terça-feira, março 2, 2021

Saab Naval

X-47B: primeira catapultagem

Destaques

IMAGENS: Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais – A11

Algumas das melhores fotos do NAeL Minas Gerais (A11) com seu grupo aéreo embarcado de aviões P-16 Tracker da...

TOPEX 1-87: USS Nimitz e cruzador nuclear USS California no Brasil, em 1987

Em 1987 eu era tripulante da fragata Niterói - F40 e quando estava em operação no mar, fazia parte...

SIMULAÇÃO: ‘Operação Pólvora’ – FAB e MB enfrentam o USS Nimitz

No início de novembro, o presidente Jair Bolsonaro em discurso com tom bélico ameaçou usar pólvora quando acabar a...
Guilherme Poggiohttp://www.naval.com.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

O UCAS (Unmanned Combat Air System) X-47B completou com sucesso suas primeira catapultagem a partir de uma instalação terrestre. O evento ocorreu no dia 29 de novembro da Base Aérea Nava de Patuxent River (costa Leste).

A primeira catapultagem de uma aeronave não tripulada da Marinha dos EUA (USN) demonstrou que a aeronave é estruturalmente resistente para suportar os rigores extremos de um ambiente de porta-aviões.

A USN embarcou um X-47B no porta-aviões USS Harry S. Truman para ensaios a bordo, em 26 de novembro. A aeronave está prevista para demonstrar lançamentos e pousos embarcados no próximo ano.
VEJA TAMBÉM:
- Advertisement -

7 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
andreas

Para quem viu o filme “Stealth”, vê a ficção se tornando realidade. Apenas uma dúvida: ele é remotamente controlada, ou é uma aeronave autônoma? Alguém saberia?

daltonl

Andreas…

pelo que entendi, o X-47B será autonomo, mas terá um operador de prontidão mesmo assim, especialmente no caso de taxiamento da aeronave no convoo.

abs

Vader

Remotamente pilotado, mas com elevado grau de inteligência artificial, inclusive podendo voltar sozinho à base, em caso de perda de comunicação com o piloto.

daltonl

Chequei o site da Northrop Grumman e lá informam que trata-se de veiculo autonomo quando no ar, mas precisará de assistencia humana
quando no convoo.

andreas

Obrigado pelas informações Daltonl e Vader.

Marcelo

no convoo, um operador de solo usa um tipo de controle remoto (pelo que vi, com fio) para taxiá-lo.

Realmente impressionante. Porém a taxa de atrito dos UAVs de observação e reconhecimento têm sido alta. No caso de perda de um desses, o prejuízo é bem maior…ainda acho que o piloto é fundamental. Mas como demorarão ainda alguns anos para começar a operar de verdade, vamos ver, o tempo dirá. Para missões de ataque contra alvos fixos penso que se justificarão.

Abraços,

brasiladm

RT @podernaval: X-47B: primeira catapultagem : O UCAS (Unmanned Combat Air System) X-47B completou com sucesso suas primeira cat… htt …

- Advertisement -

Guerra Antissubmarino

A foto que irritou os almirantes da Marinha dos EUA

Durante uma manobra no Caribe em 2007, um submarino alemão diesel-elétrico (U24) rompeu o anel defensivo em torno do...
- Advertisement -
- Advertisement -