sexta-feira, setembro 17, 2021

Saab Naval

USS ‘Wasp’ (LHD 1) com Ospreys

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

uss-wasp-lhd-1-1

O USS Wasp (LHD-1), no Mediterrâneo, durante o recolhimento dos MV-22 Osprey do esquadrão VMM-266, no retorno do Iraque.

O esquadrão, que opera a aeronave tilt-rotor, no seu deslocamento no Iraque, voou aproximadamente 3.040h, levando cerca de 190 toneladas de carga e transportando 15.800 passageiros.

uss-wasp-lhd-1-2

uss-wasp-lhd-1-3

uss-wasp-lhd-1-4

- Advertisement -

20 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
20 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Pedro Rocha

Olá senhores! Nos anos 80 quando iniciou o projeto do Osprey eu simplesmente era fascinado por ele! Tenho uma revista Segurança e Defesa (item de coleção) que descreve todo o projeto inclusive as variantes da USAF e US Army. Isso mesmo senhores existia uma versão para o Exercito que complementaria os Chinook! Porem o projeto apresentou uma persistente fraqueza: Os eixos e transmissões que faziam a transição do vôo de helicóptero para o vôo de avião! Senhor Marine é muito melhor ir para terra pelo ar, mesmo num meio que ainda não é lá muito seguro, do que ir pelo… Read more »

andre de poa

Rapaziada, esse avião sempre me pareceu bizarro, nem avião nem helicóptero, é uma coisa! Nunca me inspirou confiança, soube que uns tempos atras todos tiverem ordem de “graudear” por suspeita de falha grave. Acho que até nossos iglas conseguem derrubar essas “coisas”.

Papagaio

Nossa dura realidade
Queremos embarcar S-2 Tracker dos anos 50 reformados …
Mesmo assim não há $$$$.
Triste, muito triste.
Abraços,

Marine

Marcelo Tadeu,

Tem Marine fazendo fila pra andar neles.

Felipe Cps

Dois desses, enche de F-35B STOVL (de prateleira Tio Samuel vende), manda entregar, e aposenta Opalão, A4 “Mosca Voadora” e tudo as caca velha da Marinha…

Sds.

Marcelo Ostra

Felipe, o problema é peito pra comprar, mesmo que seja um navio equivalente …

Abs
Mod MO

Fully

Esses LHD1,também são capazes de operar caças? E se são,não poderiamos então adiquirilos como NAE multi-função?

Alfredo_Araujo

Fully…

Eles operam caças STOVL (short take-off and vertical landing), como os Harryes e o futuro F-35…

Para a maioria do pessoal aki do blog, 2 desses navios seriam perfeitos para o Brasil…

Marcelo Ostra

operariam apenas aeronaves VTOL

Ai demandaria adquirir este tipo de aeronave, e tbm infuenciaria no numero de pessoal disponivel e devidamente treinado para este tipo de navio, ou seja se fossem adquiridos hoje, haveria (alem de outros) problemas para guarnecelos, junto com os outros navios da esquadra, mas sem duvidas, se utilizados corretamente seriam um tremendo improvement, em relação ao CE/RJ/AP e ate ao MM, GDA e AS

Absd
Mod MO

Marcelo Tadeu

Apesar de bonito e multi-funcional, ainda acho esse V-22 uma armadilha aérea. Os problemas não foram ainda todos resolvidos. Dúvido que algum marine não fique meio desconfiado quando vai embarcar num desses.

sds

COMANDANTE MELK

Senhores,

é formidavel a capacidade que os EUA, passam a ter com mas este vetor fazendo parte do inventario de suas forças armadas.
Gostaria de salientar que a meu ver, a tecnologia na área de aeronaves tilt-rotor, tem muito chão ainda para queimar, ou seja, com certeza eles irão melhorar, refinar muito mais a capacidade deste vetor ao longo do tempo.

Quando será, que veremos algo do tipo no inventario de nossas forças armadas…

Sopa

Ai…. pra compensar o perda no FX-2 o Brasil poderia comprar uns 10 desses, pra acalmar o Tio Sam ! ia ser show !!!

“Nas favelas não, mas no SENADO só sujeira pra todo lado”

Pampa

Srs, no médio prazo a MB será possuidora de dois navios muito parecidos com esse. Aguardem.

Marcos T.

Pampa
A questão é: o que tu considera como “médio prazo”?
Se o longo prazo for 100 anos… médio prazo é 50 anos?

Felipe Cps

Ostra, parafraseando Capitão Nascimento:

NUNCA TEREMOS! NUNCA!

Abs.

Esdras

Esse tal de Osprey é um aparelho que dá muito mais problemas do que soluções!!!

Era para nosso MG ser hoje um bom porta helicoteros.

Dalton

Esdras,

o Osprey é um aparelho revolucionário e como tal, ainda tem um longo caminho antes de tornar-se realmente eficiente e algumas melhorias estao sendo feitas, como a reduçao de custos na manutençao.

Pelo que já li, eles estao deixando para tras os velhos e confiaveis CH46 quanto ao que podem fazer.

Quanto ao Minas Gerais…um navio comissionado em 1945, mesmo apesar de suas varias modernizaçoes, estava com 55 anos quando deu baixa e hoje teria quase 65 anos!

abraços

Marcelo Ostra

Boa Mestre Dalton,

Vamos ver se desmistificamos esta historia do MG como Porta Helo

Casco em agua salgada sendo full operacional por 54 anos, haja ressitencia, nem se fosse um ALFA feito de titanio

Não aguentaria mias ser operacional, de uma vez por todas, serviria como um museu, simm, teria excelente utilidade para memoria da Marinha, mas operacionalmente falaqndo nao dava mais

Abs
Mod MO

Dalton

Pois é Mauricio…

Mesmo que pudesse operar, nao há mais nenhum Ivan Rogov em serviço apenas um que encontra-se na reserva.

abraços

Mauricio R.

“Morram de inveja esquadrões de CH-53E trimotores, pois Mi 26, com dois motores transporta o equivalente a um C-130 Hercules!”

Seria o caso de se saber se a marinha russa tem condições de operar o “Halo” no convoo de algum “Ivan Rogov”???

- Publicidade -

Últimas Notícias

Austrália abandona acordo de submarinos de 56 bilhões de euros com o Naval Group francês

A Austrália decidiu abandonar o acordo de A$ 90 bilhões (€ 56 bilhões) de 12 submarinos convencionais com a...
- Advertisement -