Home Noticiário Internacional Os mais antigos navios da MB

Os mais antigos navios da MB

2153
30

É de conhecimento geral que o monitor Parnaíba é o navio mais antigo em atividade na Marinha do Brasil. Ele ostenta este título com muito orgulho, pois para o seu ambiente de operação continua sendo uma ferramenta de grande valia, sem falar das constantes modernizações sofridas ao longo do tempo. Mas existem outros navios que, muitas vezes, não são lembrados ou não nos damos conta de sua idade. Segue uma lista com os mais antigos (segundo data de incorporação, não necessariamente na MB).

M Parnaíba – 4/3/1938
ApLogFlu Potengui – 28/06/1938
Cv Imperial Marinheiro – 26/11/1953
Cv Caboclo – 26/11/1953
NTrT Ary Parreiras – 15/02/1957
NDD Rio de Janeiro – 24/8/1956
NDD Ceará – 14/12/1958
NAe São Paulo – 15/7/1963
NDCC Almirante Saboia – (ainda não incorporado) 18/5/1967
NT Marajó – 22/10/1968

30
Deixe um comentário

avatar
30 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
18 Comment authors
willamsAlfredo_AraujoclaudioMarcelo OstraGuilherme Poggio Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Baschera
Visitante
Baschera

Surreal !!
O NDCC Almirante Saboia, nem incorporado ainda foi e já é avô.
“Eu estou plenamente convencido de que nunca antes na história deste país….”

Sds.

McNamara
Visitante

Poder Naval de verdade é com o Parnaíba. Ele até foi dar uma voltinha no Atlântico Sul esses dias…

Black Ace
Visitante
Black Ace

Se duvidar, é o navio mais antigo do Universo em operação. A MB adora o passado. Com o futuro, não quer nem saber. Vai gostar de velharia assim……………..

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

Ei, nao esta faltando o NTrT Ary Parreiras, o NT Potengi e a outra Cv IM (Caboclo), se não me engano ?

MO

Abrivio
Visitante
Abrivio

Se um navio passa por obras muito extensas, as classificadoras internacionais, no mundo civil, autorizam a alteração do ano de construção. No caso do alm. saboia, toda a superestrutura foi trocada (más lembranças da guerra das malvinas), as máquinas substituidas e o navio, alongado. defesabrasil.com/site/index2.php?option=com_content&do_pdf=1&id=282 Por outro lado, este link afirma que as obras apenas visavam a extensão de sua vida útil em 15 anos, terminando em 2008. Portanto, não foi uma baixa antecipada. en.wikipedia.org/wiki/RFA_Sir_Bedivere_(L3004) Fica a dúvida: lata velha ou “compra de oportunidade”, estas oportunidades as vezes estão mais para conto do vigário. Pergunta: com a compra dos dois… Read more »

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Fala sério! Isso ta deixando de ser uma marinha para ser um musel itinerante. Alias quase itinerante, porque anda se movimentando bem pouco!

Vagner
Visitante
Vagner

Contribuindo, o Parnaíba é um pouquinho mais antigo…é de 06/11/1937.

Quanto aos navios comentados pelo MO, realmente estão na ativa.

Sds.

brazilwolfpack
Visitante
brazilwolfpack

Nao acredito no post. Realmente estao “cheios de orgulho” pelo Parnaiba? Acho que so pode ser ironia. Tantos “almirantes”dando opiniao do futuro cheio de bases de sub nucleares,Naes de multi uso,etc,e a realidade e essa,mesmo. Eu nao estou cheio de orgulho,nao. De vergonha,sim. A MB esta se convertendo na marinha mais velha e antiquada da AL. E sempre um papo furado sem fim do futuro que nunca chega. Ja esta hora de acabar com tanta especulacao e sonhos futuristicos. Assim o Brasil e suas FAAS FICARAO ETERNAMENTE NO FUTURO. Ate la,vamos de A-4 e Parnaiba. Parece que a mentlidade do… Read more »

Jacubão
Visitante

O f. é os gastos surreais nas serimônias de incorporações, das latas velhas da MB, com um monte de autoridades felizes da vida com a compra de Opalas, Chevetes, Corçéis, Fuscas e etc.
Sugiro a MB mandar uma cartinha p/ o lata velha do Luciano Hulk, para reformar essas porcarias.

Vagner
Visitante
Vagner

Cada dia vejo uma reforma ortográfica diferente…

Almeida
Visitante
Almeida

Re: Vagner em 30 Jan, 2009 às 16:15

HAHAHAHAHA!!!! 🙂

McNamara
Visitante

É, a reforma foi mesmo abrangente, museu agora é musel, e cerimônia agora é serimônia… Rapaz !!!!

Farragut
Visitante

Boa idéia, Jacubão!

Manda carta p/ todos os quadros de reforma do Huck logo; pq tá precisando de conforto e gerenciamento tb.

Jacubão
Visitante

Só falta agora falarem que nunca erraram ao escreverem.
Ô povinho metido a besta.
Se são tão “INTELIGENTES” assim, deveriam participar do soletrando, apesar de não terem idade para tal.

Virtual XI
Visitante
Virtual XI

Coisas velhas e Marinha do Brasil… TUDO A VER !

Dunga
Visitante
Dunga

No ambiente do Rio Paraguay o nosso U 17 Parnaiba é atualmente o mais poderoso navio fluvial SIM, com a sua reforma o navio está muito bom, e não tem “pareo” para ele no rio Paraguay, pois as unidades paraguaias são sucatas sem ação, das corvetas de 1931 a”Paraguay” e a “Humaita” estão fora de açao e sem reforma de caldeiras e turbina a muitos anos, as duas canhoneiras “Manawa” e a “Farina” sao de 1934 e sem capacidade também sobra somente o “Itaipu” que está com um 40mm. Da Bolivia a sua Marinha é uma comedia.

Black Ace
Visitante
Black Ace

A MB leva tão a sério as tradições, que já as confundiu com ATRASO.
Estão cultuando os ATRASOS. Enquanto a FAB quer comprar RAFALE, a MB está “amarradona” em comprar S-2 que estão abandonados no deserto.
Com sorte, em 2020, seremos a marinha australiana da década de 60, como o seu saudoso HMS Melbourne e seus A-4 e S-2 bombando.
Meu Deus, será que ninguem se toca disso !!! Que cegueira. Vamos fazer um “panelaço” em frente ao prédio do CM em Brasília e protestar contra essa pouca vergonha.

Black Ace
Visitante
Black Ace

Isso é irresponsabilidade com o dinheiro público. Vergonhoso. Todos sabem que não serve para nada. Imagno como não deve estar a motivação do pessoal que trabalha no opalão e no VF-1. Eles devem sofrer com isso.

Black Ace
Visitante
Black Ace

Se tirar 355 camadas de tinta do Parnaíba, ele deve dar uns 30 nós.
imagina o Parnaíba “tunnado” e equipado com mísseis Tomahawk !!!! Olha só que interessante. O parnaíba está na ativa para se contrapor à ameaça representada pela marinha do paraguai e da Bolívia. Estamos ferrados mesmo

brazilwolfpack
Visitante
brazilwolfpack

Dunga tem razao. Comparado a marinha paraguaia,o Parnaiba e poderosissimo. Mas tambem podemos fazer frente a outras imensas potencias navais como Angola,Uganda,e ate mesmo Belize. Como disse o amigo acima,se dependemoso museu que e a MB,estamos perdidos.

Guilherme Poggio
Visitante

Muito bem MO. Era só para ver se você estava atento 🙂 Já estão na lista os seus “indicados”.
Vagner, você poderia confirmar a data do Parnaíba. Não seria esta a data de lançamento?

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

Desculpe a pergunta

Mas quem malha o Paranaiba, espera que qual seja o suposto TO para um navio monitor, quais seriam as nações passiveis de enfrentamento e o que há de mais moderno, o qual colocaria o Paranaiba em situação de dificuldade ?

Da impressão que alguns imaginam ele caçando um Akula II ou escoltando o um GT

MO

brazilwolfpack
Visitante
brazilwolfpack

Marcelo,nao se trata de malhar o Parnaiba. Eu acho que e uma belonave de patrimonio nacional,de belas linhas e muito valor historico e sentimental. Seria maravilhoso clocar o em exposicao com um navio museu,assim como fazem nos Estados Unidos,para assim podermos levar nossos pequeninos para visitar,tomar fotos e etc. O mesmo poderia ser feito com a Imperial. Sao belonaves que ja prestaram muitas decadas de servico a nacao,e como os velhos guerreiros que sao,devem ser aposentados com dignidade. Mas colocar-los na funcao de combate em pleno 2009 e o cumulo.

Vagner
Visitante
Vagner

Poggio, confirmando, a incorporação do Parnaíba à Armada aconteceu em 6/11/1937, tendo como madrinha a Sra. Darcy Vargas, esposa do então PresRep.
A data que você colocou, 4/3/1938, se não me engando, foi a de incorporação à Flotilha de Mato Grosso. Posso verificar no Livro do Navio e confirmar para você.

Sds.

claudio
Visitante
claudio

Brasil é um país de velhos a prova está aí. GAstasse em demasia com a previdência, incríveis 13% do PIB enquanto o normal seriam 6%, essa diferença é o que faz o país ser o segundo de maior carga tributária do mundo, para compensar o deficit, por isso o país não cresce como deveria crescer. Gostam de manter coisas velhas, navios é 30 ou na melhor das hipóteses se bem cuidado e que não precisa de muita modernização como um porta aviões tudo bem e pior, quando vão comprar já comprar velharia, daí fica mais um tempo por aqui e… Read more »

claudio
Visitante
claudio

PAra completar, 40 anos para porta aviões raras as excessões. Aqui os caras pensam que produtos são para a eternidade.

Jacubão
Visitante

E o pior é que a MB fala do parnaíba cheia de orgulho por está operando com a Derci Goncalves.
Que vergonha que tenho de vç Brasil.

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

Wolf Mas em função de combate fluvial, ainda não consigo entender o que o desabone Te pergunto, os NaPaFlusões (a titulo de exemplo) muito mais conteporaneos serião pareo para ele ?, seja em combate navio x navio, apoio de fogo e suportabilidade de receber danos ? Jacubão idem acima Na area de operação do Paranaiba,o que (embasado) da tanta vergonha ? O que há de mais eficiente no mundo no campo de batalha fluvial do que um monitor ? E um detalhe, temos uma tranquera de 265 m que nem andar anda, tem gente que que adoraria ver A1 navalizado,… Read more »

Alfredo_Araujo
Visitante
Alfredo_Araujo

Marcelo Ostra em 04 Fev, 2009 às 22:30

“O que há de mais eficiente no mundo no campo de batalha fluvial do que um monitor ?”

Tem gente q defende com a propria vida a ideia q as patrulhas oceanicas deveriam ser armadas como fragatas!!

Como disse no outro post…
Pra q modernas escoltas AAW, se hj nao temos dinheiro para manter corvetas Inhauma e fragatas Niteroi?!?!

Temos q dar passos onde nossas pernas alcançam…

willams
Visitante

ja que as nossas autoridades navais se apegam tanto ao passado, porque não seguem o exemplo da inglaterra, colocando esses antigos vasos de guerra em destaque ao longo do nosso litoral,como parte da historia, e formando mais pessoal dentro da realidade mundial, estamos na era da informatica, que venham navios novos e de tecnologia de ponta, lembrem-se o futuro ja chegou,