Home Noticiário Internacional Coréia do Sul lança mais um IKL-214

Coréia do Sul lança mais um IKL-214

602
37

ikl214.jpg

coreia-do-sul.pngA Coréia do Sul lançou na última quarta-feira seu terceiro submarino Type 214, de projeto alemão. O navio será comissionado no próximo ano, elevando para 12 o total de submarinos daquele país (como comparação, o Brasil possui somente 5 submarinos!).

O mais novo IKL-214 foi batizado como Ahn Jung-geun, homenageando um guerreiro da independência do período de dominação da Coréia pelo Japão e foi lançado em cerimônia no estaleiro Hyundai Heavy Industries, na cidade de Ulsan.

O submarino de 1.800t vai somar-se aos outros dois do mesmo tipo lançados em 2006 e 2007. Diferentemente da Grécia, a Marinha da Coréia do Sul não relatou problemas na operação do 214. Pelo contrário, Seoul planeja construir mais 3 unidades do tipo até 2010 e afirma que seus 214 são os melhores submarinos diesel do mundo.

Os novos submarinos coreanos são equipados com um sistema de propulsão independente da atmosfera (AIP), que reduz imensamente a taxa de indiscrição do submarino e permite o ataque a unidades de superfície sem ser notado.

A Coréia do Sul tem um poder naval em franco desenvolvimento. No ano passado, incorporou um destróier Aegis, o Sejong the Great, tornando-se o quinto país do mundo a possuir esse tipo de sistema embarcado.

O país vai construir mais dois navios Aegis até 2012, planeja ainda construir mais três destróieres de novo projeto e três submarinos de 3.000t de projeto local.

ikl214masts.jpg

37
Deixe um comentário

avatar
37 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
15 Comment authors
sousaA transferência de tecnologia alemã de submarinos para a Coréia do SulAlcance de um submarino convencional com AIPDokdo, o navio de projeção estratégica sul-coreanoÍndia emitirá RFP para submarinos AIP em 2009 Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Douglas
Visitante
Douglas

Esta aí o exemplo.
Um país com problemas sérios de fronteira, primeiro está adquirindo tec convencional em grande quantidade (12 ao todo), pretende fabricar uma nova classe nacional de 3.000t, provavelmente depois partirá para um nuclear. Só acho que o U 214 não foi a melhor escolha, mas são 12!!!

Norberto Pontes
Visitante
Norberto Pontes

Sensacional o feito.
Pudesse o Brasil estar mais ativo na cosntrução do atômico, seria um passo bem maior que a Coréia nesse sentido….
Por hora resta esperar,,,

Joao
Visitante
Joao

E a esperar ficaremos…

Wagner_ASW
Visitante
Wagner_ASW

Que inveja dos Coreanos!!!!!!

Douglas
Visitante
Douglas

Prezados, Mauro entrou em um assunto importante. administração pública. Apesar de investirem proporcionalmente mais que nós em equipamento militar, ainda assim, a Coreia do Sul tem índice zero de analfabetismo e sua educação tecnológica é uma das melhores do mundo. a criminalidade é baixíssima. parece-me, não obstante os casos de corrupção divulgados por aqui, eles estão administrando muito bem o estado.

konner
Visitante
konner

[“…com certeza os coreanos é que tem inveja de nós. …”]

Perfeito Mauro.

Robson H.P
Visitante
Robson H.P

Qual o motivo das bandeiras do Brasil estarem presentes?

Wagner_ASW
Visitante
Wagner_ASW

Concordo com o sr. Douglas. Mas mesmo assim, ainda fico com inveja dos Coreanos !!!

McNamara
Visitante

Os SSK ainda estão com tudo. A Coréia do Sul não investiria em sistemas de armas obsoletos.

Igor
Visitante
Igor

Gostaria de saber pq tem um monte de bandeira, inclusive a brasileira

AJS
Visitante
AJS

Talvez as bandeiras, sejam uma homenagem aos paises que contam com imigrantes coreanos em seus territórios.

Baschera
Visitante
Baschera

Sobre as bandeiras, também pode ser uma para cada sub que tal país opera, notem que aparecem 5 bandeiras do Brasi, e um número não possível de se contar da Alemanha, entre outras….. Outrossim, e pensar que há uns 35 anos atráz a Coréia do Sul era em muitos aspectos inferior ao Brasil, inclusive no quesito educação. Hoje seu IDH é o 26º do mundo, tem apenas 49 milhões de hab. e um território menor que 100.000 Km², com um PIB de 1,18 Trilhão de Us$, o 11º do mundo. Nestas proporções nossas FFAA levam um baile!! Importante lembrar que… Read more »

Flávio
Visitante
Flávio

Igor,

As bandeiras presentes (inclusive a do Brasil) talvés representem os países que tem a capacidade de construir submarinos.

Jorge
Visitante
Jorge

Sr. Baschera.

Não entendi a sua frase final: (…) Exemplo a ser seguido. (…)

Creio que foram os coreanos que seguiram o exemplo do nosso Regime Militar, de implementar uma indústria de defesa.

E para não esquecer: São 25 anos de descaso (incluindo com o Lula II e seu preposto Jobim) com a defesa militar do Brasil.

Norberto Pontes
Visitante
Norberto Pontes

Eu acho que as bandeiras são dos países que adquiriram essa tecnologia alemã de submarinos……

Norberto Pontes
Visitante
Norberto Pontes

ou são para limpar a b……

bota dos marinheiros da manutenção do casco heheeeh

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

Aquela região continua com conflitos de fronteira,a Coreia fez bem
em se defender,pois exporta muito,e pode manter as suas defesas
em dia…diferentemente de paises aqui da america do sul que gastam
errado ,por exemplo o Chile que está gastando em defesa bilhões,e que não produz uma gota de petróleo,com a alta do preço do petróleo
poderá ficar em dificuldades,com o povo pagando com a falta de
visão de alguns governantes na america do sul…
Aqui no nosso país,logo que a bacia de campos ,e santos,começarem
a produzir,vamos ter novidades em várias áreas…

Douglas
Visitante
Douglas

Prezado Paulo, o Chile é um pais muito pequeno, sua população é menor que a da grande São Paulo, não tem pretensões em dominar o ciclo de produção militar. Agora, não acho que tenham errado nas suas aquisições. Veem como inimigos possiveis todos os paises da america espanhola no cone sul. Têm problemas de fronteira ao norte e ao sul. Peru e Argentina ja ameaçaram o Chile. Sua Aérea é bem treinada e o seu principal vetor, o F-16 em quantidade de 30, entre os novos block 52 e os retrofitados modelos A e B, são os tecnologicamwente mais avançados… Read more »

direto do fundo do mar
Visitante
direto do fundo do mar

Boas palavras Douglas.

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

Concordo em parte com vc…….. Mas nos ultimos 20 anos o petróleo estava com preço bem baixo.. países sem petróleo,entrarão em colapso,se o preço continuar em alta…se armar demais hoje em dia,significa na região algo grave… A economia do chile se compara a cidade de campinas…. Perdeu a patagonia para a argentina tempos atras(cheia de óleo), e preferiu a guerra do pacifico,tomou terras do peru e da bolivia, e nestas terras tirou o potassio e o cobre(ate hoje)… como a bolivia não vende o gas dela direto ao chile,porque se sente lesada,so vende via argentina,que recentemente cobrou sobretaxa do gas… Read more »

Douglas
Visitante
Douglas

Paulo, A crise mundial de 70 e 80 está se repetindo, mas sem o alarde daqueles tempos. A pesquisa para substituição do combustivel nos proximos 30 anos está seguindo. A cana, no Brasil, é uma alternativa viável até o amadurecimento da tecnologia de celulas de combustível. E não é só o petroleo que está subindo, todas as commodities tambem, em ritmo acelerado, inclusise o cobre chileno. E essa alta de mercadorias não significa muito se não houver administração competente. A Venezuela ganhou muito dinheiro na decada de 70 com suas reservas, e em meados dos anos 80 estava quebrada. Ou… Read more »

Douglas
Visitante
Douglas

Prezados, montar-se uma fábrica para se construir uma duzia de avioes e depois? Só se jusitifica esse tipo de investimento se houver necessidade de grandes aquisições e montagem de uma industria para atendimento de mercados globais. Material de defesa de alta tecnologia demanda investimento extraordinario. O Chile, com uma população menor que a da grande São Pãulo optou por não gastar centenas de milhoes em fabricas para se produzir pequenas quantidades. Prefere manter alianças fortes com inglaterra e estados unidos. O maior patrimonio politico Chileno é sua democracia e organização administrativa, sem qualquer paralelo no Cone Sul. UM LEMBRETE FINAL:… Read more »

AJS
Visitante
AJS

Peço escusas a todos colegas do blog, mas abro um parêntesis para esclarecer o seguinte:
-A previdência no Chile foi equacionada da pior maneira, ou seja, decorridos 20 anos, o fundo pessoal de cada contribuinte, foi esgotado pelos valores que cada um recebeu como aposentadoria ou pensão, diante do que, nada mais podem receber, ou seja, miséria.”
É semelhante ao que muitos querem implantar por aqui.

Douglas
Visitante
Douglas

Prezado AJS, peço também escusas para lhe dizer que a informação não é precisa. O odio que existe contra a prev do Chile é que ela é privada, e isso é palavrão nos rincões esquerdistas do Brasil que apregoam que o sistema deles é ruim, enquanto que o nosso, falido, excludente e corrupto é que é viável. O problema da prev chilena hoje não é a parcela dos que contribuem e sim do trabalhador informal que nao tem conta em banco e não paga mensalmente. Alias, esse problema é comum a prev publica aqui no brasil também. Lá o governo… Read more »

Douglas
Visitante
Douglas

Prezado Mauro, a ENAER pela suas caracteristicas é mais um parque aeronautico do que uma fabrica propriamente dita, capaz de fabricar caças de superioridade aerea. Nossa aeronautica possui diversos parques de material militar capazes de montar, retificar, conservar, reformar etc, e fazer alguns avioes de baixa tecnologia, mas não fazer do zero um caça de superioridade aerea? Nem nossa Embreaer hoje tem o ferramental necessário. Depende de muito investimento e mercado (leia-se unidades encomendadas e isso nao é possivel comprando-se 12 avioes). Fabricar é uma coisa, montar é muito mais simples. Sobre a tradição democratica. ja são 20 anos que… Read more »

Douglas
Visitante
Douglas

Se o negocio é montar os avioes. OK. Mandem um grupo de engenheiros e especialistas para qualquer fabrica francesa. Em 2 anos estaremos montando por aqui quits porntos do opalão francês Mirage 2000-5 sem qualquer delonga em um anexo da Embraer. Então o governo anunciará que o Brasil “detem tecnologia para fabricação de caças de superioridade aérea.”………..

Douglas
Visitante
Douglas

Mauro, Sobre minha posição do sub nuclear, acabei de falar sobre isso em outro topico aqui. Nao sou contra, leia meu outro comentário. Tambem nao sou contra fabricarmos avioes. mas se vc acha viavel gastarmos bilhoes para fabricarmos uma duzia de avioes, então é melhor compra-los prontos, sai mais barato. por isso disse, quer fabricar? lança uma concorrencia para adquirirmos 150, a Embraer rapidinho levanta fundos para desenvolve-los e fabricá-los. Sobre a ENAER talvez vc esteja um pouco irritado comigo. Uma coisa é fabricar um turbo helice outra é fabricar supersonicos de alto desempenho. Sobre a politica, to com o… Read more »

Baschera
Visitante
Baschera

Prezado Jorge, Quis dizer exemplo a ser seguido no sentido de que os sulcoreanos, devastados após a guerra com a Coréia do Norte (na época, nem baldes fabricavam), primeiro arrumaram sua educação e após sua economia e consequência de investimentos em pesquisa, estímulos financeiros e um planejamento de compras militares coerentes, ao contrario de nós, que praticamente varremos no mapa nossa incipiente industria bélica, deu no que estamos vendo hoje. A industria bélica argentina, promessa nos anos 50, também foi para o saco !!! Quanto a discussão toda acima, uma coisa é certa, sem continuidade de pesquisa e compras regulares,… Read more »

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

Concordo com você,Mauro,a enaer monta aviões,inclusive na ultima LAAD 2008,pelo menos dizem que vai montar um treinador o aermachi 336,um treinador,eles ja montaram um outro,o casa ha bastante tempo, mas todos poucas unidades,nos temos tido sucesso nesta area,acho que nem preciso escrever nada…Ou a industria pertence a iniciativa privada,ou o golden share,mas tem que o estado ter dinheiro…. Uns quinze dias atras ,vi na tv,alias no gnt,cabo da net,uma entrevista,do pontual,a um jornalista,eu peguei a entrevista pela metade acho,ele estava dizendo que o chile enviou uma força paramilitar ao iraque,la chamados de pinguins pretos,e que não sabia o motivo,se era… Read more »

AJS
Visitante
AJS

Caro Douglas, a migração para a prev. privada no Chile, foi voluntária, 50% migraram e 50 % não, dos que migraram e receberam por 20 anos seus benefícios, a totalidade teve exaurida sua capitalização, e hoje, tem uma renda mínima recebida da previdência pública, os outros 50%, que não migraram, estão recebendo normalmente.

Douglas
Visitante
Douglas

AJS vc está falando da transição ou do regime atual? Não existe opção hoje. quem entra, entra na capitalização bancária. A pública deixou de existir para os que entram no mercado de trabalho, e o governo atual já mandou lei nova ao congresso chileno para resolver as lacunas deixadas pelo sistema anterior, inclusive para atender á parcela pobre da população, que não tem conta em banco. O sistema é um sucesso. Bom, mas vamos tocar, se não, o nome do blog passará a ser naval previdenciário…rsrsrsrs

Douglas
Visitante
Douglas

Mauro, sobre a opção chilena, considerando o tamanho do país entendo que a escolha deles é certa. Um governo tem prioridades. Com um orçamento pequeno e a estabilidade trazida pelo sucesso economico, o chile conseguiu evoluir em saude, educação e ordenação urbana, melhorou a capacidade de defesa das suas FA (tudo ainda longe do 1º mundo mas melhor que os vizinhos latinos). Um país sem muitos recursos naturais (so tem COBRE) e população pequena. Enquanto nos, tudo que se refere ao estado é péssimo. Nós é que gastamos mal, FA sucateadas, saude sucateada, educação básica horrivel, segurança publica corrompida… e… Read more »

trackback

[…] melhor performance que o MESMA francês. Além disso, o programa de transferência de tecnologia do U-214 para a Coréia do Sul tem sido bem-sucedido e está dentro do […]

trackback

[…] de resposta rápida da ROK Navy, que inclui os destróieres KDX-III, KDX-II, KDX-I e submarinos U-214. Como um navio anfíbio de alta velocidade, Dokdo foi baseado no conceito de assalto […]

trackback

[…] de um submarino convencional dotado de sistema AIP com células de combustível, como o alemão U-214. O círculo menor mostra o raio de ação submerso de nossos atuais U-209, antes que precisem usar […]

trackback

[…] estaleiro Hyundai está construindo os submarinos U-214 com propulsão AIP para a Marinha da Coréia do Sul. Na nova classe “Jangbogo-III” […]

sousa
Visitante

referent ao maigo que fala sobre que o U-214 nao e a melor escola irmao esse modelo de submarino esta qualificado como o mellor do mndo en a sua categoria de diesel e eletrico e o seu poder de armamento seus torpedos teem um alcance de 70km e teleguiados e a sua tecnologia permite tanbem que o submarino estando ele a 20millas da costa ainda pode faser fotos pra o interior da costa a 17km pode transportar misseis e como pode ser so de ataque naval alem de se poder manter debaixo de agua 20 dias seguidos sem ser preciso… Read more »