sexta-feira, maio 27, 2022

Saab Naval

Visitamos o maior navio-tanque para transporte de suco cítrico do mundo

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

carlos-fischer-07.jpg

No sábado (21), por volta do meio dia, aproveitando a visita aos navios da JMSDF, tivemos a oportunidade de visitar o M/T Carlos Fischer, de bandeira liberiana, atracado no cais do armazém 29, embarcando cerca de 40.000 toneladas de suco de laranja a granel. O navio, primeiro de uma classe de três navios composta pelo próprio Carlos Fischer, o primeiro, seguido do Premium do Brasil e do Orange Sun, são os maiores navios-tanque para transporte de sucos cítricos a granel do mundo. Vale a pena ressaltar que o suco de laranja é um dos principais Commodities exportados pelo Brasil, e que nosso país, junto com os EUA, é um dos maiores players do mercado mundial de sucos cítricos.

De propriedade do Grupo Fischer, é administrado pela empresa Maritime Services Aleuropa GmbH., com sede em Hamburgo, Alemanha; possui 20 tripulantes, sendo seus oficiais superiores (Comandante, Imediato e Chefe de Máquinas) alemães, oficiais de náutica e máquinas chileno e peruano, contra-mestre espanhol e guarnição chilena/peruana.
O navio de 5ª geração ostenta os mais modernos equipamentos para transporte, armazenamento e controle de suco cítricos refrigerados, impressionando pelo controle automático de estivagem, temperatura da carga, máquinas e navegação.
Construído parcialmente pelo estaleiro Daewoo-Mangalia Heavy Industries S.A., Mangalia, Romênia, teve sua quilha batida em 15 de janeiro de 2001, sendo lançado em 4 de maio de 2001, quando teve seu casco rebocado para o estaleiro Kleven Floro A/S, em Floro, Noruega, aonde foi finalizado, equipado e entregue em 16 de abril de 2002.

Acompanhados pelo Contramestre do navio, Rafael Ferreira Viva e Bruno Leonardo Pricoli, da equipe de Navios Mercantes e Apoio Fotográfico do Poder Naval de Santos, auxiliados por Marcelo “Ostra” Lopes (Team Leader), devidamente autorizados pelo Comandante do navio, percorremos por mais de duas horas todas as dependências do mesmo, internas e externas, de popa à proa, inclusive passadiço, camarotes, refeitórios dos oficiais e guarnição, Praça D´Ármas, ECR ( Engine Control Room / CCM – Centro de Controle de Máquinas, CCR (Cargo Control Room – CIC do navio), que confirmaram as impressões externas que todos os navios da classe transmitem, uma limpeza e conservação impecável.
A Praça de máquinas particularmente impressionou bastante, com a imponência no MCP, um Sulzer de 7 cilindros, que inspira potência e força para manter marcha de 20,8 nós (sua velocidade de cruzeiro) durante as travessias oceânicas, e também o estado de limpeza, conservação e manutenção preventiva, aplicada em todos os momentos.

O passadiço, todo digital, equipado com sistemas modernos de navegação, incluindo sistema integrado de navegação Litton Systems, radares ARPA 340 de banda X e S, sistema de gerênciamento de viagem Vision 2100, ECDIS planning station, GPS digital Leica MX420/2, girocompasso Litton, autopilot, indicador de leme, compasso magnético e controle de velocidade C.Plath, ecobatímetro Skipper, Taiyo weather-fax, Furuno Navtex, DEIF watch and unfitness, sistema de alarme e comunicação GMDSS sistema Área 3, Sailor Inmarsat C, Satcom tipo Nera Saturn Be VHF Sperry/Sailor.

Capacitado para o transporte de 43.000t de sucos cítricos refrigerados, estivados em 16 tanques de aço inox, sendo 8 a bombordo e 8 a boreste, “locks no weather deck” para transporte de 500 Teus (Containers de 20´) ou 250 de 40´, incluindo tomadas para 70 unidades frigoríficas.
Possui ainda para recreação da guarnição: piscina, sauna, ginásio, refeitório de oficiais, refeitório da guarnição, salões dos oficiais, salão da guarnição, camarote individuais em suítes de extremo conforto, 5 refeições servidas por dia, mais refrigeradores com petiscos à disposição, enfim, um conforto de fazer inveja. Seguem abaixo os dados da classe “Carlos Fischer”.

Carlos Fischer – Bandeira Liberiana – Porto de registro Monrovia – Prefixo A8AC4 – IMO 9230995
Premium do Brasil – Bandeira Liberiana – Porto de registro Monrovia – Prefixo A8BL4 – IMO 9242089
Orange Sun – Bandeira Liberiana – Porto de Registro Monrovia – Prefixo A8HY9 – IMO 9342580

Porte Bruto (Dwt): 42.005 tons
Tonelagem Bruta: 33.005 tons
Tonelagem Liquida: 9.902 tons
Deslocamento plena carga: aproximadamente 50.000 tons
Comprimento entre perpendiculares: 194,25 m
Boca moldada: 32,20 m
Pontal: 19,20 m
Calado carregado: 11,40 m
Motor principal: 1 motor Sulzer 7 cyl tipo 7RTA84C de 38.545 bhp x 102 rpm, desenvolvendo velocidade máxima constante de 21 nós.

Detalhes da visita ao navio podem ser vistos clicando nas fotografias de Rafael Ferreira Viva:

carlos-fischer-02.jpg carlos-fischer-13.jpg carlos-fischer-18.jpg carlos-fischer-26.jpg carlos-fischer-33.jpg carlos-fischer-35.jpg carlos-fischer-36.jpg carlos-fischer-39.jpg carlos-fischer-40.jpg carlos-fischer-46.jpg carlos-fischer-47.jpg carlos-fischer-51.jpg carlos-fischer-56.jpg carlos-fischer-58.jpg carlos-fischer-66.jpg carlos-fischer-81.jpg carlos-fischer-62.jpg carlos-fischer-65.jpg

- Advertisement -

20 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
20 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Guilherme

Por 15 minutos não fui com vocês..
O tempo contado me prejudica sempre..rssr

Belas fotos

Guilherme Z. Secatto

Alexandre

muito Bonito o Carlos Fischer…meu pai trabalha no Sol do brasil…ele é chefe de maquinas….vou embarcar nele e tiro fotos….um abraço as fotos estão lindas…..

Erik

Que sorte a de voces heim! parabéns voces merecem, muito boa e completa explicação técnica, voces deveriam ser jornalistas, digo isso porque quase toda materia feita sobre navios por jornalista sempre escrevem bobagens, mas voces dao provas que entendem do assunto!

Um dia vou tripular um desses se Deus quiser.

Grande abraço e
Saudações mercantes
Erik

Nunão

Ao vivo já impressionava por fora, por dentro então, como dá pra ver nessas belas fotos, nem se fala. Gostei do motor, esse eu queria ter visto. Parabéns ao time que abordou o bicho!

Corsário

Meus parabéns!!!!!

Estilo ALIDE de ser. Mostra tudo!!!! rsrsrsrsrsrs

Muito bom, muito bom mesmo.

Que venham mais fotos assim!!!

Norberto Pontes

segue ficha técnica do Carlos Fischer Key Data Shipyard Kleven Florø Length 204.85m long overall Length bp 194.25m Moulded breadth 32.2m Moulded depth 19.2m Scantling draught 11.4m Operating draught 9.5m Refrigerated holds 4 Tanks per hold 4 Total tanks 16 Juice carrying tanks 12 Tank temp -10ºC Speed 20.8 knots Engine Wärtsilä Sulzer 7RTA 84C Output 38,570bhp at 102rpm Propeller 7.5m dia. Kamewa Ulstein controllable pitch propeller Gearbox Flender gearbox Shaft generator ABB Power 2,000kW Rudder Flap Make Becker Steering gear Frydenbø steering gear provides the main manoeuvring tunnel Bow thruster Kamewa Ulstein Accommodation 30 people Bridge navigation systems Litton… Read more »

Joao

Meus parabéns!!!!! Belo navio.

konner

Felicitações !!!

Primorosa reportagem.

tikuna

É galera as vezes invejo vcs pois estou bem no planalto central.Um dia quem sabe terei oportunidade de conhecer o litoral, e ver de perto essas maravilhas.ABRAÇOS A TODOS.

Bruno

Uma pergunta de leigo, desculpem a ignorância: por que esses navios de grande porte quase sempre portam bandeiras de nações como Libéria, Panamá, etc?

Marcelo Ostra

Bandeiras de conveniencia – devido a diminuição de encargos trabalhistas e tributações sobre determinadas bandeiras

Eliana

Meus parabéns! Que lindo navio! é um sonho…gostaria de visitá-lo.
E a matéria que fizeram muito boa mesmo.
Um forte abraço!

Dees

nautica maritimeamos o maior navio-tanque para transporte de suco cítrico do mundo

Marcelo Ostra

Nao entendi direito Deee ? poderia se mais claro ?

MO

dees

pearl harbor naval stationamos o maior navio-tanque para transporte de suco cítrico do mundo

Vapozeiro

Parabéns pela reportagem!
Infelizmente nem todos os navios mercantes de bandeira brasileira são tão limpos assim…vocês deviam visitar de surpresa um dos navios da Transpetro….

ARLETE COSTA

esses navios dessa companhia de suco, são realmente um espetáculo…..eu me imagino em um desses navios,principalmente o ficher…ao redor dos meus amigos chilenos!!!!! é um sonho,….um dia realiso…..

Adriel Batista Correia de Melo

Maceió,12/11/10

Infelizmente os navios cargueiros modernos são feios.O modo como
estão construindo a superstrutura,o uso de guindastes e não mastros,e
o número de de inscrição do IMO na popa.Canos sobrtessaindo dos cha-
minéis.É desnecessário isto.Os canos no chaminés,e os números na po-
pa,abaixo do nome do porto de registro.Quanta falta de estética.Eu não
sei como dizemque os homens são inteligentes.Com tanta burrada.
Adriel Batista Correia de Melo

MACEIÓ

Fábio Rossi

Alguém sabe com qual a carga que ele volta pro Brasil?

Adriel Batista Correia de Melo

Amigo Alexandre Galante
Saudações !

Sugiro que quando tirar fotos de navios,o faça pela popa.Vibro quando vejo a bandeira da LIBÉRIA e a inscrição:”MONROVIA”.E sem o horrível número do IMO abaixo do nome do registro.
Eu sou homem mas;por que dizem que nós homens somos mais inteligentes que as mulheres ! Será ?
Quando vejo cano sobressaindo da chaminé(sem estética e enfeiando o navio).O mesmo digo dos horríveis números do “IMO”abaixo do nome de matricula das naves,creio que há muitos homens “BURROS” no mundo.E os guindastes ?.Não é coisa para navios,mas para porto.

Adriel Batista Correia de Melo

- Publicidade -
Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

GRÁFICO: Marinha Chinesa em 2025

No gráfico abaixo, os principais navios de guerra de superfície da Marinha do Exército de Libertação Popular (PLA Navy),...
- Advertisement -