FREMM Carlo Bergamini - foto Marinha Italiana

Na quinta-feira, 5 de junho, o site The Medi Telegraph noticiou a cerimônia de corte da primeira chapa para a sétima fragata italiana do programa FREMM. A cerimônia foi realizada nas estaleiro da Fincantieri de Riva Trigoso (Sestri Levante, Gênova – Itália).

O navio tem sua entrega programada para a primavera (local) de 2018, e terá 144 metros e comprimento, 19,7 metros de boca, deslocamento de cerca de 6.700 toneladas e velocidade superior a 27 nós. Com acomodações para 200 pessoas e uma guarnição de 145 tripulantes, a FREMM é um navio de guerra de emprego flexível, em diversos cenários.

Fragatas FREMM italianas - foto Marinha Italiana

Clique nos links a seguir para saber mais sobre o programa FREMM da Itália, que atualmente tem 8 navios contratados e uma opção, ainda a ser exercida, para mais dois.

corte de metal sétima FREMM italiana - foto via The Medi Telegraph

FONTE / FOTO DE BAIXO: The Medi Telegraph (tradução e edição do Poder Naval a partir de original em inglês)

DEMAIS FOTOS (em caráter meramente ilustrativo): Marinha Italiana

VEJA TAMBÉM:

 

Tags: , , , ,

About Fernando "Nunão" De Martini

View all posts by Fernando "Nunão" De Martini

8 Responses to “Começa a construção da sétima FREMM italiana” Subscribe

  1. wwolf22 6 de junho de 2014 at 16:17 #

    que bela foto essa primeira…
    e como ficou o programa de aquisicao das novas embarcações pela MB ???

  2. Alexandre Galante 6 de junho de 2014 at 17:07 #

    wwolf22, o Prosuper está congelado e o País também. Ano de Copa e eleições, nada acontecerá sobre esse tema.

  3. Fernando "Nunão" De Martini 6 de junho de 2014 at 17:10 #

    Exato

    Está no mesmo pé em que o F-X2 da FAB ficou por quase quatro anos, entre o início de 2010 e o final de 2013: relatório com a avaliação dos concorrentes pronto, entregue à Presidência, aguardando uma decisão.

  4. juarezmartinez 6 de junho de 2014 at 18:30 #

    Agora observem o ritmo de construção naval italiano, e isto que experts em “difesa” afirmaram que o estaleiro Fincantieri estava quebrado, enquanto isto na provincia banarnica ocidental, quatro anos para contruir um Mururu….

    Grande abraço

  5. fragatamendes 6 de junho de 2014 at 22:10 #

    Eu acho que o pessoal do governo vai ficar postergando a liberação do dinheiro para compra dos navios do PROSUPER o máximo que eles puderem então acho que a MB poderia tentar se é que existe esta possibilidade comprar umas 4 T23 da Royal Navy para manter o pessoal treinado até o PROSUPER vingar.Se eu estiver errado por favor me corrijam. Um abração a todos do MENDES.

  6. Fernando "Nunão" De Martini 6 de junho de 2014 at 22:20 #

    Mendes,

    Acho que a RN não tem intenção de vender mais nenhuma T23.

    Ela tem hoje 13 unidades, e o requerimento da futura T26 é justamente de 13 exemplares, troca de um pra um.

    Se desativar antes da hora, vai dar uma boa desculpa para tirarem um naco do programa do T26, reduzindo as unidades previstas.

  7. Colombelli 7 de junho de 2014 at 15:32 #

    Já que tocamos no prossuper, volto a questionar: Quais os detalhes das propostas?

  8. Fernando "Nunão" De Martini 7 de junho de 2014 at 16:20 #

    Colombelli,

    Quando você perguntou isso no mês passado, eu e o Luiz Monteiro lhe respondemos o que era possível responder.

    Você chegou a ver as respostas?

    http://www.naval.com.br/blog/2014/05/13/parceria-naval-para-manutencao-do-nae-sao-paulo/#comment-100083

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Visita ao USS ‘America’

O novíssimo navio anfíbio de assalto de última geração USS America (LHA 6) tem um brasileiro a bordo Ricardo Pereira […]

Cruzador da Marinha dos EUA aproa para o Mar Negro

De acordo com um comunicado divulgado pelo comando da Sexta Frota da Marinha de Guerra dos EUA, o cruzador norte-americano […]

Navio anfíbio americano de última geração visita Rio de Janeiro

O navio de assalto anfíbio USS America (LHA6), uma das mais modernas embarcações da marinha dos Estados Unidos e que […]

Angola busca cooperação brasileira para implementar Programa Naval

Os ministros da Defesa do Brasil, Celso Amorim, e de Angola, João Manuel Gonçalves Lourenço, se reuniram nesta terça-feira para […]

EISA busca empréstimo na Caixa e com fundo nos EUA

Prestes a completar dois meses com as atividades paralisadas, o Estaleiro Ilha S.A. (EISA), do Rio, ainda busca soluções para […]