Home Aviação Naval Admiral Kuznetsov zarpa rumo à Síria

Admiral Kuznetsov zarpa rumo à Síria

18987
120

kuznetsov-4

A cruzador pesado porta-aeronaves Admiral Kuznetsov, da Frota do Norte da Federação Russa, partiu de Murmansk no sábado dia 15 de outubro acompanhado de navios de combate para o Mar Mediterrâneo na costa da Síria, informou uma fonte à agência Interfax.

“O grupo do porta-aviões” Admiral Kuznetsov “vai para uma campanha distante” – disse.

kuznetsov-6

A agência observa que a campanha vai durar quatro e cinco meses. Como parte de uma ala do Admiral Kuznetsov – os últimos caças MiG-29KR e MiG-29KUBR, e também os SU-33. Além disso, ele também leva helicópteros de ataque Ka-52K Alligator.

kuznetsov-3
Kuznetsov e seus escoltas fotografados ontem

120 COMMENTS

  1. Felipe…
    .
    o retorno do “Kuznetsov” da missão à Síria é previsto para março de 2017 para logo após,
    poucos meses depois, ser iniciada a modernização que está prevista para durar cerca de 3
    anos, mas, tomando como base os atrasos ocorridos com a modernização/manutenção de outros navios pode durar até mais.
    .
    abraços

  2. alguém sabe quanto tempo leva para ele chegar até a Síria? estou ao lado da base aérea de Trapani na ponta da Sicília (boa movimentação de aeronaves da OTAN e US) e com certeza vai ter atividade quando ele passar aqui por perto.

  3. Sugiro que Israel aproveite esta ótima oportunidade para testar seus F-35 Adir fazendo um pouso noturno e furtivo no Kuznetsov.
    Acho que não haveria tempo de avisarem o comando do navio para um revide dos sistemas terra-ar. Existe sim o risco de alguém da tripulação do NAe russo estar acordado e sóbrio, e então, revidar com tiros de 7,62, pedras ou qualquer coisa que esteja no deck.
    Uma dúvida. A blindagem do F-35 detém 7,62 x 39mm à queima roupa?

    Save Ferris 😀

  4. Reinaldo Deprera ,

    Israel will not do anything because we have excellent relations with Israel and consent in Syria
    US Navy Fleet + Nato can do something, but what? make circled the ship and only

    Russian Navy collects super fist for the past 26 years

    gruppmrovki composition withdrawn from Severomorsk (the base of the Northern Fleet)

    – Heavy aircraft-carrying cruiser “Admiral of the Fleet of the Soviet Union Kuznetsov” (a heavy aircraft carrier (heavy aircraft) project 1143.5)
    – Heavy nuclear missile cruiser “Peter the Great” (nuclear-powered missile cruiser ( “Orlan” TARKR) third-generation Project 1144)

    Large anti-submarine ships (large anti-ship Project 1155)
    – “Severomorsk”
    – “Vice-Admiral Kulakov”
    -Underwater they will accompany Submarine Project 885 (0885), “Ash and submarines of Project 971” Pike-B “(NATO designation -” Akula ”

    +2 Noveshih Corvette 22380 Russian Baltic Fleet in the North Sea, clearing the road and meet basic group

    + Black Sea Fleet ships with new frigates 11356 meet the whole company in the Mediterranean + diesel boats 636
    ___

    Israel não vai fazer nada, porque temos excelentes relações com Israel e consentimento na Síria
    US Navy Fleet + Nato pode fazer algo, mas o quê? fazer a volta ao navio e só

    Marinha russa coleta de super punho durante os últimos 26 anos

    composição gruppmrovki retirado Severomorsk (a base da Frota do Norte)

    – “Almirante da frota da União Soviética Kuznetsov” (um porta-aviões pesados ​​(aviões pesados) projeto 1.143,5) pesado de transporte de aeronaves cruiser
    – Heavy míssil cruzador nuclear “Pedro, o Grande” (movido a energia nuclear cruzador lança-mísseis ( “Orlan” TARKR) de terceira geração Projeto 1144)

    Grandes navios anti-submarinos (grande anti-navio Projeto 1155)
    – “Severomorsk”
    – “Vice-Almirante Kulakov”
    -Underwater Eles vão acompanhar Submarine Projeto 885 (0885), “Ash e submarinos do Projeto 971” Pike-B “(designação NATO -” Akula ”

    2 Noveshih Corvette 22380 russo Frota do Báltico no mar do Norte, limpando a estrada e conheça grupo básico

    + Navios Frota do Mar Negro com novas fragatas 11356 atender toda a empresa nos barcos do Mediterrâneo + diesel 636

    p.s- + (Últimas notícias) Marinha Britânica, em conjunto com as forças da OTAN planejar para acompanhar um destacamento de navios russos, que vai para a costa da Síria, e é esperado para ocorrer no início da próxima semana através do Canal Inglês, escreve o jornal Telegraph.

     

    O jornal observa que o comando da NATO prepara-se para realizar uma operação em grande escala “no estilo do jogo de gato e rato” escolta “Admiral Kuznetsov” eo grupo de navios russos no Atlântico Norte, Golfo da Biscaia e do Mediterrâneo. Uma das edições de fontes na NATO salientou que os navios russos irá passar através do Canal Inglês, no início da próxima semana.

     

    “Ela (a direção de um grupo de navios russos na Síria) não nos pegar de surpresa, nós preparar e manipular. É provável que eles vão passar pelo Mar do Norte, do Pas-de-Calais e do Canal Inglês. Eles podem até mesmo fazer uma parada na costa nordeste (UK) e têm voo (avião transportadora baseada), “- disse a fonte do jornal.

     

    Ele não descartou que um grupo de navios russos podem ser divididos, e uma parte passa através do mar da Irlanda, “para criar mais problemas

    🙂

    tudo no mundo dos negócios, como nos bons velhos tempos

  5. Esse porta aviões é fraco. Poucos aviões.
    30 aviões não dá para nada.
    E esses escoltas?
    Como atuam e protegem?
    Defesa antiaérea, defesa anti navio e defesa anti submarino?

  6. Juarez,

    os navios de suporte serão também

    carcara_br,

    novos mnogofuntsionalny MIG-29K-KUB têm o interesse especial, mas também SU-33 será útil também, exceto a segurança no ar do grupo receberam os sistemas SVP-24 “Hephaestus

  7. Nonato 15 de outubro de 2016 at 18:13

    antes de fazer provérbios bobos em uma inspeção pública, estudo

    – O que é é a força de batimento de Barco (na forma abreviada KUG) — o grupo tático dos barcos de luta de superfície criados para a operação (luta) por ações contra forças superficiais da frota do oponente, as suas escoltas… Marinha da Federação russa

    – características de estudo e puxadores dos barcos russos, a lista e o nome especifiquei

    só então tire conclusões

  8. Para mim 30 aviões é muito pouco. Sou leigo. Poderia explicar como funciona esses sistemas de defesa?
    A união soviética nunca se importou de construir porta aviões porque dizia serem grandes alvos.
    Além disso só fazem sentido se for para transportar muitos aviões.
    Os porta aviões americanos levam 80 caças. Faz muita diferença.
    Vamos imaginar o Brasil constrói um porta aviões para levar 5 caças. Custo x benefício baixo.

  9. Para o temor dos operadores de f22 e f35, vai ficar tudo no chão…. se uma lata velha russa abate a nata tecnologica dos eua o que será??? kkkk!!!

  10. kkkk, engraçadinho… que tese mais furada, o abacaxi israelense é da versão “A” convencional, a mesma que será usada pela USAF, jamais vai pousar em porta aviões nenhum, principalmente num russo sem catapulta … e acho que os israelenses ainda estão atras de piloto magrinho e pescoção grosso para poder pilotar a giringonça…
    Misseis “terra-ar” num navio? que estranho, que eu saiba são mísseis “superfície-ar” pois o navio está na água e não na terra…
    Com um Kirov por perto

  11. Nonato, boa noite, você pode estar achando pouco, mas a capacidade em relação à quantidade de aeronaves do Admiral Kuznetzov é praticamente a mesma do Charles de Gaule francês, e não vejo ninguem usar adjetivos pejorativos com relação ao PA francês, somente este levando a meu ponto de vista uma certa vantagem por operar aeronaves AEW de asa fixa, neste caso os E-2C, enquanto que no PA russo tal função até onde saiba é executada por helicopteros, ao menos vi projetos nesse sentido, não tenho certeza se está operacional.
    Quanto ao que você questionou em relação aos misseis antinavio do PA, à época de sua construção o armamento primário eram os misseis granit, que nos ultimos tempos deixaram de ser utilizados e que na modernização a area reservada a eles deverá dar lugar a uma ampliação no hangar ou oficinas e paiois de aviação.
    Sempre achei o Kuznetzov um belo navio, só acho que carece de um dono mais atencioso, tal qual o São Paulo, à exemplo do Lianoning.

  12. Somente um adendo em minha ultima postagem, o granit era o aramanto primário de ataque, enquanto os Su-33 tinham somente a função de defesa, diferentemente de hoje em dia, que os aviões realizam ataque e defesa, tendo os mig-29k melhor capacidade para o ataque, não esquecendo que os Su-33 tambem tem sua capacidade de ataque após a instalação dos sistemas SVP-24 como citado pelo Rustam Bogaudinov. O navio tem sim uma boa capacidade ofensiva e defensiva, no mesmo padrão do Charles de Gaule frances, mas o que mais vemos aqui no blog ao invés de sensatez e lucidez ao analisar os fatos é muita picuinha, dos pró-amis e pró-russos, o que acaba por tornar chata a discução.

  13. Olá, Airacobra.
    Realmente.
    Eu falo na condição de leigo.
    Interessante essas informações sobre reformas e os mísseis.
    Eu sou muito crítico sobre muitas coisas.
    Sem dúvida, com exceção dos NAE americanos os outros levam “poucos” caças.
    Na verdade há pouco países com NAEs e muitos deles são espécies de porta helicópteros. Ou são de “pequeno” porte.
    É porque muitas vezes quando se fala em força tarefa, imagina-se um grande poderio.
    Quando penso em dez a vinte caças acho muito pouco.
    Foi nesse sentido que falei.
    Não fará tanta diferença na Síria em relação aos caças que a Rússia já tem na região.

  14. Comentário de torcedor sempre é tão cansativo e infantil. Na verdade nem é comentário, é pitaco de lambe-botas. Os EUA gastam em Defesa 40% do somatório dos gasto global e querem que a Rússia tenha algo igual ?

  15. Será um período de grande aprendizado para a marinha russa, utilizando o porta aviões de forma mais flexível e em um teatro de operações diferente daquele que o navio foi originalmente planejado.

    Porem a beleza dos porta aviões é exatamente esta, eles são flexíveis para variados cenários de empregos e sem entrar nesta discussão inútil de Russia x EUA, para os entusiastas de guerra aeronaval será uma grande experiência acompanhar esta missão do Kuznetsov.

    Da mesma forma que o Hermes e o Invencible lutaram uma guerra a qual não foram projetados, há 34 anos atrás, e isto mudou bastante a mentalidade inglesa sobre porta aviões futuros, os russos vão tirar lições sobre sua futura aviação embarcada em parte nesta viagem do seu porta aviões.

    Não estou comparando a campanha das Malvinas com a da Síria, Apenas dizendo que em ambas os porta aviões envolvidos desempenharam papeis diferentes dos originalmente planejados.

  16. Exatamente Aereo, ficam com tantas picuinhas que acabam deixando passar despercebido o principal foco, que é o que você citou, que o envio do Kuznetzov à tal missão será um ensaio real que definirá o rumo do futuro da doutrina da aviação de asa fixa embarcada da Russia em um futuro próximo, bem como também ajudará a definir alguns pontos a mais que deverão ser modernizados nele que não devam atualmente constar no checklist de modernizações,

  17. Airacobra 16 de outubro de 2016 at 1:35

    corretamente meditar

    a tarefa principal um treinamento de outros barcos como uma parte de KUG com base nestas decisões de experiência vai se fazer para testar a asa nova e modernizada na Síria + e os novos princípios no momento da modernização da transportadora de avião introduz-se, e o fato que o Yamato russo (o assassino de todos vivem) expeliu ao mar mostra intenções sérias da frota russa

    somente olhe

    – a deslocação é 25 860 t
    – estação de poder atômica
    – O poder é 163 000 h.p.
    – A velocidade do curso é 31 nós (cheios)

    – Artilharia de um canhão de artilharia de 2 × 100 mm de AK-100 ou
    AK-130 de 1 × 130 mm
    Artilharia antiaérea de 8 ARMAZENAMENTO × AK-630, ou
    6 × ZRAK “Dirk
    Armamento de míssil 20 PU Faceta de PKR P-700
    2 2 “Osa-M” (40 foguetes) ou
    8 8 “Punhal” (64 foguetes)
    1 — S-300F, 1-S-300FM.
    Braços anti-submarinos de “Nevasca” PLUR ou
    PLUR “quedas”, RBU-6000 “tornado 3” ou
    RBU-12000 “Boá”.

  18. A respeito da quantidade de aeronaves, não sei se é o limite que ele carrega mas parece um número bom para função que ele irá desempenhar na Síria. Acredito que a maioria dos ataques irá se concentrar em Aleppo então não acho necessário um grande número de aeronaves.

  19. Em se tratando de um cruzador pesado e não um porta aviões nato, a quantidade de aeronaves ali oferecidas estão de bom agrado, e estariam no sonho de muitos brasileiros. não desmereça a frota alheia num comentário torcendo para podermos ter um para dissuadir alguma coisa por aqui.o reformado chines é respeitado…

  20. Não há nada oficial sobre submarinos russos estarem acompanhando o “Kuznetov” e na minha opinião e é apenas uma opinião deixo bem claro, acho que há uma supervalorização do submarino e sua onipresença .
    .
    Submarinos são minorias em suas marinhas e não existem mais grandes forças submarinas,
    isso aconteceu na guerra fria e desde seu fim a força de submarinos da US Navy experimentou e
    continuará experimentando uma diminuição em seus números e o mesmo aconteceu e continuará
    acontecendo com a força de submarinos da Rússia.
    .
    Quanto aos britânicos, eles chegaram ao nível mais baixo, quase inacreditável de apenas 7
    SSNs, 3 classe “Astute”, um muito novo e ainda não considerado 100% para operações e outro
    que colidiu recentemente com um navio mercante e está passando por reparos e 4 mais antigos
    classe “Trafalgar”.
    .
    Manutenções de rotina, modernizações/revitalizações, algumas levando anos para serem concluídas, trânsito, treinamentos e mesmo acidentes deixam boa parte dos já ” poucos” submarinos existentes longe de seus objetivos e a própria US Navy tem declarado ano após ano que menos de 80% das missões vem sendo cumpridas.
    .
    Há um número bem menor de submarinos sob os mares hoje em dia !

  21. Guilherme…

    juntando algumas informações o que se deduz é que o “Kuznetov” conta com cerca de 15 aeronaves de asa fixa entre SU-33 e Mig 29K e mais de 10 helicópteros incluindo o Ka-52K
    para ataque terrestre, cerca de 30 aeronaves no total.

  22. Mad…

    um NAe da US Navy por exemplo pode operar com cerca de 80 aeronaves, mas, faz um bom tempo que o número embarcado é pouco maior que 60. Entre os motivos há uma falta de aeronaves crônica, mas, também o ensejo de dar às aeronaves uma maior sustentação,
    ou seja, mais combustível e armas a serem usadas por uma mesma aeronave.
    .
    O NAe russo é menor que os NAes da US Navy, portanto sua capacidade de embarcar e sustentar aeronaves igualmente é menor, mas, também há uma falta de aeronaves e
    pilotos treinados, então se a capacidade máxima do “Kuznetsov” é de 45 aeronaves, com uma proporção maior de helicópteros a bordo quando comparado com NAes da US Navy o fato dele
    estar embarcando 30 está mais ou menos a par com o que americanos e franceses estão
    fazendo.
    .
    No fundo é tudo uma questão de falta de recursos para adquirir aeronaves em número suficiente
    e tentar fazer mais com menos e é o que estamos vendo em todas as marinhas.
    .
    abs

  23. Amigo Dalton!
    Comentavam que uma parte das aeronaves vai chegar ja no meio do percurso.Principalmente a ala que estava treinando no Sul da Russia.Vamos ver…
    Um abraço!

  24. Bardini,
    O Su-33 é do tamanho do finado F-14. Ele não combina é com um NAe do tamanho do Kuznetsov. rsrss
    Sem falar que o NAe russo utiliza o método STOBAR, que reduz muito o peso máximo de decolagem desse grande (e pesado) avião.

  25. Apenas uma pergunta: já experimentaram decolagem assistida por foguete (RATO) no Kusnetsov?
    Acredito que ajudaria muito no payload.
    Obrigado

  26. Vi no YouTube. Parece que aquele s300 foi instalado porque os aliados queriam bo bombardear a base aérea Síria com 800 bombardeiros. Alguém viu isso?

  27. Carlos Alberto Soares-Israel 16 de outubro de 2016 at 21:17
    Resposta perfeita, técnica e cheirando a earl grey

    Save Monty Python 😀

  28. Dalton 16 de outubro de 2016 at 12:40
    Não há nada oficial sobre submarinos russos estarem acompanhando o “Kuznetov” e na minha opinião e é apenas uma opinião deixo bem claro, acho que há uma supervalorização do submarino e sua onipresença ,

    You don’t know? 80% of local readers imagine a little and the Russian equipment and tactics understand, taking the knowledge from articles of the western military websites which authors don’t understand anything
    2 weeks ago they wrote (here it is published) that Kuznetsov won’t go hiking in connection with absence of the trained pilots

    you read above my comments? I see isn’t present! read tactics and structure Ship striking force (in abbreviated form KUG) — the tactical group of the surface fighting ships created for operation (fight) for actions against surface forces of the fleet of the opponent, his convoys, sea landings and land objects on the sea coast. Is one of elements of group of forces of the Russian fleet, and safety under gruppmrovka water is registered there, at least two boats

    you saw above video? again didn’t see 3-10 sec., video is shot from a board the Admiral Kuzntsov and we what we see? we see the Oscar-II

    p.s-wash to you council, study the Russian sitstema and the Russian tactics more carefully before that to tell that
    ____

    Não sabe? 80% de leitores locais imaginam um pouco e o equipamento russo e as táticas entendem, tomando o conhecimento de artigos dos sites web militares ocidentais que autores não entendem nada
    Há 2 semanas escreveram (aqui publica-se) que Kuznetsov não irá marchar com relação à ausência dos pilotos treinados

    lê acima dos meus comentários? Vejo não está presente! leia táticas e força de batimento de Barco de estrutura (na forma abreviada KUG) — o grupo tático dos barcos de luta de superfície criados para a operação (luta) por ações contra forças superficiais da frota do oponente, as suas escoltas, aterrissagens do mar e objetos de terra na costa do mar. É um de elementos do grupo de forças da frota russa, e a segurança abaixo da água do grupo registra-se lá, pelo menos dois submarinos

    viu acima do vídeo? novamente não viu 3-10 segundo., o vídeo dispara-se de um conselho o almirante Kuzntsov e nós o que vemos? vemos o Oscar-II

    p.s- lave-lhe o conselho, estude o sitstema russo e as táticas russas mais cuidadosamente antes disto para dizer isto

  29. João 16 de outubro de 2016 at 7:26
    A respeito da quantidade de aeronaves, não sei se é o limite que ele carrega mas parece um número bom para função que ele irá desempenhar na Síria. Acredito que a maioria dos ataques irá se concentrar em Aleppo então não acho necessário um grande número de aeronaves.
    ____________________________________________
    You follow the conflict in Syria? you’ve seen the map of the country? or tollko recently learned about Aleppo from your TV?

    I’m going to surprise you, be applicable Russian air force to fight terrorists near Damascus, Latakia, Idlib, near Palmyra, Deir ez-Zor in eastern Aleppo, in Guta

    welcome to reality 🙂

    __

    Você segue o conflito na Síria? você viu o mapa do país? ou tollko recentemente aprendeu sobre Aleppo a partir de sua TV?

    Vou surpreendê-lo, ser aplicável força aérea russa para lutar contra os terroristas próximos a Damasco, Latakia, Idlib, perto de Palmyra, Deir ez-Zor em Aleppo oriental, em Guta

    Bem vindo a realidade 🙂

  30. João Borges Кейрос Младший 16 октября 2016 в 21:08,

    The heavy aircraft carrying cruiser “Admiral of the Fleet of the Soviet Union Kuznetsov” is armed with 12 missiles ASM P-700 missile system “Granite” (Urawa Navy Zip Code: 3M45, on the codification of NATO: SS-N-19 “Shipwreck”, Shipwreck) – winged antiship missile (ASM), a long-range, designed to fight the ship’s powerful factions, including the aircraft carrier.
    __

    A aeronave cruzador pesado transportando “almirante da frota da União Soviética Kuznetsov” está armado com 12 mísseis ASM P-700 sistema de mísseis “Granito” (Urawa Marinha CEP: 3M45, na codificação da NATO: SS-N-19 “Shipwreck”, Shipwreck) – antinavio alado mísseis (ASM), um de longo alcance, projetado para combater facções poderosas do navio, incluindo o porta-aviões.

  31. João Borges Queiroz Júnior 16 de outubro de 2016 at 21:08 –
    Porque a Convenção de Montreaux, que regulamenta o transito de navios pelos estreitos que dão acesso ao Mar Negro proíbe o transito de porta-aviões. Se a Rússia classificá-lo como o que da fato ele é, o navio não pode transitar por estes estreitos.

  32. todo avião russo sem exceção de mig a sukoi são JACA´s e as estatisticas mostram q em combates contra caças ocidentais sofrem um kill rate de 10:1.

  33. Nonato 16 de outubro de 2016 at 18:34
    E um s300 dá conta de 800 bombardeiros? Olha, o maior ataque da guerra do Golfo contou com um pacote de 78 aviões e foi caótico. É muito difícil, senão impossível coordenar um ataque destas dimensões

  34. Imagina a noticia no pentágono!

    Senhor o Almirante Kuznetsov zarpou para síria acompanho do cruzador Pedro o grande e mais navios…Como li aqui oque eles podem fazer ou que eles levam , não se trata disso a questão!

    Mas sim de campanha ( Marketing ) para Putin. e o desespero para os americanos que depois 30 anos estão vendo os mares pelo mundo não tão mais seguros para navegação dos seus porta aviões.

    Agora alguém pode informar ou talvez não me engane neste teatro teremos 3 porta aviões?

    Abraço!

    Gostaria de ver um mapa detalhado aonde estas belezas ficariam paradas para uma operação dessa com raio de alcance para ataque e defesa,

    Isso da até um filme kkkkk

  35. Gabriel, por que você acha que os mais estão menos seguros para a Marinha Norte Americana? A rigor é justamente o oposto. A Marinha americana aumentou substancialmente a sua capacidade técnica nos anos 2000. Para você ter uma idéia, em 1987, os iraquianos atacaram com sucesso uma fragata norte americana (USS Stark) com um Dassault Falcon 50 – um jatinho executivo – armado na base da gabiarra com 2 exocets que atingiram o navio.
    Atualmente, você vê o USS Mason evadindo misseis da mesma categoria sem grandes dramas.

  36. Jacinto >>>> Se voltarmos 15 anos atras tínhamos marinhas apenas ocidentais navegando pelo mundo, hoje temos 2 mares em que existe um porta aviões de outra armada não alinhada aos americanos , mar da china esta em tremenda disputa mesmo mandando 3 PA os americanos não conseguiram acalmar os ânimos dos chineses e agora o URSO louco resolve mandar um grupo de ataque HEAVY para o mediterrâneo, Faz quanto tempo que não vemos isso?

    ahhhh quero ver quando eles passarem pelo estreito de Gibraltar vai render boas fotos!!!

    Quanto a essas tentativas de afundar um navio americano, até então ninguém realmente fez de fato, Nas malvinas os ingleses tinham a mesma tecnologia no período de defesa que os americanos não?

    E os argentinos fizeram um belo trabalho por lá, mostrando capacidade e afundando navios!

    Resumindo….Não adianta ser louco! é oque vejo sobre essas acontecimentos contra a marinha americana nesses tempos!

    Abraço

  37. O Kuznetsov nem precisa de tantos aviões, afinal ele é um cruzador também, leva misseis anti-navio e tudo. E sua “pequena” escolta é só o maior navio de combate da atualidade, a maior quantidade de misseis concentrada em uma unica plataforma (cruzador nuclear pesado Petr Velikyi, classe Kirov).

  38. Felipe 17 de outubro de 2016 at 11:16

    Small compared to what? Well then look at the escort of the French “Charles de Gaulle” (fr. Charles de Gaulle, R91) it is 2 times less
    _

    Pequeno quando comparado com o quê? Bem, então olhar para a escolta do francês “Charles de Gaulle” (fr. Charles de Gaulle, R91) é 2 vezes menos

  39. Gabriel 17 de outubro de 2016 at 10:36

    ahhhh quero ver quando eles passarem pelo estreito de Gibraltar vai render boas fotos!!!,

    MRK “Zeleny Dol” e “Serpukhov” rebocador “SB-36” na Ceuta Espanhol, Gibraltar
    16 de outubro
    __

    MRK “Zeleny Dol” and “Serpukhov” tugboat “SB-36” in the Spanish Ceuta, Gibraltar
    October 16th

  40. Easy Rustam…

    não fiz nenhuma crítica à marinha russa, apenas comentei, que NENHUMA marinha possui submarinos em número suficiente para estarem em todo o lugar e não quis dizer que falta treinamento aos pilotos hoje embarcados e sim que não há um número suficiente de pilotos treinados e aeronaves para lotar completamente o “Kuznetsov”…nem a US navy tem para seus NAes !
    .
    O fato de um “Oscar II” ter sido filmado ao longo do “Kuznetsov” não significa que ele irá
    acompanha-lo até o Mediterrâneo…há uma falta deles já que dos 8 ,um encontra-se na reserva o
    “Irkutsk” e vários outros estão sendo modernizados, então não “Oscar II” SOBRANDO.

    E pelo que já li de fontes russas a doutrina é manter os SSGNs (OScar II) mais próximos do território russo…o mais comum para uma missão tão longa é destacar um SSN…de qualquer forma o que foi publicado sobre as unidades acompanhantes, não inclui nenhum submarino…se haverá um ou não…apenas não é oficial.
    .
    Muita gente ainda acredita que os NAes da US Navy ainda são acompanhados por submarinos,
    mas, isso é coisa do passado…eventualmente eles podem encontrar-se e exercitarem-se
    juntos, mas, um submarino não fica mais “amarrado” ao NAe.
    .
    Tenho acompanhado a situação da marinha russa…e para um brasileiro estou bem familiarizado
    com navios e submarinos russos , os que encontram-se em modernização, inclusive os
    atrasos que vem ocorrendo no cronograma na entrega de navios novos e na devolução de
    navios sendo modernizados.
    .

  41. Acabou de sair um grupo dos navios da Frota Pacifica russa (“Almirante Tributz” e “Bystryy” com acompanhantes) na direção de Mar Vermelho e Canal de Suez. Estimativa de chegada – 20 dias.
    Pra que será?.
    Um abraço!

  42. Gabriel…

    o “Kuznetsov” esteve no Mediterrâneo em uma missão de 6 meses iniciada em dezembro de
    2013 até meados de 2014 quando retornou, então não faz tanto tempo assim…não há nada de
    diferente agora.

  43. Scudb…

    até o ano passado o navio capitanea da Frota do Mar Negro o “Moskva” também estava no
    Mediterrâneo…ele então foi substituído pelo outro cruzador da mesma classe o “Varyag” que é capitanea da Frota do Pacífico …só que o “Varyag” já retornou e está sendo substituído agora pelos navios que você mencionou.
    .
    Então com “poucos” grandes combatentes de superfície a marinha russa é obrigada a enviar os navios que estão disponíveis mesmo que signifique enfraquecer outras frotas.
    .
    O terceiro cruzador da classe “Moskva” ou “Slava” o “Ustinov” está passando por testes de
    mar depois de passar por 5 anos de revitalização.
    .
    abs

  44. Dalton 17 de outubro de 2016 at 11:37
    Easy Rustam…
    __

    Eu estou dizendo a você, novamente, os submarinos são, eles são registrados em nossos estatutos (imprensa não aberto), pelo menos, 2, um caçador, o outro para atacar a força inimiga

    Fico feliz que você nos seguir, e você deve saber que esta campanha é a maior em número de navios nos últimos anos e é bom, mas um pequeno grupo de aeronaves, mas isso não importa! a principal tarefa de elaborar a interação e fazer de combate aéreo pilotos marinhos às habilidades deles, você percebe que os marinheiros ocidentais, também, esperar por tudo de negócio como os bons velhos tempos
    ___

    I’m telling you again, submarines are, they are registered in our statutes (not open press) at least 2, a hunter, the other to strike at the enemy force

    I’m glad that you follow us, and you should know that this campaign is the largest by number of ships in recent years and it is good, but a small group of aircraft, but it does not matter! the main task to work out the interaction and make flight combat marine pilots to theirs skills, you realize that the Western sailors, too, wait for it all at business like the good old days

  45. Bardini 16 de outubro de 2016 at 16:29
    A desgraça dos russos é o tamanho das suas aeronaves… Aquele Su-33 não combina com um NAe.
    ___

    seriously? there can be a shame for politicians and generals of one country
    which have only 12 shock helicopters, or only 36 modern fighters want to buy, have no air defense system, modern frigates and so on also army to be on the development and potential is far from the next armies in Latin America.

    this truth shame!
    _
    seriamente? pode haver uma vergonha de políticos e generais de um país
    que têm só 12 helicópteros de choque, ou só 36 lutadores modernos querem comprar, não ter sistema de defesa antiaérea, fragatas modernas e assim por diante também o exército para estar no desenvolvimento e potencial é distante dos seguintes exércitos na América Latina.

    esta vergonha de verdade!

  46. Dalton, Mas quando ele estava no mediterraneo chegou a fazer missões de ataque?

    Como se pretende fazer agora?

    Eu tb tinha perguntando se alguem sabe se existe de encontrarmos 3 PA no mesmo teatro de operações? França / EUA / Russia

  47. Amigo Rustam confundiu a “desgraça” com a “vergonha” kkk
    OBS : Não duvido pois no Daguestão , por exemplo , se trata da mesma coisa. Entendo perfeitamente!
    Um abraço!

  48. ScudB 17 de outubro de 2016 at 12:33
    Amigo Rustam confundiu a “desgraça” com a “vergonha” kkk
    OBS : Não duvido pois no Daguestão , por exemplo , se trata da mesma coisa. Entendo perfeitamente!
    Um abraço!
    ___

    In Dagestan, Ingushetia and Chechnya is a little struggle with terrorists, Russian riot police and some of the best in this business, we do not conduct negotiations with terrorists, we destroy them, I will note only one division in Brazil at a good level this BOPE (port. Batalhão de Operações Policiais Espesiais)

    ___

    No Daguestão, Inguchétia e Chechênia é um pouco luta com terroristas, a polícia de choque russas e alguns dos melhores neste negócio, não conduzir as negociações com os terroristas, nós destruí-los, vou observar apenas uma divisão no Brasil em um bom nível esta BOPE (porta. Batalhão de Operações Policiais Espesiais)

  49. Gabriel…

    de fato não…mas…a presença do NAe “Kuznetsov” não irá alterar muita coisa…já existem
    aeronaves russas baseadas na própria Síria. Mesmo assim. sou daqueles que consideram o
    envio do “Kuznetov” como válido, pois nada melhor que uma missão para coroar meses de treinamento e estando no mar o “Kuznetsov” e seu grupo podem ser rapidamente empregados
    em outras funções conforme ordenado.
    .
    Bom, atualmente os EUA possuem um NAe o USS Dwight Eisenhower no Golfo Pérsico e não
    há nenhum motivo para desloca-lo para o Mediterrâneo, mas, quando seu retorno for iniciado
    no próximo mês caso não seja estendido já que o NAe que deverá sucede-lo está um pouco atrasado no cronograma, ele poderá bombardear a Síria a partir do Mediterrâneo como fez na
    viagem de ida..
    .
    Quanto ao “Charles de Gaulle” ele tem realizado ataques tanto do Mediterrâneo quanto do
    Golfo Pérsico já que o “ISIS” não está concentrado apenas na Síria e justamente pelo retorno do
    “Eisenhower” antes que o “Bush” chegue, o “Charles de Gaulle” provavelmente permanecerá no Golfo.
    ,
    Não que os EUA não possam enviar outro NAe ou estender a permanência do “Eisenhower” só que isso quebraria novamente o plano para dar aos NAes e suas tripulações uma escala mais
    condizente de operações e manutenções e não há grande urgência de se fazer isso.

    Então será difícil ver 3 NAes de 3 diferentes nações na mesma área.
    .
    abs

  50. Obrigado Dalton! Estamos todos aqui ,acredito para novas infos sobre essa missão!

    E que tem gente que não está dormindo por isso nos USA é fato!!! kkkk

    Abs!!!

  51. Gabriel, o sistema Aegis do Mason impediu que os misseis disparados contra ele atingissem o alvo:
    FATO, contra fatos há alegações contrárias.
    Com relação a tua afirmação de que o sono dos pessoal do Pentágono está prejudicado porque a Rússia mandou um GT para lá com Kuznetsov não passa de bravata, simplesmente, porque:

    Porque este GT Russo vai estar sendo permanentemente monitorado pela OTAN, provavelmente acompanho por um ou uns SSNs americanos, e qualquer tipo de atitude belicosa pode ser respondida de forma definitiva por qualquer Carrier Strike Group do Tio Sam.

    E tem mais viu Gabriel, este negócio que eles vem a maior concentração de mísseis por navio que são armamento ultra hiper fodásticos, interplanetários nunca antes vistos na face da terra com “gosma de plasma”, ahh com radares quânticos de bolinhas e não sei mais o que..
    Sabem quem eles assustam; A Marinha da Geórgia, da Ucrânia, da Moldávia, assustam aos Maricas das Eurobâmbinavys, que se borram todos só de olhar, porque são uns incompetentes, agora com a US Navy a conversa é outra, pois é uma Marinha moderna, armada, operacional e testada em combate.

    Os Russos são uns fanfarrões,nós todos sabemos disto, mas burros eles não são, sabem muito bem que estão em “Galinheiro alheio” e seguramente não vão querer “comer as galinhas do vizinho”, até porque os cachorros do vizinho são grande e brabos.

    G abraço

  52. Juarez 17 de outubro de 2016 at 13:31

    Os Russos são uns fanfarrões,nós todos sabemos disto, mas burros eles não são, sabem muito bem que estão em “Galinheiro alheio” e seguramente não vão querer “comer as galinhas do vizinho”, até porque os cachorros do vizinho são grande e brabos.
    G abraço
    ___

    Realmente? enganá-lo, porque você está cheio de 0 no serviço militar, você não sabe a história da Marinha russa desde o czar Pedro 1, você não sabe o nosso desenvolvimento, você não sabe a oposição Sovestky e da Marinha americana no 50-90ye anos, você não sabe de nada! mas você tem a audácia de chamar outras pessoas estúpidas, o seu nível de desenvolvimento é, no mínimo, é melhor ir para baixo karnava não rasgar o ar!
    __

    True? fool you, because you are full of 0 in the military, you do not know the history of Russian Navy since Tsar Peter 1, you do not know our development, you do not know the opposition Sovestky and the American Navy in 50-90ye years, you do not know anything! but you have the audacity to call other people stupid, your level of development is at a minimum, it is better to go down karnava not rend the air!

  53. Gabriel…

    .
    Acabei de ler…o NAe USS George Bush que tem nos últimos meses treinado para ser enviado ao Oriente Médio, deixou a base naval de Norfolk no sábado !!!!!
    .
    Mas, apenas, para um cruzeiro com familiares e amigos dos tripulantes 🙂
    .
    Não há motivo para se perder o sono…ainda não.

  54. Jesus Christ
    Rustam Bogaudinov, your english is just as good as your military knowledge. Bullshit
    Please stop.
    I´m recommend that you know at least some English vocabulary before posting.

  55. Humberto 17 de outubro de 2016 at 15:14,

    stop that? any insult to my country by people who know nothing of military affairs, history of Russia, Russian naval history, will meets both truthful answer!
    __

    parar com isso? qualquer insulto para o meu país por pessoas que não sabem nada de assuntos militares, história da Rússia, a história da Marinha russa, vontade atende tanto resposta verdadeira!

  56. O Brasil é o pais do futuro mas este futuro nunca chegou.
    A URSS foi uma potência no passado e hoje a Russia nem é sombra do que foi. Tem gente que adora o passado glorioso ou tem esperança em um futuro promissor, nenhum dos dois coloca comida na mesa.
    A história da Marinha Russa é marcada por incompetência, derrota contra a Marinha Japonesa, Kursk (mais recentemente) entre outras. O Brasil foi incompetente em montar simples corvetas. Temos que lembrar dos erros para construir um pais melhor e não ficar defendendo cegamente alguém.
    A Historia de Russia é cheio de mortes, massacres mas é o povo que mais sofreu na WWII, inclusive sem o heroismos de milhões de Russos, os Nazis não teriam sido derrotados na Europa sem o uso de bombas nucleares. Então a história nem é bela nem é horrivel.
    Defenda com fatos, não com palavras. Se voce não conhece assuntos militares, estude.
    Seja bem vindo para aprender e debater. Mas não atrapalhe o debate, já temos os nossos imbecis para aguentarmos.

  57. Humberto 17 de outubro de 2016 at 16:08,

    Russian fleet on the power of the second in the world after the United States Navy, and that’s a fact!

    The history of the Russian navy from 1636 nachinaetsya goda.Pervoe three-masted ship built in Russia in the European standard, was launched in Balakhna in 1636 during the reign of Tsar Mikhail Fedorovich. The ship was built by shipbuilders from Holstein, was named “Frederick” and went under the flag of Holstein.

    July 22 (August 1, New Style) 1656 Russian rowing flotilla magistrates Peter Ivanovich Potemkin broke squadron Swedish ships near the island of Kotlin and captured 6-gun galley. The battle off the island of Kotlin is regarded by historians as the first documented Russian victory at sea in the new time.
    __

    frota russa no poder do segundo no mundo após a Marinha dos Estados Unidos, e isso é um fato!

    A história da marinha russa de 1636 nachinaetsya goda.Pervoe navio de três mastros construído na Rússia no padrão europeu, foi lançado em Balakhna em 1636 durante o reinado do czar Mikhail Fedorovich. O navio foi construído pelos construtores navais de Holstein, foi nomeado o “Frederick” e foi sob a bandeira de Holstein.

    22 de julho (1 de Agosto, New Style) 1656 russas magistrados remo flotilha Peter Ivanovich Potemkin quebrou navios suecos esquadrão perto da ilha de Kotlin e capturou galley 6-gun. A batalha perto da ilha de Kotlin é considerado pelos historiadores como a vitória Russo primeiro documentado no mar no novo tempo.

  58. Se alguém puder me fazer o favor, que tenha um inglês melhor que o meu, que é ruim, explique para este russo fake que eu não chamei ninguém de estúpido, apenas disse a realidade.

    G abraço

  59. foda isso, e por isso que procuro apenas ler e não fazer postagens , os caras estão vendo a historia acontecendo diante dos olhos e ficam nessa picuinha de usa vs Russia , de quem e melhor , esqueçam não vai rolar ,e nem pode ter guerra entre eles porque se rolar estaremos todos fu*** , mesmo se o Brasil não tomar algum partido.

  60. repeat once again learn the history of Russian fleet and then say something! if you can not see the simple numbers such as 1636 🙂 I understand you do not need to know, because you have been saying, not knowing the material and topics of discussion!
    __

    repetir uma vez mais aprender a história da frota russa e, em seguida, dizer algo! se você não pode ver os números simples, como 1636 🙂 Eu entendo que você não precisa saber, porque você têm vindo a dizer, não sabendo o material e tópicos de discussão!

  61. Humberto 17 de outubro de 2016 at 17:13

    no início pensa e logo fala se não entender no material
    e não sabe nada sobre a frota de Ruskky e a sua história, são silenciosos melhor
    __

    you at first think and then you speak if you don’t understand in material
    and you don’t know anything about the Ruskky fleet and its history, are silent better!

  62. Meus amigos, vocês estão perdendo a esportiva. O Rustam é um cara legal e está apenas defendendo o seu ponto de vista.

    E ninguém pode brincar com um Kirov… nem com Su-33 e Mig-29K. É um equipamento muito capaz, embora, será superado por cópias chineses que virão com capacidade CATOBAR junto com um novo NAe com esta capacidade.

    Saudações a todos.

  63. engraçado como o tio sam e seus lambe bolas começaram a acusar a Russia de tudo quanto e jeito após Russia dar asilo ao Edward Snowden… impressionante…
    nao vejo ninguem criticando a Arabia Saudita por criar/treinar/financiar o ISIS…
    A Turquia eh outro pais que treina e financia terroristas….
    a CIA fornece armas a todos os grupos… “black ops”
    como ambos países sao aliados dos americanos esta tudo bem…

  64. pela nova configuração da ala aerea, o su-33 fica responsável pelas operações de cobertura aerea e os mig-29k pelos ataques ar-superfície, curioso é que o mig é o oferecido pela estatal russa responsável pelas exportações, alem de tudo trata-se de um caça multifunção, não entendo essa insistência russa com o flanker naval, caça extremamente grande e menos flexível que o mig-29 para operar a partir de um porta-avioes.

  65. Guilherme…

    pelo que entendo o Mig 29K irá substituir o SU-33, mas, até que haja um número suficiente de
    MIG 29K em serviço não há nada de anormal em aproveitar o resto de vida útil do SU-33…
    por exemplo, os franceses usaram até o osso seus “Super Etandards” até que um segundo esquadrão de Rafales M finalmente estivesse disponível para ser embarcado, são coisas que exigem tempo, aeronaves, pilotos, pessoal de manutenção adequadamente treinado, logística,
    ninguém escapa disso.
    abs

  66. kkkkkk Juarez meu caro,
    entenda, que não existe povo mais frustrado e complexado do que o povo russo, talvez só o Brasileiro.
    Putin é a síntese disso, um sujeito rancoroso e cheio de sonhos de vingança. O problema é que após 7 décadas de financiamento e acordos com os Fabianos ocidentais a coisa toda se tornou insustentável e ruiu, então a Elite Fabiana ocidental achou que era hora de pegar o seu quinhão após tanto os ajudarem e “invadiram” a Ex-URSS comprando tudo a preço vil (Rússia de Yeltsin), acontece que a instituição Soviética mais poderosa nunca foi o Partido, sempre foi a KGB, pois foi sempre ela que detinha a concepção e a execução dos meios de ação e assim o foi com Putin, Dugin et caterva…

    Meus caros, só existe propaganda estatal Pro-Eurasiana na Rússia, eles difamam até os programas de TV ocidentais “mostrando” e dizendo: “Vejam como esses ocidentais são moralmente baixos”… vejam esse:
    é só ligar a legenda em inglês e fica mais fácil.
    Eles adulteram as imagens de programas de TV ocidentais…
    Tem até pop star cantando “Meu amado Putin”

  67. todo este palhaço? no material do artigo é lo que contar, nos barcos, segundo as características, no equipamento, na história? Entendo que que 0 cheio em ciências militares e constantemente diz do ditador zangado Putin 🙂 ele параноя o amigo, provavelmente no Brasil em todo lugar comunistas lhe parece? descanse e desça em um carnaval 🙂

    __

    to tell all this that you wave, the clown? on material of article is what to tell, on the ships, according to characteristics, on the equipment, on history? I understand that you full 0 in military sciences and constantly tell about the angry dictator Putin 🙂 it параноя the friend, probably in Brazil everywhere communists seem to you? relax and descend on a carnival 🙂

  68. Dalton
    entendo o argumento, mas, salvo engano, os su-33 passaram ou passarao por uma atualização de aviônica, havendo uma complementação das necessidades operacionais de multifunção pelo mig-29k, sendo que este é o produto a ser exportado, alias ja o foi para a india, a lógica solicita uma maior atenção ao caça menor, que alias, ao meu ver, é bem superior ao flanker embarcado.
    abs.

  69. Guilherme…

    existe uma máxima no meio militar que diz o seguinte: “se combate com o que se tem e não com o que se quer”. Militares são mestres na arte do improviso e como ninguém pode se dar ao
    luxo de desperdiçar nada hoje em dia, os russos farão com que o SU-33 seja mais útil do que
    jamais foi mesmo que por limitado período de tempo.
    abs

  70. Dalton 18 de outubro de 2016 at 10:46

    8 SU-33 units in 2016 were overhauled and got Hephaestus system, although the fleet has 24 new MIG-29KR (KUBR) is not all pilots have been obtschenie, as SU-33 as a useful grouping defender
    _
    8 SU-33 unidades, em 2016 foram revisados e tem sistema de Hefesto, embora a frota tem 24 novos MIG-29KR (KUBR) não é todos os pilotos foram obtschenie, como SU-33 como um defensor agrupamento útil

  71. O SU-33 complementa o MIG 29K…um bom resumo é que colei abaixo:
    .
    .
    Available data indicates the 279th Regiment has only 14 combat-ready Su-33s. Eight of them are on the carrier and six still on shore. Either due to poor technical condition or a small number of pilots capable of operating the Su-33 under the conditions of polar night. Admiral Kuznetsov‘s complete air component consists of between 36 and 50 aircraft (depending on the type of aircraft), including anti-submarine, rescue, and early warning helicopters.
    .
    In all of its earlier cruises, the carrier had nothing approaching its full air strength. During the most recent two Mediterranean cruises, the carrier operated between 6 and 10 Su-33 fighters. That was probably enough for the purpose of crew training. And to remind the world that Russia still has a carrier. But it’s not enough for a real war. Even the one in Syria.
    Therefore a decision was made to return to the assumption inherent in the carrier’s design, namely that it was to operate both heavy and light fighters which would complement one another.
    The Su-33s which have a large operational radius, high maneuverability, and the ability to carry up to 12 air-to-air missiles, will operate at long distances from the carrier. MiG-29KR will deal with those enemies which penetrated the Su-33 screen.

  72. very well, you basically right, I’m amazed at your knowledge (add Su-33 will also strike the ground)

      with respect
    __

    muito bem, você basicamente bem, estou espantado com o seu conhecimento (adicionar Su-33 também pode tocar o solo)

      com respeito

  73. quando a transição for totalmente completada pelo mig-29k, talvez esse porta-aviões diminua um pouco o abismo de disparidade em relação a seus “pares” ocidentais.

  74. Thanks Rustam ! Always learning !

    Guilherme…

    o que será decisivo para o “Kuznetsov” será a modernização de meia vida pela qual ele irá
    passar com início previsto para o próximo ano e que poderá levar de 3 a 5 anos para ser
    completada, isso e uma maior disponibilidade de aeronaves é que diminuirá o “abismo”
    entre o “Kuznetsov” e outros NAes.

  75. Se a missão for bem sucedida e saberemos pelos videos que vão postar das decolagens e bombardeios simplesmente por propaganda, será um trunfo para os russos, talvez até uma mudança significativa na aviação naval russa.

    Pensando em atuais áreas de operação desse grupo, já que temos 2 bases áreas na Síria, aonde seria “seguro” estacionar essa forças, pelo que vejo no mapa a área de atuação seria prox ao porto de tartus , em latakia seria uma loucura taticamente sendo que temos bases areas da otan na turquia e britânicos no chipre!

    Como funciona esse tipo de manobra?

    Abraços!!!

  76. Gabriel…

    simplesmente é impossível proteger-se de todas as “ameaças”…veja que o USS Ronald Reagan
    está em missão de patrulha sob as barbas da China e o USS Dwight Eisenhower encontra-se dentro do “apertado” Golfo Pérsico sob os olhares do Irã e eventualmente todo NAe dentro do
    Golfo Pérsico, por exemplo, ancora e concede aos seus tripulantes alguns dias de descanso, ficando bastante vulnerável.
    .
    Com o “Kuznetsov” será a mesma coisa, ele cumprirá sua missão, seus tripulantes e aviadores
    ganharão com a experiência, eventualmente o navio fará uma pausa nos ataques, vigilância e
    treinamento concedendo aos tripulantes algum descanso e após uns 4 meses na área ele retornará a sua base para um longo e necessário período de modernização.
    .
    Não há o que temer das bases da OTAN próximas…não há um estado de guerra , nenhuma grande movimentação de forças em direção à Síria por parte da OTAN.
    .
    abs

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here