terça-feira, dezembro 7, 2021

Saab Naval

‘Roll-out’ e lançamento do Coronado, o segundo LCS da variante Independence

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

A Austal informou na terça-feira, 10 de janeiro, o lançamento do segundo navio de combate litorâneo (LCS – Littoral Combat Ship) para a Marinha dos EUA (USN), o “Coronado” (LCS 4). Antes disso, foi feito o “roll-out”, termo normalmente reservado a apresentação de aeronaves que saem do hangar pela primeira vez,  que marcou o segundo uso de um inovador sistema modular auto-propulsivo para transferir o navio de seu pátio de montagem final à doca seca, para o lançamento. O sistema foi usado pela primeira vez, segundo a empresa, em setembro do ano passado, no lançamento do USNS “Spearhead” (JHSV 1 – fotos ao final da matéria)

A Austal e a USN colaboraram no projeto de um novo conjunto de suportes de quilha para apoiar o navio durante a construção e facilitar sua transição da baia de montagem. Os sistemas auto-propulsados modulares de transporte (self-propelled modular transporters – SPMTs) da Austal suplementarm os Berard Transportation da New Iberia, Los Langeles, para permitir uma capacidade de carga de 3.800 toneladas em 104 linhas de eixo.

Segundo a Austal, foi um processo em três fases, em que os SPMTs levantaram todo o navio e os suportes de quilha levantaram o Coronado a aproximadamente um metro (três pés) e o moveram para a doca seca atracada, mantendo quase 2.000 toneladas na manobra, que não teve incidentes. O novo método de “roll-out” economizou horas do processo de transferência, servindo como marco no esforço da Austal para reduzir custos e tempo requeridos em próximas entregas de LCS.

Após a manobra, o LCS e a doca seca foram rebocados rio abaixo para o estaleiro BAE Systems de Mobile, onde o navio foi finalmente posto a flutuar livre de seus apoios de quilha, sendo manobrado para fora da doca. O navio foi então rebocado de volta, rio acima, para as instalações da Austal, onde vai passar pela fase de acabamento e ativação, antes de suas provas de mar e entrega à USN.

O casco, do tipo trimaran, tem 127 metros de comprimento e é a plataforma para os sistemas de missão e de armas do LCS. Segundo a Austal, esse tipo de casco permite melhores características marinheiras e de emprego de aeronaves, devido às formas de seu maior casco central e menores cascos laterais , chamados de “amahs”. A configuração também permite um grande convés de missão com alta capacidade de carga, além de um enorme convoo capaz de conduzir operações duplas de helicópteros H-60. Ainda segundo a empresa, o convoo está localizado mais alto que qualquer navio de combate à exceção de navios de desembarque anfíbio ou porta-aviões.

A empresa trabalha em parceria com uma unidade de negócios da General Dynamics, a General Dynamics Advanced Information Systems, nos programas LCS e JHSV. O lançamento do “Coronado” (LCS 4) foi precedido há pouco tempo do batismo do USNS “Spearhead” (JHSV 1) de 103 metros de comprimento e a cerimônia de batimento de quilha do “Choctaw County” (JHSV 2). Os JHSV são embarcações projetadas para rápido transporte de tropas e equipamentos militares dentro do teatro de operações (abaixo, fotos do batismo do JHSV 1 e de sua construção).

A construção modular do JHSV 3 e do “Jackson” (LCS 6) também já foram iniciadas.  A Austal também tem os contratos para o “Montgomery” (LCS 8 ) e os JHSV 3 a 7.

FONTE / FOTOS: Austal

- Advertisement -

3 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
jacubao

Ô troço feio da bexiga.
Cruz credo…

Mauricio R.

Os americanos est~so bem servidos de encrencas, são os LCs no mar e os F-35, no ar.

thomas_dw

Os LCS sao tao bons que a Marinha dos EUA comprou dez de cada modelo

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

FILME: The Final Countdown – Nimitz volta ao inferno

Muito antes de 'Top Gun', o F-14 Tomcat já fazia sucesso no cinema The Final Countdown (no Brasil, Nimitz volta ao...
- Advertisement -