sexta-feira, dezembro 3, 2021

Saab Naval

Contra-Almirante Caroli fala sobre o futuro comando da UNIFIL pelo Brasil

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O programa “Diplomacia”, da TV Senado, exibiu, nos dias 13 e 14 de novembro, uma entrevista exclusiva com o oficial brasileiro que será o futuro comandante da Força Naval das Nações Unidas no Líbano, Contra-Almirante Luiz Henrique Caroli.

O Brasil foi convidado pela ONU e aceitou a missão de comandar uma força multinacional, em substituição à Itália. Além de Oficiais da Armada, tropas de Fuzileiros Navais e do Exército brasileiro deverão integrar a United Nations Int erim Force in Lebanon (UNIFIL), a missão de paz que busca dar fim ao conflito armado entre Israel e o Líbano.

Os primeiros oficiais deverão partir rumo a Beirute nas próximas semanas e, segundo o Contra-Almirante Luiz Henrique Caroli, a tropa brasileira está apta a enfrentar o desafio. A presença do Brasil no conflito do Oriente Médio ainda foi o tema da reportagem especial do programa “Diplomacia” que ouviu diplomatas, parlamentares e analistas.

- Advertisement -

60 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
60 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
MVMB

Que Deus proteja esses pobres incautos que estão “se metendo em uma fria” atrás de uns míseros trocados em seus salários.

Quando os primeiros voltarem em sacos pretos. vamos ver o que vão dizer.

Por falar nisso, haverá MP reduzindo os vencimentos como no HAITI?
Haverá problemas de pagamento do seguro, como no EB?

Fim de linha. Os militares estão pegando qq coisa para ganhar uma merreca a mais.

Ademar

As Forças Armadas do Brasil precisam de açãol e treinamento real ! Essa é a oportunidade que faltava . Só treinamento em quartéis e nada de prática , deixa os militares intediados . Basta perguntar o que acham os militares . Todos responderão que será um ótimo aprendizado e é o que militar quer ! Essa conversa fiada de que voltarão em sacos pretos é balela . O Brasil como membro da comunidade internacional e almeijando uma vaga no Conselho de Segurança da ONU , precisa arcar com suas responsabilidades e sair do anonimato , descer do muro e participar… Read more »

Paulo Henrique

O negócio é assim: “eu mando e você obedece”. O governo assume o compromisso com a ONU e o Ministério da Defesa executa o compromisso.

O risco sempre existe.

Sorte aos nossos soldados.

MVMB

Ademar. Por acaso vc é militar?

Aldo Ghisolfi

ADEMAR: e, neste raciocínio simplista e cego, vamos brincar de roda, de pião, de mocinho e bandido, de pular amarelinha, de barquinho de papel, de soldadinho de chumbo, de aviãozinho…

TON

Concordo plenamente com o Ademar.
Acredito que nossa F.A. seja capaz de realizar essa missão, pensamentos como:
“Nossos soldados voltaram em sacos pretos”, inferiorizam a competência desses profissionais.
Além do mais essa missão pode ser de fundamental importância para o aprimoramento da nossa F.A.

LOBO DO MAR

Senhores, na Marinha tem um ditado que diz assim: “A Marinha manda marchar e não manda chover”. São os ossos do ofício. O Ademar tem razão. Os políticos tomam as decisões e os militares cumprem. Sempre foi assim…………

Phacsantos

apoiado Ademar

Citando o Hino:

“…MAS, SE ERGUES DA JUSTIÇA A CLAVA FORTE,
VERÁS QUE UM FILHO TEU NÃO FOGE À LUTA,…”

Ou tornaram-se militares para ficar jogando play station??????

Se foram convocados que deem o melhor de si.

Marcos Botelho

uma furada…ali o bicho pega pra valer. Ariel Sharon ja chegou a jogar napalm em beirut, atrás de Arafat este ato fez sairem do libano.. deve ter video no recentemente Israel FOI ACUSADO de usar bomba de fosforo branco em Gaza ( não a do Rio de Janeiro, que fica em Benfica e Manguinhos). essas bombas cujos flocos ardem enquanto não seesgotar a fonte de oxigénio, e que não rasgam nem perfuram mas se pegam ao corpo por baixo das roupas e ficam ardendo, ardendo, provocando terríveisqueimaduras. Como consequências mais profundas provocam dores abdominais, icterícia, lesões graves no fígado e… Read more »

Ivan

Vi em outro artigo que a ONU “exigia” do Brasil que enviasse um navio para liderar a força tarefa naval da UNIFIL, porém o ministro da defesa estava relutante de enviar uma fragata para o oriente médio por que já tinhamos poucas em operação e defesa do mar territorial ficaria ameaçada!

É triste ver a falta de equipamentos e meios operacionais modernos das forças armadas!

Xis

Caros
Alguém saberia dizer se a participação brasileira na UNIFIL teve repercussão/cobertura pela grande mídia?
Confesso que não acompanhei os últimos telejornais e afins. Acredito que essa participação seja de interesse da nação.

Sorte aos nossos soldados.

Saudações!

Renato

Relevante a missão! Só questiono em se confirmando o que o Ivan disse, como será comandar uma força marítima sem contar com um navio sequer do país que a comanda? Espero inclusive que a informação esteja equivocada.

Aldo Ghisolfi

A crítica contrária não deve ser endereçada aos Milicos e sim aos políticos e aos milicos que desejam se aproveitar da situação para auferir um soldinho extra.

Galileu

Vou repetir o que eu já havia dito:

-O EB falou que vai mandar soldados?? eu não vi nenhuma nota do EB.

Quanto a MB, ahahah a MB vai ganhar presentinho, tem que mostrar vontade, se é que me entendem……. ahhaha. Só quero ver o ParTido passar o rodo na MB também ahahah

RatusNatus

Excelente noticia a ampliação da presença brasileira no exterior.

Galileu, poria se abster de falar em código nas outras mensagens. Não entendi bulhufas.

O EB não comenta sobre as iniciativas do Brasil. Era para ser diferente? Subalterno avaliando as decisões do Chefe?
Talvez os sargentos devessem pensar das vezes antes de obedecer os tenentes. Sabe como é, depois de dada a ordem, chega a hora da avaliação da mesma. Depois de avaliada, ele decide se obedece ou não.

|Se o Brasil disse que vai mandar soldados então o EB vai mandar soldados.

Cláudio

LOBO DO MAR disse:
19 de novembro de 2010 às 10:29

Senhor LOBO, por acaso o Senhor é comandante de Barco de Pesca no Litoral…!!!???

Marine

E pessoal,

Queremos ser tratados como pais serio e respeitados pela comunidade internacional, desejamos ser confiados com maiores responsabilidades, bem esta ai o preco de tais desejos.

Cabe a nacao e seu povo decidir se querem arcar com tal custo. E facil falar, reclamar e exigir…Agora e hora de fazer.

Abs!

Cláudio

Aldo Ghisolfi disse: 19 de novembro de 2010 às 13:54 Excelente comentário, a crítca não deve ser endereçada aos MILÍCOS, mas sim aos POLÍTICOS……. A história deve ser estudada, convém lembar uma passagem da Guerra das Malvinas: Os Políticos Argintenos, século XX, mandaram Soldados argentinos invadirem as Ilhas Malvinas, ao invés de mater recuros (dinheiro) para a guerra os Políticos praticavam o “crime de peculato”, desviavam dinheiro destinado a compra de comida para os militares que estavam em guerra…… No Brasil, século XX e XXI, nossos Políticos praticam “crimes de peculato”, porém tão cruel quanto ao dos Argentinos em guerra,… Read more »

M1

Piada do dia:

“a missão de paz que busca dar fim ao conflito armado entre Israel e o Líbano”

Quase eu morro de tanto rir!

Francisco

Baixas são ossos do ofício para os militares? OK
Acho que isso merece uma abordagem mais ampla…

Esse preço que pagaremos (vidas) trará benefícios para o Brasil e para o povo da região em questão. Podem os nossos soldados e o nosso esforço fazer a diferença lá?

Fox Bravo

Espera aí! O Brasil está entrando como comando das forças navais? Não subestimando nosso oficiais e nossa gloriosa MB, mas que experiência neste tipo de missão nossa Marinha tem? E quem são os subordinados do Brasil, teve ser países de 3º mundo como nós.

Crusader

Meio Off-Topic, mais nem tanto:

– Brasil vai receber novo Navio Oceanográfico:
http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=navio-oceanografico&id=020125101119

defourt

M1 disse: 19 de novembro de 2010 às 18:44 “Piada do dia: “a missão de paz que busca dar fim ao conflito armado entre Israel e o Líbano” Quase eu morro de tanto rir!” Realmente M1 é muita poesia reunida… Quão poética será esta missão! (?) O “lema” dito pelo comando do BOPE (ao menos no filme) diz assim no início do treinamento: “Preparem seus espíritos, porque seus corpos já nos pertencem.” E muita inspiração e conspiração “POÉTICA” reunida! Agora vejamos qual real efeito terá esta frase de efeito no mundo real e cheio de efeitos CO-LA-TE-RAIS. Vejamos o quanto… Read more »

defourt

“MVMB disse:
19 de novembro de 2010 às 8:32

Ademar. Por acaso vc é militar?”

Militar eu não sei, mas sei que ele não é PAI…

defourt

MVMB disse:
19 de novembro de 2010 às 7:47

“Que Deus proteja esses pobres incautos que estão “se metendo em uma fria” atrás de uns míseros trocados em seus salários.”

Mas nem todos serão realmente voluntários!

O termo voluntário é apenas um sofisma para o ESTADO não ter que arcar com maiores responsabilidades e dever.

O termo “voluntário” foi criado por algum gênio-do-mal da área jurídica. 🙂

Talvez, quem sabe, tenha sido criado por Nicolau Maquiavel que de tão competente ao servir o lado negro da força virou adjetivo!

[Adj. maquiavélico]

Sds

@wagner

Ele na verdade quis dizer o seguinte, e aspergunats deveriam ser assim : 1) Porque estamos na Unifil ? R: Porque queremos puxar o saco para ganhar vaga no CS. 2) Se vcs nao tem como cuidar sequer de si mesmos como cuidar a Unifil ? R: Porque eu apenas cumpro ordens ! Eu sou um militar, eu apenas sigo o procedimento ! 3) Não acha que é demais para uma pais cuja marinha sequer pode mandar forças para cá na Unifil ? R: Já disse, eu apenas sigo ordens !!!! 4) Quando vai terminar o compexo de grandeza do… Read more »

defourt

Eu apoio a campanha por voluntários no CONGRESSO NACIONAL!

Cor Tau

“@wagner disse:
19 de novembro de 2010 às 21:37 ‘”

“defourt disse:
19 de novembro de 2010 às 21:59 ”

hahahahahahaha…Brilhante….. 🙂

Cor Tau

“defourt disse:
19 de novembro de 2010 às 19:56 ”

Como diz o ditado….Se você nunca sentiu medo..Vergonha ou dor é porque nunca correu riscos…………..No alvo……..

Fox Bravo

Acho que deveriam se preocupar é com nossas fronteiras explosivas, (de onde se passa drogas, contrabando e armas talvez mais do que as do Hezbollah), nossas faixas de Gaza urbanas. Que tal criarem nossa força de paz e segurança aqui, para começar, até sugiro um nome “UniRio”.

Depois de resolvermos nossos problemas ai poderia-mos ou melhor deveria-mos ajudar outros.

Atirador

defourt por acaso quando se alistaram não foram voluntários por vocação? Ou entraram nas forças armadas apenas para ter um cargo público? Admiro o Marine que quis ir para a guerra e se alistou num exército guerreiro. Aqui só querem ficar treinando no quartel.

Persan

Consigo entender o ponto de vista do Ademar e daqueles que discordam deste. Não desacredito da capacidade de nossos bravos soldados em desempenhar bem qualquer missão, seja de impossição de paz ou de manutenção de paz entre outros. Se queremos aspirar a um cargo no CS da ONU temos nossas responsabilidades – Quem pode manda quem tem juizo obedece. Tudo o que um militar quer é entrar em ação. Militar é engajado para a guerra e ponto final. Mas, será que eles terão equipamentos adequados? Caso seja deflagrado um conflito naquela região, teremos condições de apoiar a retirada ou a… Read more »

MVMB

Acrescentando. Não sou contra o emprego dos militares em situações reais, desde que sejam em nosso território ou defendendo os interesses de nossa nação, de acordo com a nossa Constituição, principalmente quanto a não-intervenção e auto determinação dos povos, entre outros (vide abaixo): ========== “Art. 4º A República Federativa do Brasil rege-se nas suas relações internacionais pelos seguintes princípios: I – independência nacional; II – prevalência dos direitos humanos; III – autodeterminação dos povos; IV – não-intervenção; V – igualdade entre os Estados; VI – defesa da paz; VII – solução pacífica dos conflitos; VIII – repúdio ao terrorismo e… Read more »

Dalton

Caro Persan… Entendo sua preocupação com a imagem do Brasil no exterior, mas, nós não “pagamos mico” no caso do Haiti, muito pelo contrário, agimos de forma exemplar, a não ser quando apelamos para a vaidade, pelo fato de estarmos no “comando” mas que de fato, não mais estavamos diante de uma catastrofe daquelas proporções. Nenhum país teria as condições materiais para atender um desastre de tais proporções sem falar na maior proximidade geografica entre Haiti e EUA. Já nas primeiras horas após o terremoto, C-130s americanos estavam a caminho e a primeira coisa que fizeram foi estabelecer ordem ao… Read more »

defourt

Colega Atirador, O espírito de minha implicância não é bem esta. Veja: Por um lado temos compromissos para com aquilo que assumimos. (correto) Pelo outro lado os que nos assumem não têm compromissos para conosco… (errado) A relação é totalmente desigual. Ao decidir ser militar-voluntário você doou sua vida ao capeta, digamos assim. Mas o capeta (esperto que é) não vai à guerra, é corrupto, não investe em material adequado de trabalho, tira os filhos de sua particular elite da lista de possíveis “voluntários”, e finalmente, sim, quer apenas um cargo público. “Todos são iguais perante a Lei” é apenas… Read more »

Cor Tau

Caboclo quer matar/morrer pelo Zé Dirceu/Roriz/Tiririca?!…Quer morrer por politico/politicagem?!…ENTÃO VA………E seja feliz…………

MO

Enquanto não mandamos navios para os Libanicos, treinamos nós (A MB) por aqui

Aljumas fotos das entrada ds navios na Aderex + NPa Gurupá em SSZ

http://santosshiplovers.blogspot.com/2010/11/fotos-dos-navios-da-mb-demandando-o.html

defourt

Onde escrevi americanos – leia-se Estadunidenses.

Apesar de meu prof. não gostar eu acho este mais correto. 🙂

defourt

Cor Tau disse:
20 de novembro de 2010 às 10:05

“Caboclo quer matar/morrer pelo Zé Dirceu/Roriz/Tiririca?!…Quer morrer por politico/politicagem?!…ENTÃO VA………E seja feliz…………”

O que eu mais AMO em meu Mestre é esta capacidade que ele tem de dizer em apenas pouquíssimas linhas o que eu preciso de 300 e ainda assim deixo faltando. 🙂

Àquele abraço Mestre Tau! 🙂

Marine

Como ja citei acima nao tenho preferencia pessoal se o Brasil deveria ou nao se envolver na UNIFIL. Meu argumento e de que caso o governo federal o faca, deve faze-lo entao preparadamente porque agora isso e uma investida seria e de paises “grandes” ou “maduros”. O Brasil tem todo o direito de procurar maior espaco nesse novo mundo globalizado mas que o faca sabendo que agora o jogo e importante, nao ha espaco pra se aprender e levando as coxas. Meu medo e de que nossos governantes que nao estao acostumados com tais inverstidas estrategicas tao complexas, cometam graves… Read more »

Dalton

defourt meu caro… vc realmente anda “ferino”…não bastaram seus comentários sobre o unico, incomensuravel, onisciente, Rei Roberto Carlos ????? (rs) Veja bem… quantas dezenas de mortos a Itália, a Turquia, a India, a França, Alemanha, Portugal, Tanzania e dezenas de outros paises que compoem hoje, ou já compuseram a Unifil tiveram ? Houveram baixas, mas não trata-se de enviar nossos soldados a uma região onde poderiam morrer como “moscas” e caso a situação torne-se insustentável, poderemos retira-los de lá. Os outros paises como nós, também tem seus problemas internos, mas então o que devemos fazer? Abandonar a ONU ? Não… Read more »

Marine

Os leitores devem sempre lembrar tambem que nem todo conflito armado e uma guerra classica como vista por voces em “Hollywood”. O conflito na qual a UNIFIL esta enserida procura evitar que duas nacoes partem para hostilidades abertas. Caso tais hostilidades sejam iniciadas nao sera a UNIFIL e seus capacetes azuis e ROE eunucas que irao garantir a paz… Caso hajam hostilidades abertas o que a UNIFIL na verdade faz e sair da frente e procurar abrigo, afinal de contas que forca militar estacionada la hoje vai impedir as FAs israelenses de fazerem o que for sua missao? Entao nao… Read more »

Marine

Dalton, Perfeitas suas colocacoes. Apesar de detestar ficar citando filmes pois isto empobrece o debate, vou faze-lo aqui apenas para ilustrar um ponto. Ha uma cena no final de Black Hawk Down em que o personagem de Eric Bana diz que quandos seus vizinhos nos EUA lhe perguntam o porque dele fazer o que ele faz, se ele e uma pessoa que gosta de guerra. Ele atesta que ele nao fala nada pois nunca entenderao que ele o faz pelos colegas proximos de si durante o combate e o resto e papo de romanticismo. Simplismente nunca ouvi explicacao mais simples… Read more »

Dalton

Grande Marine…

dependendo do filme, pode e deve ser citado e apesar de não conseguir mais assistir por inteiro o “black hawk down” ou “Falcão negro em perigo”, continuo gostando de várias cenas incluindo esta do final.

um amigo de meu cunhado, veterano do Vietnã, disse algo muito semelhante…se ele imitou Bana no filme “black hawk down” não sei dizer, mas pareceu-me sincero.

abraços

Mauricio R.

“Error establishing a database connection”

O Aéreo foi abatido pelo tráfego, de novo???

Fernando de Noronha

Meu Deus, nais uma missão infeliz ???

A missão no Haiti já está um caos e se tornando cada vez mais um pesadelo, tornando a missão um grande fracasso.

E agora mais uma missão para “brincar” de policial mundial em nome da ONU ? Os políticos devem achar que desta vez vai sair a tão sonhada vaga no conselho de segurança da ONU ??? Vai levar em nada, só o Brasil que vai se ferrar, levando chumbo, literalmente!

Cor Tau

“defourt disse:
20 de novembro de 2010 às 10:21

Cor Tau disse:
20 de novembro de 2010 às 10:05

“Caboclo quer matar/morrer pelo Zé Dirceu/Roriz/Tiririca?!…Quer morrer por politico/politicagem?!…ENTÃO VA………E seja feliz…………”

O que eu mais AMO em meu Mestre é esta capacidade que ele tem de dizer em apenas pouquíssimas linhas o que eu preciso de 300 e ainda assim deixo faltando. 🙂

Àquele abraço Mestre Tau! 🙂 ”

Podemos nos defender de um ataque mas somos indefesos a um elogio……………

Àquele abraço Mestre Defourt……

Paulo

A notícia diz que a Unifil visa dar fim ao conflito entre Líbano e Israel. Mas que conflito? O Líbano é apenas um campo de batalha onde atuam Síria, Irã, Israel, Hezbollah, Al Qaeda, palestinos e outros mais. Portanto, uma paz duradoura necessida de combinar antes com todos estes protagonistas. Nossos soldados terão de adotar uma destas duas posturas (ou as duas): atirar primeiro ou ficar sempre com a caceça bem abaixada atrás da trincheira, esperando o chumbo passar. Nossa participação só teria valor se fosse um pedido formal do governo libanês, pedindo ajuda militar para varrer os invasores do… Read more »

defourt

Poxa Dalton,

Você leu em minhas linhas reivindicações sobre os soldos?

🙁

Devo estar sofrendo de alguma síndrome do tipo: “Não consigo mais escrever fazendo-me entender.”

– Falei sobre MOTIVAÇÃO em CAUSA JUSTA e CONSCIÊNCIA pelo o que se luta!

– Falei sobre o brazil, infernos, desigualdades;

-Falei que aqui no brazil não aboliu-se a acentuação (em vão também)

Poxa… 🙁

Mas mesmo assim àquele abraço!
Com CRASE! Não é pouco não! 🙂

defourt

defourt disse:
20 de novembro de 2010 às 10:16

Onde escrevi americanos – leia-se Estadunidenses.

Apesar de meu prof. não gostar eu acho este mais correto.

Penso que haja um excesso de visão onde não há nada o que se ver.

Eu não associo o uso da palavra ‘estadunidenses’ a sentimentos de antiamericanismo, provocado por ideologias de esquerda!

Nem sou de esquerda!

A uso simplesmente porque julgo ser o mais correto gentílico neste caso.
Àquele abraço!

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

IACIT apresentará na Mostra BID Brasil tecnologias únicas existentes no país

Empresa com mais de 35 anos de história é referência em soluções de ponta que podem contribuir para...
- Advertisement -