Brasil, se manifestam em apoio a ditaduras e grupos criminosos: paz, amor, igualdade entre os povos.
Nossas escolhas estão sendo mal feitas, e pagaremos por isso.

Heleno Freire

Australianos confiam nos EUA, pra fazer suas espionagens, depois a impressa tosca culpa os chineses pelo ocorrido! Se não tem tecnologia pra fazer espionagem, volta pra casa que dá mais lucro!!

Dod

Como o pulso do Sub pode ferir alguém ?

Last edited 7 meses atrás by Dod
Fernando "Nunão" De Martini

De forma semelhante à qual um som extremamente alto pode ferir seus ouvidos.

Dod

Muito Obrigado

Equilibrium

Diziam que o sonar dos CT Classe Pará eram ouvidos a centenas de KM de distância. Não sei a veracidade.

Alexandre Galante

Sim, eram muito potentes, como os sonares atuais dos destróieres Arleigh Burke. A diferença é que o sonar SQS-26 ainda era valvulado e o SQS-53 é solid state.

César Castro

Chineses não sabem o que estão fazendo na maior parte do tempo. Na aviação é a mesma coisa, eles são irresponsáveis e pouco proficientes nas suas atribuições.

Alex Barreto Cypriano

É um pouco mais complicado. Tem a potência da fonte emissora, tem a atenuação do meio, etc. Aqui:
https://dosits.org/science/advanced-topics/sonar-equation/sonar-equation-example-active-sonar/
Não tô dizendo que não possa ferir ou matar, mas tem que conhecer a ciência da coisa e fazer uns cálculos pra ver a realidade da coisa. Se o Destroyer chinês chegar bem perto, poderia matar os mergulhadores simplesmente com o impacto com o casco, com a turbulência ou com o chop-chop dos propulsores. Estou esperando aquela matéria do PN sobre radares…

Alex Barreto Cypriano

Distâncias seguras entre sonar ativo e mergulhadores com diferentes equipamentos (varia entre 600 a 3000 jardas), aqui:
Safe Diving Distances from Transmitting Sonar https://www.globalsecurity.org/military/library/policy/army/fm/20-11/appa.pdf

Heinz

Os chineses gostam de uma provocada, espero que os mergulhadores australianos não tenham muitos danos a sua saúde.

Marcelo

Alguem aqui ja esfregou um tampinha de garrafa no fundo de um piscina???
O barrulho é irritante (incomoda),agora imagino o sonar funcionando a poucos metros pode ser fatal.

carvalho2008

Impressionante…não fazia ideia disto….

max

Sabe, toda vez que leio notícias japonesas sobre a marinha chinesa, descubro que preciso prestar atenção a alguns pequenos detalhes. Por exemplo, recentemente, quando o porta-aviões da Marinha chinesa, o navio Shandong, estava realizando exercícios, o noticiário japonês escreveu que ele estava na borda externa de uma das ilhas japonesas, o que era muito ruim. Quando verifiquei, o porta-aviões estava a 800 quilômetros de distância da ilha japonesa, mas, na verdade, estava na costa das Filipinas. Foi muito engraçado. Como nesta notícia, você verá que o destróier está mais perto da China, no Mar da China Oriental, mas a notícia… Read more »

Last edited 7 meses atrás by max
max

Estou falando sobre o recente Shandong, mas você está falando sobre o Liaoning em 2022?

Sem mencionar o fato de que ele passou pelo alto-mar, então qual é o problema?

O que há de errado com suas manobras? Ele não tem permissão para praticar? Ele não pode treinar onde quiser? Ele precisa de sua permissão para fazer isso?

Outra distração, já estou acostumado. Estou acostumado. Qualquer pessoa com lógica saberia.

Akivrx

Os chineses fazer exercícios militares dentro da EEZ do Japão para se mostrarem, porque não navegam mais para o meio do pacífico em águas internacionais para realizar seus exercícios?

max

Posso apenas dizer que não é da sua conta? É a marinha deles. Como eles manobram em alto mar é problema deles, não é?

Santamariense

“ Posso apenas dizer que não é da sua conta?”

Sério que esse é teu argumento? Aqui é um site de discussão. Todos podem colocar suas opiniões. E tu vem com essa de que não é da conta do outro comentarista?

max

Então eles não podem praticar em alto mar?

Santamariense

Cada um faz o que quiser, onde quiser. Se isso está correto ou é legal, aí depende de várias condicionantes. E todos devem ser responsabilizados pelo que fazem. Mas, isso não tem nada a ver com ser, ou não, da conta de alguém.

max

De acordo com a lei internacional, qualquer país pode operar seus navios de guerra em alto mar, não é mesmo?

Leandro Costa

Sim, desde que de forma segura, de acordo com qualquer lei e convenção do mar. Coisa que a China não fez nesse caso. E aliás, diga-se de passagem, a China é signatária da UNCLOS. Então eles mesmos estão desobedecendo leis que dizem que cumprem e se comprometem à seguir.

Santamariense

Pode, mas desde que não coloque outros navios e tripulantes em risco, ainda mais tendo sido avisado que haviam mergulhadores na água.

max

Fiquei confuso com você. Em primeiro lugar, nesta subdiscussão, não estamos discutindo se os navios de guerra chineses devem ter permissão para manobrar em alto mar de acordo com a opinião pessoal (padrão duplo, o Ocidente e outros países podem fazer isso, mas a China não), em vez da lei internacional, então por que você mudou o foco novamente? Em segundo lugar, o julgamento profissional de outras marinhas, você está dizendo que os navios de guerra chineses têm de ouvir o comando dos navios de guerra ocidentais e que os navios de guerra chineses têm de acreditar em tudo o… Read more »

max

Esqueci de mencionar que, devido à proximidade da China e do Japão, essa também pode ser a zona econômica da China ao mesmo tempo, e as duas se sobrepõem.

max

As 12 milhas náuticas de águas territoriais são completamente diferentes das 200 milhas náuticas de águas econômicas. As 12 milhas náuticas do mar territorial são a soberania de um país, e os navios de guerra de outros países não têm permissão para entrar. As 200 milhas náuticas de águas econômicas ainda são o alto-mar, mas significam que a economia (por exemplo, recursos pesqueiros) pertence ao país. Por se tratar de alto mar, os navios de guerra de outros países ainda podem entrar. Portanto, a ênfase nas águas econômicas do Japão é intencionalmente enganosa. Ao mesmo tempo, as águas econômicas do… Read more »

Yuri

Você “verificou” aonde? Kkkkkk

Milton

A China gosta muito de provocar as nações que não se aliam a ela, até arrumar um problema!
Também gosta de falsificar os produtos de outros países 😂.
Pouco criativos.

max

Hmmm, provocando os navios de guerra australianos que estão localizados na costa da China, mas os noticiários devem informar que estão em águas econômicas do Japão de quase 200 milhas náuticas. Desinformação deliberada muito óbvia.

Leandro Costa

Me passe a localização exata em uma carta de onde ocorreu, já que você parece saber exatamente onde foi, e de acordo com os termos genéricos da matéria, não tenho essa precisão.

De qualquer maneira o mais importante já está descrito na matéria. O ocorrido foi em águas internacionais e, portanto, a Marinha Chinesa foi absolutamente irresponsável nessa atitude. Não existe outra interpretação para o ocorrido.

max

Então você também não sabe? O que eu sei é, usando a lógica.

(1) Por que não falar sobre as 12 milhas náuticas do Japão, mas sobre as 200 milhas náuticas de águas econômicas do Japão?

(2) O contratorpedeiro australiano disse que era para uma missão norte-coreana.

A partir desses dois pontos, você pode determinar logicamente em quais águas do país eles estavam.

Leandro Costa

Sua lógica é ________________. Spock estaria decepcionado. Abre uma carta náutica, um mapa que seja (vai no Google Maps, é fácil de achar), e dá uma olhada no tamanho do Mar do Japão ou do Mar da China Meridional. Você não consegue, baseado apenas nas informações da matéria, achar a localização correta. Pode tentar no Marine Traffic. Eu não tentei, mas quem sabe você não dá sorte? Sua margem de erro pode ter apenas algumas centenas ou até milhares de quilômetros. A parte realmente importante da matéria diz ‘águas internacionais’ e ‘avisos sobre operação de mergulhadores.’ No mar, qualquer atividade… Read more »

max

Apenas use sua resposta e a devolva a você. Portanto, como você também não sabe, é normal que um navio de guerra chinês esteja lá

J.Neto

Imagina o perigo para animais marinhos,PQP, agora voltando a situação como o navio chines vai saber que têm mergulhador australiano no mar?A marinha australiana avisou?

Fernando "Nunão" De Martini

Avisou. Está no texto da matéria.

Rui Mendes

É só ler a matéria toda, está tudo lá.

Alex Barreto Cypriano

Pra USNavy, onde há a possibilidade de mergulhadores, nenhum sonar ativo se permite funcionar além de 145 dB (medido a um metro dos transdutores). Como se sabe, ao dobrar a distância o nível sonoro reduz em 6 dB, por 20 log (distância).