Home Marinha do Brasil NDCC ‘Garcia D’Avila’ realiza Comissão Haiti XV

NDCC ‘Garcia D’Avila’ realiza Comissão Haiti XV

592
6

O Navio de Desembarque de Carros de Combate (NDCC) “Garcia D’Avila” realizará, no período de 31/10 a 21/12, a Comissão Haiti XV e terá como missão transportar material da Força de Fuzileiros da Esquadra e do Exército Brasileiro, a fim de contribuir com o esforço logístico em apoio ao contingente brasileiro da Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti (MINUSTAH).
O material da Força de Fuzileiros da Esquadra e do Exército Brasileiro se destina a suprir os contingentes das tropas brasileiras no Haiti, além de substituir o material que será repatriado e que necessita de reparos e manutenções.

Desde 2004, quando chegou o primeiro contingente de tropas brasileiras no Haiti, navios da Marinha realizam viagens de Apoio Logístico, como o Haiti XV, que são essenciais para a continuidade das operações de paz desenvolvidas naquele País.

A partida do navio, programada para o dia 31/10, ocorrerá na Base Naval do Rio de Janeiro (BNRJ), às 14 horas.

Além do destino principal, Porto Príncipe, o Navio aportará, por motivos logísticos, nos portos de Natal-RN e Salvador-BA, no Brasil; San Juan, em Porto Rico; e Paramarimbo, no Suriname. Na capital haitiana está prevista a permanência do Navio por quatro dias.

O NDCC “Garcia D’Avila”, incorporado à Marinha do Brasil em 2007, é um Navio de 140,5 metros de comprimento, com 8.751 toneladas de deslocamento e capacidade de carga de aproximadamente 1.000 toneladas. Possui o seguinte conceito de emprego:

a) em situação de conflito: transportar e desembarcar pessoal e material em proveito de operações diversas, em especial de Operações Anfíbias, com emprego de rampas de proa e de popa; e
b) em situação de paz: transportar pessoal e material em Operações de Paz; transportar pessoal e material em Operações Humanitárias; transportar pessoal e material, em apoio ao emprego de força, para Garantia da Lei e da Ordem; realizar transporte para Apoio Logístico dos Distritos Navais; contribuir para o adestramento e formação do pessoal; e realizar ações de presença em portos que atendam às necessidades da política externa brasileira.

Os órgãos da mídia interessados em cobrir o suspender do navio poderão credenciar-se previamente junto ao Comando da Força de Superfície pelos telefones (21) 2189-1940 ou (21) 7699-8710 (Tenente Paulo Sérgio) ou pelo e-mail: paulo.sergio@forsup.mar.mil.br, ou a partir das 08:00h do dia 31 de outubro na Base Naval do Rio de Janeiro localizada na Ilha de Mocanguê – Niterói – RJ.

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
_RJ_
_RJ_
7 anos atrás

Toda vez que vejo uma imagem de desembarque com esse navio me dá a impressão de que ele vai ficar encalhado. É impressionante ver um bichão desses tão perto da praia!!!

marciomacedo
marciomacedo
7 anos atrás

Que bom que o Garcia voltou à ativa, temi que ele não voltasse.

glaison
glaison
7 anos atrás

Me impressiona essa imagem, como ele consegue chegar encostar na praia e mesmo assim não ficar encalhado.

daltonl
daltonl
7 anos atrás

Tanques de lastro e a forma do fundo do casco permitem isso, mas note que a praia em questão é do tipo ingreme, ou seja, mais funda, onde encontram-se os helices do que aparenta, assim, existem limitações quanto a praias onde podem operar.

GUPPY
GUPPY
7 anos atrás

Esse tipo de navio usa um tipo de ferro (âncora) mais adequado à abicagem. Acho que o nome é “Danforth”, que tem um grande poder de unhar, tem braços móveis e costumam ser mais leves.

marciomacedo
marciomacedo
7 anos atrás

E, agora, o Almirante Sabóia vai entrar em PMG ou vai continuar na ativa?
Alguém sabe quando o Mattoso volta à ativa?