Home Noticiário Nacional ‘Tupi’ em Vitória

‘Tupi’ em Vitória

208
0

tupi-em-vitoria

Uma movimentação intensa chamou atenção das pessoas que passavam, no final da manhã desta sexta-feira (16), em frente ao Porto de Vitória, no centro da capital. Não era nenhum grande navio de guerra ou um luxuoso cruzeiro que estava aportando, mas sim o Tupi, submarino de guerra (sic) da Marinha brasileira.

O Tupi veio do Rio de Janeiro, e, do Espírito Santo, segue para Salvador, na Bahia. A previsão é que o submarino fique até domingo em Vitória. Por segurança, não haverá visitas ao interior do Tupi, já que o espaço de circulação não comporta um elevado número de visitantes. A embarcação mede 62 metros de comprimento e seis de largura.

Fonte e Foto: Gazeta online

NOTA DO BLOG: Para conhecer mais sobre a história do submarino Tupi, primeiro IKL209-1400 da MB, acesse a ficha do navio no NGB – Navios de Guerra Brasileiros, clicando aqui. Para saber mais sobre a construção de submarinos no Brasil, acesse este link.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Wilson Johann
Visitante
Wilson Johann

É bom saber que eles estão operacionais.

Abraços!!!

Wolfpack
Visitante
Wolfpack

O que é isso, um “sangue suga”? Qual a eficiência disso ai em um combate moderno? e ainda têm gente que insiste em dizer que a Parceria Brasil x Alemanha gerou bons frutos… Me perdoem, mas o Tupi U209 só serve pra isso ai, fotos…

Dunga
Visitante
Dunga

Temos que concordar que os sub classe Tupi são pequenos para o tamanho da costa brasileira.
Mas Senhores, logo logo vamos ter um submarino “nuclear” que vai solucionar tudo isto ai… vamos ser uma potência no Mar…
Agora eu sei porque o Chico Anísio se aposentou, por que não dá para competir com tanta piada por ai!!!

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

I, oia soh segundo o jornal/TV/o mane/o iskambau era um “submarino de guerra”

que coisa eim …

Nota do Blogo (que esqueceram de colocar): Sibmmarino de guerra (sic)

(sic de sic e sic de soluço vomital diante da preciosidade … )

MO

majunior
Visitante
majunior

realmente…. 5 subs pra uma costa dessas….. ja viram o projeto pra copa do mundo de 2014??? vão gastar pra ___________ e nossa defesa……………………………………. é piada msm..

Ricardo
Visitante
Ricardo

Realemnte quando vc compara o tamanho de um submarino nuclear com isso ai você assusta! e ainda 5 desses pra costa inteira do Brasil, 5 nada porque tem uns que nem saem da base. VERGONHA!!!

Nelson Lima
Visitante
Nelson Lima

Wolfpack, foi um submarino igual ao Tupi que já “afundou” o Nae espanhol Príncipe de Astúrias em exercícios. E antes do modsub! Livrai-nos dos viralatistas!

Walderson
Visitante
Walderson

Caro amigo Wolfpack,

não posso concordar contigo, pois o que vemos a todo instante é elogiarem essa família de submarinos, inclusive é a mais vendida em todo mundo. Essa classe se dá muito bem nos exercícios que participa. O exemplo do Príncipe de Asturias foi só um exemplo. Respeito a sua opinião, mas não posso concordar por não traduzir a realidade.
Um abraço a todos.

Dalton
Visitante
Dalton

Wolfpack ! Tambem fiquei surpreso com seu comentario sobre o ” Tupi”. Claro, o Tupi está com 20 anos mas nao é algo que se possa trocar de uma hora para outra. Navios tem uma determinada vida util e antes de serem trocados vale uma ou mais modernizaçoes. Na epoca era o que havia de melhor, e mesmo hoje em dia esta classe de submarinos continua vendendo bem. Se bem me recordo o numero maximo de submarinos que tivemos foi 7. 4 Guppys e tres Oberon. Nao vejo a longo prazo como este numero poderá aumentar e contento-me em ser… Read more »

Roberto camarada
Visitante
Roberto camarada

É um excelente submarino esse IKL-209,se tivessemos pelo menos mais uns 5 desses já tava de bom tamanho.
Até a Colombia vai modernizar seus velhos 209,vejam nesse link:

http://www.segurancaedefesa.com/Colombia_Subs.html

KURITA
Visitante
KURITA

E além do mais amigos não foi assinado contrato nenhum , apenas uma carta de intençaõ ok . Logo SCORPENE até agora só no boca a boca

Guilherme Poggio
Visitante

Roberto,

Colocamos esta nota sobre os submarinos colombianos aqui em 14-01

http://www.naval.com.br/blog/?p=3519

Farragut
Visitante

A mídia publica muita coisa que precisa do (sic), mas o governo também contribui com pérolas como SUB nuclear de defesa.

PRick
Visitante
PRick

Acho que existe muita desinformação sobre o Acordo Assinado entre Brasil e França. 1- Não existem Contratos entre nações, mas Acordos e Tratados, assinamos um Tratado SOFA com a França, quer dizer semelhante ao da OTAN; 2- O Acordo de Submarinos só foi assinado por último, antes disso tudo foi negociado, para os mais atentos, no di 19 de Dezembro de 2008, foi publicado no DO a formação do Consórcio Spetibo(acho que o nome é esse), empresa criada entre a DCNS e a ODEBRECH. A esse consórcio será dada a tarefa de realiar as obras do novo estaleiro, e a… Read more »

Dalton
Visitante
Dalton

Bom…os “Rubis” sao realmente pequenos…mas sofriam de excesso de barulho e deu uma dor de cabeça para consertar, alem do mais os dois ultimos da classe sao ligeiramente maiores e os quatro primeiros foram modernizados ao mesmo padrao recebendo uma nova proa. No meu entender…ter a menor planta nuclear nao se traduz em melhor…tanto que os novos submarinos franceses da classe Barracuda terao o dobro do deslocamento. Ou seja, os Rubis nao foram aquele sucesso todo como subnuc. Depois que o USS nautilus entrou em serviço, todos os barcos anteriores foram considerados submergiveis, portanto nao é um pensamento novo do… Read more »

The Captain
Visitante
The Captain

E agora? O que contrapõe o “lobby” do pessoal da IKL?

PRick
Visitante
PRick

Dalton, Não li em nenhum lugar dizendo que os RUBY´s sofriam de problemas de barulho, a sub-classe Amethista surgiu para aumentar a capacidade dias mar do Ruby. Quanto ao maior deslocamente dos Sufren(ex-Barracudas), se devem a dois motivos, primeiro, mudança na filosofia de emprego, mudança da planta propulsiva. O Rubys/Amethistas são movidos por motor elétrico, e não por turbina, quer dizer o pequeno reator(aí está o avanço do sistema, os franceses fazem os menores reatores nucleares navais), move 02 turbo-geradores elétricos, e são eles que fornecem energia elétrica para o motor que move os SSN da Classe. Já os Sufren… Read more »

Roberto camarada
Visitante
Roberto camarada

Guilherme Poggio

LEGAL,Acho que não vi que foi postado aki!Valeu!

sds.

Dalton
Visitante
Dalton

PRick A fonte pesquisada sobre o barulhento Rubis, chama-se “The Illustrated Directory of Submarines of the world” por David Miller, e acredito que seja verdadeiro pois se vc reparar o Rubis foi lançado em 1979 e só 4 anos depois efetivamente foi incorporado a frota, portanto a ” barulheira” foi sanada neste longo periodo . Primeiro projeto frances, portanto merece desconto e embora eles tenham experimentado mais dores de cabeça com o porta-avioes nuclear deles…de maneira nenhuma quero desmerecer os franceses. O fato é que eles apanharam bastante da planta nuclear, e aprenderam muito com isso, assim espero, já que… Read more »

PRick
Visitante
PRick

Dalton, Na verdade o primeido sub nuclear francês não foi o Ruby, mas os SSBN´s, os Rubys vieram depois, acho que o fato de serem muito compactos e serem considerados secundários na estratégia francesa, foram os principais motivos do atraso do projeto. Do mesmo modo os Sufren não são os primeiros submarinos nucleares com a nova planta, os SSBN da Classe Triunphant já estão navegando. Os franceses dão sempre prioridade aos SSBN, os SSN vem depois. E esses ainda terão alguns aperfeiçoamentos. O interessante é que o Sufren será prontificado e lançado, cerca de 01 ano antes do nosso SNA,… Read more »

Noel
Visitante
Noel

Esclarecedor seu post das 13:05h PRick.

Dalton
Visitante
Dalton

Prick ! Referia-me ao fato do Rubis ter sido o primeiro submarino de ataque( SSN) frances, que é a meta brasileira. Os SSBN franceses tinham tamanho semelhante aos SSBN de outras potencias portanto o que chamou mais atençao mesmo foi o pequeno tamanho dos Rubis e consequentemente seu pequeno reator, uma conquista francesa sem duvida, mas que como vimos, os franceses querem SSNs maiores agora. Olha só a situaçao…apenas 6 Barracudas(sufren) e 6 Astutes para franceses e ingleses. Será que teremos condiçoes para ter uma força de 10 submarinos entre nucleares e convencionais ?? Neste caso, quantidade é tao importante… Read more »

Alexandre Galante
Visitante

Senhores, lembrando que os IKL-209 serão por muito tempo ainda nossos únicos submarinos em atividade. São apenas 5 submarinos e aplicando a regra de 1/3, somente temos de 2 a 3 unidades operacionais o tempo todo. O Brasil deveria ser o maior operador de IKLs do mundo, mas a Turquia é que detém essa posição, contando com 14 unidades. Em toda escolha, existem vantagens e desvantagens. Se o Brasil tivesse continuado a construir submarinos alemães a partir de 2007, teríamos em operação em pouco tempo os 214, já que o AMRJ precisaria receber somente pequenas adaptações. No caso do Scorpéne,… Read more »

PRick
Visitante
PRick

O AMRJ vai ficar encarregado de modernizar os IKL´s, não como construir SSN no Arsenal, seria necessário um no estaleiro, do mesmo modo, não dá para operar SSN dentro da Guanabara, além disso, precisaríamos de instalações muito mais segura e longe do centro da cidade do RJ.

Me parece que a localização na Baía de Sepetiba o ideal, assim, ganhamos um novo estaleiro, com capacidade de construção militar avançada e uma base de navios nucleares. Próxima das Usinas de Angra, e ainda próximas da Nuclep.

Ainda falta a produção local de um torpedo pesado, fundamental para a independência da arma submarina.

[]´s

alexandre
Visitante
alexandre

É uma vergonha essas 5 sardinhas savelha para toda costa do brasil.
A arrecadação com o nossos impostos que a união arrecada todo ano, não é para a saúde, muito menos educação, segurança pública e passa longe de aumentos em envestimentos nas forças armadas.
Isto é uma vergonha!!!!!!! não é de interese de políticos safados
investir em submarino núclear. eles querem é que se “lask” a segurança da patria.