quarta-feira, junho 29, 2022

Saab Naval

Candidata à nova escolta da MB: De Zeven Provincien

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

 de-zeven-provincien4.jpg

As quatro fragatas “De Zeven Provincien” são navios avançados de defesa aérea em serviço na Koninklijke Marine (Marinha Real da Holanda). Esta classe, também conhecida como LCF, (Luchtverdedigings-en commandofregat, fragata de defesa aérea e de comando) foi concebida para a proteção contra ameaças aéreas, mas também têm a bordo armas para engajar alvos de superfície e submarinos: mísseis antinavio Harpoon e torpedos anti-submarino Mk.46.
A principal arma das  “De Zeven Provincien” é o Mk41 Vertical Launch System, cada um com 32 mísseis Evolved Sea Sparrow e 32 mísseis SM-2 Standard IIIA, com capacidade para interceptar mísseis balísticos. As fragatas são equipadas com a suíte Thales Anti Air Warfare, que consiste do radar APAR multifunção, capaz de guiar múltiplos mísseis ESSM e SM-2 simultâneamente contra múltiplos alvos e o radar SMART-L, com alcance de mais de 400km, capaz de detectar e rastrear milhares de alvos simultâneos, até mesmo os stealth.
As fragatas têm 144,2m de comprimento, 18,8m de boca e deslocam 6.050t carregadas. A propulsão é CODOG, alcançando 29 nós de velocidade máxima e 4.000 milhas de autonomia a 18 nós. A tripulação é de 202 militares.

de-zeven-provincien2.jpg

de-zeven-provincien6.jpg  de-zeven-provincien7.jpg

de-zeven-provincien.jpg

- Advertisement -

49 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
49 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ozawa

Candidata “potencial”, pelas qualidades apresentadas, ou teve sua candidatura “homologada pela comissão eleitoral” da MB ? Por fim, a eleição já não está decidida pelo candidato francês ?

André

Ozawa,
Será que no 7 de setembro virão as respostas para essas suas perguntas?

Ozawa

André, não sei o quê mais temo: se a ausência de respostas, ou o não menos possível desagrado com as respostas apresentadas…

ANDES

Ola pessoal .
É uma otima classe.
esse navio daria a marinha a tão sonhada capacidade de defesa aérea de área. (SM-2).(se os americanos não boicotar)
seria uma ótima escolta, combinada com outros meios.
Algem tem informações da altonomia dessa classe?

desde ja obrigado.

André

Bom, penso que os políticos aqui no Brasil não gostam muito de tomar decisões e conquentemente arcar com as suas consequências. Portanto, quero que venhma logo as respostas, pois no momento muito se fala, o que, de certa forma, é natural, na medida em que várias discussões têm que necessariamente ser feitas. De todo modo, o medo das respostas, como você mesmo levanta, estará sempre presente!!! rs

Ozawa

Se o presidente têm tanto afeto pelos esfaimados, que alimente as FFAA, pois elas se encontram legitimamente candidatas ao programa FOME ZERO, de equipamentos, e nas palavras do próprio presidente: “Quem tem fome, tem pressa…”

Marinheiro Popeye

Penso que será a francesa por causa dos mísseis anti-aéreos e anti-navios, que poderão ser comprados sem a manifestação do titio Sam.
Que o Brasil faça bom proveito de tal aliança.

daniel

Se o Brasil escolher estas fragatas sem duvida estará com o que há de melhor no mercado, melhor ou igual temos os Type 45 da Inglaterra com o seu valor astronomico e temos os Aegis que duvido que os EUA libere esse sistema para o nos. Qto aos misseis acho que o sistema Ampar pode operar com os Aster 15/30, alguem sabem informar isso.

Raimundo

Isso sim é navio! Seria esse tipo de navio de 6000 toneladas que a Marinha do Brasil planeja adquirir ? Já está aprovado! Infelizmente, os mísseis SM-2 Standard IIIA poderiam sofrer restrições quanto à venda!
Cuidado, marinheiro Popeye, tuas declarações poderiam te levar à Corte Marcial!

Baschera

Como já disse em outras paragens : Combinaram com o inimigo ?? (parafraseando eminente jogador de futebol).
Mas virão ou é suposição ?
Se sim, virão todas as 4 ?
Se sim, virão com os Harpoon,ESS e SM-2 ou viriam “peladas” ?
Ou seria para construir aqui e aperfeiçoar o projeto ?
O artigo apenas dá uma pequeno relato das mesmas e só.
Sds.

edilson

Eu já havia me pronunciado fã delas, seria muito bom se o Brasil adotasse este tipo de navios mas acho que com as fremm estariamos muito bem também.
agora não entendo muito mas creio que a capacidade de defesa Anti aérea das zeven são superiores as Fremm inclusive a variante italiana de de defesa anti-aérea…
de qualquer forma como disse seria um navio de gente grande…

Wilson johann

Também são as minhas favoritas, Edilson!!

É tudo o que nós precisamos em termos de armamento e tecnologia, além de serem, entre todas, as mais bonitas escoltas da atualidade.

Abraços a todos!

direto do fundo do mar

São o meu sonho de consumo desde a primeira, apesar de eu ter me apaixonado por esta classe quando vi as primeiras fotos da TROMP.

Se a MB optar por esta classe, eu como brasileiro ficaria extremamente orgulhoso, pois são navios espetaculares.

Mas, como a politica é quem dará as cartas, vamos ver o que sairá deste baú.

Creio que o Galante tb adora esta classe, mas já adianto que o MO – Super Ostra a detesta.
Motivo: Ele acha ela FEIA!!!!

Acreditem, é verdade! rsrsrsrsrsrs

Bosco

Sonha jacaré! Sonha!
Aposto que vamos adquirir aquelas type qualquer coisa com Sea Darts só para “desenvolvermos a doutrina” e “introduzirmos o conceito”.
Se tivermos sorte vamos ter umas Perry com Standard SM1.
Harpoon, SM3, ESSM? DU-vi-D-o-DO!
Já vi o este filme e a gente morre no final.

Bosco

Correção: Standard SM2 block IIIA e não SM3

Bosco

Como já assisti o filme acho muita areia pro nosso caminhão.
Mas milagres acontecem. Se bem que no Brasil o máximo de milagres que conseguimos é fazer cego andar e surdo enxergar. Mas….

Beto

Realmente é FEIA!!
+ uns 10 unid ficaria linda na MB!!rsrsrs..

Bosco

Dúvida: este radar multifunção consegue iluminar os alvos para os mísseis Standard e ESSM? Não precisa de radares de “iluminação” específicos como as da classe Burke/Ticos?
Este PAR é como o AN/SPY3 do DDG1000?
Quem sabe? Please!

Beto

Bosco
Qual seria a escolta ideal p MB???

ANDES

Talvez damos sorte.
Numca ouviram a expresão “DEUS É BRASILEIRO”
são na minha opinião melhores que as fremm

pablo

qual modelo frances seria o escolhido ??

RL

Concordo com o Baschera….

E ai?

Virão, ou foi somente para colocar doce na boca de criança?

Vamos esperar.

Bosco

Beto, acho que deveríamos ter uma que pudéssemos comprar. Uma destas deve custar uns 1,5 bilhões de “dólares”. Para você ter uma idéia será disponibilizado para aquisição de material para as FA Brasileiras até o ano de 2010, 6 bilhões de “reais”. Ou seja, esta está fora! As Perrys modernizadas seria uma opção embora não faça a mínima idéia das suas condições de conservação (apesar dos problemas que programas de modernização das mesmas enfrentam em outros países). Se fosse removido o lançador Mk13 e em seu lugar fosse instalado apenas 8 Mk41 para mísseis ESSM teríamos 32 mísseis ESSM de… Read more »

Bosco

Já que ninguém me respondeu (pelo menos por enquanto) eu fui procurar.
O APAR é mesmo capaz de iluminar os alvos para os mísseis Standard e ESSM. Pode controlar 16 mísseis em vôo contra 8 ameaças simultâneas.
Algumas referências ao ESSM lhe dão um alcance de 30 Km.
Outras dúvidas: o APAR não seria suficiente? Por que a combinação com o SMART ?

STALIN

Anunciado as aquisiçoes para 7 de setembro , ai segue a lista:

para MB

5 SUBMARINOS VICTOR 3 NUCLEARES
3 CRUZADORES DESATIVADOS KRESTA 2, DA-SE UM JEITO AQUI RSS
2 FRAGATAS BREMEN

para EB

4 SISTEMAS ANTI AEREOS SA 4 GANEF

300 T62

para a fab

30 mig 25
6 backfire

Nunão

Cacildis, fico fora por umas horas (repito, horas) e descubro que tem mais gente de olho na minha querida Zeven… Para os que não acompanharam, o fato dela estar aí é por uma sugestão do amigo LM no artigo da Barroso, lá no fim da página, confiram. O Galante foi rápido, periga vir outras na seqüencia, tipo F100, KDX-II e FREMM. Mas as Zeven batem todas em beleza, apesar do Ostra discordar. Mas dessa lista de 4 acima, meu segundo lugar, a coreana, deve ser o primeiro lugar dele. Bosco, vc pesquisou bem. Explicando mezzo em português, mezzo em tecnês,… Read more »

Eloiziopb

caro nunão,
quanto custaria essa belezinha para nós. É um sonho, mas não custa nada sonhar !!!!!!

Nelson Lima

Acho que comentários preconceituosos de Ozawa sobre os pobres do Brasil são desnecessários e deviam ser editados.Isso nada tem a ver com opinião sobre governo.
As escoltas holandesas são navios incríveis, mas, creio que os norte-ameicanos não liberariam a venda de versões avançadas do SM2 para o Brasil, assim como a Lockheed resolveu não oferecer o F35 para o FX2.Temos que optar por belonaves que não utilizem sistemas de armas norte-americanos mais sofisticados.

edilson

Só um adendo, seus invejosos, pedi 12 delas ao papai noel na altura em que o pessoal do Blog se dispôs à entregar os pedidos ao bom velhinho.
espero que o nosso barbudo( o molusco) nos presentei com uma dúzia ou mesmo 1/2 destas belezinhas…
ai ai…sonhar não custa nada…

Beto

STALIN
http://www.defesanet.com.br/md1/jobim_3.htm esse site fala sobre o q/ nós espera p/ 7 de setembro!…

Igor

“As fragatas são equipadas com a suíte Thales Anti Air Warfare, que consiste do radar APAR multifunção, capaz de guiar múltiplos mísseis ESSM e SM-2 simultâneamente contra múltiplos alvos e o radar SMART-L, com alcance de mais de 400km, capaz de detectar e rastrear milhares de alvos simultâneos, até mesmo os stealth.”
Bosco ou algum colega entendido. Impressão minha ou os stealths estão cada vez mais vuneráveis? Os russos dizem que os sams s300 s400 tambem detectam stealths.

Jonas Rafael

Ele é bem mais bonita que as FREMM sem dúvida. E bate com o deslocamento que está em pesquisa pela marinha. Também acho que os americanos não liberariam o Standard pra nós, e se o fizessem, seria uma versão capenga. O Aster-30 passa a ser uma opção, se o dinheiro der. Sobre a quanitdade uma dúzia é muito além da previsão mais otimista. Devem vir 4 ou no máximo 6 das faladas escoltas de alto mar…

Bosco

Igor, eu acho é que estes radares estão tendo uma melhor performance frente a aeronaves com pequeno RCS (stealths) a maiores distâncias. Ou seja, se um B2 só era detectado a 20 km passou a ser a 30 ou 40 km. Eu acho. Na verdade, no futuro o atacante típico além de ser “invisível” terá que fazer uso de armas stand-off para ficar fora do envelope de detecção dos radares cada vez mais eficientes e conseguir sobreviver. Com certeza não veremos mais aquele passeio de aviões stealth lançando bombas a baixa e média altitudes como no caso dos F117 no… Read more »

Norberto Pontes

Por que o Brasil nnao desenvolve uma fragat inteiramente nacional….
se quer desenvolver armas tipo o submarino que acho certo, não pode deixar de desenvolver armas de superfície…

Galante

Galera, bom dia!
Aeronaves Stealth só são 100% eficientes numa determinada faixa de freqüência de radar. Nas outras faixas, a aeronave não é 100% eficiente. E mesmo na freqüência em que são eficientes, a ínvisibilidade só funciona a grandes distâncias.
Existe um mito de invisibilidade que se espalhou e que não é verdadeiro. Tanto é assim que vários fabricantes de caças modernos não optaram por mudar o design convencional e sim preferem investir em contramedidas eletrônicas, que podem atuar em todas as faixas do espectro eletrônico.

edilson

bem lembrado Sr. Galante, outra coisa é que com o avento da comunicação por data link e do software os radares podem triangular sinais amplificando a resposta e assim determinar o epcentro da reflexão mesmo que esta seja fraca.
e mais a palavra stealth seria melhor traduzida pra furtivo e não invisível…

Nunão

Bosco, se tem uma coisa que eu não acredito é no alcance que muitos fabricantes alardeiam para seus mísseis ar-superfície. Metade desse alcance que vc citou (50 km) para os ESSM acho que seria mais próximo da realidade – e mesmo assim, não é pouco. A idéia da MB, conforme o que saiu até hoje, é construir até 8 novas fragatas. Mas dá pra imaginar que esse número pode vir a ser menor conforme os custos (o que é comum acontecer em qualquer plano por aí, vide os Type45, as FREMM etc, pra ficar nos mais recentes). Mesmo que se… Read more »

Ozawa

“Nelson Lima em 28 Ago, 2008 às 4:05 Acho que comentários preconceituosos de Ozawa sobre os pobres do Brasil são desnecessários e deviam ser editados. Isso nada tem a ver com opinião sobre governo.” (IN VERBIS) Conquanto o tema em questão não comporte discussões paralelas, reservo-me o direito da necessária réplica, declinando, desde já, eventual tréplica. Parece-me um hercúleo esforço de hermenêutica, ou quiçá, sua total ausência, entender naquela conhecida citação alguma crítica aos “pobres do Brasil…”, senão, à própria citação. Sob honestidade de propósitos, qualquer pessoa conectada aos assuntos militares e políticos nos últimos 5 anos, saberá associar o… Read more »

Nunão

Ops. Leia-se mísseis superfície-ar na 2ª linha do meu comentário…

konner

[“Ozawa em 28 Ago, 2008 às 10:46”]

BRAVO !!! BRAVO !!!!! BRAVO !!!!!!!!!

Bosco

Nunão,
eu sei que eles exageram em relação ao alcance dos mísseis mas não acho tão exagerados. Em testes os mesmos devem ser lançados contra drones não manobrando cheio de refletores radar, a baixa velocidade e a grandes altitudes.
Contra alvos na superfície do mar eles acertam “fragatas” inertes no limite do alcance radar vindo de uma trajetória balística depois de findar o combustível.
Eles só colorem um pouco as informações “reais”.
Obs: me refiro aos ESSMs.

LM

Concordo Nunão,

São lindas!!!!

Walderson

Nunão,
realmente são lindas.

Walderson

Galera, achei esse texto na REvista ASAS: “Segundo o ministro, “o que precisamos é nos organizar em termos de nossa capacitação. Chega de pensarmos pequeno. Chega de termos pretensões de curto prazo. Precisamos ter afirmações de curto, médio e de longo prazo. E a capacitação de um temor dissuasório efetivo no Brasil é fundamental, tendo em vista sua perspectiva de país grande. E é por isso que, no final do ano, em dezembro, comparecerá ao Brasil Sua Excelência o presidente (francês, Nicolas) Sarkozy, e o Brasil firmará grande acordo estratégico com a França, que envolve não só trocas e trabalhos… Read more »

STALIN

Amigos sabe qdo vamos ter um navio desses , NUNCAAAAAAAA , contineum perdendo seu tempo aqui, talvez nossos pentanetos vejam

M. Souza

São lindas! Chegam a dar a tesão! Quem dera umas 12 dessas na MB! Imaginem uma força-tarefa com umas 05 dessas, ou a KDX sul coreana(outra beleza) ou a FREMM. Tô viajando!

[…] com os radares 3D SMART-L e APAR (Active Phased Array Radar), numa configuração semelhante à da “De Zeven Provincien” holandesa. Seu armamento principal é o lançador VLS Mk.41 para mísseis antiaéreos de defesa de […]

2demaio

Apesar de estar entre os 5 melhores, o radar APAR das Zeven não é o melhor radar de controle de tiro, é composto por varios TRM’s fugiu ao classico T/R com standbye e com pequenas potencias associadas, porem resultou num peso de 20 tn. e com um alcance que nào és dos melhores, 75 Km / 35 Km comparado com radares de sistemas de combate integrados similares. O que se conseguiu foi uma precisão um pouco melhor, sacrificando o alcance, provavelmente sem necessidade real. Valeu a pena ?
Entretando, para substituir as Type-22 excelente, sem comentarios.

claudio de souza

é uma classe excelente para mb pelo que eu vi é uma fragata de ponta não fica pra traz de nenhuma delas tem um poder de fogo grande tem que vir para mb pq assim teremos um poder de fogo excelente mais não uma ou duas e sim umas quatro só pra começar e depois um porta aviões e um porta helicóptero ou seja dois pq não transforma o saõ Paulo em um porta helicóptero tb.

Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

1º Esquadrão de Aeronaves Remotamente Pilotadas fez o primeiro lançamento do ScanEagle

O 1º Esquadrão de Aeronaves Remotamente Pilotadas realizou o primeiro lançamento do drone ScanEagle, N-8001, na tarde de ontem...
- Advertisement -