segunda-feira, abril 12, 2021

Saab Naval

F-35B faz seu primeiro vôo

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

f35b.jpg

Voou ontem no Texas, pela primeira vez, a versão STOVL (short take-off and vertical landing) do Lockheed Martin F-35 Lightning II, do programa JSF (Joint Strike Fighter).

O avião, pilotado por Graham Tomlinson (ex-piloto de Harrier da RAF), decolou às 10:17am  e voou até 15 mil pés, realizando uma série de testes de manobrabilidade, variação de potência e verificação de subsistemas, antes de pousar às 11:01am.

O Lockheed Martin F-35B Lightning II é o primeiro caça a combinar características furtivas (stealth), STOVL (short takeoff/vertical landing) e velocidade supersônica.

O F-35 é um caça de de 5a. geração que está sendo financiado e desenvolvido pelos EUA e mais oito países. Será produzido em 3 versões:

  • F-35A CTOL para aeródromos convencionais;
  • STOVL F-35B para navios e áreas de pouso próximas do campo de batalha;
  • F-35C carrier variant (CV), para lançamento por catapulta e pouso com cabos de retenção, para os navios-aeródromos da US Navy.

O F-35B foi projetado para substituir os AV-8B Harrier II e os F/A-18 Hornet. Será a primeira versão a entrar em serviço, em 2012, com os Marines. O vôo do F-35A de decolagem e pouso convencionais ocorreu em dezembro de 2006. O F35C, projetado para lançamento em catapultas e recolhimento por cabos, fará seu vôo inaugural em 2009.
Segundo a Lockheed, o F-35 terá a “velocidade e manobrabilidade do F/A-18, a capacidade de desdobramento do AV-8B, a capacidade stealth do F-22, combinados com aviônica revolucionária”. “O avião é a combinação de tecnologias que parecem ficção científica, mas que um time internacional talentoso conseguiu tornar realidade”.
O coração do F-35B é seu propulsor STOVL, o mais poderoso já colocado num jato de combate, que movimenta um fan situado atrás do cockpit, dutos sob cada asa para estabilidade lateral e um nozzle na cauda que vetora o jato do motor na direção desejada. O motor Pratt & Whitney F135 vai propulsar os primeiros F-35Bs. O motor F136, outro modelo alternativo desenvolvido pela GE e Rolls-Royce, vai também ser usado no F-35, a partir de 2010.
O F-35 Lightning II também vai substituir os A-10, F-16 da USAF e os Harriers da RAF e RN.

- Advertisement -

58 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
58 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
André

Esse é o avião acerca do qual o Jobim disse que era muita tecnologia para o Brasil, quando esteve nos EUA com o brigadeiro Saito! Eta frase infeliz!

Taer

Mas muito, muito infeliz!
Sds.

König

Para o pais nada é bom demais ele deveria saber disso!

Nimitz

A frase infeliz é uma prova do despreparo do elemento para o cargo.
A pasta da Defesa deveria ser ocupada por quem entende do assunto, como por exemplo, oficiais da reserva das três forças. Poderia haver um rodízio entre oficiais da reserva das FFAA no cargo do MinDef ou civis que tivessem alguma formação ou especialização militar.
Do jeito que está, a coisa vai de mal a pior. Lembram quem foram os MinDefs antes do Jobim?

Douglas

os 10 Nae classe Nimitz e o novíssimo Super Carrier classe Ford, equipados com esquadrões desse avião….. Não há o que comentar.

Norberto Pontes

o Jobim que está sucateado faz tempo

AJS

Não devemos nos preocupar, isso significa que decorrido algum tempo, teremos o F-35 de última geração, quando quizemos o F-5 A, Nixon declarou que era um avião para defender o que o Brasil não tinha, posteriormente, adquirimos o F-5 E.

Flávio

A idéia de um não militar (Nelson Jobim)ocupando um cargo que exige conhecimentos da área militar nada mais é que uma represália ao antigo regime militar. É querer institucionalizar a subserviência dos militares ao poder civil. Uma grande idiotice. O revanchismo não ajuda o país.

tikuna

caros amigos,como diz o ditado “sonhar não custa nada” fico imaginando o “OPALÃO” c/ um grupamento aéreo formado de 14 f-35,3 s.puma,4 tracker e 9 sea hawk.Com certeza colocaria respeito,no atlantico sul .

Paulo Taubaté

Tikuna, até Sete de Setembro, muita água vai rolar…

A tão sonhada padronização pode vir na forma dos F-35 para a Marinha e Força Aérea. Não é uma vontade, nem sei também se uma possibilidade, pois não tenho acesso ao que está se decidindo entre Brasília, Washington, Paris, Moscou….

Há outros interesses envolvidos nessa disputa, dentro desse contexto, que estão fora da minha alçada de simples mortal…

Mas Tikuna, a composição aí desse grupo aéreo é pra deixar qualquer mortal satisfeito, menos o Jobim…

konner

Para quem aínda não teve a oportunidade e gostaria de conhecer um pouco mais: Os aviões a serem substituídos por este expressivo programa, serão os F-16 e A-10 da USAF; os F/A-18 A/C da US Navy e dos Marines; Os Harriers GR 7, Sea Harriers da Royal Navy e o AV-8B Harrier II dos Marines americanos. O primeiro voo da versão de produção do F-35 teve lugar em 15/12/2006 em Forth Worth, Texas, sede da lockheed Martin. Uma das maiores dificuldades desse projeto de caça, era construir um avião que conseguisse executar a tarefa de 4 modelos distintos, e isso… Read more »

Robson Br

Fala-se muito no “SETE DE SETEMBRO”. Será que além da parada militar vai acontecer algo mais no meio militar?

RodrigoBR

Pelo que li e ouvi a intenção é desenvolver tecnologia nacional. Não acho que o Jobim seja 100% ruim no cargo. Ele parece se esforçar. Outro que parece muito preocupado com o Brasil e seu desenvolvimento é Mangabeira Unger. Assisti a entrevistas dele em que sempre comenta a necessidade do Brasil desenvolver tecnologia nacional. Ele foi professor em Havard (inclusive do Barack Obama) por muitos anos e escreveu muitos livros. Quando tentaram aprovar a transformação de sua secretaria de desenvolvimento estratégico em ministério os nossos “parlamentares” votaram contra. Tudo que é comentado e discutido aqui sobre a nossa situação atual… Read more »

RodrigoBR

Quem desejar conhecer mais sobre o Mangabeira Unger:

http://www.law.harvard.edu/faculty/unger/

Fernando-Canoas

Srs. Entendi a sugestão do Tikuna, mas vcs não acham esquisito alinhar 14 F35 e 4 Tracker ???????? vai parecer um classe Foca desfilando ao lado de um Scorpene !

Sds.

Fernando

marcelo

quem sabe…SH 70, MK 48, M 16, MINIMI,sistemas modernizados dos submarinos…não há melhor escolha que o F-35 para padronizarmos as aeronaves da MB, CFN e FAB…NÃO É SAITO?

Douglas

Prezado Flávio, em qualquer democracia os militares são submetidos ao poder civil eleito. O problema aqui é que o governo é formado por oportunistas. é isso. Jobim quer palanque;

Douglas

Mangabeira Unger não tem credibilidade nenhuma. Há um ano escreveu um artigo violentíssimo contra o governo. quando acenaram com um carguinho, rapidinho mudou de opinião.E sua cadeira em Harvard não tem prestígio, não faz parte do curriculo principal de nenhuma das faculdades. É um tipo de eletiva que ele assumiu dizem, por sorte, faltava alguem para falar sobre Brasil por lá. É o mesmo cara que anos atras disse que o governo deveria estatizar a editora abril e a rede globo. Não aguento mais esse tipo de populismo rasteiro que assola o pais na figura do grande Lulla, que nunca… Read more »

Douglas

Prezados a fcatapulta do Opalão teria que ser trocada pra aguentar o F-35. não tem logica nenhuma um avião desses em uma esquadra de escoltas sucateadas nem defesa de área.

Douglas

No ultimo dia 16 de abril uma notícia veiculada no jornal Correio Braziliense, e assinado pelo jornalista Pedro Paulo Rezende, deu conta de que o Brasil, através de um acordo com a Rússia, participará do programa de desenvolvimento do novo caça de 5º geração PAK FA, cuja famosa empresa Sukhoi, fabricante dos poderosos caças da família Flanker, está engajada como líder no desenvolvimento. Atualmente a Índia já faz parte do programa, sendo que o Brasil poderá se tornar o 3º país membro. É quase certo que a China possa ingressar nesse projeto, já que um programa de desenvolvimento como esse… Read more »

konner

[“Caso essa parceria entre o Brasil e a Rússia, realmente saia do papel, cabe decidir então que aeronave será usada para cobrir a lacuna de nossa defesa aérea antes que o PAK FA se torne operacional, lá pelo ano de 2018.”] Pessoalmente acredito nesta proposta: Como caça multifunções possui uma ampla gama de armamentos que lhe permitem executar múltiplas missões, mesmo em ambientes severamente defendidos quer por armas, quer por guerra electrónica. Guerra Electrónica Usa o sistema KNIRTI L175M Khibiny-M para esta função. Este sistema é comparável ao do F-18G e opera em 3 modos: _ Protecção individual _ Protecção… Read more »

McNamara

SETE DE SETEMBRO vem aí. A grande novidade será que a seguinte. Vão desfilar menos unidades motorizadas e blindadas, bem como menos tropas. Motivo: Não haverá verba para o combustível, nem dinheiro para bancar o rancho, com café da manhã reforçado. Esta será a novidade do SETE DE SETEMBRO DE 2008.
Quanto ao Jobim, é um infeliz, não é do ramo, não sabe o que diz e está desconfortável no cargo por tudo isso. Não reclamamos mais porque o seu sonolento e incongruente antecessor era bem pior.

konner

Simplesmente perfeito seu post amigo Mauro… Um cordial abraço.

konner

A marinha dos Estados Unidos, não espera pagar mais que os 60 milhões de dólares (a preços de 2002), que foram inicialmente previstos para cada um dos 680 F-35 previstos para a força. No entanto, o valor global agora estabelecido para o programa, quando dividido pelo total de aparelhos que se espera sejam construídos, implica um preço de, ” 122 milhões de dólares para cada aparelho “, a que se soma um total de 264 milhões de dólares por unidade, para cobrir os custo de operação e manutenção durante o período de vida útil de cada um dos aparelhos. Não… Read more »

Igor

Me permita copiá- lo Konner.
Simplesmente perfeito seu post amigo Mauro… Um cordial abraço.

Baschera

Caso se (milagre) comprasemos o F-35 (alfa) para o A-12, as catapultas do mesmo aquentariam o tranco. A maior delas opera até 20 Ton. e a lateral em torno de 15 Ton. Acredito que os elevadores também suportariam a carga. Já para operar o F-35 (beta) mais fácil seria, já que necessita de pouca pista para decolagem e seu pouso é vertical. Isto à se confirmar seu peso em 11 Ton. limpo e máx. com carga em torno de 15 a 16 Ton.
Sds.

paulo

Senhores, o caça americano é muito bonitinho, mas acredito que o que efetivamente queremos em nossa defesa esteja representado no link abaixo:
http://www.knaapo.com/eng/products/military/su35_movie.wbp
superioridade aerea, ar-mar e ar-terra.
Não precisamos de designes inovadores ou decolagens STOL, apenas que a maquina seja eficiente em um único requisito: matar o inimigo.
A escolha do SU 35 para a Fab e SU 32 FN para a marinha já serão bastante suficientes para aumentar nossa capacidade coercitiva. Muito mais se viessem em números razoáveis, mas vamos aguardar.

Baschera

Senhor Paulo,
Concordo, o que queremos é matar o inimigo, mas será que avisaram à ele ?? Lembro que o SU-32 ou SU-33 tem um RCS muito superior a um F-35, ou seja seria detectado muito precocemente e atacado antes do vetor russo poder “enxergar” o F-35. A diferença está em um caça de 5ª geração contra um de 4ª geração. Neste caso em particular ( 5ª ger x 4ª ger), avaliando somente este quesito, o inimigo nos mataria antes.
Sds.

Douglas

senhores, 07.09 vem ai. não adiantar polemica nesta altura.. Jobim já conquistou alguns. Veremos o que ele contratou em nome do País. Um sub nuclear é quase certo não? vamos aguardar.

tikuna

Pessoal qdo propus o gupamento aéreo,foi apenas sonho,sei da realidade do nosso país e da nossa marinha,porém o mais sensato seria o seguinte grupamento aéreo :18 a-4 modernizados (caça ,ataque,reconhecimento),06 tracker(aew,rv),02 esquilo(sar,utilitário)e 02 s.puma (transporte).Esse sim seria o ideal p/ as nossas possibilidades.Agora mudando um pouco de assunto(ou não),gastar $195 milhões p/comprar 04 sea hawk,o pessoal da marinha está louco,com essa grana dá p/ modernizar os a-4 e ainda sobraria dinheiro p/ o armamento ( mísseis derby e piranha,bombas spacy e quem sabe até o exocet).Abraços a todos.

marcelo

O F 35 é tão “bonitinho” que as forças americanas, inglesas e israelenses entre outras “menos operacionais” o adotarão…

tikuna

O q é post ?

tikuna

Pessoal alguém pode me dizer se a marinha possui algum armamento p/ os A-4 ,em 90% das imagens q vejo eles quase sempre só estão c/ os tanques extras nas asas.Abraços

André

Boa tirada marcelo!

Lobim

Será que o Brasil tem medo ou algum receio de investir em defasa ou até uma força de ataque mesmo que menor? Alguém poderia responder sobre este assunto!!Abraço a todos…

Lobim

Desculpe leia-se defesa onde está escrito defasa .

Leonardo

Eu acho que até 7 de setembro virá a panacéia que mudará todos os paradigmas das FA brasileiras. Não, meus caros, não falo da readequação estrutural proposta pelo ministro Jobim I, O Venturoso, mas de um uso alternativo para nossa ilustre sucata-aeródromo: Salão de festas! Há quem diga que a primeira lista de convidados inclui, além dos políticos do Partido Trambiqueiro, ex-guerrilheiros da “luta” armada ávidos por indenizações milionárias, sargentos gays e membros de ONGs que lançam notícias falsas sobre perseguições a gays no exército. A reunião terá a devida cobertura da mídia que publica essas notícias. Eis um bom… Read more »

Jorge

Acessem essa página da wikipedia em inglês:
http://en.wikipedia.org/wiki/Unasur

Vejam as cores da bandeira. Não sei quem a postou lá, mas se representar o que os marxistas (fabianos e leninistas) prepararam para nós brasleiros!

Talvez explique os constantes adiamentos de compras na área militar, ao contrário do Hugo Chávez, que provavelmente deve ser o responsável pela área militar da Unasul (ex URSAL?!).

E antes que os janízaros marxistas aqui infiltrados postem seus discursos, leiam o que é divulgado nesses sites:
http://juliosevero.blogspot.com
http://www.alerta.inf.br

Vão perceber que estamos gastando energia, com algo que já está definido. E não é bom para o Brasil.

tikuna

Galera pelo amoeor de DEUS o q é POST ?

tikuna

Concordo Maurão .

Sergio Murilo

Tikuna! P.O.S.T. + Programa Operativo de Segurança Territorial…

konner

“post”

postagem sf (postar-agem)

Ato ou efeito de postar.

O que é Postar:

Colocar num lugar.
Pôr no correio.
Pôr-se, colocar-se.

Joao

Tambem gosto de sonhar de vez em quando,mas a realidade e outra coisa. O Brasil so vai ter F-35 em 2075,quando sejam obsoletos. Da mesma forma que adquirimos o F-5,que,por incrivel que pareca,ainda opera no Brasil! A pasta do Jobim deveria estar em maos de alguem por dentro de materias militares. No Brasil,o que nao falta e oficial da reserva das FAAS para preencher um tal posto. Nossas FAAS ja ficaram para tras. Se levamos 14 ANOS para construir uma misera corveta,em quanto tempo voces acham que o Brasil vai ter um aviao nacional de pelos menos quarta geracao? A… Read more »

Picard

Vejam esse vídeo do F-35: http://www.youtube.com/watch?v=2rftmMO2HRw&feature=related Não sei se ele é tão “bonitinho” como o SU-35 (na verdade acho o F-35 um avião esquisito), mas em matéria de manobra acho que ele bateu todas as “cobras” do S-35 com essa decolagem, o que acham? Mas não se preocupem, nunca teremos nem o F-35 e nem o SU-35…um é caro demais e o Tio Sam não venderia “tanta tecnologia” para o Brasil, o outro é russo e a Venezuela já tem Flankers(duvido que o Brasil compre o SU-35)…vamos ficar (na melhor das hipóteses) com o Rafale mesmo…isso na FAB, daqui a… Read more »

AJS

João, os 4 Helis são novos.

konner

[“Basta de palavras! Basta de palavras jogadas ao vento! Precisamos fazer algo IMEDIATAMENTE!”] O projeto de produção de helicópteros militares no Brasil sairá do papel no próximo dia 30. A Helibras, sua controladora Eurocopter e o governo brasileiro lançam oficialmente o programa de fabricação, no país, do SuperCougar, helicóptero de uso militar de transporte. As Forças Armadas brasileiras deverão adquirir pelo menos 50 unidades do modelo, que será produzido na fábrica da Helibras, localizada em Itajubá (MG). Os primeiros helicópteros deverão estar em operação no início de 2010. Chile e Venezuela já mostraram interesse pelo modelo. O Brasil vai produzir… Read more »

Cesar

“cachorro que late não morde” mas que faz barulho e perturba, perTURBA… Principalmente os com “sindrome de Vira lata”!
Mas como bem disse o Mauro vivemos numa democracia e isto é de um valor imenso!

Joao

Sinto muito,mas realmente nao se sabe se sao novos ou usados, So que sao “sobresalentes”. Mesmo assim,acho que sao um bom helicoptero,mas a esse preco? Gastamos $180 milhoes em QUATRO helis,e nao existe a verba de $70 milhoes para modernizar e rearmar os 23 A-4 do Nae Sao Paulo?

JP

US$ 180 mi eh o valor dos heli + extras. li em um site gringo(acho q postaram o link aqui no P.N.) que explicava quais seriam esses extras e o seu preço, e se as informações estiverem corretas, o valor ultrapassa os US$ 300mi.

JP

me parece que o governo brasileiro conseguiu um preço melhor pq existe a possibilidade de adquirir mais 2 ou 4 Seahawks novos nos próximos anos. me corrijam se falei alguma bobagem.

- Publicidade -

Guerra Antissubmarino

O afundamento da fragata INS Khukri pelo submarino PNS Hangor na Guerra Indo-Paquistanesa de 1971

Conheça a história do primeiro afundamento de navio de guerra por um submarino após a Segunda Guerra Mundial A fragata...
- Publicidade -
- Advertisement -