Home Noticiário Nacional ComForAerNav voa no Falcão 21

ComForAerNav voa no Falcão 21

208
16

ComForAerNav com tripulantes do VF-1.

O ComForAerNav realizou no dia 01 de outubro de 2008, na véspera do aniversário de 10 Anos do EsqdVF-1, seu primeiro vôo em uma aeronave A-4KU Skyhawk (AF-1). Num circuito de sobrevôo da Região dos Lagos, o ComForAerNav pôde conhecer, na prática, as características de operação das aeronaves de caça da MB, desde os detalhes de briefing, uso dos equipamentos de sobrevivência como o uso de macacão anti-G e assento ejetável, além de características do vôo da aeronave, tendo sido demonstrado um perfil de aproximação para pouso utilizado no NAe, em que a rampa de aproximação é mais acentuada, exigindo maior esforço do trem de pouso no toque. O vôo, conduzido pelo CT (FN) Rogerdson, colaborou para manter viva a tradição da Aviação Naval, do ComForAerNav voar em todos os modelos de aeronaves sob seu comando, e receber o título de “Falcão Supremo”.

CA Garrone voando no Falcão 21.

CA Garrone -

16
Deixe um comentário

avatar
16 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
13 Comment authors
FABIO SOUTO.ronaldo souza gonçalvesWaldersonMarcelo RNelson Lima Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
edilson
Visitante
edilson

podem bater mas tenho que falar… 1 vendam os A-4 para nostros hermanos 2 comprem 12 ghoshawk e acertem com a india um acordo de operação mútua do SAMPA para treinamento. guardem o dinehiro para comprar um porta aviões novo e sua ala lá para 2015 e treine até lá pois não teremos dinheiro para gastar em A-4 que por volta de 2018 estarão sendo desativados. quais os prazos de entrega dos A-4M??? 2016? não é melhor sincronizar o FX(eterno) com FX da marinha? pra que gastar dinheiro com a manutenção da capacidade se ela terá que ser radicalmente transformada… Read more »

marcandrey
Visitante
marcandrey

Em termos concordo com vc!!!!! Tambem acho que uma modernização dos A-4, será perda de dinheiro, pois ja deram o tinha que dar!!!

McNamara
Visitante

Concordo, pois tal modernização sofrerá atrasos. É melhor planejar bem e executar devagar. Imagine em 2020, o Opalão com uns seis A-4M operacionais no convés, com a missão de defender a frota. Chega de piada! Meia dúzia ou dez A-4, para um país continente como o Brasil é uma comédia hoje, o que dizer frente as ameaças do amanhã.

Walderson
Visitante
Walderson

Caro Wiltgen,

nunca consigo visualizar as fotos postadas por você. Por acaso, elas são postadas em formato diferente dos outros? Obrigado e um abraço.

Vassily Zaitsev
Visitante
Vassily Zaitsev

Edilson,

É isso aí, serviriam mais à Argentina. Porque voçê não se muda para Ushuaia? ou para a Patagônia?

Fábio Max
Visitante

Se o negócio é apenas treinar partidas, pousos e arremetidas, ponham 6 ou 7 A4 para funcionar do jeito que estão e não invistam em modernização coisa nenhuma. Adquiram novos vetores e aguardem.

A situação é contrária à do F5 e do A1, porque estes são em grande quantidade e imprescindíveis. Mas o A4 já não funciona há tanto tempo que pode-se abrir mão por mais tempo.

LEANDRO FURLAN
Visitante
LEANDRO FURLAN

Também concordo. Além disso, o A-4KU modernizado, se quiser patrulhar os mares a algumas horas à frente do A-12 e seu grupo de batalha, terá que decolar com 3 tanques de combustível, dois sob as asas e um ventral, o que deixa o caça com uma “impressionante” quantidade de 2 pilones para colocar armamento ar-ar. Se o ataque for anti-navio, pior ainda, no lugar de um ou dois dos tanques, o A-4 modernizado irá levar seus mísseis anti-navio, o que piora ainda mais o seu alcance. Como falaram, a modernização do Skyhawk e dos caças da FAB nada tem a… Read more »

RL
Visitante
RL

Edilson. Você caiu do céu. Traduziu minhas palavras quando postei no Blog Aéreo na matéria dos A4. Concordo em número, gênero e grau. Alias, o A-4 na minha modesta opinião, a MB deveria repassa-los aos hermanos e fazer um contrato de aluguel com os mesmos. Em troca, eles utilizariam o NAe SP, ou seja, uma mão lava a outra. Utilizemos apenas para não perder a capacidade de operar em NAe já adquirida, pois seria um tremendo desperdicio jogar de forma radical todo esse conhecimento pela janela. E os hermanos, se beneficiariam em reconquistar as capacidades operacionais de seus esquadrões embarcados.… Read more »

Nelson Lima
Visitante
Nelson Lima

Tomara que mantenham o a4 voando modernizado

Marcelo R
Visitante
Marcelo R

Discutir sobre estes sucatas não levará a nada, devemos reativar o programa do VLS Veiculo lançador de Satélites, so que a parte militar ou seja o foguete (desenvolvido no Brasil) para levar uma bomba. A bomba também estava em um programa militar de decada de 70 e 80 e parou tudo nao sei porque, a bomba que estamos falando e atomica, o Brasil já domina secretamente estes programas é só tirar tudo da gaveta e botar para…. nos nossos muY amigos.

edilson
Visitante
edilson

Caro Vassily Zaitsev, adoraria, uma das belas regiões intocadas do planeta, no entanto deveras remota.
ínfelizmente meu trabalho não me permite pois antes disso terei que permanecer por mais dois anos em portugal (outro belo país dos quais infelizmente muitos acham conhecer e não conhecem).
cordiais cumprimentos

McNamara
Visitante

Chega de brincar de montar, desmontar e modernizar sucata. Depender dos A-4 para defesa da frota ou dos interesses do Brasil nos próximos 15 ou 20 anos, e ridicularizar a figura do contribuinte e debochar das nossas valorosas tripulações.

Walderson
Visitante
Walderson

Caraca Galera,

ninguém falou sobre o vôo do camarada. Foi um vôo emocionante. Fico me perguntando se ele passou mal como o Juscelino, ex-presidente. Afinal, é uma máquina muito potente e veloz. Rsrsrsrs

Um abraço a todos.

ronaldo souza gonçalves
Visitante
ronaldo souza gonçalves

Deviamos modernizar os a-4 não para garantir a defesa da frota mas apenas para treinamento e comprar uma duzia de rafael ou su-35 então teriamos não só defesa da frota como defesa litoranea pelo menos na região sudeste. quanto a modernizaçao seria barata e claro so uma meia dúzia e o restante como peças de reposição.

ronaldo souza gonçalves
Visitante
ronaldo souza gonçalves

acho que foi bem mais moderada de alguns colegas

FABIO SOUTO.
Visitante
FABIO SOUTO.

pessoal estamos falando dos A-4 , afinal hoje quantos estão prontos ou em condições de voar?