Manobras navais no Brilliant Mariner 2013 da OTAN - foto Marinha Italiana

A Marinha Italiana liderou o exercício “Brilliant Mariner 2013″ da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte), realizado entre os dias 26 de setembro e 6 de outubro ao largo da Sardenha, no Mediterrâneo. Participaram meios navais da França, Alemanha, Itália, Reino Unido, Espanha e Turquia, que exercitaram sua coesão e integração para fazer parte, a partir de 1º de janeiro de 2014, do Componente Marítimo da Força de Resposta da OTAN sob a liderança da Itália.

Fragata antiaérea Francesco Mimbelli no Brilliant Mariner 2013 da OTAN - foto Marinha Italiana

Contratorpedeiro antiaéreo Caio Duilio no Brilliant Mariner 2013 da OTAN - foto Marinha Italiana

O navio-aeródromo Cavour, da Marinha Italiana, foi o capitânia da força naval, que contou com contratorpedeiros, fragatas, navios-tanque e submarinos, exercitando o controle de tráfego mercante, tiro naval, defesa aérea, defesa antissubmarino, reabastecimento no mar, gestão de situações de crise, busca e salvamento. Também operaram, a partir do porto de Cagliari, navios caça-minas, que recuperaram do mar 15 minas da Segunda Guerra Mundial.

caça-minas francês Capricorne no Brilliant Mariner 2013 da OTAN - foto Marinha Italiana

caça-minas Crotone no Brilliant Mariner 2013 da OTAN - foto Marinha Italiana

Cerca de 3.150 homens e mulheres fizeram parte da contribuição italiana ao exercício (incluindo 380 infantes da “Brigata Marina San Marco”, que além desses militares contou com os seguintes meios:  navio-aeródromo Cavour, contratorpedeiros (antiaéreos) Duilio e Mimbelli, navio-anfíbio San Marco, fragatas Aliseo, Espero e Grecale, navio-tanque Stromboli, corveta Fenice, navios-patrulha Foscari e Cigala Fulgosi e caça-minas Crotone e Milazzo, além do submarino Pelosi.

Cavour no Brilliant Mariner 2013 da OTAN - foto Marinha Italiana

Manobras navais vistas do Cavour no Brilliant Mariner 2013 da OTAN - foto Marinha Italiana

A Marinha Italiana também operou com os seguintes meios aéreos: cinco helicópteros EH 101, 2 AB 212 e 1 SH90, além de 8 jatos Harrier AV8B (passe o cursor do mouse sobre as imagens para ver os nomes dos navios mostrados aqui).

Harrier AV8B no Cavour no Brilliant Mariner 2013 da OTAN - foto Marinha Italiana

Harrier AV8B no Brilliant Mariner 2013 da OTAN - foto Marinha Italiana

Harrier AV8B e EH 101 operando no Cavour no Brilliant Mariner 2013 da OTAN - foto Marinha Italiana

Harrier AV8B no Cavour no Brilliant Mariner 2013 da OTAN - foto 2 Marinha Italiana

A Força Aérea Italiana também participou do exercício “Brilliant Mariner 2013″. Clique aqui para ver mais fotos e informações no Poder Aéreo.

FONTE/FOTOS: Marinha Italiana (tradução e edição do Poder Naval a partir de original em italiano)

VEJA TAMBÉM:

Tags: , , , , , , , , , , , , ,

About Fernando "Nunão" De Martini

View all posts by Fernando "Nunão" De Martini

6 Responses to “Belas imagens da Marinha Italiana no ‘Brilliant Mariner 2013′ da OTAN” Subscribe

  1. juarezmartinez 14 de outubro de 2013 at 13:32 #

    Enquanto isto na Baia da Guanabara temos, “Enrolex, Faz de contex, Diariex, De vez em quantex, miragemex, de qualquer jeitex” e demais operações e simulações de combate top of mine. todas evidentemente limitadas a 15 kts dada a “fartura” de combustivel para as operações…..

    Grande abraço

  2. Fernando "Nunão" De Martini 14 de outubro de 2013 at 14:50 #

    Clicando na segunda foto de cima para baixo, para ampliar, dá pra ver em detalhes a quantidade e variedade de armamento do contratorpedeiro Francesco Mimbelli.

    Só de armamento de tubo, são três torretas de canhões de 76mm (3″) e uma de 127mm (5″)

    E dois lançadores diferentes de mísseis antiaéreos, um à vante do passadiço para mísseis Aspide / Sea Sparrow de defesa de ponto e área curta e, mais à ré, o lançador Mk 13 para mísseis Standard de defesa de área.

  3. Fernando "Nunão" De Martini 14 de outubro de 2013 at 14:52 #

    Isso sem falar na profusão de radares de busca e de direção de tiro, tanto para os dois tipos de mísseis antiaéreos quanto para os canhões.

    Já na foto de baixo, que mostra o Caio Duilio, fruto do programa franco-italiano Horizon, dá pra perceber o porte do navio pelo tamanho aparentemente diminuto que aparenta ter, no convoo, o EH 101, que não é exatamente um helicóptero pequeno…

    Interessante também é que a terceira torreta de canhão de 76mm, que fica sobre o hangar, aparentemente foi retirada por algum motivo.

  4. Soldat 14 de outubro de 2013 at 15:09 #

    D++++++

  5. juarezmartinez 14 de outubro de 2013 at 16:38 #

    Desculpe Soldat, não entendi o teu trocadilho no post, poderia explicar por favor.

    Grande abraço

  6. Soldat 14 de outubro de 2013 at 23:01 #

    Saudações .

    Sr juarezmartine

    Não é trocadilho é somente uma exaltação a minha segunda nação a minha querida Itália que amo a terra dos meus avos.

    Abraços.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Estaleiro Ingalls Shipbuilding começa a construção do destróier Aegis ‘Paul Ignatius’ (DDG 117)

PASCAGOULA, Miss., 30 de setembro, 2014 – A divisão Ingalls Shipbuilding da Huntington Ingalls Industries iniciou hoje a fabricação do […]

FOTO: F-4 Phantom II e porta-aviões USS ‘Forrestal’ (CV 59) em 1981

Um jato F-4J Phantom II do Fighter Squadron (VF) 74 fotografado sobre o navio-aeródromo Forrestal (CV 59), navegando no Mar […]

Agência Look, o ‘point’ dos aficionados das Forças de Defesa em São Paulo

Bem no Centro de São Paulo, na Av. São Luiz 258 – República, existe desde 1968 uma loja especializada na […]

FREMM Provence iniciou provas

Navio é a quarta FREMM construída pela DCNS e terceira para a Marinha Francesa, e realizou sua primeira saída para […]

Submarino ‘stealth’ russo da classe ‘Kilo’ aperfeiçoada junta-se à Frota do Mar Negro

O primeiro submarino da classe “Varshavyanka”, o Novorossiisk, entrou em serviço na frota do Mar Negro, informou o o serviço de imprensa […]

Compre agora sua revista Forças de Defesa número 11

Outra revista igual a essa, só daqui a 100 anos! A Revista Forças de Defesa 11ª edição de 140 páginas na versão impressa […]