quinta-feira, maio 13, 2021

Saab Naval

Marinha do Brasil oferece uniformes à Guarda Costeira cabo-verdiana

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A Marinha do Brasil assinou, esta quinta-feira, 1 de Março, na Cidade da Praia, um protocolo de fornecimento de peças de uniforme, com a Guarda Costeira de Cabo Verde, estimado em 15 mil contos, incluindo uniformes de gala, sapatos e botas.

O protocolo foi celebrado durante a visita de três dias que o comandante da Marinha brasileira, Almirante Júlio Soares de Moura Neto, efectua a Cabo Verde, com o objectivo de estreitar os laços de amizade e cooperação entre as duas instituições.

Para o comandante da Guarda Costeira de Cabo Verde, Tenente-Coronel António Duarte Monteiro, o mais importante é o protocolo acabado de assinar, que vai permitir à Guarda Costeira ter susntabilidade no futuro em termos de peças de uniforme.

António Monteiro fez saber ainda que, em matéria de segurança marítima, o Brasil poderá ajudar Cabo Verde na questão da partilha da informação, através do intercâmbio entre o COSMAR (Centro de Operações de Segurança Marítima) e o Centro do Brasil, por forma a monitorizar os navios que partem do Brasil e passam por Cabo Verde e vice-versa.

Em relação à formação, que tem sido uma das apostas das Forças Armadas, em particular, da Guarda Costeira, este responsável cabo-verdiano prevê igualmente possíveis parcerias, já que o arquipélago precisa de quadros capacitados para poder cumprir os desafios que são colocados no mar e nas plataformas que estão sobre o comando da esquadrilha naval da Guarda Costeira.

Por seu turno, o comandante da Marinha do Brasil assegurou que o seu país está pronto para auxiliar a Guarda Costeira dentro de um clima de parceria existente entre os dois países.

«Nós oferecemos a possibilidade de navios de 200 e 500 toneladas, que são os que usamos na patrulha das nossas águas jurisdicionais e na protecção das nossas plataformas», manifestou Júlio de Moura Neto, acrescentando que, de momento, é o inicio de uma negociação e que, segundo disse o seu homólogo cabo-verdiano, as decisões sobre a compra passam para além da Guarda Costeira.

FONTE: www.jornaldigital.com / (c) PNN Portuguese News Network

- Advertisement -

2 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
mauriciopacheco

Um ajuda o outro,pois se continuar assim, logo a MB estará se transformando em GUARDA COSTEIRA!

Clésio Luiz

O nível de comentários aqui está mesmo lamentável. É como se todos os aborrecentes do Brasil tivessem descoberto a Trilogia de Defesa.

- Publicidade -

Reportagens especiais

F40 aos Quarenta – quinta parte

Da ‘ideia do Coelho’ aos limites do ‘pulo do gato’ Conheça detalhes fundamentais do início da história da classe ‘Niterói’,...
- Advertisement -