Home Noticiário Nacional INACE entrega AviPa ‘Dourado’

INACE entrega AviPa ‘Dourado’

260
19

Com capacidade para desenvolver velocidades superiores a 25 nós (aproximadamente 45 Km/h) e autonomia para permanecer até três dias no mar sem necessidade de reabastecer, foi entregue no fim da tarde de ontem, à Marinha do Brasil, o Aviso de Patrulha (AviPa) “Dourado”. Esta é a terceira embarcação da classe “Marlin” e a segunda de cinco que serão entregues pela Indústria Naval do Ceará (Inace) até o final de 2010.

A fabricação do navio custou o montante de R$ 20 milhões e é fruto do contrato assinado com a Empresa Gerencial de Projetos Navais (Emgepron) em dezembro de 2007.

Construído no estaleiro do Inace e lançado ao mar em 20 de julho de 2009, a embarcação foi e desenvolvida primordialmente para atender às atividades subsidiárias da Marinha do Brasil. Segundo o diretor-geral do Material da Marinha, almirante-de-esquadra Marcus Vinicius Oliveira dos Santos, “o AviPa ´Dourado´ terá contribuição importante nas ações de patrulha e inspeção naval e prevenção de qualquer delito na costa onde estará atuando”, destacou.

A embarcação foi recebida, batizada e transferida para o setor operativo da Marinha do Brasil em solenidade realizada no Píer do Marina Park Hotel, na Praia de Iracema (Fortaleza) na presença de várias autoridades civis e militares tais como o comandante do 3º Distrito Naval, vice-almirante Edison Lawrence Mariath Dantas, o comandante do 2º Distrito Naval, vice-almirante Arnon Lima Barbosa, o diretor-técnico da Emgepron, contra-almirante Robério da Cunha Coutinho e do diretor presidente da Inace, Antônio Gil Fernandes Bezerra.

Para fiscalização

A embarcação tem capacidade para 10 pessoas e sua função principal é realizar ações de patrulha naval, fiscalização do tráfego aquaviário e ações de busca e salvamento e prevenção da poluição hídrica ao longo do litoral. O AviPa “Dourado” ficará subordinado ao 2º Distrito Naval, com sede em Salvador (BA) e sob a responsabilidade direta do Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Leste. O AviPa entregue possui casco e superestrutura construído em alumínio e comprimento total de 22,80 metros. O nome é uma homenagem ao peixe peculiar, tanto pelo seu forte colorido quanto pela forma alongada e comprimida de seu corpo, a qual afina em direção à cauda, fato que o transforma em um peixe marinho rápido e aguerrido, características que devem acompanhar o navio, segundo os idealizadores.

avipa_dourado-foto-mb

FONTE: Diário do Nordeste / FOTO: José Leomar / MB

LEIA MAIS:

19
Deixe um comentário

avatar
18 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
13 Comment authors
INACE entrega AviPa ‘Dourado’ « PLANO BRASILPedro MouraSem sacoCalliaDV Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Claudio/Itajaí
Visitante
Claudio/Itajaí

Pq o nome “Aviso”?

Alexandre
Visitante
Alexandre

A primeira fiscalização que essas embarcações deveriam fazer era contra os donos do estaleiro assim como um certo almirante que tantos danos causaram ao erário público.

Marcelo Tadeu
Visitante
Marcelo Tadeu

porque eles “avisam”que vão patrulhar!! rsrsrs. Brincadeira, tb queria saber.

Sds,

Marco Antonio Lins
Visitante

Honestamente!

Estou muito feliz, parabens a todos emvolvidos! Como gosto de vêr
todo o esforço de emfrentar as adversidades.Lançar ao mar, que foi construido por nos.

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

por ser ‘menor’ que um ‘navio’ na função de patrulha e tbm, para não chamar de LP (lancha patrulha)

abs
mod MO

João Curitiba
Visitante
João Curitiba

Pergunta de leigo:
Autonomia de 3 dias. Não é pouco?

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

não neste caso, considerando que é uma lancha …..

Abs
Mod MO

Ronaldo de souza gonçalves
Visitante
Ronaldo de souza gonçalves

Parece uma lancha mesmo e cara,depois reclamam que não a dinheiro.Deveria pelo menos ser subarmada, acho qur 20 milhoes achariamos algo melhor.

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

verdade Mauro, se nao for Cruzador de batalha nuclear aerodromo, de missel guiado com capacidade submarinha e anti submarina para fiscalizar porto e fora de barra não vale fico imaginando (rssss) baseado na sapiencia navalis, La Combatant´s para esta função “Atenção sr do jet sky pare ou eu atiro – CIC Stand BY, travar os MM 40 e contra os paraglider os RAM´s …. “Aye Sir (isto, é acho eu …)” Ja pensou o custeio disso tudo pra isso ….. Seriamos uma marinha tipo de Brunei né, que pode se dar ao luxo pra isso …. ja pensou ducha corona… Read more »

Alfredo.Araujo
Visitante
Alfredo.Araujo

Seriam 5 lanchas por 20 milhoes…

4 milhoes por lancha, acredito eu, acho q esta no preço…
Uma lancha comum, dessas q a galera de Buzios desfila amarradas nas Hilux da vida, fica em mais de 500 mil reais!

DV
Visitante
DV

– cada equipamento tem uma função e se esse Aviso não servisse para nada não seria encomendado. Esse tipo de embarcação será especialmente útil quando for concedido poder de polícia para a MB;

– ótimo que seja um equipamento projetado e construído no Brasil;

– pena que o estaleiro, nesse meio tempo, tenha jogado a sua reputação no lixo e, de ora diante, será difícil não suspeitar de superfaturamento nas coisas que faz; e

– uma das primeiras operações do Aviso pode ser interceptar a muamba trazida pelos donos do estaleiro!

Callia
Visitante
Callia

Eu ainda defendo o Bauru nuclear!

Claudio/Itajaí
Visitante
Claudio/Itajaí

grato pela resposta

Sem saco
Visitante
Sem saco

É um porre mesmo esses críticos de m…

trackback

[…] Fonte: Poder Naval CategoriasDefesa, Naval, Negócios e serviços, Sistemas de Armas Comentários (0) Trackbacks (0) Deixe um comentário Trackback […]

Pedro Moura
Visitante
Pedro Moura

Galera só para informação de todos a Barracuda já está sofrendo com falta de peças de reposição e equipamentos com problemas de funcionamento. Fiquei sabendo hoje, 06 de outubro, que os elementos dos filtros coalescedores – que fazem a separação de partículas sólidas e de água do combustível, não existem no mercado local – Natal/RN, e nem o fabricante tem em estoque pra fornecer.

Sendo assim as comissões de fiscalização ficam comprometidas e acabam sendo efetuadas pelos “Grajaú”. Vale lembrar que em determinadas áreas de pesca nem mesmo esses AviPa conseguem entrar devido a bancos de aréia.

Abração a todos.

Pedro Moura
Visitante
Pedro Moura

AviPa Dourado.

Atracou na BNARP, em Natal com problemas em equipamentos vitais – Giro, Controle da Propulsão entre outros, causados por um rompimento de rede de resfriamento do ar condicionado no passadiço.

Outro problema foi a velocidade desenvolvida que ficou aquém da informada no projeto. Tal fato ocorre devido a falhas no softwear que controla as curvas de demanda.

Pedro Moura
Visitante
Pedro Moura

Correção: BNAAP