Home Data Comemorativa Aniversário do Esquadrão HA-1

Aniversário do Esquadrão HA-1

438
11

SAH-11 Lynx N-3028 e 3024, sobrevoando a Lagoa de Araruama/RJ.

Com o proposito de prover os meios aéreos integrantes do sistema de armas das Fragatas Classe Niterói, foi criado em 15 de maio de 1978, o 1º Esquadrão de Helicópteros de Esclarecimento e Ataque Anti-Submarino (HA-1), tendo sido ativado em 17 de janeiro de 1979.

Bolacha do HA-1O Esquadrão inicialmente contou com nove aeronaves Westland Sea Lynx Mk-21, designadas na MB como SAH-11 Lynx. Em 1995, as 05 aeronaves SAH-11, remanescentes do lote inicial, foram enviadas para o fabricante, afim de serem modernizadas para a nova versão Westland Super Lynx 100 Mk-21A, passando a ter, junto com as 9 novas aeronaves, a designação AH-11A Super Lynx.

Hoje o HA-1 possui doze aeronaves no seu inventário.

Em virtude da aquisição pela MB de novos navios e da flexibilidade que o Lynx demonstrou em operação, o Esquadrão recebeu a apartir de 1997, uma missão mais abrangente e teve a sua designação alterada para 1º Esquadrão de Helicópteros de Esclarecimento e Ataque (HA-1), permanecendo assim até os dias atuais.

AH-11A Super Lynx N-4006 (Lince 06)

O HA-1 executa, preferencialmente, missões de esclarecimento e ataque a alvos de superfície (ASuW) utilizando o MAS Sea Skua e ataques vetorados a alvos submarinos (ASW) com torpedos e cargas de profundidade, podendo ainda ser empregado em diversas outras missões a bordo dos meios da Esquadra.

Nestes 31 anos de bons serviços prestados, o Lince acumulou mais de 50.000 horas voo, realizou mais de 46.000 pousos a bordo e totaliza mais de 12.000 dias embarcados.

Lince 04 com o adesivo comemorativo de 50.000 horas de voo

” INVENIRE HOSTEM ET DELERE”

( Encontrar o inimigo e destruí-lo)

Nota do Blog: BRAVO ZULU HA-1, A Ordem do Lince!

Fotos: Superior: Esq. HA-1 e inferiores: Guilherme Wiltgen/ Poder Naval

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mauricio R.
Mauricio R.
11 anos atrás

Não queria falar nada, é dia de festa, mas tem uns “Sea Hawk” na tua cola…
Acorda “Super Lynx” que a tua utilidade tá acabando!!!
Ah, mas quem sabe não te arranjam de substituir aqueles inuteis dos “Esquilos”, do HU-5 por exemplo.

Lince Arpoador
Lince Arpoador
11 anos atrás

Mauricio, Por tres vez vc se enganou. Os Seahawk não vem substituir os SL e sim complementar a capacidade ASuW da MB, ou vc vai embarcar eles nas nossas fragatas e corvetas? O SL é considerado a melhor aeronave de médio porte embarcada e capacita a Aviação Naval no verdadeiro estado da arte. Ou vc vai dizer tbm que a RN tem uma aeronave inutil? Por fim, vc não deve conhecer o trabalho do HU-5 e de seus UH-12, caso contrário não teria escrito tamanha besteira em classificar de inuteis também! Mais respeito pelo trabalho deste Esquadrão e do seus… Read more »

habbo
11 anos atrás

para o seu porte o ‘esquilo’ e uma execelente aeronave

Robson Br
Robson Br
11 anos atrás

Quando vai iniciar/concluir as modernizações dessas aeronaves?

Rodrigo Cesarini
Rodrigo Cesarini
11 anos atrás

Tomara que seja mantida a linhagem dos Linces na MB. Que venham os Future Lynx!

Mauricio R.
Mauricio R.
11 anos atrás

“Os Seahawk não vem substituir os SL e sim complementar a capacidade ASuW da MB,” O “Sea Hawk” põe o “Super Lynx” no bolso pois, é maior, mais equipado, etc, etc… “…ou vc vai embarcar eles nas nossas fragatas e corvetas?” Bem essa é a idéia, afinal o que se pretende é melhorar a capacidade aérea orgânica dos navios, mas dependente das características de cada uma das plataformas da MB, nas Type 22 não haveriam problemas, nas “Niterói” haveriam necessidade de modificações e nas “Inhaúma” e “Barroso” sem chance. “O SL é considerado a melhor aeronave de médio porte embarcada… Read more »

Mauricio R.
Mauricio R.
11 anos atrás

“para o seu porte o ‘esquilo’ e uma execelente aeronave”

O problema é que as missões atribuidas são maiores e mais complexas que o porte dessa inutilidade.

Lince Arpoador
Lince Arpoador
11 anos atrás

Continua equivocado! Ele coloca o SL no bolso??? Quantos alvos os Seahawk’s abateram no Golfo, vc saberia me dizer? Não, lógico, pois quem fazia esse papel era exatamente o Lynx e o Sea Skua! Afundaram um dúzia de embarcações iraquianas e os Seahawk’s da US Navy? Agora vc quer retirar os novos lançadores do Aspide para aumentar o convoo das Niterói para poder operar os Seahawk’s? Só lembrando que vc classifica que ” nas Type 22 não haveriam problemas”, lembre que as nossas Type 22 são Batch 1, para utilizar os Seahawk’s, elas deveriam ser Batch 3, que podem ter… Read more »

Mauricio R.
Mauricio R.
11 anos atrás

Continua bitolado! “Quantos alvos os Seahawk’s abateram no Golfo, vc saberia me dizer?” -Tdos aqueles apontados aos S. Lynx, pois quem apontava os alvos era o helo americano. “Agora vc quer retirar os novos lançadores do Aspide para aumentar o convoo das Niterói para poder operar os Seahawk’s?” -Não inventa e atenha-se ao que eu escreví: “…mas dependente das características de cada uma das plataformas da MB…” “…lembre que as nossas Type 22 são Batch 1, para utilizar os Seahawk’s,…” -Estou enganado, ou “nossas” Type 22 B-1 tem hangaragem p/ 2 “Super Lynx”??? “…que podem ter o Merlim como aeronave… Read more »

Lince Arpoador
Lince Arpoador
11 anos atrás

Quem está bitolado e vc que não consegue ver que o que está propondo não faz sentido, principalmente no que tange orçamento da MB. Não podemos simplesmente tranferir uma aeronave de combate para executar somente SAR! Não que esta missão não seja importante, muito pelo contrário. O que eu estou dizendo e vc não está querendo entender é que não faz sentido uma aeronave de combate fazer serviço de aeronave de emprego geral. Quem vai fazer a função do SL? Lembrando que os SL já fazem SAR, fora d área do HU-5, quando necessário. Com relação as Type 22 Batch… Read more »

trackback
11 anos atrás

[…] Força Aeronaval colabora com duas as aeronaves, um AH-11A Super Lynx do 1º Esquadrão de Helicópteros de Esclarecimento e Ataque (HA-1), a bordo do Fragata Constituição(F-42), e um UH-13 Esquilo-Bi do 1º Esquadrão de Helicópteros […]