Home Sistemas de Armas Rússia quer exportar 40 novos submarinos até 2015

Rússia quer exportar 40 novos submarinos até 2015

1742
67

lada-class

project-677

A Rússia quer vender até 40 submarinos convencionais de última geração para marinhas estrangeiras até 2015, segundo a Rosoboronexport.
Para a exportadora russa de armas, o potencial russo para esse mercado é muito alto, graças ao Projeto 636 e a classe “Amur”, que pode receber uma seção AIP e são equipados com mísseis Club-S e um sistema de combate integrado, que permite ao submarino realizar ataques de mísseis em salva, contra diferentes alvos.

amur04A classe “Kilo” é considerada ainda uma das mais silenciosas em operação no mundo, capaz de realizar missões antinavio e operações anti-submarno em águas rasas. A Rússia já vendeu a classe “Kilo” para a Índia,  Argélia, China e Irã.

O novo projeto 677 (classe “Lada” – foto acima), cuja versão de exportação é conhecida como Amur 1650, utiliza revestimento anecóico no casco para absorver as ondas de sonar ativo, tem um alcance maior e avançadas armas antinavio e anti-submarino, incluindo os mísseis Club-S.

A família Club-S de mísseis de cruzeiro é composta dos mísseis 3M-54E1 antinavio e 3M-14E de ataque terrestre, com alcance de 275km (170 milhas). Os mísseis podem ser lançados pelos tubos de torpedos a uma profundidade de 35 a 40 metros.

klub-s-missile-family-from-the-left-91re2-91re1-3m54e-3m54e1

A Rússia quer ampliar seus clientes de equipamentos navais, que atualmente se resumem na Índia, China, Argélia, Vietnã e Indonésia. A Índia e China compraram submarinos, fragatas e destróieres, e a Indonésia receberá corvetas construídas em cooperação com empresas espanholas. (clicar nas imagens para ampliar).

amur01

amur03

amur-lada-class

NOTA DO BLOG: Observar que há versões da classe “Amur” que possuem silos verticais para o lancamento de mísseis de cruzeiro, para ataque terrestre. Esse é um grande diferencial em comparação com os submarinos dos fornecedores tradicionais.

O estaleiro russo Rubin e o italiano Fincantieri se uniram numa parceria para produzir uma versão modificada da “Amur”, visando a concorrência para a Marinha da Índia, que se seguirá à classe “Scorpène” atualmente em construção naquele país. A nova classe mostrada abaixo, será dotada de AIP e outras tecnologias de ponta.

s-800

NOTA 2: No final de 2008 foi anunciado que a Venezuela estaria adquirindo quatro submarinos Classe 636 (“Kilo”), mas na LAAD09 os russos disseram que o negócio ainda não tinha sido fechado. Imaginem a Venezuela comprando submarinos russos dotados de mísseis de cruzeiro?

67
Deixe um comentário

avatar
67 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
22 Comment authors
Submarinos russos para a Ásia | Poder Naval - Marinha de Guerra, Tecnologia Militar Naval e Marinha MercanteAntonioWagnerRússia interessada em submarinos alemães?Submarinos: Indonésia define finalistas Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
JMRC
Visitante
JMRC

Senhores;

Desculpem minha ignorância, mas alguém poderia me dizer oque é AIP ?

Angelo Nicolaci
Visitante
Angelo Nicolaci

JMRC o AIP é um sistema que permite ao sub-convencional se manter por mais tempo submerso por não ter a necessidade de ar durante a recarga das baterias, é um sistema interessante.

Com respeito aos projetos russos acho interessante se nossa marinha tivesse a capacidade de adquirir ao menos 4 unidades dos Ladas ou Amur, pois estes possuem caracteristicas interessantes que podem ser estudadas para serem utilizadas como soluções para nosso Sub Nuclear, pois termos mais de uma fonte de estudo nos daria certa vantagem estratégica em termos de conhecimento adquirido e mesmo em não expor totalmente nossas capacidades.

Corsario 01
Visitante
Corsario 01

Querer não é poder! Eles querem, mas, vejam seus clientes quem são! Precisaram se juntar com um estaleiro OCIDENTAL para poder melhorar a qualidade de seus produtos. E, ainda assim, não fecharam. Mas estão no direito deles de QUERER, pois isso é de graça! 🙂 Na verdade, ainda acho que o AMUR está defasado perante os alemães e franceses. Infelizmente, nenhum país Ocidental comprou ou se comprou(Venezuela), ainda não recebeu e nós não temos nenhum acesso a infos de seu desempenho. Por enquanto apenas os dados do fabricante. Ou seja, muita propaganda. Os indianos viraram o bicho após 3 tentativas… Read more »

Fernando
Visitante
Fernando

Tive a impressão de ver o Cap. Kirk na foto da sala de comando.

Raphael Barros
Visitante
Raphael Barros

O Brasil poderia sem problemas adquirir submarinos Amur 1850 sem problemas de preferência umas 40 unidades para poder aposentar os submarinos tupi e o porta-aviões são paulo e os caças A-4 e tambem algumas fragatas que já estão no fim da sua vida útil.

O Submarino U-214 tambem tem AIP mais ultimamente tem apresentado problemas por isso que eu acho o Amur 1850 um bom equipamento para o Brail.

Alexandre Galante
Visitante

É Corsário, vai dizer que os russos desaprenderam a fazer submarino também? rs

As Marinhas da Índia e da China são clientes respeitáveis e seus submarinos têm armamentos muito mais capazes que os nossos.

Você já imaginou os futuros submarinos brasileiros armados com mísseis de cruzeiro, inclusive nosso submarino nuclear?
Não, não poderemos ter… nossos submarinos são apenas para defesa, só podem ter torpedos.

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

apenas umas 40 ? so isso … rssss

Mod MO

PS: A ideia eh valida, mas como ??? , no seu caso, se efetivar

alguma ideia para preparar guarnições de 40 subs ? e ae como eh que fica (isso desconsiderando custo de aquisição, manutenção, e desconsideração da frota de superficebase pra isso tudo e afins)

Ixprica ai Barros como fariamos ?

Abs
Mod MO

Alexandre
Visitante
Alexandre

Gostaria que alguém me falasse sobre o por que dos submarinos suecos não serem nunca cogitados. Até onde sei estão entre os melhores do mundo embora sejam convencionais. Sempre falam de submarinos alemães mas nunca dos suecos no que se refere aos convencionais. Com relação aos subs russos, concordo com o que foi exposto acima, terão de se aliar a algum grupo ocidental para venderem seus produtos. Faz parte do jogo financeiro.

ph ctba
Visitante
ph ctba

Alex. Galante,

O Brasil não pode ter mesmo submarinos de ataque armados com mísseis (existe alguma restrição sobre isso?) ou é apenas uma opção do Brasil?

Raphael Barros
Visitante
Raphael Barros

Marcelo Ostra

Pelo menos sairia muito mais barato que manter o São Paulo e seus A-4. O Brasil tem dinheiro e muito poderiamos ter uma armada comparado com da India ou superior mais como de se esperar o nosso dinheiro é usado em besteiras como construção de um submarino nuclear ou em cargas para amigos e famílias de políticos.

Foi o que eu falei eu prefiro 40 submarinos que o porta-aviões e o submarino nuclear.

Angelo Nicolaci
Visitante
Angelo Nicolaci

Galante,

O Amur seria uma boa opção para nossa marinha, pois acho necessário mesmo que nossa marinha tenha o padrão voltado a defesa , termos poder ofensivo, pois em alguns momentos a melhor defesa é o ataque não concorda?
E convenhamos amigos os russos sabem construir Submarinos, até melhor que nós que engatinhamos nessa tecnologia, e comprar tecnologia de varias fontes seria importante para desenvolver a “escola brasileira” não concordam?

rrtorres
Visitante
rrtorres

E aquela história do míssil de 300km da avibrás que poderá ser usado em submarinos? quer dizer que se eles forem produzidos não sera para uso do Brasil??

Alexandre Galante
Visitante

Angelo, quando o NJ e o Mangabeira estiveram na Rússia para discutir cooperação na área de submarinos, foi dito que os russos não ofereceram condições adequadas para transferência de tecnologia.

Submarinos com mísseis de cruzeiro serão ideais no futuro, pois terão a capacidade de atacar alvos em terra de qualquer país inimigo. Isso aumenta consideravelmente o poder de dissuasão da arma.

Lembrando que os mísseis de cruzeiro são ideais para “ataques de decaptação”, isto é, para atacar os centros de comando e controle do inimigo e também para neutralizar centros de radar, centrais elétricas, refinarias etc.

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

Sim Barros, mas vc ainda não falou sobre um fator importante, o fator humano, não ha como preparar em curto ou medio prazo 40 guarnições de subs, isso seria algo tipo reinventar o material humano e as bases e estruturas da MB, este é o ponto

Claro que seria legal, mas nos moldes atuais, seria impossivel por falta de gente

Este é o ponto

Abs
Mod MO

Raphael Barros
Visitante
Raphael Barros

Marcelo Ostra

Cara com boa vontade se faz até o improvável. Olhe só Adolf Hittler em 6 anos ele transformou a Alemanha na maior potência bélica do mundial da época.

Alexandre Galante
Visitante

Raphael, mas o Brasil não é a Alemanha do período entre Guerras. O Brasil não tem pretensões expansionistas, até porque já é grande demais.

Nosso problema são as nossas vulnerabilidades estratégicas (Amazônias Verde e Azul, Pré-Sal etc) e as futuras crises mundiais, que certamente nos afetarão, de um modo ou de outro.

O que nós precisamos é de um poder de dissuasão crível, para que ninguém venha nos aborrecer por aqui ou coloque suas patas em coisas que são nossas por direito, sem que saiba que poderá arcar com as consequências do uso da força.

JMRC
Visitante
JMRC

Angelo Nicolaci;

Obrigado pela atenção.

COMANDANTE MELK
Visitante
COMANDANTE MELK

Senhores, creio que o fato da MB não utilizar “ainda´´ mísseis de cruzeiro em seus subs, advém de um raciocinio de não ploriferação deste tipo de arma no continente sulamericano, outra consideração é o fato de “vender´´a ideia de que de fato os vetores pretendidos(Sub-nuclear) são “apenas para se defender´´ e não atacar… Ora somente concordando(compactuando) com este raciocinio para “aceitar´´ que em pleno século 21 a MB não tenha em seu inventario, subs que disponham de mísseis de cruzeiro não só anti-navio bem como de ataque terrestre. Ainda mas sabendo que vem por aí um “Sub-Nuclear que tambem a… Read more »

MarcoAntonio Lins
Visitante

Só iniciante em relçaõ a vcs. o que é Webste?

muscimol
Visitante
muscimol

acho muito bem Galante …ate Portugal deveria participar ja que as reservas petroliferas de Portugal estao ai no Pre-Sal….

para aborrecer o Brasil bastava roubar o Carnaval e a copa do mundo de 2014 :)…. com ou sem subnuc!!

Dalton
Visitante
Dalton

Nos anos 30 e 40 principalmente, podia-se construir dezenas de aeronaves em um unico mes, praticamente no “quintal de casa”. Hoje em dia com avioes custando em media dezenas de milhoes de dolares e misseis na casa de centenas de milhares de dolares, a complexidade tecnologica envolvida, mao de obra especializada, treinamento caro para pilotos e tripulantes, torna muito mais dificil o caminho de um pais que almeje ser uma potencia belica. O mesmo é válido para armamentos navais e terrestres. A Alemanha nazista era muito mais “forte” que o Japao, por isso recebeu tratamento prioritario dos aliados, mas ainda… Read more »

Raphael Barros
Visitante
Raphael Barros

Não era páreo para a URSS pois foram eles com ajuda do inverno que acabaram com 80% das tropas de Hittler. Os EUA lutaram do lado de seus aliados e mesmo assim tomaram um pacote dos japoneses no início da Segunda Guerra. Se os EUA tivessem sozinhos eles iriam perder tanto a guerra na Europa quanto no pacífico nos 2 lados eles tiveram ajuda dos seus aliados já a URSS praticamente ganhou a guerra sozinha.

Os americanos sempre foram poderesos apenas na mídia manipuladora.

Raphael Barros
Visitante
Raphael Barros

Pessoal o Brasil devido ao seu dinheiro e o tamanho do território era para ter um exército tão grande quanto o da China e da India cara em caso de uma guerra hoje nosso país esta ferrado pois não temos armamentos suficientes para todo o territorio brasileiro contando com o mar e além disso não temos equipamentos modernos e sim equipamentos dos anos 60/70. O PIB do Brasil tem 2.2 Trilhões de dolares se o nosso governo fosse sério de verdade pegaria a metade desse dinheiro e transformava nosso país em uma nação de primeiro à frente de Estados Unidos… Read more »

MarcoAntonio Lins
Visitante

Não se preocupem que sou um pessoa moderado,em todas minhas atitudes.

rrtorres
Visitante
rrtorres

Cara, o grande problema do Brasil é que temos vizinhos que não passam de moscas mortas,China e India estão em uma região muito tensa do globo,bem diferente do Brasil que com investimentos bem modestos fica anos luz de seus possíveis rivais,e é claro que isso prejudica muito a capacidade do Brasil se defender de uma invasão que venha de um país fora da América do sul, por isso que eu digo, o sucateamento das forças armadas argentinas foi péssimo para o Brasil, com a situação patética deles o Brasil relaxou muito.

Dalton
Visitante
Dalton

Raphael… vc esta menosprezando completamente a lend lease bill…vc faz ideia de quanto armamento foi enviado aos russos e ingleses? Só de P39 aircobra foram 4500 para a URSS. Milhares de caminhoes studebacker, onde foram montadas as famosas katyushas, sem falar que estes caminhoes foram fundamentais para transportar homens e suprimentos para a frente já que muitas estradas russas eram intransitaveis. Medicamentos, roupas, tudo o que vc imaginar atravessou o atlantico. Stalin pressionou os anglo-americanos para desembarcarem o mais rapido possivel na França para assim desviar tropas nazistas do front oriental. leia-se aqui, Normandia. A URSS nao dependeu dos EUA???… Read more »

Raphael Barros
Visitante
Raphael Barros

Rapaz praticamente todos os países da America Latina estão sucateados os estão em processos de modernização abaixo do desejado o Brasil tinha que ter uns 80 caças para cobrir todo o espaço aéreo e fazer frente aqueles que estão de olho no tesouro brasileiro Amazônia e Água. Tanto Argentina e Brasil foram usados pelos Estados Unidos na época da Guerra Fria para impedir o avanço do comunismo nesses países e com isso surgiram as Ditaduras na América Latina. Agora imagina o Brasil com 80 caças, 50 submarinos, 20 fragatas, 500 tanques.. etc tudo de ultima geração. Os Estados Unidos não… Read more »

Raphael Barros
Visitante
Raphael Barros

Dalton P-39,P-40,B-25 (não lembro quais eram os outros aviões usados) caminhões, navios etc foram usados na primeira fase da guerra pelos russos devido à pouca disposição de armamentos russos na guerra mais após o ano de 1941 com as fabricas Russas produzindo Yak-1, IL-2, Pe-2, T-34, Yak-3, La-5 em maiores quantidades os armamentos americanos muitos foram devolvidos ou então usados em missões segundarias. E alias o P-39 e P-40 eram inferior aos então novos Yak-1 e Yak-7 que estavam entrando em serviço na URSS. O que me dizer dos T-34,IL2 e os Yaks que massacraram a operação barbarossa de hittler?… Read more »

Raphael Barros
Visitante
Raphael Barros

Errei o sherman à diesel na europa e africa

Corsario 01
Visitante
Corsario 01

Bom, voltando ao post em questão: “A Rússia quer vender até 40 submarinos convencionais de última geração para marinhas estrangeiras até 2015, segundo a Rosoboronexport.” Agora vamos ao contra ponto: Do site area militar que publicou a entrevista do Comandante da Marinha Russa. “Os dados sobre a marinha russa, são muitas vezes distorcidos por afirmações mais ou menos propagandísticas por parte das autoridades ou da imprensa russa, que costumeiramente afirmam que se iniciaram grandes programas de construção que normalmente nunca se confirmam.” “Mas no passado dia 24 de Junho, foi o próprio chefe máximo da marinha russa que veio deitar… Read more »

Dalton
Visitante
Dalton

Raphael, nao vejo mal nenhum em “gostar” ou “admirar” isso ou aquilo…desde que façamos com racionalidade. Tenho uma preferencia por historia militar e armamento americano, até pelo contacto maior que já tive, mas seria um idiota se nao reconhecesse o que os russos tem de bom. Certo, vc citou que os armamentos “de fora” foram importantes apenas na primeira fase…mas…foi justamente na primeira fase que eles foram mais necessarios. Como vc deve saber, Stalin aniquilou muitos de seus oficiais, e acabou enfraquecendo-se com isso…os famosos expurgos de Stalin que conta-se foram milhoes…mas, isso é outra estoria. Os comboios para a… Read more »

lucas lasota
Visitante
lucas lasota

Corsario Por acaso a FAB ja tem algum EMB-195? As policias brasileiras ja usam em massa a Taurus PT-2045? O EB usou uma vez o Osorio ou mesmo o Tamoyo III? Apenas pq as FFAA do pais nao estao bem e nao adquirem o que o pais faz de melhor nunca significou q a industria esta fazendo porcaria. Se fosse assim a Embraer nunca estaria onde esta e muito menos a Tarus. O pessoal q puxa a conversa pro lado ideologico deve ter em vista os aspectos cientificos-tecnologicos dos produtores. Isso eh o q a Russia nos pode oferecer de… Read more »

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

Bom, uma coisa é fato os estaleiros russos (seja na area civil/militar) até então realmente não são um primor em relação a prazos de entrega e custos, varios tiveram problemas com eles, inclusive minha empresa, que teve 6 CT de 45.000 dwt cancelados por falta de prazo e problemas no custo final em relação ao acordado previamente As Últimas unidades da Marinha Russa, incluindo classes Sovremenniy Slava e Udaloy tiveram problemas de conclusão/termino O Vikrahare baba, tbm ta de rosca (indiense), sei não discurso e gogo todos tem, mas a pratica não esta sendo bem assim Tenho minhas duvidas sobre… Read more »

Raphael Barros
Visitante
Raphael Barros

Dalton Os Lancaster britânicos na minha opnião eram melhores que os B-17 mais os B-24 e B-29 foram mais poderosos bombardeiros da segunda guerra isso é sem sombra de dúvidas. Só que no meado da guerra os países aliados e URSS viram que era mais importante ter precisão do que grandes cargas de bombas sobre cidades tanto é que foram desenvolvidos e aperfeiçoados os caças bombardeiros ou aviões de ataque como o P-47 e o IL-2 Sturmovik. Alias essa questão do bombardeiro na minha opnião foi dos motivos que levaram hittler à perder a guerra na época seus bombardeiros eram… Read more »

Corsario 01
Visitante
Corsario 01

Nem eu sou anti russo! Mas Lucas, como você diz que o que te interessa é o capital tecnológico se ele está obsoleto? leia o que o CO diz. Não sou quem diz. Está ali em cima. Volta lá, e lê bem devagar que vc vai achar. E outra coisa, a FAB possui vários aviões da Embraer sim senhor e irá adquirir muitos mais ainda. Pesquise direitinho a palavra Legacy e vc verá quantos chegarão em breve! Quanto ao resto que vc citou, não é o cerne da questão meu amigo. O que eu critico é a indústria deles querer… Read more »

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

Atenção que o assunto ta disvirtuando

voltar ao foco !

MO

agora como MOderador

Alexandre Galante
Visitante

Corsário, gostaria de saber o que a classe “Amur” tem de velho e ultrapassado? propulsão AIP? revestimento anecóico? VLS para mísseis de cruzeiro?

Raphael Barros
Visitante
Raphael Barros

Alexandre Galante

Por enquanto o único ponto negativo do Amur é a falta do AIP mais novas versões terão esse sistema mesmo sem o AIP o Amur na minha opnião é bem superior ao scorpetone alem de ser mais silencioso e fora que os mísseis e torpedos anti-navios russos são um dos melhores do mundo.

http://navalpowercb.blogspot.com/2006/06/classe-amur-o-moderno-submarino-russo.html

Nesse blog tem informações sobre o Amur até o autor o considera o melhor para a marinha.

Corsario 01
Visitante
Corsario 01

Galante estes itens são modernos, é verdade, mas volto a colocar que quem criticou foi o próprio CO deles, não eu. Estou apenas embasado nas declarações do mesmo. OK! Vamos por item. AIP. Os franceses tem e é uma Mercadoria. Porque o dos russos é bom? Aonde está escrito por algum operador( marinha que possua e tenha empregado), que o sistema AIP dos russos é bom ou confiável??? VLS ??? Sei sim! Os indianos quase rompem de vez com os russos após 3 tentativas fracassadas do Club. Revestimento Anecóico! Humm! Conheces alguma marinha que opere esse sub com este revestimento… Read more »

lucas lasota
Visitante
lucas lasota

Corsario De fato, nao necessitamos de defensores ferrenhos de uma ou otra nacao, tendo em vista q temos um problema bem maior na nossa..rsrs Mas, devemos ser criticos a situacoes em que se deparamos. Sempre os assuntos ligados a industria de defesa possuem um cordao umbilical com assuntos politicos porque sao conjugados por natureza. Seriamos ingenuos acreditar que, com o colapso da URSS, a russia se auto estruturaria em miseros 10 anos com forca bastante a botar medo no mundo todo, so porque possui armamentos nucleares. Ela se submeteu a ordem politica do ocidente. Toda a estrutura social e empresarial… Read more »

Fernando
Visitante
Fernando

Gostaria de saber como é feita a limpeza do casco (desincrustração), o revestimento anecóico resiste a muito tempo a este tipo de problema…

Imagina ter que levar um monstro como o Typhoon a um dique seco para limpeza e aplicação de tinta envenenada. Deve dar um trabalho danado além do custo.

Sds.

Fernando
Visitante
Fernando

Agora reparei, na segunda foto dah pra ver até as cracas.

Angelo Nicolaci
Visitante
Angelo Nicolaci

A industria Russa sofre de falta de organização? sofre, mas eles tem capacidade de desenvolvimento e Know How em submarinos, afinal os Akula são os mais silenciosos em operação se não me falha a memória certo? Amigos problemas são normais no meio bélico, mas os russos enfrentamainda a falta de uma boa mídia, que no caso dos outros consegue mascarar bem seus erros e falhas, vale citar o problema nos F-22, falhas nos subs americanos que fizeram retornar a revisão de soldas 3 unidades não me recordo a classe , mas foi recente. até a gigante Airbus sofre com suas… Read more »

Baschera
Visitante
Baschera

Senhores, O problema dos russos é quase o mesmo do Brasil. Eles tem, ainda, tecnologia e conhecimento, talvez não tanto como os países ocidentais, mas o que relamente lhes falta, bem como para nós, é dinheiro. Parece pouco, mas não é. A industria militar como um todo necessita de encomendas constantes e diversificadas, de modo a não interromper o desenvolvimento, a pesquisa e o expertise ou o conhecimento de domínio de técnicas de construção e mão de obra qualificada. É justo o que nos falta. E para eles que ficaram parados em estado vegetativo por duas décadas, também. Diz-se que… Read more »

Baschera
Visitante
Baschera

Caudalosos e não “caldalosos” … fabricamos e não “fabrican=mos”…. continuaremos e não “continuaremso”…..carências e não “cerências”.
Desculpem.

Sds.

Henrique
Visitante
Henrique

Seria interessante para o Brasil adquirir alguns SUBs Russos, já imaginaram como ficariam nossos queridos vizinhos. Assim teríamos uma força naval mais respeitável .. sonhar ainda é possível.. Com relação ao Sub Nuclear, será uma piada o Brasil gastar “40” anos para construir este equipamento sem capacidade de lançamento de mísseis sejam estes quais forem!! Se for assim, só pra dizer que tem, então é melhor cancelar tudo e investir em Subs convencionais com AIP pois construir um SN só para lançar torpedos só pode ser brincadeira ! Quanto aos comentários acima sobre EUA e Rússia na SG Mundial.. não… Read more »

Corsario 01
Visitante
Corsario 01

Lucas, se vc me permite: “Mas falar que os caras nao tem tecnologia citada no artigo, talvez seja falacia.” Em nenhum momento eu afirmo que os russos não possuem tecnologia. Sim, eles tem, mas está obsoleta. Dizer que o Akula é o sub mais silencioso do mundo como foi dito é comprovado por quem? O ponto que eu bato é que os russos possuem vários sistemas e etc e tal. Beleza! Mas, funcionam como falam? Alguém aqui sabe ou pode confirmar o que os folders da Rosoboronextport afirma? É esse o ponto. Me mostre aonde existe esta confirmação, de que… Read more »

WAR
Visitante
WAR

Sobre a WW2 (SGM?) no leste: No início da Barbarrossa (ruiva), o equipamento alemão era bem superior ao soviético (e ao dos demais aliados). Os americanos supriram sim (e muito) o exército vermelho (ainda bem), via comboios pelo norte (ártico) que foram, inclusive, muito atingidos pelos nazistas. Leiam “Um escritor na guerra. Vasily Grossman com o exército vermelho”. Lá eu lí que ao chegar perto de Stalingrado ele, correspondente de guerra, deparou-se com uma revoada de aviões russos tentando pousar. Eram Yaks, Cobras e Hurricanes, escoltando os Dakotas (nossos C47=DC3)que levavam matimentos às tropas de defesa. Ele fala também dos… Read more »

Angelo Nicolaci
Visitante
Angelo Nicolaci

Corsário com relação aos Akulas eu li em diversas fontes de informação militar o fato de que ele é um dos subs mais silenciosos em operação, e foi de publicação americana e não russa que eu li

Corsario 01
Visitante
Corsario 01

Ok!
Angelo,fontes, por favor?