sábado, maio 28, 2022

Saab Naval

Visita a navios da Marinha do Brasil encerra III Simpósio das Marinhas da CPLP

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Terminou na última quinta-feira (10.05) o III Simpósio das Marinhas da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), realizado no período de 8 a 10 de maio, na Escola de Guerra Naval, no Rio de Janeiro. Na cerimônia de encerramento, foi realizada a leitura da ata final do encontro, assinada posteriormente pelos delegados das Marinhas dos países participantes – Angola, Brasil, Cabo Verde, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Na ocasião, o Chefe da Delegação de Cabo Verde, Tenente-Coronel Antônio Duarte Monteiro, convidou todos os países para o IV Simpósio das Marinhas da CPLP, a ser realizado em seu país, em 2014. Durante a cerimônia, houve ainda o descerramento da placa alusiva ao evento e palavras finais do Comandante da Marinha do Brasil, Almirante-de-Esquadra Julio Soares de Moura Neto.

Em seguida, os integrantes das delegações se dirigiram ao Comando de Operações Navais, onde conheceram o Centro de Comando do Teatro de Operações Marítimo (CCTOM). A visita se estendeu ao Comando do Controle Naval do Tráfego Marítimo (ComCoNTraM), com a apresentação dos sistemas usados pela Marinha do Brasil para o monitoramento de navios e embarcações pesqueiras.

À tarde, as delegações visitaram quatro navios construídos no Brasil: o Aviso de Patrulha “Albacora”, o Navio-Patrulha de 200t “Grajaú”, o Navio-Patrulha de 500t “Macau” e a Corveta “Barroso”. Após assistirem as apresentações sobre as principais características de cada navio, delegados e assessores conheceram os principais compartimentos das embarcações.

- Advertisement -

11 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
fragatamendes

Espero que deste evento possam surgir algumas compras de navios como estes que foram expostos.Seria bom que se postassem mais fotos das outras unidades.Abraços do MENDES.

fragatamendes

O indicativo de costado P71 é novo pois quando o “MACAU” foi incorporado o seu indicativo era P75 conforme foto que possuo na minha coleção.Abraços do MENDES.

José da Silva

Curioso a Macau ter vindo do 3º DN para o sudeste. Será que esta aqui para instalar algum novo equipamento, fazer alguma avaliação operacional, para participar desse evento devido a uma eventual indisponibilidade do Macaé, ou esta sendo mudada de sede? Segue abaixo inserção que fiz no NGB semana passada na pagina do Macau. 2012 Em 4 de maio atracou em Salvador por volta das 14:00h, suspendendo as 16:00h. De Salvador o navio seguiu para o Rio de Janeiro onde chegou em 8 de maio no inicio da tarde. O Xará notou um detalhe importante, pois as primeiras informações davam… Read more »

José da Silva

Como um detalhe em relação as fotos, quero agradecer ao NPa Macau por prestigiar a nossa pagina: http://www.naviosbrasileiros.com.br/ngb

Joker

O Macau tá lindão, o pessoal do GNNe num vê a hora de poder contar efetivamente com ele. O vi no fim do mês passado na BNN ms não deu pra fotografa-lo 🙁

daniell.filho

Alguém sabe me dizer o motivo do cara estar vestido com essa “burca” na foto 4?

daltonl

Equipamento padrão contra queimaduras que podem ocorrer em combate…e como se combate normalmente da mesma forma que se treina, nada melhor que simular da maneira mais realistica possivel !

abs

MO

ou estagiario afeganistaniense …

ai ai deixa eu sumir denovo …

Mauricio R.

OFF TOPIC…

…mas nem tanto!!!

Aproveitado o hangar vazio e o convo dando sopa, livres de alguma tralha francesa:

(http://www.defense-aerospace.com/article-view/release/135189/agustawestland%E2%80%99s-new-aw169-helicopter-makes-maiden-flight.html)

Mais um novo protótipo da Agusta Westland, o AW-169.
No lugar dos Panther do EB, e seu ridículo update de 9 anos, ficaria mto bem na foto.

aericzz

shipbuildingbr, o Macau era o único disponível… Afinal o Macaé está de volta ao INACE, para “refazer” pequenos detalhes, abçs.

José da Silva

Valeu aericzz.

Hoje estava eu aqui pensando com os meus botões e imaginei algo assim, levando-se em conta os problemas que apareceram no navio na fase de avaliacao operacional. Normal e espero que seja resolvido e que a maioria desses detalhes fiquem restritos a unidades em si e nao a toda a classe.

Abços

- Publicidade -
Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

‘Top Gun: Maverick’ impulsionará o recrutamento da Marinha dos EUA? A história diz que provavelmente não

Por Heather Mongilio “Top Gun: Maverick” é uma carta de amor à aviação naval americana e acontece quando a Marinha...
- Advertisement -