Home Noticiário Internacional Marinha da Coreia do Sul aplica força mortal contra piratas somalis

Marinha da Coreia do Sul aplica força mortal contra piratas somalis

282
10

Em 15 de janeiro de 2011, treze piratas somalis apreenderam o navio químico Samho Jewelry de bandeira maltesa, operado pela Samho Shipping, a 650 km a sudeste de Muscat. O destróier da Marinha da República da Coreia (ROK Navy) Choi Young sombreou o Samho Jewlry por vários dias.

Na madrugada de 21 de janeiro de 2011, 25 SEALs da ROK Navy em pequenos barcos lançados do Choi Young abordaram o Samho Jewelry, enquanto helicóptero Westland Super Lynx do Choi Young dava fogo de cobertura. Oito piratas foram mortos e cinco capturados na operação. Os 21 tripulantes foram libertados, mas o Capitão do navio morreu após levar um tiro no estômago.

Piratas somalis já avisaram que vão matar todos os sul coreanos que encontraram nos próximos sequestros. No vídeo abaixo pode-se ver a rajada de tiros contra o navio durante a operação de resgate.

COLABOROU: Fábio Andrade

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ozawa
Ozawa
9 anos atrás

Congratulaçoões à marinha sul coreana, mesmo lamentando a morte de um dos reféns. Certamente não devem recuar diante da ameaça desses bandidos do mar, o que deve encorajar o prosseguimento de outras abordagens desse nível por todas as marinhas ali presentes, desejando, pessoalmente, que todos os “piratas” sejam eliminados. Nada, por nenhum motivo, justifica o seqüestro de civis. Se querem protestar ou financiar revoluções sociais daquele pobre país, ataquem navios ou bases militares de seus “algozes” ou de quem assim eles considerem. Mas não, é pura ação criminosa, contra civis, para adquirir vultuosas somas financeiras, é simplesmente extorsão mediante seqüestro.… Read more »

Antonio M
Antonio M
9 anos atrás

Se não adotarem maiores medidas para que o que está ocorrendo na Somália, estas operações serão como secar gelo. Cadê a ONU!?!?!?

É preciso saber principalmente sobre a corrução, de como chegam armamentos aos piratas senão as operações ficarão cadas vez mais numerosas e caras.

Mas a ação da Coréia foi correta.

Antonio M
Antonio M
9 anos atrás

“….Piratas somalis já avisaram que vão matar todos os sul coreanos que encontraram nos próximos sequestros. …”

Eles podem generalizar?

E se a ameaça for recíproca? As autoridades desse e de outros países africanos comecariam a fazer alguma coisa decente?

Elizabeth
Elizabeth
9 anos atrás

Alguem que seja especialista em navegação mercante e conheça a legislação sobre o tema, poderia me explicar, porque navios mercantes não podem ter a bordo meia duzia de seguranças privados, ex militares por exemplo, armados com fuzis para fazer a segurança dos mesmos? Por mais que os piratas tenham armamento como lança rojões, um navio pode sobreviver a um disparo de RPG mas um barco utilizado na abordagem não pode garantir proteção alguma a um tiro de fuzil ou metralhadora. Nenhum pirata se aproximaria de um navio se o mesmo tivesse 6 posições de tiro de 7,62mm espalhadas ao longo… Read more »

a.adamakis
a.adamakis
9 anos atrás

Acho que é porque navios civis estão sujeitos às leis dos paíse em que eles estão ancorados.

É por isso que os cassinos dos cruzeiros que partem ddo Brasil só funcionam quando o navio está em águas internacionais e o navio esta sob jurisdição do país o qual ele possui a bandeira.

No caso do Brasil, um navio civil necessitaria de autorização prévia para aportar transportando armamento, caso contrário a tripulação iria presa por porte ou posse ilegal de arma (de uso restrito).

Mas isso é só achismo.

a.adamakis
a.adamakis
9 anos atrás

Olhando melhor, acho que o crime seria tráfico de armas, até doze anos de pena.

Ozawa
Ozawa
9 anos atrás

Cara Elizabeth, ao largo das implicações legais (no âmbito internacional)desse ardil, imagine-se o custo da adaptação militar/policial de uma embarcação civil, o custo de preparação do pessoal para o seu manuseio, por vezes, estranhos à bandeira do navio, enfim, um processo totalmente divergente da finalidade daquele navio e da sua tripulação, mesmo em se tratando de sua defesa. Para o seu armador é melhor (menos custoso) deixar que o seguro pague o eventual prejuízo. As ações militares/policiais devem ser realizadas no mar por marinheiros militares, como está sendo, e em terra, por ações enérgicas das embaixadas dos navios seqüestrados, mesmo… Read more »

GUPPY
GUPPY
9 anos atrás

Parabéns Marinha Sul-Coreana. Pena que um tripulante (o Capitão) faleceu na ação.
Abs

Observador
Observador
9 anos atrás

Caros, Ali não há nenhuma intenção de protestar ou financiar qualquer revolução. São piratas no sentido estrito da palavra. Bandidos mesmo. É uma indústria do crime, um “bonde do mal aquático” não diferente de um grupo de assaltantes no Rio. Claro que há envolvimento de traficantes de armas. Sempre há os que lucram com a venda de armas, seja na Somália, no Afeganistão ou nos morros do Rio. E daí que no caso são russos? De onde vem os AK 47? A Somália é um Estado-nação falido, que parece uma cópia gigantesca de uma favela do Rio. Todos os serviços… Read more »

Observador
Observador
9 anos atrás

Ops!
Retificando:
Quanto a questão de uma escolta armada, o motivo de sua ausência é um só: CUSTO.