quinta-feira, janeiro 20, 2022

Saab Naval

USS ‘Enterprise’ faz 50 anos

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

cvn-65_cgn-25_cgn-9_1964.jpg

O USS Enterprise, primeiro navio-aeródromo movido à propulsão nuclear, vai completar 50 anos de incorporação no dia 25 de novembro. O navio deve ser desativado em 2013.

No dia 24 de maio de 2011, o “Big E” atingiu a marca de 400.000 pousos enganchados, sendo o primeiro porta-aviões a atingir essa marca (foto abaixo).

FOTOS: US Navy

- Advertisement -

10 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
MO

Tirando o fato de ter um porta argh aviaozinhum NCC 1701-X estragando a foto, eh uma bela foto dos CGN Praia Grande e Bainbridge

Bronco

MO,

Vais me perdoar, mas o USS Long Beach CGN-9, em que pese ter sido uma das últimas classes da US NAVY com um casco de desenho esguio como os destróiers e cruzadores da segunda guerra, foi, provavelmente (e na minha opinião) um dos navios mais feios já construídos.

Uma vez eu, comentando com um amigo, lembrei que foi um dos poucos navios com propulsão nuclear construídos e que era o único de sua classe.

Lembro que ele respondeu: “é tão feio que construíram um só”.

daltonl

Caro Rodolpho…

o USS Enterprise tem combustivel nuclear para apenas mais uns 3 anos de uso e como não é viável reabastece-lo novamente, ele nem mesmo irá para a reserva.

Além do mais, mesmo que ele fosse mais novo e estivesse disponivel para venda, não teriamos condições de adquirir, manter e tripular um navio tão grande e complexo.

A US Navy na verdade está contando as horas para livrar-se dele já que é o único de seu tipo, mais problemático e caro de manter.

abraços

Guilherme Poggio

O Big E foi o primeiro NAe de propulsão nuclear. Ele foi um protótipo que deu mais ou menos certo e resolveram manter em atividade.

Sua planta propulsora é uma adaptação de reatores nucleares de submarinos. Uma verdadeira dor de cabeça para o pessoal da área de máquinas.

Os NAe que vieram depois possuem uma planta totalmente diferente.

CVN76

Exato Poggio!

Só como detalhe; a USN no início planejou o USS America CV 66 e o USS JFK CV 67 para serem CVN…..mas por sorte o projeto foi cancelado.

Enquanto o CVN 65 possui 8 reatores, os da classe CVN 68 possuem somente 2!!

Apesar de “feio” eu tinha muita simpatia pelos primeiros CGN; como o USS Long Beach CGN 9, USS Bainbridge CGN 25 e principalmente pelo USS Truxtun CGN 35.

Isso para não falar da classe CGN 36 e pela classe CGN 38!

Bronco

Coral Sea, Ah, aí sim! Os classe Virginia eram belíssimos, na minha opinião que, de fato, é contaminada pelas centenas de fotos dos grandes grupos de batalha que acompanhavam os Nimitz nas décadas de 70 e 80. Sem contar que os classe Virgina, entre os cruzadores de propulsão nuclear, eram uma classe mais completa em termos de sensores e armamentos, com excelentes capacidades anti-aérea, anti-superfície e anti-submarina. Levavam Tomahawks e dois canhões Mk 45 de 127mm, algo impensável para os cruzadores anti-aéreos que acompanhavam os Carriers Groups anos antes. Uma classe moderna e que possuia excecelentes características multifuncionais já na… Read more »

CVN76

Oi Bronco

Só como informação; dos 5 Ticonderoga retirados do serviço ativo; um foi afundado num exercício, o CG 50 e recentemente o CG 49 foi para o desmanche……

daltonl

“A beleza está nos olhos de quem vê”. Na minha opinião o USS Long Beach foi um dos navios mais bonitos justamente pelo desenho arrojado e nada convencional, esteticamente muito melhor do que aqueles “Clevelands” e “Baltimores” convertidos. Também ressalto que apenas os USSs Long Beach e Bainbridge, este último na época da foto não era classificado como cruzador, serviram a US Navy por 33 anos enquanto que os Virginias foram descomissionados com menos de 20 anos de serviço, os 2 Californias com 25 anos e o USS Truxtun com 28 anos. Foi proposto que o USS Long Beach seria… Read more »

Mauricio R.

Sinceramente acho que os “Ticos” ficariam melhores, se acomodados no casco dos ex-cruzadores da classe “Virginia”.
Até mesmo os futuros DDG-51 Flight III.
O desafio, seria faze-los sem a planta nuclear.

Ozawa

Sugestão ao amigo Dalton.

http://www.flyingmule.com/products/UM-86017

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

40ª força-tarefa da Marinha Chinesa é enviada para missão de escolta no Golfo de Áden

A 40ª força-tarefa da Marinha do Exército de Libertação Popular da China (PLA Navy) partiu de um porto militar...
- Advertisement -