FREMM Carlo Bergamini - foto Marinha Italiana

Na quinta-feira, 5 de junho, o site The Medi Telegraph noticiou a cerimônia de corte da primeira chapa para a sétima fragata italiana do programa FREMM. A cerimônia foi realizada nas estaleiro da Fincantieri de Riva Trigoso (Sestri Levante, Gênova – Itália).

O navio tem sua entrega programada para a primavera (local) de 2018, e terá 144 metros e comprimento, 19,7 metros de boca, deslocamento de cerca de 6.700 toneladas e velocidade superior a 27 nós. Com acomodações para 200 pessoas e uma guarnição de 145 tripulantes, a FREMM é um navio de guerra de emprego flexível, em diversos cenários.

Fragatas FREMM italianas - foto Marinha Italiana

Clique nos links a seguir para saber mais sobre o programa FREMM da Itália, que atualmente tem 8 navios contratados e uma opção, ainda a ser exercida, para mais dois.

corte de metal sétima FREMM italiana - foto via The Medi Telegraph

FONTE / FOTO DE BAIXO: The Medi Telegraph (tradução e edição do Poder Naval a partir de original em inglês)

DEMAIS FOTOS (em caráter meramente ilustrativo): Marinha Italiana

VEJA TAMBÉM:

 

Tags: , , , ,

QUEM É Fernando "Nunão" De Martini

Veja todos os posts de Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

8 Comentários para “Começa a construção da sétima FREMM italiana”

  1. wwolf22 6 de junho de 2014 at 16:17 #

    que bela foto essa primeira…
    e como ficou o programa de aquisicao das novas embarcações pela MB ???

  2. Alexandre Galante 6 de junho de 2014 at 17:07 #

    wwolf22, o Prosuper está congelado e o País também. Ano de Copa e eleições, nada acontecerá sobre esse tema.

  3. Fernando "Nunão" De Martini 6 de junho de 2014 at 17:10 #

    Exato

    Está no mesmo pé em que o F-X2 da FAB ficou por quase quatro anos, entre o início de 2010 e o final de 2013: relatório com a avaliação dos concorrentes pronto, entregue à Presidência, aguardando uma decisão.

  4. juarezmartinez 6 de junho de 2014 at 18:30 #

    Agora observem o ritmo de construção naval italiano, e isto que experts em “difesa” afirmaram que o estaleiro Fincantieri estava quebrado, enquanto isto na provincia banarnica ocidental, quatro anos para contruir um Mururu….

    Grande abraço

  5. fragatamendes 6 de junho de 2014 at 22:10 #

    Eu acho que o pessoal do governo vai ficar postergando a liberação do dinheiro para compra dos navios do PROSUPER o máximo que eles puderem então acho que a MB poderia tentar se é que existe esta possibilidade comprar umas 4 T23 da Royal Navy para manter o pessoal treinado até o PROSUPER vingar.Se eu estiver errado por favor me corrijam. Um abração a todos do MENDES.

  6. Fernando "Nunão" De Martini 6 de junho de 2014 at 22:20 #

    Mendes,

    Acho que a RN não tem intenção de vender mais nenhuma T23.

    Ela tem hoje 13 unidades, e o requerimento da futura T26 é justamente de 13 exemplares, troca de um pra um.

    Se desativar antes da hora, vai dar uma boa desculpa para tirarem um naco do programa do T26, reduzindo as unidades previstas.

  7. Colombelli 7 de junho de 2014 at 15:32 #

    Já que tocamos no prossuper, volto a questionar: Quais os detalhes das propostas?

  8. Fernando "Nunão" De Martini 7 de junho de 2014 at 16:20 #

    Colombelli,

    Quando você perguntou isso no mês passado, eu e o Luiz Monteiro lhe respondemos o que era possível responder.

    Você chegou a ver as respostas?

    http://www.naval.com.br/blog/2014/05/13/parceria-naval-para-manutencao-do-nae-sao-paulo/#comment-100083

Deixe um comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Maquete na web pode indicar que China terá navio de assalto anfíbio de 40 mil toneladas

LHD chinês

Imagens da maquete 3D de um porta-helicópteros de assalto anfíbio postadas, na quarta-feira 22 de abril, em páginas da web […]

Colômbia adia por seis anos a entrada em operação de sua nova fragata

F125

  A Marinha da Colômbia adiou por seis anos – de 2019 para 2025 – a entrada em operação da […]

LUTO: grupo Forças de Defesa se solidariza com o casal Julio Soares de Moura Neto por sua perda

luto-laço-5

A equipe da Revista e da “Trilogia” Forças de Defesa apresenta suas condolências ao ex-comandante da Marinha do Brasil, almirante-de-esquadra […]

Aeronave não tripulada X-47B realiza primeiro reabastecimento em voo

X-47B: primeiro reabastecimento em voo

Outro momento histórico na Aviação Naval: o avião não tripulado X-47B americano do programa Unmanned Carrier Air Vehicle demonstrator (UCAS-D) realizou […]

Comitiva uruguaia está na China para avaliar condições de aquisição do patrulheiro P-18N

P-18N

Uma delegação do Ministério da Defesa e da Marinha do Uruguai está na China desde a terça-feira (21.04), para conhecer […]