sexta-feira, dezembro 3, 2021

Saab Naval

Argentina estuda recuperar ARA San Luis

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.naval.com.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

ara_san_luis.jpg

Durante a “Exponaval 2008”, no Chile, o Almirante Jorge Omar Godoy, CEMA da Armada Argentina, confirmou que os estudos para recuperar o casco do submarino ARA San Luis (S-32) e colocá-lo em atividade estão em andamento.

Atualmente os estudos estão concentrados no seu estado geral, seleção dos componentes a serem reparados e eventuais atualizações tecnológicas necessárias. O casco receberá uma inspeção detalhada, pois o mesmo foi afetado após um derrame de ácido proveniente das baterias.

Todo o processo está a cargo do “Astillero Ministro Domeq García”, rebatizado “Almirante Segundo Storni”.

O ARA San Luis é uma unidade da classe IKL 209. Seu desempenho durante a Guerra das Falklands/Malvinas mostrou toda a importância deste tipo de nave.

Foto: Juan Carlos Cicalesi/Santiago Rivas.

- Advertisement -

20 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
20 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Invincible

Pois é, a Argentina dispõe de submarinos em operação?

Existe algum quadro dos submarinos existentes na América do Sul?

Norberto Pontes

A Argentina bem que poderia atualizar seus submarinos.
esse aí da foto está muito velho, um veterano de guerra.
poderia transformar num museu e partir pra uma nova iniciativa…

Invincible

Pois é, a Argentina dispõe de submarinos em operação?

Norberto Pontes

Se a Argentina tem eu nao sei, mas o Chile e o Brasil têm.

Flávio

Invincible, A Argentina tem dois(2) submarinos TR-1700 de projeto Alemão, os planos eram adquirir um da Alemanha e construir os outros, se não me engano quatro, na Argentina, como o Brasil fez com os IKL. Porém o TR 1700 era um projeto novo e mais complexo que os IKL e os Argentinos tiveram problemas para construi-los localmente e no final ficaram apenas com dois que foram construidos na Alemanha. Na Argentina existem cascos inacabados de mais dois. Além dos TR-1700 a Argentina alinha ainda um IKL, 1200 eu acho. Na época que a Argentina optou pelos TR-1700 o Brasil preferiu… Read more »

Guilherme Poggio

Flavio,

Tem um artigo antigo (dez anos) do Poder Naval sobre a construção de submarinos na Argentina.

http://www.naval.com.br/biblio/corrida_sub/submarinos.htm

Flávio

Senhores,
Na América do Sul, se não me engano, apenas o Uruguai, as Guianas e Suriname não tem submarinos. Todos os outros paises tem submarinos e a grande maioria é IKL.
Invincible, não lembro se a revista, que fala dos subs na América do Sul, é Segurança&Defesa ou Tecnologia&Defesa vou ter que procurar.
Um abraço.

Flávio

Ok Poggio, Valeu!
sds.

Invincible

Flávio e Poggio,

VALEU!!!!!

marujo

O IKL que está em atividade é o Salta?

Corsario-DF

É nem conservando direito eles estão… Mas taí mais um “incidente” não amplamente divulgado, pois vazou os ácidos da bateria e “contaminou” o casco, pode ser que ele nunca mais volte a navegar, ou tenha que trocar a seção do casco inteira para corrigir o problema, só que aí surge outro, a questão do preço.

Invincible

Os Submarinos do Chile tem AIP???

allyssonvieira

Nenhum submarino na América do Sul possui AIP, pelos menos por enquanto.

gaspar

ate as FARC tem submarinos…
na Colombia ha varios “estaleiros” de mini subs para o transporte do “fermento Royal”…

ha muito tempo(uns 2 anos no maximo) li num site(nao lembro qual) que a Venezuela e Argentina estavam pensando em adquirir submarinos brasileiros… alguem chegou a ler esse noticia tb ???

e outra, a Venezuela nao mandou os seus IKL 209 para um upgrade no Chile ???

gaspar

Caro Invicible,

nao ha Sub AIP na America…

JSilva

O problema dos Argentinos na construção dos TR foi a falta de um componente muito importante que ficou em falta: grana!

O apoio dos alemaes na construcao deles deve ter sido no mesmo nivel que recebemos, senao maior. Esse Estaleiro Domecq Garcia é uma senhora instalacao. Notem que o charutinho esta guardadinho longe das interperies.

[…] General Belgrano. O único navio argentino a operar até o final do conflito foi o submarino IKL-209 San Luis, que foi caçado sistematicamente pelos navios e aeronaves de patrulha britânicos, mas sem […]

[…] argentinos, nas Malvinas, estavam apenas com um submarino no mar. E esse submarino colocou os ingleses tão preocupados que antes deles chegarem propriamente nas […]

[…] do BLOG: Foi justamente um IKL-209, o ARA San Luis, de 1.200t, da Armada Argentina, que deu muito trabalho à Marinha Real Britânica, durante toda a […]

[…] Argentina estuda recuperar o ARA San Luis […]

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

IACIT apresentará na Mostra BID Brasil tecnologias únicas existentes no país

Empresa com mais de 35 anos de história é referência em soluções de ponta que podem contribuir para...
- Advertisement -