domingo, março 7, 2021

Saab Naval

Poder Naval a bordo do BPC ‘Dixmude’

Destaques

IMAGENS: Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais – A11

Algumas das melhores fotos do NAeL Minas Gerais (A11) com seu grupo aéreo embarcado de aviões P-16 Tracker da...

TOPEX 1-87: USS Nimitz e cruzador nuclear USS California no Brasil, em 1987

Em 1987 eu era tripulante da fragata Niterói - F40 e quando estava em operação no mar, fazia parte...

SIMULAÇÃO: ‘Operação Pólvora’ – FAB e MB enfrentam o USS Nimitz

No início de novembro, o presidente Jair Bolsonaro em discurso com tom bélico ameaçou usar pólvora quando acabar a...
Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Voltamos ontem após 3 dias de embarque no BPC Dixmude da Marinha Francesa. Fizemos milhares de fotos e estamos preparando várias matérias para o site Poder Naval e uma grande reportagem especial na revista Forças de Defesa número 5 que sai agora em julho. Fiquem ligados!

- Advertisement -

6 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
aericzz

Show de bola ghalante, bota pra lascar nesse post!!!! Mas não esquece dos maquinistas… gostaria de saber tudo sobre essa propulsão hibrída dele!
p.s. depositei o din-din da revista na sua conta bradesco ok?! pode mandar rsrsrsrsrsrsrs. abçs. ericdolobo

AlexJ

Podem falar o que for deste LHD, da França, etc. Eu mesmo odeio essa francofilia brasileira, mas tenho que admitir, sou vidrado nessa classe de BPC (Mistral, Torrene, e Dixmude). Seria uma das coisas que se o Brasil adquirisse eu defenderia com unhas e dentes.

Fabio ASC

Caro Galante, venho por meio desta demonstrar meu descontentamento com 01 detalhe referente a Revista Forças de Defesa:

– A periodicidade, demora muito entre uma e outra……. faz logo a mensal :):):):):):):):):):)

Abraços.

Lyw

Que belo navio este! E não apenas belo, é muito bem construído e muito competente em sua função… Inaugurou uma nova era na marinha russa, quando esta adquiriu o navio francês, fato inédito na Rússia pós-guerra. Além da situação calamitosa da indústria naval russa (de navios de superfície), a qualidade da atual indústria naval francesa e seus produtos é indiscutível. O preço é salgado, como qualquer produto francês, mas quem sabe fazemos uma economia no Forever X-2 com o Gripen NG e deixamos a gastança para um produto francês que realmente vale a pena!

rfederici

Galante, mais um gol de placa. Abraço no Nuñao.

- Advertisement -

Guerra Antissubmarino

SIMULAÇÃO – Como o P-3AM Orion da FAB caça submarinos

O Esquadrão Orungan (1°/7° GAv) realizou, nos dias 16 e 17 de julho de 2014, missão antissubmarino (ASW) na...
- Advertisement -
- Advertisement -