Home Nota oficial Novos submarinos da MB: Senado aprova o empréstimo de 4,32 bilhões de...

Novos submarinos da MB: Senado aprova o empréstimo de 4,32 bilhões de euros

1974
17

scorpene-laad09

vinheta-clipping-navalO Plenário do Senado aprovou, nesta quarta-feira (2), o Projeto de Resolução do Senado (PRS) 54/09, que autoriza a contratação de um empréstimo externo pelo Brasil no valor total de 4,32 bilhões de euros. Os recursos, fornecidos por um consórcio de bancos, destinam-se ao programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub) da Marinha do Brasil.

O Prosub prevê a construção em série de quatro submarinos convencionais no Brasil, com aquisição de tecnologia de projeto e de construção dessas embarcações; o projeto e a construção de um estaleiro dedicado à construção de submarinos nucleares e convencionais; o projeto e a construção de uma base de apoio de submarinos convencionais e nucleares; e o projeto e a construção de um submarino nuclear.

De acordo com a Marinha do Brasil, a implementação do programa permitirá um incremento das atividades de presença, vigilância, proteção e defesa das áreas onde se encontram as instalações marítimas de petróleo e gás na plataforma continental. Além disso, devera contribuir para o desenvolvimento da construção naval no estado do Rio de Janeiro, gerando milhares de empregos diretos e indiretos.

Helicópteros

O Plenário aprovou ainda o PRS 55/09 que autoriza a contratação de empréstimo externo de 1,76 bilhão de euros visando a aquisição de 50 helicópteros de médio porte para emprego das três Forças. As aeronaves serão fornecidas pelo consórcio Helibras e Eurocopter, entre 2010 e 2016. Ao Comando da Aeronáutica caberão 18 unidades, e aos Comandos do Exército e da Marinha, 16 unidades cada.

FONTE: Agência Senado FOTO: Poder Naval Online

Subscribe
Notify of
guest
17 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
KeplerK
KeplerK
10 anos atrás

Certamente uma boa notícia. Até que enfim alguém trabalhando no Senado.

fernando
fernando
10 anos atrás

concordo com o gerson, principalmente a englaterra e a holanda nao querem transferencia de tecnologia para o brasil, porque sera???nao querem o brasil forte, pois sao os que mais tem o olho virado para a amazonia…

COMANDANTE MELK
COMANDANTE MELK
10 anos atrás

-Rumo à Independência- Senhores, o acordo para a compra do submarino francês Scorpène com transferência de tecnologia, vai significar um salto inédito no programa nuclear brasileiro Um óbvio simbolismo reveste o encontro entre o presidente Lula e seu colega francês Nicolas Sarkozy no próximo 7 de setembro. Para as Forças Armadas, e a Marinha em particular, a assinatura do acordo que vai permitir a construção do primeiro submarino nuclear brasileiro representa uma nova e definitiva independência, do ponto de vista estratégico. A oportunidade perseguida há mais de três décadas para controlar uma tecnologia dominada atualmente por apenas outras cinco nações… Read more »

BRAVURA
BRAVURA
10 anos atrás

Ainda bem que os parasitas do Senado não “empacaram” ainda mais o já atrasado projeto do Sub-N.

Valeu parasitas-mor

gerson
gerson
10 anos atrás

Caros amigos,

Só pra lembrar nosso grande bem feitor Nicolas Sarkozy esta chegando para as comemorações do dia da nova independência do Brasil!!

não pensem os senhores que está sendo fácil para a França manter os acordos com o Brasil pois ela sofre pressões da união europeia para não transferir tecnologia.

JP
JP
10 anos atrás

Ótima notícia! se bobear, amanhã ou sexta-feira aparece o mimimi da Folha de SP e/ou O Globo.

[]´s

Baschera
Baschera
10 anos atrás

Comandante Melk,

Bom post. Mas quando colar uma matéria, coloque a fonte.

Para quem quiser ver o “tamanho” do reator nuclear da MB para o Sub-Nuc (ou SN-BR), no Centro tecnológico da Marinha, veja o link abaixo:

https://www.mar.mil.br/menu_v/marinha_na_midia/jornal_revista/Coletaneamarinhanamidia2007/06%20Junho%202007/OGlobo24JUN07_SubmarinoNuclear.pdf

Sds.

Rafael
Rafael
10 anos atrás

Creio que, querendo ou não, seremos um dos protagonistas no cenario mundial já no inicio da segunda metade do século. Temos que começar a pensar grande desde já.

trackback
10 anos atrás

[…] de 6,7 bilhões de euros, dos quais 4,3 bilhões serão objeto de financiamento externo em 20 anos, já aprovado pelo Senado Federal em 2 de setembro, e o restante será custeado diretamente com recursos do Tesouro […]

Bueno
Bueno
10 anos atrás

Falando em 7 de Setembro, algum de vocês tem noticia se os Rafales estão a caminho do Brasil? Tinha lido que eles apresentariam em Brasília?

Muito obrigado.

Nunão
Nunão
10 anos atrás

Bueno,

Sugiro dar uma passadinha no Blog Aéreo (se já não o fez).

Em matéria que deve estar umas duas páginas para trás da primeira, o que tem confirmado é a equipe de demonstração aérea dos franceses, a “Patroille de France”, com seus Alpha Jet. Sobre a vinda de caças franceses, não vi nada de oficial em lugar algum.

Saudações!

Callia
Callia
10 anos atrás

Melck

Muito bom seu post , gostei mesmo!

BZ

COMANDANTE MELK
COMANDANTE MELK
10 anos atrás

Senhor Baschera em 02 Set, 2009 às 22:09,

certamente meu caro, oque ocorreu foi ´´a pressa inimiga da perfeição agindo´´…hehe, e fazendo com que eu me esquecesse de informar a fonte(Inclusive na pressa, acabei não revisando o texto, que acabou com muitas frases incompletas). Portanto Fonte:Interesse Nacional

Grato.

COMANDANTE MELK
COMANDANTE MELK
10 anos atrás

Senhor Callia em 03 Set, 2009 às 9:31,

grato meu caro, são coisas que de fato em algum momento(Em minha opinião já deveriamos estar a muito discutindo…mas enfim) inevitavelmente teremos que nos posicionar definitivamente sobre este assunto(Armamento Nuclear).

Grande abraço.

Raphael Barros
Raphael Barros
10 anos atrás

Bem eu gostaria do Amur no lugar do Scorpene mais tudo bem esta de bom tamanho o Brasil poderia adquirir mais umas 20 unidades do Scorpene e substituir o São Paulo e seus A4

Flavio
Flavio
10 anos atrás

COMANDANTE MELK

excelente post.

concordo 100% que devemos deter a tecnologia nuclear de “ponta a ponta”, inclusive com algumas bombinhas, ou melhor ainda, algumas ogivas em mísseis de cruzeiro.

Até porque, sei la, se daqui a 30 anos uma potência nuclear resolver que a amazônia é dela, o que vamos fazer??

para amedrontar, vc tem que ter ao menos as mesmas armas do inimigo, nunca menos

BRASIL!!!

COMANDANTE MELK
COMANDANTE MELK
10 anos atrás

Senhor Flavio em 03 Set, 2009 às 15:15,

agradeço a atenção do amigo, gostaria apenas de acrescentar que este assunto (Armamento Nuclear)deve ser muito bem discutido, buscando essencialmente e “tão somente´´ a garantia total de nossa segurança e soberania.

Grato