Home Noticiário Internacional Scorpène indiano sofre atrasos e elevação de custos

Scorpène indiano sofre atrasos e elevação de custos

82
0

scorpene LAAD 09

O site Strategy Page informou que a Índia continua enfrentando problemas no programa de construção dos submarinos “Scorpène”. O primeiro dos seis submarinos convencionais deveria entrar em serviço em 2012, mas sofrerá um atraso de dois anos. O custo inicial, aproximadamente 500 milhões de dólares por unidade, sofreu um acréscimo de 100 milhões. Problemas de ordem política e gerenciamento do projeto foram apontados como responsáveis tanto o atraso como o aumento dos custos.

Ainda de acordo com o site o aumento dos custos foi causado pela elevação do preço de alguns componentes essenciais por parte dos franceses. A questão do gerenciamento está relacionada à falta de capacidade da Índia em produzir alguns componentes localmente, conforme previa o contrato inicial. O primeiro dos submarinos está em construção na França e os outros cinco serão produzidos na Índia.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Fabio Max
Visitante
Fabio Max

Que todos os atrasos e problemas lá ocorram e sejam bem estudados e corrigidos, para não se repetirem aqui.

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

Abre o olho MB!!! Pois tal como na India nossa base industrial somente pode produzir 17% das peças do submarino.

Gerson Victorio
Visitante
Gerson Victorio

E tudo isso é culpa dos Franceses?!!…ai torcida alemã…vocês poderiam não chegar a conclusões tão rápidas…é so ler a notícia novamente….PROBLEMAS DE GERENCIAMENTO POR PARTE DO INDIANOS NÃO TEREM CACIFE PARA FABRICAR PARTES CRÍTICAS, TENDO QUE ADQUIRÍ-LAS NA FRANÇA, OBVIAMENTE MAIS CARAS, se fossem com o PERFEITOS IKL aconteceria do mesmo jeito…POIS ASSIM COMO NA FRANÇA ELES TRABALHAM COM EUROS TAMBÉM.

Angelo Nicolaci
Visitante
Angelo Nicolaci

Por aqui é normal ocorrer atrasos, isso eu ja espero como uma certeza, só espero que os custos não cresçam absurdamente.
Com relação aos IKL, teriam sido uma boa opção também devido a ja possuirmos a capacidade tecnica em projeto alemão, até mesmo com a criação do TIKUNA. Mas precisamos de absorver tecnologia de casco para vasos nucleares, e nisso a França sai disparado frente aos alemães.

Corsario 01
Visitante
Corsario 01

Senhores, o texto é auto explicativo. Reparem ou leiam 1 , 2 ou mais vezes para entenderem o que ocorreu. “A questão do gerenciamento está relacionada à falta de capacidade da Índia em produzir alguns componentes localmente, conforme previa o contrato inicial.” Tecla SAP: Quando o contrato foi fechado, os indianos ( que acham que são capazes de fazer tudo), assumiram fases do projeto. Se eles descobriram que não são capazes, é óbvio que o projeto irá atrasar e o custo aumentar, pois não estava incluso no contrato inicial. Isso em nada desmerece os franceses. Ao contrário, mostra que os… Read more »

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

“Quando o contrato foi fechado, os indianos ( que acham que são capazes de fazer tudo), assumiram fases do projeto. Se eles descobriram que não são capazes, é óbvio que o projeto irá atrasar e o custo aumentar, pois não estava incluso no contrato inicial.”

É fácil criticar aos indianos, mas aquilo que eles não foram capazes de fabricar, dependia de os franceses transferirem o know how adequado.
Essas partes e peças são de design francês, logo cabe-lhes considerável critica pelo resultado.

giovani dos santos
Visitante
giovani dos santos

Angelo, é duro concordar com vc mas é verdade atrasos por falta de verbas é praxe aqui no Brasil, alguem acha que o Sub Nuclear Brasileiro vai sair no prazo certo?

trackback

[…] dia 20.07 que a construção dos submarinos “Scorpène” no país deve sofrer atrasos, como noticiado anteriormente. A construção do primeiro, segundo e terceiro submarinos foi iniciada em dezembro de 2006, […]