Home Noticiário Internacional ‘Diplomacia Tomahawk’: Pentágono colocou 430 mísseis na costa do Irã

‘Diplomacia Tomahawk’: Pentágono colocou 430 mísseis na costa do Irã

382
10

Um grupo de navios norte-americanos, que estão desdobrados perto da costa do Irã, tem atualmente 430 mísseis de cruzeiro Tomahawk de 1.600 km de alcance.

O Serviço de Informações da Marinha dos EUA anunciou que presentemente está deslocado no Golfo Pérsico um grupo de ataque liderado pelo porta-aviões Enterprise, que pode ter pelo menos 130 mísseis de cruzeiro a bordo.

Mais um grupo de ataque, chefiado pelo porta-aviões Abraham Lincoln, fica no norte do Mar Arábico e tem o mesmo número de Tomahawk disponível.

Na mesma região está navegando o submarino nuclear Georgia com 154 mísseis de cruzeiro e um outro submarino nuclear com 12 Tomahawk a bordo.

FONTE: Voz da Rússia

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ricardo Cascaldi
Ricardo Cascaldi
8 anos atrás

Tic tac tic tac

Mauricio R.
Mauricio R.
8 anos atrás

Bombardeiem logo de uma vez e depois comprem mísseis novos!!!

daltonl
daltonl
8 anos atrás

Há anos os EUA mantém 2 NAes na área, então nada de novo ! O USS Enterprise veio substituir o USS Carl Vinson que também encontra-se na região e está participando de treinamento com a marinha indiana para então depois retornar a San Diego para um merecido descando depois de 2 “desdobramentos” de mais de 6 meses com apenas um intervalo de 5 meses entre eles. O fardo sobre o USS Carl Vinson apenas comprova a necessidade de manter 11 NAes e qualquer diminuição que ocorra no numero impactará a maneira como a US Navy opera e também na condição… Read more »

Marcelo
Marcelo
8 anos atrás

os FA-18E/F disparam Tomahawks? Eu sabia que podem levar AGM-84 SLAMs mas nao Tomahawks. Tem algo estranho nesse texto. Os 130 misseis de cruzeiro nos NAes nao devem ser Tomahawks…

joseboscojr
joseboscojr
8 anos atrás

“um grupo de ataque liderado pelo porta-aviões Enterprise, que pode ter pelo menos 130 mísseis de cruzeiro a bordo.”

Marcelo,
Como você vê o texto se refere ao “grupo de ataque” e não ao porta-aviões.
Os Tomahawks atualmente são lançados exclusivamente por navios e submarinos.

joseboscojr
joseboscojr
8 anos atrás

Só de curiosidade, o único míssil de cruzeiro lançado pelos Hornets e Super Hornets da USN são os SLAM-ER.

joseboscojr
joseboscojr
8 anos atrás

Ah! Ainda tem os Harpoons 2 recentemente adquiridos que têm capacidade de atacar alvos no solo usando o GPS.

joseboscojr
joseboscojr
8 anos atrás

Marcelo,
Não prestei atenção que você já havia feito referência ao SLAM.
Me desculpe.

CVN76
8 anos atrás

Dalton!

Nem sempre a USN mantém 2 NAes na área!
Pode-se dizer que certa de 70% do tempo; 2 NAes estão por lá.

daltonl
daltonl
8 anos atrás

Este 70% provavelmente diminuiu a partir do momento que a US Navy aumentou de 6 para 7 meses em média os desdobramentos e além do mais um NAe pode receber ordens de retornar enquanto está rumando para casa e certamente isto é levado em conta também na lacuna de uns 2 meses que havia logo depois das grandes operações de combate terem terminado no Iraque, quando o “turnover” ocorria antes do substituto chegar, mas que já encontrava-se a caminho ou preparando-se para partir. Ao menos nos ultimos 2/3 anos nem mesmo esta lacuna tem acontecido e no momento há 3… Read more »